O poder e o talento.nuno melo da silva
O poder sempre esteve concentrado num númeromuito reduzido de pessoas em todo o mundo.E continua.Quem são e o que querem?N...
Paradoxal?
1. Anatomia do poder
O poder é difícil de quantificar.São diversas as suas fontes:. a posição e a riqueza, as mais óbvias;. a força, a mais ant...
O poder é difícil de quantificar.São diversas as suas fontes:. a posição e a riqueza, as mais óbvias;. a força, a mais ant...
O poder é difícil de quantificar.São diversas as suas fontes:. a posição e a riqueza, as mais óbvias;. a força, a mais ant...
O poder é ainda difícil de determinar.A era do poder hereditário está a chegar ao fim.(em menos de 20 anos, 70/30).O poder...
Este grupo existe: a elite ou superclasse.. alguns chefes de Estado;. as duas, três dezenas de Chefes militares dos países...
Vamos-lhes dar rostos.
Carlos Slim Helú, o homem mais rico do mundo, 67 biliões dedólares.Possui 94% da rede telefónica fixa no México e 70% do m...
Rupert Murdoch, controla grandes empresas em todos osdomínios da comunicação.A sua News Corporation é proprietária da Fox,...
Edward C. «Ned» Johnson, CEO da Fidelity Investments, a maiorempresa mundial de fundos de investimento, responsável por24%...
Wu Xiaoling gere as reservas de moeda estrangeira do Banco doPovo da China, que ascendem mais de 1,4 triliões de dólares.O...
Rex Tillerson gere as reservas de petróleo e gás natural daExxonMobil, que se espalham por seis continentes e que,diariame...
H. Lee Scott, CEO da Wal-Mart, dirige um gigante empresarialcujas receitas anuais excederam em 2007 a quantia de 350biliõe...
Lakshmi Mittal é dono da maior empresa de aço do mundo, commais de 330 mil empregados em 6 países.A Arcelor Mittal é respo...
O Papa fala em nome de mais de 1 bilião de fieis no mundo, oque equivale a 1/6 da população do mundo. Os seus éditosfuncio...
Osama bin Laden, terrorista saudita e líder da Al Qaeda, umaorganização terrorista em rede.Reenvidicou, entre outros, o ma...
Comandante da força militar mais poderosa do planeta. Tem à sua disposiçãomais de 10.000 ogivas nucleares, 2,5 milhões de ...
Qual é a dimensão da superclasse?Seis mil indivíduos.o autor fez uma lista mas não a publica: seria um mero exercício de f...
O valor líquido acumulado dos cerca de 1000 maisricos – os bilionários que existem no planeta – é quaseo dobro dos 2,5 bil...
Não é um libelo contra os ricos, nem mais uma achapara uma qualquer teoria de conspiração.Poder e riqueza como patologia v...
2. O que está a mudar?
A primeira tentativa séria de compreender as elites.Tese central:Na primeira fila das comunidades económica,governamental ...
“        A conjugação de uma imensa instituição militar comuma grande indústria de armamento é um elementonovo na experiên...
O que é que mudou nos últimos 60 anos?Dois aspectos, um conceito.           EXÉRCITO EUA      ANOS 60            HOJE     ...
O que é que mudou nos últimos 60 anos?Séc. XX foi o século americano: domínio absoluto emtermos económicos, políticos, cie...
O que é que mudou nos últimos 60 anos?Onde está o edifício mais alto do mundo?De que nacionalidade é o homem mais rico do ...
O que é que mudou nos últimos 60 anos?Há 10/15 anos atrás, a resposta teria sido uma: EUA.
O que é que mudou nos últimos 60 anos?2º. Com a “ascenção dos demais”, o mundo deixou deser unipolar, saindo do domínio te...
O que é que mudou nos últimos 60 anos?A oposição já não é entre capitalismo e comunismomas entre globalização e estados-na...
Com a globalização, as elites não têm pátria.E a verdade é que o fosso se está a alargar: entre asantigas elites nacionais...
A História sempre foi feita pelos vencedores.Pelas elites.Por aqueles que comandam os seus tempos e que osreflectem.Durant...
3. Herdeiros involuntários de um     debate pouco familiar
A genealogia de uma ideia, entre duas crises.1929 e 2008.
A genealogia de uma ideia entre, duas crises.1929 e 2008.Últimos 20 anos:        Globalização, economia de mercado, capita...
A genealogia de uma ideia, entre duas crises.1929 e 2008.Globalização, economia de mercado,         capitalismo,   liberal...
