Boletim 17 setembro2013

322 visualizações

Publicada em

Boletim mensal do Movimento Nós Podemos Santa Catarina. Edição nº 17 - Setembro/Outubro de 2013.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim 17 setembro2013

  1. 1. Boletim Informativo - Número 17 - setembro/outubro - 2013 Juntos pelos Objetivos do Milênio Colabore doando para a campanha no Portal Social Consumo infantil: entrevista exclusiva com a gerente de educação do Instituto Akatu Pág. 8 e 9 Outubro Rosa: todos unidos contra o câncer de mama Pág. 12
  2. 2. ...2 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 Este boletim é uma publicação do Movimento Nós Podemos Santa Catarina (MNPSC) Secretaria Estadual - Instituto Primeiro Plano Rua João Pinto, 30 – Ed. Joana de Gusmão sala 803 Centro – Florianópolis/SC CEP 88010-420 • Fone (48) 3025-1079/3025-3949 sec.mnpsc@gmail.com Editor Rafael Gué Martini (Mte/SC 02551-JP) redação Rafael Gué Martini e Regina May de Farias Projeto gráfico: Maria José H. Coelho Diagramação: Cristiane Cardoso CAPA: Montagem sobre Ilustração de Luciano Martins revisão: Regina May de Farias Conselho Editorial: Ana Maria do Vale Pereira (IVA), Cheila Zortéa (FMSS), João Batista Thomé (UNIVILLE), Márcia Battistella (SDS), Mario Correa de Sá e Benevides (Tractebel), Odilon Faccio (IPP), Rafael Gué Martini e Sandro Silveira (CAIXA). Encaminhe suas sugestões: comunica.mnpsc@gmail.com Tiragem: 2.000 Gráfica: Agnus Campanha pelos mesmos objetivos A edição deste mês do nosso Boletim destaca a Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo, uma iniciativa do movimento que está arrecadando recursos para financiar projetos que ajudem o estado a atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Também aproveitamos para chamar a atenção de toda sociedade para a necessidade de ações conjuntas que possibilitem elevarmos todos os municípios do estado a este patamar mínimo de desenvolvimento, que foi estabelecido pela ONU em 2000. Ficam todos convocados a divulgar nossas páginas nas suas redes e o link para o Portal Social, canal escolhido para receber as doações de pessoas físicas. Outra iniciativa importante é a campanha mundial pelo combate ao câncer de mama: o Outubro Rosa. Durante todo mês de outubro serão realizadas várias ações para divulgar a importância de diagnosticar e tratar com agilidade este mal, que atinge muitas mulheres. Veja sugestões de ações neste sentido e agenda com eventos relacionados na pág. 12. Mês de outubro também é conhecido como o mês das crianças. Por isso apresen- tamos uma entrevista exclusiva sobre as questões que envolvem o consumo e a infância, um tema imprescindível para a garantia da sustentabilidade. Também uma oportunidade de refletirmos sobre os valores que podem ser exaltados quando falamos das nossas crianças. Leitura atual e para o futuro. EXPEDIENTE EDITORIAL •Ação da Cidadania•Ação Social São João Evangelista•Associação Empresarial de Itajaí - ACII•Associação Ambientalista Comunitária Espiri- tualista Patriarca São José• Associação Beneficente ABADEUS•Associação Catarinense de Conselhei- ros Tutelares•Associação Construindo a Paz na Escola•Associação Comercial e Industrial de Florianó- polis – ACIF•Associação de Joinville e Região da Peque- na, Média Empresa – AJORPEME•Associação de Jornais do Interior de SC – ADJORI• Associação dos Fazendei- ros Amigos Guerreiros e Otimistas - AFAGO•Associação de Moradores de Biguaçu - AMABE•Associação dos Moradores de Cachoeiras•Associação dos Moradores Loteamento Irene•Associação dos Moradores da Praia João Rosa - AMPRA•Associação dos Moradores do Vendaval de Biguaçu•Associação de Pais e Professores EBM João Gonçalves Pinheiro•Associação Horizontes•Associação Teatral Eternos Aprendizes•Bairro da Juventude•Banco do Brasil•Baumgarten Gráfica LTDA• Ben Estar Familiar do Brasil - BENFAM•Bio Teia Estudos Ambientais• BRDE• Caixa de Assistência dos Advogados de SC - CAASC•Caixa Econômica Federal•Campos Novos Energia S/A – ENERCAN•CELESC•Central Única dos Tra- balhadores – CUT•Centro de Integração Empresa–Es- cola - CIEE/SC• Clube Soroptmist - Blumenau•Colônia de Pescadores Z23 