MyBrainMagazine 5

860 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
860
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MyBrainMagazine 5

  1. 1. 1N.º5JAN-FEV-MAR2013
  2. 2. 2
  3. 3. 3MyBrainMagazineRODRIGO LEMOSO FUNDADOR,ESCRITOR E DIRETORDA REVISTAEsta quinta edição da revistadespertou-nos muito àfabulosa Sintra e dos seusbelos monumentos de umlindo carácter artístico comotambém da natureza e dabiologia.MARIA DA CONCEIÇÃO MARTINSSECRETÁRIAMARIA MOITAENCARREGADA PUBLICITÁRIAALICE MOITAENCARR. PUBLICITÁRIAJOSÉ LEMOSESCRITOR MORADA rua augusta n.º 13 3.º dto. coimbraTEL 966100519EMAIL mybrainsociety@gmail.comENDEREÇO www.mybrainsociety.blogspot.ptCopyright © 2014 MyBrainSociety. Todos os direitosreservados. MyBrain (capa): Registered Trademarks®(marcas registadas). A MyBrain não se responsabilizapor material não solicitado.A sabedoria não tem limitesINTERDITAAREPRODUÇÃODETEXTOSEDEIMAGENS
  4. 4. 4CAPAVista da Cruz Alta, noParque da Pena.VISÃO 7MEDITAÇÃO 8ENTREVISTA 9ROTEIRO DE VIAGEM 10GEOGRAFIA: SINTRA 12GEOGRAFIA: ESPANHA MOURISCA 14GEOGRAFIA: EXCESSO DE ÁGUA 18GEOGRAFIA: OBSIDIANA 19GEOGRAFIA: COPENHAGA 20GEOGRAFIA: CATARATAS DO IGUAÇU 21BIOLOGIA: OS BURROS QUE SÃO ESPERTOS 22BIOLOGIA: VAMOS VOAR, DRACO! 23BIOLOGIA: ELES PRECISAM MAIS DO QUE NÓS 24BIOLOGIA: HISTÓRIA DE UM BOLBO 25BIOLOGIA: O PEQUENO E O GRANDE 26BIOLOGIA: SAPOS E RÃS 27HISTÓRIA: FENÍCIOS, GREGOS E CARTAGINESES 26
  5. 5. 5BIOLOGIA: DIFERENTES DAS OUTRAS 28BIOLOGIA: OS PASSOS DO CARACOL 29BIOLOGIA: DE PORTUGAL COM ORGULHO 30BIOLOGIA: A ALMA DO EXTREMO ORIENTE 31BIOLOGIA: CRESCIMENTO DAS PLANTAS 32BIOLOGIA: O DESPERTAR DA PRIMAVERA 33BIOLOGIA: POLINIZAÇÃO 34BIOLOGIA: BONSAIS 35BIOLOGIA: TROMBETEIRAS 36BIOLOGIA: PEIXE-PALHAÇO 37HISTÓRIA: DESCARRILAMENTO DE MONTPARNASSE 38HISTÓRIA: ROMANOS 39HISTÓRIA: VASA 40HISTÓRIA: A EVOLUÇÃO DO HOMEM 41HISTÓRIA: A EVOLUÇÃO DO DINHEIRO 42HISTÓRIA: FÓSSEIS DE FÁCIES E DE IDADE 43HISTÓRIA: DERIVA CONTINENTAL 44HISTÓRIA: CHICHÉN ITZÁ 45ASTRONOMIA: CRIOVULCÕES 46ASTRONOMIA: ALUNAGENS 47ASTRONOMIA: O INTERIOR DO SOL 48ASTRONOMIA: 25 CURIOSIDADES ESPACIAIS 49ARTE: SCONES 50ARTE: A ARTE DE RESTAURAR 51
  6. 6. 6ARTE: GALO DE BARCELOS 52ARTE: MUSEU DO LOUVRE 53ARTE: TORRE EIFFEL 54ARTE: HARPAS 55ARTE: PÃO 56ARTE: VIOLINOS 57CULTURA: VIDA TIMORENSE 58VEÍCULOS: NISSAN GT-R 60VEÍCULOS: AUDI R8 61CIÊNCIA: TERATOMAS 62CIÊNCIA: SEPARAÇÃO DE COMPONENTES DE UMA MISTURA 63CIÊNCIA: ÁGUA FONTE DE VIDA 64CIÊNCIA: OS RINS E O SISTEMA URINÁRIO 65RELIGIÃO: BOTAFUMEIRO 66PRÓXIMA EDIÇÃO 68
  7. 7. 7PRAIA DE S. RAFAEL (ALBUFEIRA, ALGARVE)Praia enquadrada por arribas calcárias de tons quentese por manchas de pinhal e enormes arbustos dearoeira. As águas transparentes permitem a exploraçãoda vida marítima que se esconde nas rochassubmersas.