A genealogia de uma ideia, entre duas crises.Ludwing von Mies, Friedrich Hayek, Joseph Schumpeter, Karl Popper e PeterDruc...
A genealogia de uma ideia entre, duas crises.Karl Popper:         A Sociedade AbertaIsaiah Berlin:       Os dois Conceitos...
A genealogia de uma ideia, entre duas crises.1929 e 2008.Globalização, economia de mercado,       capitalismo,   liberaliz...
A genealogia de uma ideia, entre duas crises.Uma ideia saída do espírito de um punhado dehomens há muitos anos atrás polar...
4. A concentração do poderou o Princípio de Pareto dentro do Princípio de Pareto
As pessoas vindas do mundo empresarialconstituem o grupo mais numeroso da elite.Um grupo que não conhece fronteiras.E à me...
A concentração do poder económico.Há apenas 166 entidades com um PIB ou vendas superiores a 50biliões de dólares.Destas, a...
A concentração do poder económico. 2000 MAIORES EMPRESAS VENDAS ANUAIS             $ 27 triliões ACTIVOS                  ...
A concentração do poder económico.Com as suas redes globais de empregados e accionistas, estasempresas têm uma capacidade ...
A ascensão das empresas a esta posição é um  fenómeno relativamente novo.             500 MAIORES EMP.         1953       ...
Mas onde haverá concentração extraordinariamenteelevada?Nos mercados financeiros.            2007            MERCADO GLOBA...
Mas onde haverá concentração extraordinariamenteelevada?E, sobretudo, nos fundos de investimento.        2007        10.00...
A mesma          lógica   também           é       verdade      paraindivíduos.   2007   10% ADULTOS       85% da riqueza ...
A mesma       lógica     também        é     verdade   paraindivíduos.              ≠ ENTRE RICOS E POBRES              AR...
Príncipio de Pareto: 20% das causas responsáveispor 80% das consequências.Dentro da maioria das elites, há níveis mais ele...
O mesmo raciocínio pode ser levado para outros   campos.200 FORÇAS ARMADAS NO MUNDO                4300 RELIGIÕES NO MUNDO...
5. O poder como rede   A rede como comunidade
Um exemplo que não seja a Goldman Sachs.Não resisto.A transferência directa de altos quadros entre a Goldman Sachse as últ...
Um exemplo que não seja a Goldman Sachs.Ou, para saber do que falamos quando falamos derede.
Firma de gestão de investimentos.A Blackstone tem investimentos feitos em mais de 100 empresas numavariedade imensa de amb...
Stephen Allen Schwarzman, CEO da Blackstone.É considerado um dos mais poderosos do mundo financeiro.Estudou em Yale, uma u...
Assume papeis de relevo em algumas das mais importantes –nucleares – da sociedade americana, a saber:- presidente do Centr...
Pertence ao Bussiness Council americano, ao Fórum EconómicoMundial, ao Conselho para as Relações Externas, ao Comité parao...
Quem mais é conselheiro do JP Morgan?- Minoru Makihara, antigo CEO da Mitsubishi;- Ratan Tata, um dos homens mais ricos do...
Sutherland, Zedillo e Makihara são membros da ComissãoTrilateral, onde também se encontram a CEO da Pepsi, IndraNooyi e An...
Será esta m… saudável?Isto não constitui um crime ou um ilícito.Mas podemos fazer pergunta.
Globalização Económica = Economia da Informação“…aqueles que participam por inteiro na economia da informação são quemmais...
O que querem realmente as pessoas que já têmtudo?Vamo-nos, por momentos, por no seu lugar.O que não podem comprar.Tempo.O ...
O que querem realmente as pessoas que já têmtudo?Mas o tempo não pode ser comprado?Pode.Quando o tempo é partilhado com aq...
O que querem realmente as pessoas que já têmtudo?Pessoas, que como “nós”, podem sozinhas tomar decisões emobilizar recurso...
As novas elites globais têm uma geografia própria.A geografia da educação, conhecimento, informação, acesso einfluência.As...
As novas elites globais têm uma geografia própria.A geografia do entretenimento, lazer, férias e residênciaOs grandes even...
As novas elites globais têm uma geografia própria.A geografia exclusiva das novas elites globais não é apenas umamanifesta...
As novas elites globais são uma comunidade.Esta comunidade estabelece laços que reduzem os graus deseparação entre os mais...
6.   O talento
O talento não é apenas algo que herdamos.“Talent is the desire to practice.”