de Biguaçu•Comitê para De- mocratização da Informática de Santa Catarina – CDI•Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina - CESUSC•Diocese de Criciúma•Dudalina S.A•ELETROSUL•Empresa Sulcatarinense•Energética Barra Grande S/A – BAESA•Centro Universitário Estácio de Sá• Facilitação Treinamentos Homo Sapiens•Federação do Comércio de Santa Catarina - FECOMÉRCIO SC•Federação das Associações Empresa- riais de Santa Catarina – FACISC•Fundação Educacional de Criciúma - UNESC•Fundação Fritz Müller•Fundação Hospitalar de Blumenau•Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho – FMSS•Fundação Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP• Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC•Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB•Guarani Esporte Clube - Blumenau•Instituto Comunitário Grande Florianópolis – ICOM•Instituto Consulado da Mulher• Instituto Crescer – Movimento Cida- dania e Juventude•Instituto Ekko Brasil •Instituto Engevix•Instituto de Geração de Tecnologias do Conhe- cimento – IGETECON•Instituto Guga Kuerten•Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de SC - IFSC•Instituto Primeiro Plano•Instituto Voluntários em Ação – IVA•Jardim Carandaí•JCI Blumenau Garcia•Moradia e Cidadania Santa Catarina•NEXXERA• OAB/SC•Obras Sociais ABADEUS•ONG Travessia•Plêiade Consultoria e Desenvolvimento LTDA ME•Portonave S/A – Terminais Portuários de Navegantes•Prefeitura Municipal de Biguaçu•Prefeitura Municipal de Brusque• Prefeitura Municipal de Florianópolis•Prefeitura Municipal de Itajaí•Prefeitura Municipal de Joinville•PROJETA Planejamento e Marketing•Prosperitate Consultoria em Sustentabilidade•Redefinir Logística Reversa•Sec. de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação/ Governo SC•Sec. de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável/Governo SC•Sec. de Estado de Turismo, Cultura e Esporte de SC, Serviço Social do Co- mércio SESC-SC• Secretaria Municipal de Educação de Blumenau•Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Blumenau•Secretaria Municipal do Sistema Social de Criciúma•Serviço Social da Indústria SESI/ SC• SESI Blumenau•Sociedade Educacional de Santa Catarina – SOCIESC•Superintendência do Porto de Itajaí•Tractebel Energia – GDF SUEZ•Transmissão da Cidadania e do Saber•UNIMED Blumenau•UNIMED B r u s q u e • U N I M E D C a n o i n h a s • U N I M E D Chapecó•UNIMED Grande Florianópolis•UNIMED Litoral•UNIMED SC•Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI•Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE Confira as instituições que já participam do movimento Parceiros Este boletim é patrocinado por: A secretaria do MNPSC tem patrocínio de: @NosPodemosSCwww.facebook.com/ NosPodemosSChttp://nospodemos-sc.org.br/ nospodemos sc
  3. 3. ...3 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 bem-vindos ao movimento Confira os novos integrantes do Nós Podemos SC Guarani Esporte Clube “O Guarani Esporte Clube aderiu ao Movimento Nós Podemos por considerar muito importante a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.” Marcelo Frutuoso, sócio e colaborador do clube. “Unir a nossa proposta de trabalho aos ODM mostra o quanto é impor- tante todos pensarmos em uma educação melhor e de qualidade. Pois não adianta pensar em um futuro melhor sem educação básica de qualidade.” Simone Fraga Freitas Antunes, Coordenadora Geral e Pedagógica. Instituto Engevix AGENDE-SE 06 a 08/10 - Congresso Empresarial FACISC – 2013 Com o tema “Brasil que que- remos” o objetivo do Con- gresso é apresentar palestras positivas que falem de ações voltadas a um país em cons- tante questionamento, que busca novos caminhos para atingir a prosperidade e o franco desenvolvimento. Local: Costão do Santinho Resort. Estrada Vereador Onildo Lemos, 2505 - Praia do Santinho - Florianópolis AG3 Eventos (48) 3235-1302 facisc@ag3eventos.com.br Confira programação www.facisc.org.br/congresso- empresarial 29/10 a 01/11 - XI Encontro Estadual de Conselheiros Tutelares Encontro voltado aos Conselheiros Tutelares Municipais e rede de atendimento que contará com palestra sobre os ODM proferida