Dados de Identificação
Associação de Mulheres Nossa Senhora Aparecida
SAF AMNSA- NÚCLEO CRAS AMPLIADO
GLÓRIA
Rua Honduras,...
Relevância:
Este projeto tornou-se relevante e se fez necessário após percebermos que a Assistência,
a Educação, a Saúde e...
Objetivos Específicos:
Através dos interesses compartilhados, do “Conversando na Micro Rede”, busca a
otimização das redes...
Metodologia:
A proposta do “Conversando na Micro Rede” se constitui pela articulação em torno de
interesses comuns e de re...
A rede socioassistêncial no plano das Políticas Publicas caracteriza- se em ações
articuladas e integradas entre as divers...
DISCUSSÃO DE CASOS,
AÇÕES
COMPARTILHADAS E
PLANO DE
ACOMPANHAMENTO
SERVIÇO
ATENDIMENTO
FAMILIAR
ESCOLAS
INSTITUIÇÕES
SAÚDE
Periodicidade:
Os encontros do “Conversando na Micro Rede” têm caráter mensal, com tempo
médio de duração de 02 horas e 30...
Avaliação dos resultados da ação
Atendimento integrado de forma a aprimorar a utilização dos recursos
disponíveis e, conse...
Bibliografia consultada:
Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais
Artigo: Rede Socioassistencial: Uma ação poss...
23. apresentação cras gloria 2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

23. apresentação cras gloria 2

399 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

23. apresentação cras gloria 2

  1. 1. Dados de Identificação Associação de Mulheres Nossa Senhora Aparecida SAF AMNSA- NÚCLEO CRAS AMPLIADO GLÓRIA Rua Honduras, 19 Loteamento – Mariante Belém Velho Rincão. Especificação território: Belém Velho (Rincão), Condomínio Mariante e Cooperativa Cidade Nova, Sertão I e II
  2. 2. Relevância: Este projeto tornou-se relevante e se fez necessário após percebermos que a Assistência, a Educação, a Saúde e Entidades existentes no território referenciado, estavam realizando ações de atendimento para as mesmas famílias. Sinalizando assim, a necessidade de estarmos planejando, discutindo e considerando juntos os encaminhamentos, e acompanhamentos necessários para as famílias atendidas. Objetivo Geral: O objetivo deste projeto “Conversando na Micro Rede” é de ampliar, articular e integrar as políticas e projetos de apoio sociais. Promovendo uma discussão, e compreensão sobre nosso compromisso social, considerando as demandas da comunidade como uma forma de abordar questões sociais complexas, do ser humano no seu cotidiano na superação das vulnerabilidades sociais, fortalecendo assim seus vínculos familiares.
  3. 3. Objetivos Específicos: Através dos interesses compartilhados, do “Conversando na Micro Rede”, busca a otimização das redes de atendimento social com a finalidade de promover as potencialidades das famílias e indivíduos. Priorizando ações de proteção e defesa dos direitos dos usuários atendidos. Bem como: - visualizar o espaço de troca permanente; - busca ativa das famílias que estão em vulnerabilidade social e que necessitam de um olhar da equipe SAF; - divulgação SUAS / CRAS de ações como: Cadúnico, famílias elegíveis para benefícios sociais, familiais em descumprimento de condicionalidades do PBF, encaminhamentos, retornos para ações de outras proteções (média e alta complexidade) ; - ações entre secretarias organizando o papel de cada um na rede, direcionando para os objetivos prioritários, conforme o plano de ação da família; - a construção do plano de intervenção em conjunto com os parceiros da rede e quando necessário buscando outros parceiros da rede.
  4. 4. Metodologia: A proposta do “Conversando na Micro Rede” se constitui pela articulação em torno de interesses comuns e de realizar discussões considerando os casos que permeiam entre a educação, a saúde e assistência a fim de estarmos promovendo ações em conjunto visando construir um plano de acompanhamento com a equipe técnica (interdisciplinar) . As redes podem ser consideradas como sistemas organizacionais capazes de reunir indivíduos e instituições, de forma democrática e participativa, em torno de objetivos ou realizações comuns.
  5. 5. A rede socioassistêncial no plano das Políticas Publicas caracteriza- se em ações articuladas e integradas entre as diversas organizações governamentais e não governamentais que atuam nas políticas sociais. O conversando na micro rede constitui como uma retaguarda para o apoio e proteção dos usuários atendidos por estes serviços da rede social, e que deverão receber dessa rede o atendimento e acompanhamento aos seus direitos. Os técnicos participantes do “Conversando na Micro Rede” , entendem que nestes encontros a discussão de casos tem por finalidade a prevenção de agravos que possam provocar o rompimento de vínculos familiares e sociais dos usuários visando à garantia de direitos no desenvolvimento de mecanismos para a inclusão social. Para se ter uma rede fortalecida, os pontos precisam estar bem amarrados, integrados e articulados, para que se possa cumprir efetivamente o seu papel, ou seja a rede socioassistêncial deve ser “tecida” na proporção direta da integração e articulação de seus diversos “nós”.
  6. 6. DISCUSSÃO DE CASOS, AÇÕES COMPARTILHADAS E PLANO DE ACOMPANHAMENTO SERVIÇO ATENDIMENTO FAMILIAR ESCOLAS INSTITUIÇÕES SAÚDE
  7. 7. Periodicidade: Os encontros do “Conversando na Micro Rede” têm caráter mensal, com tempo médio de duração de 02 horas e 30min. As reuniões são itinerante com uma média de dez pessoas entre agentes de saúdes, enfermeiros, médicos, pedagogos, assistentes sociais, psicólogo. Impacto Social: A articulação dos serviços sócio assistenciais do território (SAF) garante o desenvolvimento do trabalho social com as famílias dos usuários desses serviços. Permitindo identificar suas necessidades e potencialidades dentro da perspectiva familiar, rompendo com o atendimento segmentado e descontextualizado das situações de vulnerabilidade social vivenciadas. O trabalho social com famílias, assim, apreendem as origens, significados atribuídos e as possibilidades de enfrentamento das situações de vulnerabilidades vivenciadas por toda família contribuindo para sua proteção de forma integral, materializando a matricialidade sócio familiar no âmbito do SUAS.
  8. 8. Avaliação dos resultados da ação Atendimento integrado de forma a aprimorar a utilização dos recursos disponíveis e, conseqüentemente, um resultado no atendimento integral as famílias. Visando assim: -Minimizar a redução da ocorrência de situações de vulnerabilidade social no território de abrangência do SAF ; - Prevenção da ocorrência de riscos sociais, seu agravamento ou reincidência no território de abrangência do SAF.
  9. 9. Bibliografia consultada: Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais Artigo: Rede Socioassistencial: Uma ação possível ( autora: Marília Nogueira Neves) OBRIGADO! Assistente Social : Lindsay Pires Psicóloga:Lisiane Ferreira

×