2 história, 1 pista.1. Arrancar bem2. 10.000 horas de voo
Muito obrigado.nuno.silva@jwt.com@nmelodasilva
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
O poder e o talento (wppsk'11)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O poder e o talento (wppsk'11)

381 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O poder e o talento (wppsk'11)

  1. 1. O poder e o talento.nuno melo da silva
  2. 2. O poder sempre esteve concentrado num númeromuito reduzido de pessoas em todo o mundo.E continua.Quem são e o que querem?No que diferem das elites do passado?Em que são diferentes de nós?Qual o impacto – profundo - que este grupode pessoas provoca nas nossas vidas e nostempos em que vivemos?
  3. 3. Paradoxal?
  4. 4. 1. Anatomia do poder
  5. 5. O poder é difícil de quantificar.São diversas as suas fontes:. a posição e a riqueza, as mais óbvias;. a força, a mais antiga;. a influência e as ideias, as mais subtis.E o acesso.
  6. 6. O poder é difícil de quantificar.São diversas as suas fontes:. a posição e a riqueza, as mais óbvias;. a força, a mais antiga;. a influência, as ideias e o acesso, as mais subtis.As primeiras convencem, as últimas seduzem.
  7. 7. O poder é difícil de quantificar.São diversas as suas fontes:. a posição e a riqueza, as mais óbvias;. a força, a mais antiga;. a influência, as ideias e o acesso, as mais subtis.As primeiras convencem, as últimas seduzem.Quem tem poder, tem o poder de o dissimular.E, muitas vezes, o poder depende da sua nãoutilização: o efeito abelha ou o poder de dissuasão.
  8. 8. O poder é ainda difícil de determinar.A era do poder hereditário está a chegar ao fim.(em menos de 20 anos, 70/30).O poder é cada vez mais transitório.Um grupo de pessoas que tem poder o temposuficiente para (poder) provocar um qualquer tipode impacto profundo.
  9. 9. Este grupo existe: a elite ou superclasse.. alguns chefes de Estado;. as duas, três dezenas de Chefes militares dos países que têm capacidade de projectar a sua força para além das suas fronteiras;. os principais executivos e accionistas activos das duas mil maiores empresas;. a maioria dos cerca de mil bilionários do planeta, que tratam pessoalmente dos seus investimentos;. os barões da comunicação social, os meninos-prodígio das dot-com; os oligarcas russos, os capitalistas cowboys da China, os potentados árabes do petróleo, os grandes gestores de fundos de investimento e de capital de risco de Wall Street e Londres,…;. um mão cheia de líderes religiosos;. um punhado de escritores, artistas e académicos e cientistas, celebridades e desportistas;. e ainda alguns líderes de organizações terroristas ou criminosas.
  10. 10. Vamos-lhes dar rostos.
  11. 11. Carlos Slim Helú, o homem mais rico do mundo, 67 biliões dedólares.Possui 94% da rede telefónica fixa no México e 70% do mercadode internet de banda larga.De 2006 para 2007, a sua fortuna aumentou 19 biliões dedólares (2,2 milhões/hora).Em 2007, correspondia a 8% do PIB do México.Tem uma enorme influência política: a conta de telefone noMéxico é em média 120 maior que a mesma conta nos EUA;bloqueou a entrada de concorrentes poderosos (MCI e AT&T).Organiza a reunião anual dos grupos familiares mais ricos dasAméricas.
  12. 12. Rupert Murdoch, controla grandes empresas em todos osdomínios da comunicação.A sua News Corporation é proprietária da Fox, da 20th CenturyFox, da HaperCollins, do The New York Post, The WeeklyStandard, do Wall Sreet Journal, de 5 jornais britânicos e 110 naAustrália, de fornecedores de televisão por satélite na Europa ena Ásia e do Myspace.A News Corporation pode chegar virtualmente a todos oshabitantes do planeta.
  13. 13. Edward C. «Ned» Johnson, CEO da Fidelity Investments, a maiorempresa mundial de fundos de investimento, responsável por24% do mercado global dos fundos de pensões e de 12% domercado mundial de acções.Gere mais de 3 triliões de dólares de activos financeiros. AFidelity possui pelo menos 10% das acções de mais de 100 dasmaiores empresas americanas.
  14. 14. Wu Xiaoling gere as reservas de moeda estrangeira do Banco doPovo da China, que ascendem mais de 1,4 triliões de dólares.O banco controla um número de activos financeiros que ésuperior ao de qualquer outra instituição financeira pública nahistória do mundo, alimentando a expectativa de ultrapassar ovalor de 2 triliões de dólares em 2011.