por representante da Secretaria da Presidência da República. Local: Centro de Atendimento a Terceira Idade (CATI) - São José/ SC contato@acct.org.br www.acct.org.br 04/12 - III Simpósio ODM SC Evento anual do Movimento Nós Podemos SC, com entrega da Certificação ODM 2013 e apresentação de boas práticas identificadas entre os 34 relatórios encaminhados pelas instituições. Horário: das 14h às 18h Local: Assembleia Legislativa - Centro Florianópolis sec.mnpsc@gmail.com (48) 30251079 16/10 - Camerata Florianópolis A Camerata Florianópolis, numa parceria com a Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo, fará uma apresentação especial apenas com músicas catarinenses. Parte da renda será revertida para a campanha. Local: CIC - Centro Integrado de Cultura (Teatro Ademir Rosa) Horário: 21 horas
  4. 4. ...4 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 ALICE KUERTEN Instituto Guga Kuerten campanha Juntos pelos Objetivos do Milênio Colabore doando para a campanha no Portal Social O Movimento Nós Podemos SC, que envolve mais de 100 orga- nizações de todos os setores sociais, organizou a Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo. A Campanha está arrecadando recursos para serem investidos em 8 projetos relacionados a cada um dos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O investimento nestes projetos será dividido entre patrocina- dores (grandes empresas), em- baixadores (pessoas jurídicas) e doadores (pessoas físicas). Assim, todos são envolvidos e poderão dividir os méritos por terem viabilizado ótimas iniciati- vas, para melhorar as condições de nosso estado e municípios. Faça sua doação para a cam- panha no Portal Social e participe deste movimento de união pelos ODM. Basta acessar a campanha no site www.portalsocial.org.br, esco- lher o valor de sua doação (a partir de R$ 10,00) e efetuar o investimento. Quem doar acima de R$ 100,00 deve fazer a doação identificada para po- der retirar um brinde exclusivo da Uatt? Doe e ganhe brindes! Faça sua doação no Portal Social: www.portalsocial.org.br Várias personalidades do estado estão apoiando os 8 Jeitos de Mudar o Mundo. Conheçam nossos novos amigos. MARYEVA OLIVEIRA Modelo MÁRIO MOTTA Jornalista BRUNO FONTES Atleta profissional de vela Doações acima de R$ 100,00 dão direito a um brinde exclusivo da Uatt?
  5. 5. ...5 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 campanha A Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo está proporcio- nando a empresas catarinenses que abracem os 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e atuem, durante o ano de 2014, como Embaixadoras do ODM que escolher. As Empresas BAESA/ Enercan e Portonave já abraçaram a ideia e receberão os títulos de Embaixador do ODM 2 – Educação Básica de Qualidade Para Todos e Embaixador do ODM 7 – Quali- dade de Vida e Respeito ao Meio Ambiente, respectivamente. O Consórcio BAESA/ Enercan, responsável pelas empresas Ener- gética Barra Grande S/A e Campos Novos Energia S/A, escolheu o ODM 2 devido ao trabalho que ambas em- Embaixadores dos ODM presas desenvolvem na formação educacional de crianças e adoles- centes dos municípios catarinenses de Anita Garibaldi, Abdon Batista, Campos Novos, Celso Ramos, Cerro Negro, Campo Belo do Sul e Capão Alto, localizados no entorno dessas duas usinas hidrelétricas. Já a Portonave S/A – Terminais Portuários de Navegantes optou pelo ODM 7 pois um dos requisitos de sua política do Sistema de Gestão In- tegrado é a preservação do meio ambiente e a redução dos impactos ambientais. Localizada em Nave- gantes, a qual não possui coleta seletiva, a empresa teve a iniciativa de recolher os resíduos gerados pela comunidade e providenciar a destinação correta. Acompanhem as novidades e divulguem nossos canais NosPodemosSC nospodemos-sc.org.br/ @NosPodemosSC nospodemos sc Embaixadores Empresas ou pessoas físicas que querem se tornar um dos 8 embaixadores da campanha, deverão doar R$ 8.000,00 via Portal Social e reservar previamente o ODM que desejam abraçar junto à coordenação da campanha. Acesse nospodemos-sc.org.br e saiba mais sobres os Embaixadores.
