A Comunicação como Sincronização

531 visualizações

Publicada em

Apresentação no Evento Cybridos em São Paulo, 2009

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Pesquisa sobre comunidades virtuais no SUS – Proposta do SUS de descentralização e participação do usuário no sistema de saude; – Dificuldade de sua incorporação a partir das tecnologias de imprensa (centralização) e possibilidades novas que se abrem com as tecnologias interativas. O Núcleo de Experimentação de Tecnologias Interativas (Next) com objetivo de implantação destas tecnologias (em particular na Fiocruz e na Área da Saúde) – Experimentação, em particular das tecnologias de nuvem; – Incubadora de projetos de novas tecnologias; – Pesquisas destas tecnologias. Estudos teóricos vinculados a complexidade e a transição de sistemas simples para complexos – Que é sobre o que vamos falar hoje.
  • A Comunicação como Sincronização

    1. 1. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais Para além da comunicação entre homens Nilton Bahlis dos Santos Doutor em Ciência da Informação - Pesquisador Coordenador do Núcleo de experimentação de Tecnologias Interativas (Next) - www.next.icict.fiocruz.br Laboratório de Ciência, Tecnologia e Informação em Saúde – ICICT Fundação Oswaldo Cruz e-mail: nilton-santos@icict.fiocruz.br
    2. 2. <ul><li>Uma rápida apresentação </li></ul><ul><li>Pesquisa sobre comunidades virtuais no SUS </li></ul><ul><ul><li>– Proposta do SUS de participação do usuário no sistema de saúde; </li></ul></ul><ul><ul><li>– Dificuldade colocada pelas tecnologias de imprensa (centralização) e possibilidades novas que se abrem com as tecnologias interativas. </li></ul></ul><ul><li>Núcleo de Experimentação de Tecnologias Interativas (Next) </li></ul><ul><li>Objetivo de implantar estas tecnologias (em particular na Fiocruz e na Área da Saúde) </li></ul><ul><ul><li>– Experimentação, em particular das tecnologias de nuvem; </li></ul></ul><ul><ul><li>– Incubadora de projetos de novas tecnologias; </li></ul></ul><ul><ul><li>– Pesquisas destas tecnologias. </li></ul></ul><ul><li>Estudos teóricos mais gerais </li></ul><ul><li>Vinculados a complexidade e a transição dos sistemas simples para os complexos </li></ul><ul><ul><li>– Que é sobre o que vamos falar hoje. </li></ul></ul>7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais
    3. 3. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais <ul><li>Diversas questões teóricas precisam ser repensadas para entender o mundo e as práticas que vivenciamos. Chamaremos a atenção apenas para os conceitos de informação e comunicação </li></ul><ul><li>Os conceitos de Comunicação e Informação que utilizamos permitem entender as práticas que experimentamos hoje? </li></ul><ul><li>A Comunicação em Sistemas Complexos e Infinitos pode ser vista como um processo de transmissão de mensagens? </li></ul><ul><li>- É possível pensar a comunicação como um processo que se verifica entre homens, natureza e artefatos? </li></ul>
    4. 4. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais <ul><li>A comunicação entre homens </li></ul><ul><li>O que nós chamamos de comunicação é a maneira particular que homens criara de comunicação. Ela parte do pressuposto de que existe uma realidade objetiva que é representada pelos homens e transmitida como mensagem. </li></ul><ul><li>Desse modo ela se remete a ciência clássica. </li></ul>
    5. 5. <ul><li>Em primeiro lugar, esta “realidade objetiva” hoje é questionada pela ciência: </li></ul><ul><li>Goedel provou que “a verdade de uma proposição é relativa aos axiomas que fundam uma teoria”; </li></ul><ul><li>Teoria da Indeterminação de Heisemberg que provou que a experiência determina o fenômeno </li></ul>7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais
    6. 6. <ul><li>Por outro lado: </li></ul><ul><li>A Internet, com sua tendência a interligar todo o tipo de sistemas criou um sistema aberto, diferente dos sistemas fechados com que trabalhávamos. </li></ul><ul><li>Estes sistemas abertos não se situam no tempo e no espaço e são capazes de viabilizar processos comunicativos não apenas inter-subjetivos. </li></ul><ul><li>Estes processos comunicativos não se processam exclusivamente (e nem principalmente através de fluxos de mensagens) </li></ul>7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais
    7. 7. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais Outro modo de entender a comunicação é vê-la como um processo de sincronização a partir de constrições entre os elementos que dela fazem parte A comunicação como nós a entendíamos, neste caso, é apenas uma particularidade de um processo mais amplo
    8. 8. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais Dictyostelium discoideum
    9. 9. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais Entender a comunicação como um processo de sincronização a partir de constrições, permite pensá-la como algo que se dá entre homens e artefatos O que nos abre a possibilidade de pensar práticas cíbridas, como células troncos, genomas, etc.
    10. 10. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais Obrigado!
    11. 11. 7 º Simpósio Internacional de Artemídia e Linguagens Digitais Nilton Bahlis dos Santos Doutor em Ciência da Informação – Pesquisador Coordenador do Núcleo de experimentação de Tecnologias Interativas Next - www.next.icict.fiocruz.br Laboratório de Ciência, Tecnologia e Informação e Saúde ICICT/FIOCRUZ - e-mail: nilton-santos@icict.fiocruz.br

    ×