Burberry work

372 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
372
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A burberrys tem uma história de sucesso com 152 anos, embora com muitos altos e baixos ao nivel da sua estrategia e posicionamento. Porem tem conseguido superar aumentando as suas vendas e os lucros o que tem garantido a sobrevivencia da empresa e conseguindo manter o seu posicionamento premium. Desfocando a empresa da sua filosofia correram o risco de degradar o valor da marca, depois de 1997 e o desafio é este como continuar a crescer nos proximos 5 anos sem tornar a marca generalizada e com perigo de a banalizar.
  • Estrategia da Burberrys na Adaptação aos mercados: Burberry London – core do negócio, clássico, clientes mais antigos; Thomas Burberry – Portugal e Espanha, preço mais baixo, direccionado a um público mais jovem – rejuvenescimento da marca; Burberry Blue e Black – Japão (senhora e homem, respectivamente), preço mais baixo, direccionado a um público mais jovem – rejuvenescimento da marca no mercado asiático; Prorsum – alta costura, relançamento da marca nas passerelles, tecnologia, design, luxo – novo posicionamento da marca. (O que fazer ao padrão clássico? Vestuário: 10% do vestuário vendido apresenta o xadrez; + 10% do vestuário vendido com variantes sazonais do xadrez; +40 % de vestuário com apontamentos subtis do xadrez; Restantes 40% não apresentam xadrez. Acessórios: 60% a 70% das peças vendidas têm xadrez 25% das receitas da empresa vêm do xadrez.)
  • No caminho do desenvolvimento sustentado do negócio há várias segmentos estratégicos que têm que ser analisados, pelo que recomendamos: Efectiva distribuição mundial da principal marca da Burberry a “Burberry London” , pois há muitos países no mundo com potêncial, ou poucas lojas, ou mesmo sem qualquer loja (China, India, Austrália, Brasil, Argentina, Canada). Explorar o potêncial de distribuição mundial das restantes marcas da Burberry (“Prorsum”, “Thomas Burberry”, “Burberry Black” e “Burberry Blue”). Aqui propomos o alargamento da distribuição da “Thomas Burberry” para todos os países do sul da Europa, América do Sul e África. As marcas “Burberry Black” e “Burberry Blue” devem ser distribuidas para a China e Coreia do Sul, onde há um grande aumento de consumidores. Permitir que muitas pessoas possam já começar a comprar produtos com os quais querem mostrar o seu sucesso e prosperidade. Novas linhas de produto a serem desenvolvidas ou a serem iniciadas. Já embrionárias estão a eyewear, Burberry Brit, childrenwear, timepieces e as frangâncias . (A iniciar: babieswear . Estas linhas de produto vão permitir que uma familia entre numa loja Burberry e que possa ser totalmente vestida e calçada, e isto sem sair dos valores fundamentais da empresa ou sem entrar em áreas de negócio que não representam o valor fundamental da marca. Potencializar, cada vez mais, a loja Burberry, torná-las cada vez mais um factor de sucesso em cada país e capaz de responder à diferenças. Desenvolvimento da cadeia de valor de virtual, proporcionar aos clientes a consulta de novidades, acesso ao histórico de artigos adquiridos e a possibilidade de dar sugestões sobre a marca e produtos.)
  • Com a tomada de decisão baseada nas estratégias e soluções apresentadas, a empresa tem possibilidade de continuar a crescer a um ritmo acelarado, alargando a distribuição mundial, controlando-a bem e distribuíndo as marcas que ainda têm um cariz regional, entrando e desenvolvendo novas linhas que rodam em volta da familia.
  • Burberry work

    1. 2. Uma história de sucesso com 152 anos…. DESAFIO
    2. 3. PORTUGAL ESPANHA JAPÃO ALTA COSTURA O NEGÓCIO BURBERRY
    3. 4. <ul><li>Dados financeiros (2000-2003) </li></ul><ul><li>Resultado líquido - 9,2% (2000) para 18,6% (2003) </li></ul><ul><li>Crescimento 102% </li></ul><ul><li>Diminuição do custo das vendas de 17% </li></ul><ul><li>Diminuição dos custos operacionais em 3% </li></ul><ul><li>Vendas por canal de distribuição (2002 e 2003) </li></ul><ul><li>Retalho crescimento de 31,4% para 38,5% </li></ul><ul><li>Grossistas (diminuição do peso das vendas) de 57,9%(2002) para 58,7% (2003) </li></ul><ul><li>Verificou-se uma diminuição do peso das vendas de 10,7% (2002) para 9,8% (2003) </li></ul><ul><li>Grossistas </li></ul><ul><li>Decréscimo em 16% </li></ul><ul><li>Retail Network: crescimento de 103% de 2000 a 2003 </li></ul><ul><li>Designer Outlet: crescimento de 64% de 2000 a 2003 </li></ul><ul><li>Evolução de produto por categoria </li></ul><ul><li>Linha de senhora e acessórios crescimento de 36% em relação a 1999 </li></ul><ul><li>Linha de homem aumenta de 2000 para 2001 - 2%, mas diminui de 2000 para 2003 16% </li></ul><ul><li>Proveniência das vendas por zona geográfica </li></ul><ul><li>Europa de 2000 para 2001 regista-se uma diminuição de 16% em 2003 </li></ul><ul><li>América do Norte diminuição de 14%, </li></ul><ul><li>Ásia e Pacífico aumentaram 37% </li></ul>ANALISE DOS DADOS
    4. 5. POSSIVEIS SOLUÇÕES
    5. 6. CONCLUSÃO POSSIBILIDADE DE CRESCIMENTO DISTRIBUIÇÃO MUNDIAL
    6. 7. Mind Map

    ×