  6. 6. ...6 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 campanha Coordenação da Campanha fará o monitoramento da aplicação dos recursos Coordenação da Campanha Clarissa Iser nospodemos-sc@nospodemos-sc.org.br contato@nospodemos-sc.org.br (48) 3025-6793 ou (48) 8834-1595 A campanha está nas redes sociais e em nosso site: nospodemos-sc.org.br/ Associe também seu nome ou sua marca a essa iniciativa pioneira no Brasil. Ajude Santa Catarina a atingir os oito objetivos do milênio. ApoioComitê Gestor do Programa Os recursos arrecadados na Campanha serão usados para o financiamento de projetos sociais, que serão selecionados por meio de um edital público a ser lançado no início de 2014. As instituições sociais, que tiverem seus projetos aprovados, assinarão um Termo de Cooperação com o Movimento Nós Podemos SC se comprometendo a apresentar um plano de ação e executá-lo de acordo com o projeto aprovado. O tempo de execução será de seis meses e a Coordenação da Campanha realizará o monitoramento dos projetos, por meio de visitas técnicas e de relatórios de atividades. A prestação de contas dos recursos será feita por meio de relatórios de acompanhamento e de resulta- dos publicados no Portal Social e no site do MNPSC. Cada instituição, que tiver um projeto aprovado, receberá uma página no Portal Social – gerenciado pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS) - e no Portal Transparência – gerenciado pelo Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom Floripa). CCSNext | Luciano Martins | DONC UATT | Agência ODM | UNIARP Komodo | UNIMED | Editora Expressão Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom Floripa) | Univali Instituto Voluntários em Ação | Estúdio L Transparência
  7. 7. ...7 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 projetos em destaque Eu adorei.Minha mãe fez em casa a receita. Foi legal. Hérika Achei legal, e gostei do bolinho Beatriz Achei bem interessante porque é bom aprender Letícia Gostei, porque foi muito saboroso o bolinho Erick Endrew Fiquei com vontade de comer os alimentos da pirâmide alimentar Ingredientes 1½ xícara de chá de farinha de trigo 1 xícara de chá de açúcar ½ colher de chá de fermento 1 colher de chá de sal ¼ colher de chá de noz-moscada 1 colher de café de canela em pó 3 colheres de sopa de margarina 1 ovo 1 xícara de chá de banana amassada 1½ xícara de chá de aveia Bolinho de banana com aveia Modo de preparar Peneire a farinha de trigo com o açúcar, o fermento, o sal, a noz-moscada ralada, a canela em pó e misture para homogeneizar. Adicione a margarina, misturando. Acrescente o ovo, as bananas amassadas e a aveia. Bata até tornar a massa leve. Coloque em forminhas (de empadas) untadas e polvilhadas com farinha de trigo. Coloque as forminhas em assadeira. Leve ao forno, em temperatura moderada, por 30 minutos ou até que os bolinhos fiquem corados. Tire das forminhas e sirva frio. O projeto Mesa Brasil Joinville realizou recen- temente a oficina Mão na Massa Crianças, no Centro de Educação Infantil Mamãe Coruja. A proposta da oficina é estimular as crianças a terem um hábito saudável, incluindo frutas e verduras no seu dia a dia, principalmente com receitas fáceis e gostosas que elas mesmas podem fazer. A oficina contou com 17 crianças de 4 a 6 anos e, enquanto os bolinhos de banana com aveia assavam, elas aprenderam sobre a pirâmide alimentar e o quanto é importante consumir cada alimento de acordo com suas porções e grupos alimentares. Todas as crianças ficaram com a receita do bolo de banana com aveia para levar para casa e ensinar às suas famílias. Alimentação e infância Oficina Mão na Massa ensina nutrição para as crianças Por Karline Martins de Souza* e Verenice Stchoke** * Nutricionista da oficina ** Estagiária de Nutrição Mais informações sobre o projeto: Chapecó - 0800 646 0030 Floripa - 0800 643 4363 Joinville - 0800 645 8880