  15. 15. Rex Tillerson gere as reservas de petróleo e gás natural daExxonMobil, que se espalham por seis continentes e que,diariamente, produzem quase o dobro da quantidade depetróleo e gás que o Kuwait produz anualmente.Em 2007, a sua empresa teve lucros de quase 40 biliões dedólares, valor superior ao PIB de muitos países e ao de qualqueroutra empresa na História.
  16. 16. H. Lee Scott, CEO da Wal-Mart, dirige um gigante empresarialcujas receitas anuais excederam em 2007 a quantia de 350biliões de dólares, valor superior ao PIB de todos os países domundo, à excepção de 22.O seu volume anual de vendas é 5 vezes superior ao daMicrosoft e ultrapassa o volume de vendas conjunto da Ford eda General Motors.A empresa é 3 vezes maior que todo o sector das linhas aéreasdos EUA.
  17. 17. Lakshmi Mittal é dono da maior empresa de aço do mundo, commais de 330 mil empregados em 6 países.A Arcelor Mittal é responsável pela produção de mais de umdécimo do aço produzido no mundo, 3 vezes mais que a suaconcorrente directa.Em 2007, era o 5º homem mais rico do globo com uma fortunacujo valor líquido foi calculado em 32 biliões de dólares.
  18. 18. O Papa fala em nome de mais de 1 bilião de fieis no mundo, oque equivale a 1/6 da população do mundo. Os seus éditosfuncionam como leis que orientam a vida quotidiana de muitasdessas pessoas.Podemos sempre pensar que a sua influência é reduzida masdepois lembramo-nos de quão decisiva pode ser a sua acçãopara resolver um dos maiores flagelos: a SIDA.
  19. 19. Osama bin Laden, terrorista saudita e líder da Al Qaeda, umaorganização terrorista em rede.Reenvidicou, entre outros, o maior atentado de que hámemória, que tirou a vida a milhares de pessoas e cujo impactofoi tão profundo que é consensual afirmar-se que o séc. XXIcomeçou no fatídico dia de 11 de Setembro de 2001.Continua fugido.
  20. 20. Comandante da força militar mais poderosa do planeta. Tem à sua disposiçãomais de 10.000 ogivas nucleares, 2,5 milhões de efectivos e reservas, presentesem mais de 130 países e cujo orçamento ascende a 630 biliões de dólares,montante superior aos orçamentos militares dos restantes países.
  21. 21. Qual é a dimensão da superclasse?Seis mil indivíduos.o autor fez uma lista mas não a publica: seria um mero exercício de futilidade.A palavra “classe” é controversa: no cerne dopensamento marxista, mas implicitamente aceite porliberais.Ou, por outras palavras: continuam a existirdesigualdades gritantes.
  22. 22. O valor líquido acumulado dos cerca de 1000 maisricos – os bilionários que existem no planeta – é quaseo dobro dos 2,5 biliões das pessoas mais pobres.Só para lembrar: somos sensivelmente 6 biliões de almas, quase sete.A humanidade não tem parado de progredir, mas estadisparidade é uma acusação e ameaça directa à nossacivilização.
  23. 23. Não é um libelo contra os ricos, nem mais uma achapara uma qualquer teoria de conspiração.Poder e riqueza como patologia vs “os melhores de entre nós”.Desequilíbrio da distribuição do poder: grupos informais de elitesque fazem progredir, organizadamente, os seus interesses sobre osgovernos, leis – que não se souberam adaptar a uma realidade global– e até às tentativas esforçadas, mas incompletas, de criarorganizações multilaterais eficazes……vs divergências, interesses opostos e egos.
  24. 24. 2. O que está a mudar?
  25. 25. A primeira tentativa séria de compreender as elites.Tese central:Na primeira fila das comunidades económica,governamental e militar dos EUA havia um escalãoextraordinariamente pequeno e sobreposto dedecisores.Presidente dos EUA, Comandante Supremo das Forças Aliadase Presidente da Universidade de Colúmbia.
  26. 26. “ A conjugação de uma imensa instituição militar comuma grande indústria de armamento é um elementonovo na experiência americana. A sua influência total –económica, política e até mesmo espiritual – sente-seem cada cidade, em cada governo de estado, em cadagabinete do governo federal. Reconhecemos anecessidade imperativa deste desenvolvimento. Mas nãodevemos deixar de compreender as suas gravesimplicações. O nosso trabalho, os nossos recursos e osnossos meios de subsistência estão-lhe ligados, tal comoa própria estrutura da soc iedade. Nos conselhosgovernamentais, devemos proteger-nos contra aconquista de uma influência injustificada, quer tenhasido solicitada ou não pelo complexo militar-industrial.Existe, e manter-se-á a possibilidade de esse poder mal ”a p l i c a d o a u m e n t a r d e fo r m a d e s a s t r o s a .
