Ludico como processo de aprendizagem da criança

19.670 visualizações

Publicada em

lLudico como processo de aprendizagem da criança

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.670
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
265
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ludico como processo de aprendizagem da criança

  1. 1. LÚDICO COMO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DA CRIANÇA NILSA MARTIGNAGO KOLLING
  2. 2. TEMA O Lúdico como Processo de Aprendizagem da Cria nça . PROBLEMA Quais são as abordagens práticas do lúdico na aprendizagem da criança? OBJETIVO GERAL Analisar qual a importância do lúdico como processo de motivação e participação para o desenvolvimento de ensino aprendizagem na educação brasileira. OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Contribuir para o desenvolvimento da aprendizagem. - Desenvolver o gosto pelas brincadeiras e jogos. - Contribuir para o desenvolvimento da criatividade.
  3. 3. O ato de brincar torna-se um meio para incorporação de valores morais, culturais, visando a construção da auto-estima, auto-imagem e auto conhecimento dos e duca ndos, condizendo assim o desenvolvimento da imaginação, fant asia , criatividade, criticidade, enfim inúmer as potencialid ade s que muitas vezes encontram-se adormecidas.
  4. 4. O lúdico transforma o processo de ensino-aprendizagem com atividade prazerosa, criativa e alegre onde se estabelece relações de amizade entre educando/educando, educando/educador.
  5. 5. Muitos dos professores acreditam que o lúdico vem como forma de apoio e não como base de ensino. Pois o lúdico exige muito do p ro fessor, é necessário modificar suas aulas onde muitas vezes adequar atividades com o material lúdico a ser usado assim faz com que a maioria dos professores ainda preferem utilizar o método tradicional.
  6. 6. O pensar acerca do lúdico como instrumento favorável à aprendizagem é concebido no momento em que o educador busca inovar sua prática pedagógica oferecendo espaço para o desenvolvimento da criança nos seus aspectos cognitivos a partir das brincadeiras e, assim , é possível apresentar a lúdico como alternativa de aprend izado na escola.
  7. 7. A necessidade de dinamizar as relações de ensinar e aprender pela leitura, como reascender o desejo de viver dentro de um espaço altamente desafiador e mágico. Com isso, queremos despertar na criança, o amor, à beleza , desenvolver a imaginação, os so nhos , as fantasias, o poder de observação, o gosto artístico , visando e mocionar e instruir. Mas, para que isso aconteça to dos temos que ser co-responsáveis com este processo maravilhoso q ue é o despertar para a leitura e a escrita de forma grandiosa e atraente, abrindo os olhos para o grande uni verso que as histórias revelam .
  8. 8. ANTUNES, Celso. Jogos para a estimulação das múltiplas inteligências. Rio de Janeiro: Vozes, 1998. BOMTEMPO e HUSSEIN. Psicologia do brinquedo – aspectos teóricos e metodológicos, USP-SP, 1986. FREINET, C. A educação pelo trabalho. Lisboa: Presença, 1975. KISHIMOTO , Tizuko M. O Jogo e a educação infantil . São Paulo : Pioneira, 2002. PIAGET, Jean. A formação do símbolo na criança. Rio de Janeiro: Zahar,1975. SANTOS, Santa Marli Pires. A ludicidade como ciência. Petrópolis: Vozes, 2001. TEIXEIRA, Carlos E. J. A ludicidade na escola. São Paulo: Loyola, 1995. VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1994. WALLON, H. A evolução psicológica da criança. Lisboa, 1968. WINNICOTT, D. W. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975. Referenci al Teórico

×