  8. 8. ...8 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 entrevista No mês das crianças, fica sempre o dilema de que presente comprar para agradar os pequenos. Mas por trás da data do dia 12/10, além da questão comer- cial, existem vários valores que podem ser reforçados, uma oportunidade de educação para o consumo. Para ajudar a discutir esta questão, leia a entrevista com Silvia Frei de Sá, Gerente de Educação do Instituto Akatu: Consumo Consciente para um futuro sustentável. Consumo infantil Desafios e perspectivas para a educação de consumidores sustentáveis De que forma a família e a escola podem colaborar para esta questão? Silvia - O desafio dos pais é serem exemplos destas novas escolhas: valorizando muito mais o tempo para brincar com seus filhos do que a compra de brinque- dos; pedindo sua ajuda na hora de separar o resíduo de casa; fechando a torneira na hora de escovar os dentes e explicando para eles que esta água, que parece sobrar em casa, falta em muitas outras regiões. Os professores podem trabalhar a temática de maneira transversal no currículo escolar, como indica a Política Nacional de Educação Ambiental. Uma boa forma de fazer isso é levar sua turma para fazer um estudo do meio, ver como está a questão do lixo em sua comunidade e na sua escola, realizar pesquisas sobre esta temática para comparar com outras regiões e pensar com eles ações de intervenção que possam melhorar a realidade, mesmo que seja uma ação dentro de casa ou da própria escola. Educando-as com um novo olhar para sua realidade, elas poderão exigir novos produtos das empresas e procurar comprar produtos e serviços que gerem menos impacto negativo no meio ambiente, na sociedade e na economia quando forem adultas. Conhece algum projeto ou iniciativa que tem tido êxito neste sentido? Silvia - O Akatu acaba de lançar um novo projeto: a Edukatu – Rede de Aprendizagem para o consumo consciente (veja box). É uma plataforma que apoia o desenvolvimento de projetos em escolas de ensino fundamental 1 e 2 envolvendo alunos e professores no debate de temas atuais. Nela utilizamos muito os vídeos e jogos para que o processo de aprendizagem seja divertido, já que a brincadeira é a forma como a criança usa para entender o mundo. Por rafael gué martini* “As crianças aprendem muito mais com as ações e os exemplos do que pelo discurso” Qual o principal desafio das famílias hoje em relação à educação para o consumo? Silvia Frei de Sá - As crianças e adolescentes são muito interpeladas para consumir e também são influencia- doras do consumo das famílias. O principal desafio é demonstrar que o consumo em si não é o que devemos esperar, ele deve ser visto como um caminho para vivermos bem. Mas educar para estilos de vida mais sustentáveis requer mais do que falar sobre isso. As crianças, e todos nós, aprendem muito mais com as ações e os exemplos do que pelo discurso. “A criança que entende o local onde mora se sente muito mais interessada na aprendizagem e engajada para buscar soluções” Hector Landaeta
  9. 9. ...9 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 entrevista *Jornalista, mestre em educação e educomunicador. Realizamos um Piloto do projeto e observamos que a criança envolvida no processo de entendimento do local onde mora se sente muito mais interessada no processo de aprendizagem e engajada para buscar soluções. Foi impressionante como estes alunos mobi- lizaram toda a comunidade escolar, incluindo os pais, para ações de consumo consciente envolvendo ações para economizar água, preparar alimentos utilizando partes que antes iam para o lixo. Fica o convite para as escolas de Santa Catarina se integrarem à rede. Existe alguma política pública que possa interferir positivamente neste processo de consumo infantil cada vez mais exacerbado? Silvia - A Política Nacional de Educação Ambiental pre- vê a educação para a sustentabilidade como temática transversal em todos os níveis de ensino. Nos estados e municípios estão sendo desenvolvidos os Planos de Educação Ambiental, que detalham um pouco mais as diretrizes de como deve ocorrer esta ação nas escolas e organizações que trabalham com a temática. Nas escolas temos vários estados regulamentan- do a venda dos produtos nas cantinas, para garantir alimentação saudável nesses espaços. Em âmbito nacional, temos o PL 7.901/10, ainda sob análise, que institui uma alimentação mais saudável nos colégios das redes pública e privada de todo o País, da educação infantil ao ensino médio. Sabemos que o consumo exagerado de açúcar e gordura é hoje uma questão de saúde pública. Desta forma, garantir alimentação mais saudável e, principalmente, debater com os alu- nos estas temáticas para que entendam o porquê da lei, pode torná-los mais conscientes de suas escolhas. Também temos o Plano Brasileiro de Produção e Consumo Sustentáveis que coloca a educação para o consumo sustentável como