Espelhos esfericos resumo

327 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Espelhos esfericos resumo

  1. 1. www.nsaulasparticulares.com.br – Prof. Nilton Sihel – Tel.: 3825-2628 / 3663-5692 Pág. 1 Espelhos Esféricos Espelho Esférico: é uma calota esférica na qual uma das superfícies é refletora. Quando a superfície refletora é a interna, o espelho é denominado côncavo e, quando a superfície refletora é a externa, o espelho é convexo. Construção Geométrica do Espelho Côncavo: (existem cinco casos) Dica importante: Sempre que a imagem for Real é também Invertida. Sempre que a imagem for Virtual é também Direita. Apenas a imagem real pode ser projetada em uma tela ou anteparo. C = centro de curvatura F = foco (ponto médio entre C e V) V = vértice do espelho o = objeto i = imagem Imagem: Tamanho:Menor Direção:Invertida Posição:Real Observação sobre as trajetórias do raio de luz: Quando o raio incide no espelho esférico ele reflete e o seu ângulo de incidência é igual ao de reflexão. Nas figuras dos exemplos foram representados apenas dois dos quatro raios possíveis, pois é o suficiente para resolver o exercício. - Quando o raio vem paralelo ao bater no espelho ele volta passando pelo foco. - Quando o raio vem na direção do foco ao bater no espelho ele volta paralelo. - Quando o raio vem na direção do centro C ao bater no espelho ele volta na mesma direção e passa novamente sobre o centro C. - Quando o raio vem na direção do vértice ele atinge o espelho com um ângulo de incidência com o eixo principal e reflete no sentido oposto com o mesmo ângulo (de reflexão) com o eixo principal.
  2. 2. www.nsaulasparticulares.com.br – Prof. Nilton Sihel – Tel.: 3825-2628 / 3663-5692 Pág. 2 Imagem: Tamanho: Igual Direção: Invertida Posição: Real Imagem: Tamanho: Maior Direção: Invertida Posição: Real Imagem: Imprópria (Tende se formar no infinito) Imagem: Tamanho: Maior Direção: Direita Posição: Virtual Construção Geométrica do Espelho Convexo: (existe apenas um caso) Imagem: Tamanho: Menor Direção: Direita Posição: Virtual Observação: O espelho convexo é muito utilizado em porta de garagens, lojas de conveniência, etc, pois como a imagem é menor, o número de detalhes que cabe na área do espelho é maior, ou seja, o espelho convexo tem maior campo de visão.
  3. 3. www.nsaulasparticulares.com.br – Prof. Nilton Sihel – Tel.: 3825-2628 / 3663-5692 Pág. 3 Cálculos com Espelho Esférico: Observe que os valores dos cálculos são compatíveis com o desenho. 2 R f  ´ 111 ppf  ´i p f A o p f p      p = distância do objeto ao vértice do espelho (sempre +) p´= distância da imagem ao vértice do espelho o = tamanho ou altura do objeto (sempre +) i = tamanho ou altura da imagem f = distância focal = foco R = distância do centro ao vértice = raio A = aumento linear transversal da imagem CONVENSÕES DE SINAIS PARA A IMAGEM: Ocorre apenas no p´ + i – A – espelho côncavo Real Invertida Ocorre no espelho p´ – i + A + côncavo e no convexo Virtual Direita f R Espelho Côncavo + + Espelho Convexo – – Obs.: d = distância do objeto até a imagem ´ppd  Antena Parabólica: Tem o funcionamento similar ao de um espelho esférico. Em seu foco é colocado um transmissor ou um receptor. No espelho esférico, quando os raios vem na direção do foco, após refletir no espelho, eles voltam paralelos ao eixo principal do espelho. Da mesma maneira, quando eles incidem paralelos ao eixo principal, refletem no espelho e voltam convergindo para o foco. Assim, num satélite, o transmissor que está no foco, libera um sinal que refletido na antena segue paralelo por muitos quilômetros até atingir a outra antena parabólica na suprefície do planeta. O sinal é refletido pela antena e passam a se deslocar na direção do foco, onde está o receptor.

×