  8. 8. 8O PRESENTEHá algum tempo atrás, uma mãe puniu o seufilho de 5 anos por estragar um rolo de papel dourado,que tinha por fim decorar uma caixa a ser colocadasob a Árvore de Natal.Na manhã seguinte à noite de Natal, o meninotrouxe a caixa e entregou-a a mãe dizendo:”Isto é para ti, mamã".A mãe ficou embaraçada pela reacçãoprecipitada, mas a sua raiva voltou quando viu que acaixa estava vazia, e falou rudemente com o menino:”Não sabes que quando se dá um presente a alguém é suposto que haja alguma coisa dentro dopacote?".O menino olhou-a em lágrimas e disse:”Oh, não esta vazia, mamã. Eu soprei lá para dentro, até ficar cheia de beijos".Ao ouvir estas palavras da boca do filho, a mãe ficou arrasada. Ajoelhou-se e pedindo perdão porsua ira irracional, abraçou-o com ternura.Pouco tempo depois, um acidente tirou a vida do menino, e a mãe guardou aquela caixa douradaperto de sua cama.Sempre que estava deprimida ou tinha problemas, ela abria a caixa e imaginariamente tirava umbeijo e lembrava o amor que a criança havia colocado dentro dela…Na verdade, cada um de nós já recebeu uma caixa dourada repleta do amor da nossa família eamigos.... Não há maior tesouro do que consegui-lo...
  9. 9. 9ENTREVISTA COM UMA GALEGARepórter (R) - Como são os seus clientes galegos?Galega (G) - São amáveis e educados.R - Qual é a comida típica aqui na Galiza?G - O marisco e o peixe no litoral e no interior o cozido galego.R - Obrigado!G - De nada.
  10. 10. 10NORUEGA (9 DIAS)1.º DiaViagem para TrondheimRadison Blu Royal Garden Hotel (Kjopmannsgate, 73)2.º DiaTrondheim - Levantar Rent-a-car > Oppdal (Lago Gjevilvatnet) > Andalsnes (304 km, 4h 42 / 30€) -Andalsnes (Trollstigen Road + Stigfossen Waterfall) > Geiranger (85 km, 1h57 / 12€)Hotel Geiranger+ SIXT rent-a-car (Trondheim, Tempeveien 17)Ferry para Geiranger - Eidsdal > Linge (12€ - x2)3.º DiaGeiranger > Alesund (109 km, 2h10 / 11€)Hotel Scandic Alesund (Molovegen, 6)+ OrnevingenDalsnibba + FlydalsjuvetFerry Geiranger > Hellesyit (37€)
  11. 11. 114.º DiaAlesundHotel Scandic Alesund+ Sunnmore Museum (11€)Alesund Museum (13€)COMPRAS: Skansen (restaurantes); Kipervika (Arts & Crafts); Aspoya (Produtos Tradicionais)5.º DiaAlesund > Molde > Atlantic Road > Kristiansund (142km, 2h56 / 24€)Hotel Thon Kristiansund (Fiskergata, 12)+ Ferry para Kristiansund - Vestnes > Molde (20€)6.º DiaKristiansund > Trondheim - Entregar Rent-a-car (199km, 3h24 / 34€)Rica Bakklandet Hotel (Nedre Bakklandet, 60)+ Ferry para Trondheim - Kanestraum > Halsa (14€)7.º , 8.º e 9.º DiasTrondheim (9.º dia, viagem de regresso)+ Nidarosdomen (15€)Trondelag Folkmuseum (13€)Vitenskapsmuseet (13€)Ringve Museum (12€)Trondheim Kunstmuseum (7€)Rockheim (13€)COMPRAS: Solsiden (restaurantes e lojas); Bakklandet (lojas de design e de antiguidade)
  12. 12. 12Sintra é uma vila portuguesa que entrou noPatrimónio Mundial da UNESCO por possuir arte, história,biologia,... enfim, uma vila cheia de cultura.Sintra tem vários monumentos, destacando-se: oPalácio da Pena, o Chalet da Condessa, a Quinta daRegaleira, o Castelo dos Mouros, o Palácio de Sintra, oConvento dos Capuchos.O Palácio da Pena foi planeado e executado pelo reiconsorte D. Fernando II, com o auxílio do Barão deEschwege. Foi construído em 1839 em estilo românticoadquirindo as ruínas do Mosteiro Jerónimo de Nossa Senhorada Pena. No exterior do palácio, há um pórtico muitoconhecido: o Pórtico Alegórico da Criação do Mundo, quepossui uma estátua de um tritão. O retábulo da capela dopalácio remonta ao