um dos eixos prioritários para se alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com relação à propaganda, há iniciativas de controle em curso aqui no Brasil? Silvia - Temos o PL 5921/01, que visa regulamentar a publicidade infantil no país, que está se movendo na Câmara dos Deputados e pode influenciar muito como a propaganda de produtos para crianças pode ser feita. A prática da responsabilidade na publicidade (dire- cionando, por exemplo, a comunicação de qualquer produto aos pais e não às crianças) é uma discussão que deve ser realizada no Brasil. Há iniciativas que promovem a leitura crítica de mídia – que ensinam crianças e adolescentes a entender as funções da pu- blicidade (e que a principal delas é vender) e a partir daí avaliar, junto com os pais e professores as melhores opções de consumo de alimentos (ou qualquer outra). E qual seria a dica para o Dia das Crianças? Silvia - Que os pais busquem se aproximar mais de seus filhos, resgatando suas brincadeiras de infância. Ocupem os espaços públicos, praças e parques, onde possam estar mais perto da natureza com seus filhos e ver como diminuir o seu impacto ambiental durante a visita. Irem a uma atividade artística ou oficina de reciclagem para produção de brinquedos, em busca de alternativas mais divertidas, que as crianças vão gostar muito mais do que apenas ter um brinquedo dentro do quarto. As brincadeiras que priorizam mais a relação que os objetos são mais significativas para as crianças. São ações que valorizam mais as relações na família do que o consumo em si. www.edukatu.org.br Edukatu – Rede de Aprendizagem para o consumo consciente Exemplo de plano de atividade para ensino fundamental 2 O Edukatu é uma rede de aprendizagem que incentiva a troca de conhecimentos e práticas sobre consumo consciente entre professores e alunos do Ensino Fundamental de escolas em todo o Brasil. Cadastre-se na Rede e acesse vídeos, jogos e planos de aula que podem ajudar a trabalhar esta temática junto com os alunos de maneira divertida.
  10. 10. ...10 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 INTERATIVIDADE Consumismo infantil: na contramão da sustentabilidade Documento lançado em uma parceria do Instituto Alana com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). O objetivo da publicação é ajudar os pais e educado- res a trabalharem com as crianças a diferença entre o “querer” e o “precisar”, além de abordar temas como sustentabilidade, descarte e consumo. Faça o download: http://bit.ly/U0tbCx Dicas para o milênio Links, Aplicativos, Cultura e Produtos para ajudar nas metas do milênio Cartilha Filme Site Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado (2009, Joel Zito - Brasil) Filme dirigido por Joel Zito, que aborda temas polêmicos como turismo sexual, racismo e pedofilia. Viajando pelo Brasil e também pela Itália e Alemanha, o diretor discute o sonho de várias mulheres brasileiras de encontrar um marido europeu. Lembrando que 23/09 foi o dia contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. Confira resenha: http://bit.ly/16eCGhG Para adquirir o filme contate: casadecriacao@hotmail.com Akatu Mirim Com animações, brincadeiras, jogos e muita interatividade, o site é uma iniciativa inédita do Instituto Akatu sobre o consumo consciente, pensada e desenvolvida para crianças. O portal tem jogos on-line e sugestões para serem feitas também fora do computador. As crianças podem mudar o próprio comportamento e ainda incentivar mudanças dos pais. Acesse e divirta-se: www.akatumirim.org.br/ Energia Limpa VEZ - Veículos de Emissão Zero O projeto da empresa VEZ está em sua fase final de captação de recursos para constituição de uma unidade industrial piloto, montadora de veículos elétricos com emissão zero de poluentes, voltada para o mercado de Veículos Ambientalmente Corretos. Serão fabricados vários modelos com tecnologia 100% nacional. Mais informações e como investir nesta ‘start-up’ no site: www.vezdobrasil.com.br