  27. 27. O que é que mudou nos últimos 60 anos?Dois aspectos, um conceito. EXÉRCITO EUA ANOS 60 HOJE EFECTIVOS 3,5 milhões 1,5 milhões BUDGET > ao rend. líq. < ao rend. líq acumulado de acumulado das todas as 50 maiores empresas americanas1º. A transferência de influência do campo militarpara o económico, que se intensificou a partir dos 80s.
  28. 28. O que é que mudou nos últimos 60 anos?Séc. XX foi o século americano: domínio absoluto emtermos económicos, políticos, científicos e culturais.“Fim da História” de Francis Fukuyama .A consagração da democracia parlamentar e daseconomias de mercado.
  29. 29. O que é que mudou nos últimos 60 anos?Onde está o edifício mais alto do mundo?De que nacionalidade é o homem mais rico do mundo?A que país pertence a maior empresa cotada no mundo?Onde são construídos os maiores aviões do mundo?Onde está situada a maior refinaria do mundo?E as maiores fábricas?A que país pertence o fundo de investimento mais capitalizadodo mundo?Onde está a maior roda gigante do mundo?E o maior casino?Qual a cidade que mais filmes produz e vende?Onde está o maior centro comercial do mundo?
  30. 30. O que é que mudou nos últimos 60 anos?Há 10/15 anos atrás, a resposta teria sido uma: EUA.
  31. 31. O que é que mudou nos últimos 60 anos?2º. Com a “ascenção dos demais”, o mundo deixou deser unipolar, saindo do domínio territorial dos EUA.(mas não deixando de estar sob a influência das suas ideias: a maior empresa cotadado mundo é chinesa mas a ideia de uma “empresa” poder “ser cotada” é anglo-americana ou, se quisermos, anglo-holandesa-americana)
  32. 32. O que é que mudou nos últimos 60 anos?A oposição já não é entre capitalismo e comunismomas entre globalização e estados-nação.Globalização Económica.A elite, hoje, provém, na sua esmagadora maioria, docampo económico e distribui-se por todo o planeta(menos África).
  33. 33. Com a globalização, as elites não têm pátria.E a verdade é que o fosso se está a alargar: entre asantigas elites nacionais e as novas, globais.E há quem veja a globalização como um fenómeno aduas velocidades.Oferecendo um, cada vez maior, número de benefíciosa alguns e indicando aos outros que devem esperar,aguardando sossegados que este processo possabeneficiar os seus filhos ou os filhos dos seus filhos.
  34. 34. A História sempre foi feita pelos vencedores.Pelas elites.Por aqueles que comandam os seus tempos e que osreflectem.Durante milhares de anos, o poder provinha de Deus e daposse da terra.Com a modernidade, fomos abraçando a ética protestante deWeber: a meritocracia.Para chegarmos ao enriquecimento da noite para o dia.
  35. 35. 3. Herdeiros involuntários de um debate pouco familiar
  36. 36. A genealogia de uma ideia, entre duas crises.1929 e 2008.
  37. 37. A genealogia de uma ideia entre, duas crises.1929 e 2008.Últimos 20 anos: Globalização, economia de mercado, capitalismo, liberalização, desregulamentação, redução do Estado,…Reagan: “o governo já não é a solução mas o problema”Thatcher: “sociedade é uma coisa que não existe; existem só famílias e indivíduos”“Os homens práticos que se acreditam livres de quaisquer influênciasintelectuais são, geralmente, escravos de algum economista defunto” John Maynard Keynes
  38. 38. A genealogia de uma ideia, entre duas crises.1929 e 2008.Globalização, economia de mercado, capitalismo, liberalização,desregulamentação, redução do Estado,…Reagan: “o governo já não é a solução mas o problema”Thatcher: “sociedade é uma coisa que não existe; existem só famílias e indivíduos”Escola de Chicago: Milton Friedman mais um conjunto de economistas anglo-americanos, muitos “nobilizados”, que intransigentemente fizeram a defesa da economia de mercadoOs Austríacos: Os “avós” intelectuais da Escola de Chicago
  39. 39. A genealogia de uma ideia, entre duas crises.Ludwing von Mies, Friedrich Hayek, Joseph Schumpeter, Karl Popper e PeterDruckerAustríacos, obrigados a exilarem-se, procuraram compreender o queaconteceu entre guerras para evitar a sua repetição.Porque tinha a Áustria liberal desmoronado, sucumbindo ao fascismo?Mas também Isaiah Berlin, Michael Oakeshott,…
  40. 40. A genealogia de uma ideia entre, duas crises.Karl Popper: A Sociedade AbertaIsaiah Berlin: Os dois Conceitos de LiberdadeJoseph Schumpeter: A destruição criativa do mercadoLudwing von Mies: Mercado, sistema de preços, alocação racional de recursosFriedrich Hayek: Ordem Espontânea contra a planificaçãoPeter Drucker: A importância da microeconomia e da gestãoJohn M. Keynes: Melhor defesa contra os extremismos é o aumento do papel do Estado, sobretudo a intervenção contra-cíclica
  41. 41. A genealogia de uma ideia, entre duas crises.1929 e 2008.Globalização, economia de mercado, capitalismo, liberalização,desregulamentação, redução do Estado,…Reagan & ThatcherEscola de ChicagoOs AustríacosOs Escoceses, liberais clássicos.
