DiabetesA fúria do açúcar   Dezembro 2011
Definição Diabetes“fluir através de”                       Mellitus                     “doce como mel”                   ...
DefiniçãoA diabetes é uma doença crónica caracterizada pelo aumento dos níveis                   de açúcar (glicose) no sa...
DefiniçãoA diabetes é uma doença que resulta de uma deficiente capacidade deutilização pelo nosso organismo da nossa princ...
Definição   Índice Glicémico (IG) é o valor de glicemia (glicose sanguínea) obtido pela ingestão     de 50g de glícidos de...
Definição                                  A insulina é produzida no pâncreas A sua falta ou a insuficiência da sua acção...
Diagnóstico Sintomas são confirmados com análises sanguíneas Podem não existir sintomas e o diagnóstico ser feito emexam...
Classificação                 Insulino-dependente                 Crianças e jovens (<35anos)                 Perda tot...
Classificação         Gestacional         Pós-operatório         Pancreatite                           Hanas R. 2007
CausasEnvelhecimento    Estilo de vida                   sedentário                                     A cada 10 segundos...
Sintomas                  Sintomas típicosUrinar em grande quantidade e mais vezes - POLIÚRIASede constante e intensa - PO...
Hipoglicemia               Bayer Diabetes
Hipoglicemia               Bayer Diabetes
Hiperglicemia                Bayer Diabetes
Hiperglicemia                Bayer Diabetes
Complicações                 Possíveis complicaçõesComplicações microvasculares Retinopatia Nefropatia NeuropatiaCompli...
Tratamento   Insulina ou antidiabéticos orais   Terapêutica Nutricional   Exercício físicoTerapêuticaNutricional    Po...
Tratamento     Antidiabéticos oraisSão comprimidos usados para ajudar no controlo da glicemia emdiabéticos do tipo 2.  Os...
Bom Natal!               Sem             excessos!
Nutricia Cares about Training _ DIABETES
Nutricia Cares about Training _ DIABETES
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Nutricia Cares about Training _ DIABETES

721 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nutricia Cares about Training _ DIABETES

  1. 1. DiabetesA fúria do açúcar Dezembro 2011
  2. 2. Definição Diabetes“fluir através de” Mellitus “doce como mel” Hanas R. 2007
  3. 3. DefiniçãoA diabetes é uma doença crónica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue.  A quantidade de glicose no sangue, chama-se glicemia  Ao aumento da glicemia, chama-se: hiperglicemia Hiperglicémia (açúcar elevado no sangue) insuficiente produção insuficiente acção da insulina Hanas R. 2007
  4. 4. DefiniçãoA diabetes é uma doença que resulta de uma deficiente capacidade deutilização pelo nosso organismo da nossa principal fonte de energia – a glicose. Muitos dos alimentos que ingerimos são transformados em glicose no nosso TGI. Ela resulta da digestão e transformação dos amidos e dos açúcares da nossa alimentação. Depois de absorvida, entra na circulação sanguínea e está disponível para as células a utilizarem.Para que a glicose possa ser utilizada como fonte de energia, é necessária a insulina. Hanas R. 2007
  5. 5. Definição Índice Glicémico (IG) é o valor de glicemia (glicose sanguínea) obtido pela ingestão de 50g de glícidos de um alimento quando comparado com o valor de glicemia obtida pela ingestão de 50g de glicose pura ou 50g de pão branco O IG classifica a capacidade dos alimentos em aumentar o nível de glicemia após a sua ingestão (resposta glicémica) Pico de glicemia Glicemia Glicemia Tempo TempoRefeição com Baixo Índice Glicémico Refeição com Alto Índice Glicémico Digestão e absorção gradual dos Digestão e absorção rápida dos alimentos alimentos Holford P. et al. 2009; Teixeira P. et al. 2008
  6. 6. Definição A insulina é produzida no pâncreas A sua falta ou a insuficiência da sua acção leva a alterações muito importantes no aproveitamento dos açúcares, das gorduras e das proteínas pelas células As células do cérebro, nervos, retina, rins, glândulas supra-renais, e glóbulos vermelhos podem absorver a glicose sem ajuda da insulina (proporção directa ao nível existente no sangue) Hanas R. 2007
  7. 7. Diagnóstico Sintomas são confirmados com análises sanguíneas Podem não existir sintomas e o diagnóstico ser feito emexames realizados por outra causa Se tiver uma glicemia ocasional de 200 mg/dl* ou superior com sintomas Se tiver uma glicemia em jejum (8 horas) de 126 mg/dl ou superior em 2ocasiões separadas de curto espaço de tempo Categoria Glicemia (mg/dl) Normal < 100 Pré-diabetes 100-126 Diabetes > 126 Hanas R. 2007, ESPEN 2006
  8. 8. Classificação  Insulino-dependente  Crianças e jovens (<35anos)  Perda total da capacidade de produção de insulina  Não Insulino-dependente  Adultos  Resistência à insulina Hanas R. 2007
  9. 9. Classificação  Gestacional  Pós-operatório  Pancreatite Hanas R. 2007
  10. 10. CausasEnvelhecimento Estilo de vida sedentário A cada 10 segundos 1 indivíduo morre por complicações associadas à diabetes A cada 10 segundos 2 pessoas desenvolvem diabetes Reduz a esperança médiaAlimentação não Obesidade de vida em 5-10 anos saudável Aumenta 2x o risco de desenvolver doenças cardiovasculares IDF 2007
  11. 11. Sintomas Sintomas típicosUrinar em grande quantidade e mais vezes - POLIÚRIASede constante e intensa - POLIDÍPSIAFome constante e difícil de saciar - POLIFAGIASensação de boca seca - XEROSTOMIAFadigaComichão (prurido) no corpo (sobretudo ao nível dos orgãogenitais)Visão turva Hanas R. 2007
  12. 12. Hipoglicemia Bayer Diabetes
  13. 13. Hipoglicemia Bayer Diabetes
  14. 14. Hiperglicemia Bayer Diabetes
  15. 15. Hiperglicemia Bayer Diabetes
  16. 16. Complicações Possíveis complicaçõesComplicações microvasculares Retinopatia Nefropatia NeuropatiaComplicações macrovasculares Macroangiopatia Hipertensão arterialComplicações neuro, macro e microvasculares Pé diabéticoOutras complicações Disfunção sexual Infecções Hanas R. 2007
  17. 17. Tratamento  Insulina ou antidiabéticos orais  Terapêutica Nutricional  Exercício físicoTerapêuticaNutricional  Polifraccionamento  20 a 30 kcal/kg de peso/dia  55-60% de glícidos do valor energético total diário  < 30% de lípidos do valor energético total diário  0.8 – 1g proteínas/kg de peso/dia  20-30g de fibra /dia  Reduzir ingestão de sal Hanas R. 2007, ESPEN 2006
  18. 18. Tratamento Antidiabéticos oraisSão comprimidos usados para ajudar no controlo da glicemia emdiabéticos do tipo 2.  Os antidiabéticos orais actuam de várias formas para melhorar a eficácia da acção da insulina existente no organismo.  Estes medicamentos só podem ser eficazes no diabetes Tipo 2, uma vez que no diabetes Tipo 1 a insulina própria do organismo não é produzida.  Os antidiabéticos orais não são uma insulina por via oral mas sim produtos químico-farmacêuticos que têm a propriedade de baixar os níveis de glicemia, através de mecanismo diversos. Hanas R. 2007
  19. 19. Bom Natal! Sem excessos!

×