  11. 11. ...11 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 odm em sc com 1.500 desenvolvendo ações de empreendedorismo socioambiental; ODM 8: formular e executar estratégias que permitam que os jovens obtenham um trabalho digno e produtivo. * Assistência Técnica e Extensão Rural 10.000jovens trabalhados pela ATER* 10 projetospilotos de comunidades rurais digitais 142 jovens rurais capacitados em empreendedorismo e inclusão digital; ODM 8: tornar acessíveis os benefícios das novas tecnologias, em especial das tecnologias de informação e de comunicações 45.000 famílias rurais capacitadas; 800 técnicos capacitados; ODM 1: alcançar o emprego pleno e produtivo e o trabalho decente para todos, incluindo mulheres e jovens 10projetos existentes e 20 novosde turismo rural melhorados ou implantados SC Rural alinha suas metas aos ODM Programa do Governo do Estado atende a agricultura familiar desde 2010 LUIZ LORENZETTI Fundador e Diretor Geral da ONG Travessia São José - SC Motivação O fato de mais de 800 milhões de pessoas ainda estarem passando fome no planeta, nos estimula a trabalhar pela emancipação das famílias, pela educação e a apreensão dos valores éticos e morais. Ações Lutamos pela transformação da sociedade, oferecendo para jovens e adultos das comunidades excluídas do nosso município, cursos gratuitos profissionalizantes nas áreas da informática e da indústria têxtil, preparan- do homens e mulheres para o mercado de trabalho. Resultados Além de proporcionar conhecimento técnico (já capacitamos 1.317 pesso- as), realizamos “Oficinas de Leitura” e “Seminários” que contribuem para a diminuição do analfabetismo funcional, estimulando a consciência do papel de cada indivíduo na comunidade e na sociedade. Antes de pintar o universo, é necessário pintar nossa aldeia.” Leon Tolstoi Nossa Riqueza | As pessoas que fazem o Nós Podemos SC O SC Rural é uma iniciativa do Go- verno do Estado de Santa Catarina com financiamento do Banco Mundial que iniciou em 2010 e tem previsão de encerrar em 2016. Estão previstos investimentos da ordem de US$ 189 milhões neste pe- ríodo, investidos em ações estruturantes e em municípios e territórios com maior presença de agricultores familiares e com os menores índices de desenvolvimento. Uma parceria com a Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) possibili- tou o alinhamento das metas do programa com as metas do milênio (veja BOX). A iniciativa foi apresentada em evento na sede da SOL, onde foi sugerida a adesão do programa ao Movimento Nós Podemos Santa Catarina. Um ótimo exemplo de disseminação dos ODM na gestão pública.
  12. 12. ...12 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No 17 SETEMBRO/OUTUBRO 2013 odm brasil A iniciativa mundial do Outubro Rosa (criada em 1997 nos EUA) tem como objetivo fortalecer a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama por meio de campanhas de conscientização e estimular a participação da população e entidades na luta contra o câncer de mama. Desde 2009, a Associação Brasileira de Portadores de Câncer (AMUCC) organiza o movimento Outu- bro Rosa em Florianópolis. Este ano, chamamos a atenção para a lei dos 60 dias (60 dias para iniciar o tratamento do câncer após o diagnóstico) e a lei que obriga a cirurgia plástica reparadora de mama pelo SUS. Outubro Rosa Promova a prevenção ao câncer de mama Ações de destaque em Florianópolis 12/10 - Laço Rosa – Campanha de divulgação para prevenção e controle do câncer de mama e de colo de útero com distribuição de material informativo à população. Local: Parque de Coqueiros – 9h às 17h 18/10 - Panfletagem - informações à população sobre o controle do câncer de mama e de colo de útero. Local: Terminal integrado do Centro-TICEN 10h às 18h30 20/10 - Caminhada Rosa na Beiramar – com patinadoras e bailarinas - Concentração: Trapiche 16h Veja programação completa no site da AMUC www.amucc.com.br/ Confira também as sugestões de ações pelos ODM para o mês de outubro Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher (16/10) - ODM 3 - Campanhas de conscientização e combate à violên- cia doméstica e abuso sexual; - Capacitação profissional específica para mulheres em situação de vulnerabilidade social; - Promover discussões sobre a Lei Maria da Penha; - Promover palestras sobre autoestima e valorização do corpo; - Atividades de prevenção à violência contra mulheres. Outubro Rosa (todo o mês) - ODM 6 - Promover campanhas pela saúde da mulher - Palestras de prevenção ao câncer de mama por meio de parcerias com as Secretarias de Saúde; - Caminhadas com as mulheres que já tiveram câncer de mama (as vitoriosas); - Divulgar a importância do autoexame e da realização da mamografia; - Procurar parceiros para iluminar de rosa ou colocar um laço rosa em prédios e monumentos públicos ou privados.

×