  42. 42. A genealogia de uma ideia, entre duas crises.Uma ideia saída do espírito de um punhado dehomens há muitos anos atrás polariza e molda, aindahoje, o debate político, económico e social.Não define o debate.Define os termos em que o debate é feito.
  43. 43. 4. A concentração do poderou o Princípio de Pareto dentro do Princípio de Pareto
  44. 44. As pessoas vindas do mundo empresarialconstituem o grupo mais numeroso da elite.Um grupo que não conhece fronteiras.E à medida que o mundo tem vindo a encolher, está cada vezmais concentrado. 2007 PIB MUNDIAL $ 47 triliões VENDAS 250 MAIORES EMP. $ 15 triliões > PIB EUA + EU VENDAS 100 MAIORES EMP. $ 10 triliões VENDAS 5 MAIORES EMP. $ 1,5 triliões > PIB de todos os países - 7
  45. 45. A concentração do poder económico.Há apenas 166 entidades com um PIB ou vendas superiores a 50biliões de dólares.Destas, apenas 60 são países.Das 106 empresas, 91 tem a sua sede numa das margens doAtlântico. Esta distribuição evoluirá.
  46. 46. A concentração do poder económico. 2000 MAIORES EMPRESAS VENDAS ANUAIS $ 27 triliões ACTIVOS $ 103 triliões (mercado global = 140 triliões) EMPREGO DIRECTO 70 milhões de trabalhadores (x 4 dependentes = 350 milhões de trab.)Na verdade, as 2000 maiores empresas sustentam um númerovárias vezes superior de postos de trabalho, só através dosnegócios que fazem com outras empresas.2000 líderes impactam a vida de talvez 1 bilião de pessoas.
  47. 47. A concentração do poder económico.Com as suas redes globais de empregados e accionistas, estasempresas têm uma capacidade de alcance e influênciaenormes.Afectam outras empresas e sectores inteiros.Redireccionam investimento e actividades.Fazem lobbing, apoiam políticas, políticos, definem a agenda.(100 milhões de dólares é o que é preciso para concorrer à presidência dos EUA)
  48. 48. A ascensão das empresas a esta posição é um fenómeno relativamente novo. 500 MAIORES EMP. 1953 HOJE RECEITAS EQUIV. AO PIB 15% 40% MUNDIAL 500 MAIORES EMP. 1962 HOJE Nº FILIAIS 1288 10.000 190 países 170 paísesSim, a Companhia Holandesa das Índias Orientais já era umEstado dentro do Estado.
  49. 49. Mas onde haverá concentração extraordinariamenteelevada?Nos mercados financeiros. 2007 MERCADO GLOBAL $ 140 triliões US + EU $ 80 triliões 21 BANCOS $ 1 trilião 50 BANCOS $ 48,5 triliões 100 BANCOS $ 60,4 triliões
  50. 50. Mas onde haverá concentração extraordinariamenteelevada?E, sobretudo, nos fundos de investimento. 2007 10.000 FUNDOS 30 a 50% das transações do mer. acções e dívida 300 MAIORES FUNDOS 85% dos activos de fundos 100 MAIORES FUNDOS 60% dos activos de fundos
  51. 51. A mesma lógica também é verdade paraindivíduos. 2007 10% ADULTOS 85% da riqueza $ 61.000 2% ADULTOS 50% da riqueza 1% ADULTOS 40% da riqueza $ 500.000 (40 milhões de pessoas) 9,5 MILHÕES AD. > $ 1.000.000 95.000 ADULTOS $30.000.000 9.500 ADULTOS Os bilionários mundiais 950 Os bilionários mundiais, que tratam directamente dos seus investimentos (e descontado as suas famílias)
  52. 52. A mesma lógica também é verdade paraindivíduos. ≠ ENTRE RICOS E POBRES ARISTÓTELES PLEONEXIA PLATÃO 5 X MAIS J. P. MORGAN 20 X MAIS HOJE 350 X MAIS
  53. 53. Príncipio de Pareto: 20% das causas responsáveispor 80% das consequências.Dentro da maioria das elites, há níveis mais elevados onde seencontram novas elites.No interior da concentração de riqueza e poder há aqueles querepresentam uma concentração maior.O Princípio de Pareto dentro do Príncipio de Pareto.
