Estrutura de mercados

14.352 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.352
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
452
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estrutura de mercados

  1. 1. TRABALHO DE ECONOMIAESTRUTURA DE MERCADO
  2. 2. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EQUIPE 1: Amanda Araújo Andréa Duenas Nívea Alves Priscila Oliveira Vânia Amazonas
  3. 3. MERCADOIntercâmbio entre compradores evendedores (realização de compras e vendasde bens e serviços).
  4. 4. ESTRUTURA DE MERCADO É a classificação do mercado mediante assuas características. Mercados de concorrência perfeita. Mercados de concorrência imperfeita.
  5. 5. CONCORRÊNCIASituação de mercado em que diferentesempresas de bens /serviço atuam face aosconsumidores. Objetivo: lucros/vendas Preço, qualidade dos produtos, osserviços após venda.
  6. 6. 3 CARACTERÍSTICASNúmero de empresas que compõem. Tipo do produto. Se existem ou não barreiras ao acesso denovas empresas nesse mercado.
  7. 7. CONCORRÊNCIA PURA OU PERFEITA1. Grande número de vendedores e compradores.2. Produtos homogêneos.3. Não existem barreiras à entrada no mercado.4. Transparência do mercado.5. A não intervenção do Estado.
  8. 8. CONCORRÊNCIA IMPERFEITASubdivi-se em:1.Concorrência Monopolística;2.Monopólio ;3.Oligopólio.
  9. 9. MONOPÓLIOUma empresa detém o mercado de umdeterminado produto ou serviço, impondopreços aos que comercializam.Não existe nenhum bem substitutopróximo.Existência de barreiras à entrada.
  10. 10. CAUSAS Resultado de imposição do legislador. Características do mercado levam a que seja economicamente mais eficiente. Existência de economias de escala, associadas à produção do bem. Possibilidade de abuso de posição dominante.
  11. 11. RAZÕES Inovações tecnológicas: produção de um novo produto patenteado; Nacionalizações: concentração numa empresa estatal de várias empresas do ramo; Impossibilidade de duplicação de custos fixos: é inviável que haja mais de uma empresa a fornecer um bem ou serviço.
  12. 12. BARREIRAS DE ENTRADAEconomias de escala.Proteção Legal.Propriedade exclusiva de matéria-prima.
  13. 13. EXEMPLO MONOPÓLIO NATURAL
  14. 14. EXEMPLO MONOPÓLIO
  15. 15. OligopólioGrupo de empresas promove o domínio dedeterminada oferta de produtos/serviços. Consideram comportamentos/ reações dasoutras quando tomam decisões de mercado.Barreiras à entrada de potenciaisconcorrentes.
  16. 16. EXEMPLOSEmpresas de mineração, alumínio, aço, construtoresautomóveis, cimentos, laboratóriosfarmacêuticos, aviação, comunicação e bancos.
  17. 17. IRREGULARIDADES Quando há algum tipo de acerto referente ao preço que será praticado, o oligopólio caracteriza-se como um cartel. Quando há uma união das empresas com o objetivo de dividir o mercado, ele caracteriza-se com um truste.
  18. 18. CARACTERÍSTICATipicamente, a concorrência incide emcaracterísticas dos produtos distintas dopreço.EXEMPLO: qualidade, imagem, fidelização, etc.
  19. 19. CONCORRÊNCIA MONOPOLÍSTICAS Corresponde maioria das situações reais. Possibilidade de vendedores influenciarem a procura/preços por: diferenciação de produtos, publicidade, localização e dumping. Numerosas empresas.
  20. 20. CARACTERÍSTICASQuanto maior a diferenciação do produto mais a empresa, que o produz, pode controlar o preço. Mercado de acesso fácil. Cada empresa possui algum poder de mercado para influenciar o preço dos seus próprios produtos/serviços. Produtos/serviços não totalmente homogêneos/substituíveis.
  21. 21. EXEMPLONo mercado, existem as batatas com sabor de queijo, as lisas, as onduladas, as combrindes, entre outras. Outros fatores que as distinguem são os pacotes, a marca, o peso e otamanho da embalagem.
  22. 22. CARTELAcordo explícito ou implícito. Fixação de preços ou cotas deprodução, divisão de clientes e de mercados. Ação coordenada afim de eliminar aconcorrência e aumentar os preços dosproduto. Obter maiores lucros = prejuízo do consumidor.
  23. 23. CARACTERÍSTICAS Ocorrem em mercados oligopolísticos e normalmente envolve produtos homogêneos. Geram sobre preço estimado entre 10 e 20% comparado ao preço em um mercado competitivo, causando prejuízos de centenas de bilhões de reais aos consumidores anualmente.