  54. 54. O mesmo raciocínio pode ser levado para outros campos.200 FORÇAS ARMADAS NO MUNDO 4300 RELIGIÕES NO MUNDO30 A 40 TÊM ARMAS DE DESTRUIÇÃO MACIÇAS -20 TÊM + 1 MILHÃO DE SEGUIDORES-20 TÊM MISSEIS 8 TÊM 100 MILHÕES DE FIÉIS9 TÊM ARMAS NUCLEARES 2 TÊM + 1 BILIÃO6 TÊM MAIS DE 500.000 EFECTIVOS3 TÊM FORÇA AÉREA COM + 100 AVIÕES1 TEM UM ORÇAMENTO SUPERIOR A TODAS AS OUTRAS
  55. 55. 5. O poder como rede A rede como comunidade
  56. 56. Um exemplo que não seja a Goldman Sachs.Não resisto.A transferência directa de altos quadros entre a Goldman Sachse as últimas, pelo menos, 6 administrações americanas, odepartamento do comércio, reserva federal, reserva do Estadode Nova Iorque,… e vice-versa tem sido tão intensa que foicunhado um nome para a descrever : a porta giratória.
  57. 57. Um exemplo que não seja a Goldman Sachs.Ou, para saber do que falamos quando falamos derede.
  58. 58. Firma de gestão de investimentos.A Blackstone tem investimentos feitos em mais de 100 empresas numavariedade imensa de ambientes industriais, geográficos e económicos:. Celanese, Cine World, Extended Stay America, FGIC, FreedomCommunications, Nalco, Orangina, TRW,….
  59. 59. Stephen Allen Schwarzman, CEO da Blackstone.É considerado um dos mais poderosos do mundo financeiro.Estudou em Yale, uma universidade de elite.Foi membro, tal como os dois Bush, da Skull and Bones.Tal como o W. Bush fez um mestrado em Harvard.Trabalhou no Lehman Brothers, antes de fundar a Blackstonecom o antigo secretário do comércio dos EUA, Pete Peterson.
  60. 60. Assume papeis de relevo em algumas das mais importantes –nucleares – da sociedade americana, a saber:- presidente do Centro Kennedy para as Artes Perfomativas;- membro da administrações da Biblioteca Pública de NovaIorque, do Corpo de Bailado da mesma cidade, da Film Societydo Centro Lincoln e da associação de empresários New York CityPartnership.
  61. 61. Pertence ao Bussiness Council americano, ao Fórum EconómicoMundial, ao Conselho para as Relações Externas, ao Comité parao Encorajamento da Filantropia Empresarial.Pertence ainda ao conselho consultivo do banco J. P. Morgan.
  62. 62. Quem mais é conselheiro do JP Morgan?- Minoru Makihara, antigo CEO da Mitsubishi;- Ratan Tata, um dos homens mais ricos do mundo;- Ernesto Zedillo, antigo presidente do México.Makihara frequentou Harvard.Zedillo, Yale.Tata também é membro do British-American Business Council.Aqui, Tata como Schwarzman juntam-se a Peter Sutherland,antigo director da OMC e actual CEO da BP, ao ex-CEO da BP,Lord Brown de Madingley e ao CEO da GE, Jeffey Immelt.Immelt fez o seu mestrado em Harvard.A GE aliou-se ao grupo Tata e fez negócios com a Blackstone.
  63. 63. Sutherland, Zedillo e Makihara são membros da ComissãoTrilateral, onde também se encontram a CEO da Pepsi, IndraNooyi e Ana Botín, CEO do Banesto.Nooyi fez o seu mestrado em Yale e integra o administração doLincoln Center.Botín foi vice-presidente do JP Morgan.Nooyi está na administração da Asia Society com Tata e o seurival Mukesh Ambani.Ambani, Sutherland e Zedillo são do Conselho para as RelaçõesExternas. Sutherland e Zedillo e o antigo sócio de Ambani, AkhilGupta são ainda membros do conselho de administração doFEM, onde Botín e Ambani orientaram em 2006 um paínel.Ambani e Lord Browne estudaram em Standford.Ambani, Browne e Immelt estiveram juntos na administraçãoda Catalyst, que têm negócios com Schwarzman.