  24. 24. PUNIÇÃO - Lei nº 8.884 (1994).Multa de 1 a 30% de seu faturamento bruto noano anterior ao início do processo administrativo. Os administradores da empresa envolvidospodem ser condenados a pagar uma multa de 10 a50% daquela aplicada à empresa.Outras penas: proibição de contratar cominstituições financeiras oficiais e de parcelardébitos fiscais e participar de licitação por prazo não inferior a cinco anos.
  25. 25. PUNIÇÃO - Lei de Crimes Contra aOrdem Econômica nº 8.137, 1990Multa ou prisão de 2 a 5 anos em regime dereclusão. Pode aumentar em até 50% se o crimecausar: 1. grave dano à coletividade. 2. for cometido por um servidor público. 3. relacionar a bens ou serviços essenciais para a vida ou para a saúde.
  26. 26. TRUSTE Uso do poder de mercado para restringira produção e aumentar preços, de modo anão atrair novos competidores, ou eliminar aconcorrência. Preços predatórios e cartéis. Acordos de exclusividade, vendas casadase discriminação de preços
  27. 27. LEI ANTITRUSTEDestina a punir estas práticas, que porsinal são comuns em pequenos e grandesmercados de negócios. Na informática existem várias açõescontra empresas grandes por essa prática, amais atual ação é da AMD contra a Intel.
  28. 28. DUMPINGPrática comercial onde uma ou mais empresasde um país venderem seus produtos por preçosextraordinariamente abaixo de seu valor justo paraoutro país. Por um tempo: tempo determinado. Objetivo: prejudicar e eliminar os fabricantesde produtos similares concorrentes nolocal, passando então a dominar o mercado eimpondo preços altos.
  29. 29. EXEMPLOA empresa X localizadano país Y, vende um Exporta para o Brasil por US$ 80.produto nesse país porUS$ 100 . Levando em consideração a existência de condições comparáveis de comercialização (volume, estágio de comercialização, prazo de pagamento etc.).
  30. 30. ANTIDUMPING Têm como objetivo neutralizar os efeitosdanosos à indústria nacional causados pelasimportações objeto de dumping. Por meio da aplicação de alíquotas específicas(fixadas em dólares dos EUA e convertidas emmoeda nacional), ad valorem (sobre o valoraduaneiro da mercadoria em base FOB, no Brasil)ou de uma combinação de ambas.
  31. 31. HOLDINGSociedade gestora de participações sociais .Objetivo : administrar um grupo delas(conglomerado). Possui a maioria das ações ou quotas dasempresas componentes de determinado grupo deempresas. Muito utilizada por médias e grandescorporações e normalmente visa melhorar aestrutura de capital da empresa ou algumaparceria com outras empresas.
  32. 32. EXEMPLO Acme e Beta então fecham uma parceria para distribuir seus produtos no país. UmaA empresa Acme A empresa alemã maneira de formalizar ofabrica e vende Beta faz ótimos acordo seria a criação da ABsapatos no Brasil. Ela tênis e gostaria de Importadora e Distribuidoraacha que pode ganhar vender seus Ltda. Acme criaria a Acmedinheiro se vendertênis também, mas elanão tem nenhuma + produtos no Brasil, mas ela não tem uma rede de = Holding que seria dona de 100% do capital da antiga empresa Acme Sapatos e deexperiência na varejistas (Brasil) 51% do capital da AB. Betafabricação de tênis. para distribuí-los. seria dona dos outros 49% do capital da AB.
  33. 33. CONGLOMERADOé uma forma de oligopólio na qual váriasempresas que atuam em setores diversos se unempara tentar dominar determinada oferta deprodutos e/ou serviços,Geral mente administradas por uma holding. Exemplo: grandes corporações que dominamdesde a extração da matéria-prima até o transportede seu produto já industrializado.
  34. 34. EXEMPLO1.Mitsubishi fabrica desde carros até canetas. 2.LG Group fabrica decelulares, notebooks e televisores, até eletrodomésticos e produtospetroquímicos. 3.General Electric fabrica uma grande variedade deprodutos: Lâmpadas, fogões, geladeiras etc.
  35. 35. CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Considera o consumidor comohipossuficiente, uma vez que entre fornecedor econsumidor há um desequilíbrio que favorece oprimeiro. Crime contra relação de consumo: É todoaquele que definido como tal, por lei, atinge deforma direta ou indireta os interesses enecessidades dos consumidores, bem como suadignidade, saúde, segurança e interesseseconômicos.
  36. 36. PROCON MANAUS PROCON ESTADUAL AM Rua Afonso Pena, 8 - Praça 14 de Janeiro (92) 3215-4000
  37. 37. Muito Obrigada pela Atenção! Boa Noite!

×