  64. 64. Será esta m… saudável?Isto não constitui um crime ou um ilícito.Mas podemos fazer pergunta.
  65. 65. Globalização Económica = Economia da Informação“…aqueles que participam por inteiro na economia da informação são quemmais beneficia dela (…) E sentirão maior afinidade com os seuscompanheiro de conversa do que com aqueles que ainda não fazem partedas conversas globais.” Walter Wriston, The Twilight of Sovereignty“O mercado em que operam as novas elites têm, agora um âmbitointernacional. As suas fortunas estão ligadas a empresas que operam foradas fronteiras nacionais. (…) estão mais preocupadas com o modo suavecomo funciona o sistema, no seu todo, do que qualquer uma das partes. Assuas lealdades são internacionais.” Cristopher Lasch, The Revolt of the Elite
  66. 66. O que querem realmente as pessoas que já têmtudo?Vamo-nos, por momentos, por no seu lugar.O que não podem comprar.Tempo.O recurso mais democraticamente ou alieatoriamentedistribuído.O tempo ou a sua falta é a mais recorrente queixa, o maiorempecilho e a mais vincada frustração da nova elite global.Têm um especial cuidado com todas as decisões relativas ao seuemprego.
  67. 67. O que querem realmente as pessoas que já têmtudo?Mas o tempo não pode ser comprado?Pode.Quando o tempo é partilhado com aqueles que são“nossos”iguais.Aqueles, cujo contacto “nos” podem proporcionar maioresretornos, sob formas tão diversas como:-contratos comerciais ou financeiros;-informação privilegiada;-mais estatuto e prestígio;-…
  68. 68. O que querem realmente as pessoas que já têmtudo?Pessoas, que como “nós”, podem sozinhas tomar decisões emobilizar recursos significativos.E voltámos onde começámos: ao acesso.O tempo, o acesso e a exclusividade andam de mãos dadas.
  69. 69. As novas elites globais têm uma geografia própria.A geografia da educação, conhecimento, informação, acesso einfluência.As universidades:. Ivy League , Academia Naval&West Point, Oxford&Cambridge, Tóquio, ENA,Polytechnique, as escolas de engenharias indianas,…Os forúns informais:. Davos, Forúm Boao sobre a Ásia, Reunião “Pais&Filhos”, Comissão Trilateral,Bilderberg, a Conferência de Política e Segurança de Munique, a CGI, TED,…Os think thanks e as fundações:. Carnergie Endowment, Brookings Institution, American Entreprise Institute, Centerfor American Progress,…
  70. 70. As novas elites globais têm uma geografia própria.A geografia do entretenimento, lazer, férias e residênciaOs grandes eventos:. Campeonato do Mundo de Futebol, Jogos Olímpicos de Verão e Inverno, SuperBowl, Grande Prémio do Mónaco, Salão Automóvel de Genebra, Ryder Cup, RolandGarros, …As estâncias, resorts e restaurantes exclusivos e proibitivos:. Côte d’Azur, “The Hamptons” em Long Island, a ilha Marthas Vineyard, Aspen, WestPalm Beach na Flórida,…As zonas residenciais:. Upper West Side do edifício Dakota ao 740 da Park Avenue, “The Peak” em HongKong, Kesington Palace Gardens em Londres,…
  71. 71. As novas elites globais têm uma geografia própria.A geografia exclusiva das novas elites globais não é apenas umamanifestação de luxo ou de snobismo.Oferece a possibilidade de estarem entre iguais.De ganhar tempo.Uma geografia exclusiva e o complexo emaranhado de relaçõesde entre os principais actores dos campos económico, político,militar, artístico e académico dão forma a uma comunidade.À parte.
  72. 72. As novas elites globais são uma comunidade.Esta comunidade estabelece laços que reduzem os graus deseparação entre os mais poderosos.Permitindo-lhes chegar às pessoas que precisam, quandoprecisam.
  73. 73. 6. O talento
  74. 74. O talento não é apenas algo que herdamos.“Talent is the desire to practice.”
  75. 75. 2 história, 1 pista.1. Arrancar bem2. 10.000 horas de voo
  76. 76. Muito obrigado.nuno.silva@jwt.com@nmelodasilva

×