mosteiro quinhentista e foi executado porNicolau Chanterenne. A sala de jantar era o antigo refeitóriodos monges. O atelier do rei D. Carlos era a antiga sala docapítulo do mosteiro e possui agora telas pintadas pelo rei. Oquarto do rei tinha uma cama pequena pois pensava-se que osangue não circulava se dormíssemos deitados. A rainhapossuía um quarto de vestir. A seguir a esse quarto haviauma sala de leitura. A sala árabe mostra o gosto oriental dorei artista. O Palácio possui também outros compartimentosdestacando-se a cozinha, a sala dos veados e a salinhapapier-mâché, com o mobiliário feito em pasta de papel. Emvolta do palácio há um parque, o Parque da Pena, commuitas plantas exóticas com vários jardins, lagos, a Quinta daPena e o Chalet da Condessa.Após a morte de D. Maria II, D. Fernando IIdesposou Elise Hensler, cantora de ópera americana, deorigem suíça-alemã, recebendo o título alemão de CondessadEdla. Infelizmente, o Chalet da Condessa sofreu de umincêndio em 1999 no interior.
  13. 13. 13O Palácio de Sintra torna-se, a partir do século XII e porcerca de oito séculos, residência da Família Real Portuguesa.Reunindo vários estilos arquitetónicos - gótico, mudéjar e manuelino -foi muito utilizado na Idade Média como refúgio da Corte durante osmeses de verão e para a prática da caça. As duas chaminés cónicasdas suas cozinhas são mundialmente famosas.O Castelo dos Mouros, construído na época muçulmana,servia, além de defender, de vigilância e de alerta. Possui umagrande cisterna e muitas muralhas.O Convento dos Capuchos mostra a simplicidade dos fradesfranciscanos que o habitaram. Foi escavado na pedra e camufladono interior por cortiça. Foi mandado construir em 1560 por D. Álvarode Castro. Foi-lhes oferecido o Convento de Mafra, mas eles nãoaceitaram porque queriam a simplicidade. O convento possuía umahorta, vários terreiros: o terreiro das Cruzes e o terreiro do Sino. AErmida do Senhor no Horto possui frescos de S. Francisco de Assise de Sto. António de Lisboa. A Ermida do Ecce Homo, possui umaimagem de Cristo no interior. No interior do convento há uma igreja,uma biblioteca, uma casa das águas, uma cela de penitência,enfermarias, uma cozinha, oito celas individuais, uma cela do noviço,um quarto superior, alojamento para visitantes, um refeitório cuja lajede pedra foi oferecida pelo Cardeal Rei D. Henrique e a sala doCapítulo onde a comunidade se reunia.A Quinta da Regaleira foi um projeto de Manini. Estaacabou de ser construída em 1910. Possui uma capelaneomanuelina, um banco uma estufa, visto que o seu mentorCarvalho Monteiro era dedicado à ciência, cocheiras, cavalariça,vacaria, uma torre manuelina, a fonte das Quimeras, que evoca omito da criação do Universo, várias grutas: gruta do labirinto, grutada Leda, gruta do Oriente e a Gruta da Virgem. Além disso ainda háo Palácio e a área iniciática. O palácio tem uma construção ligadaaos descobrimentos. A área iniciática é uma área mística que possuidois poços: o poço imperfeito e o poço iniciático, que foi construídocom o conceito de uma torre invertida, com 25 metros; uma cisternapara abastecimento de água, um recinto teatral, vários túneis queligam tudo e o Portal dos Guardiães. Esta área é dedicada aosquatro elementos da Terra e pela mitologia.I Na outra página: vista da Cruz Alta, Palácio daPena e pórtico alegórico, Sala Árabe, salinha papier-mâché, aposentos do rei, sala de jantar, chalet daCondessa, Palácio de Sintra, Castelo dos Mouros.Nesta página: claustro do convento dos Capuchos,entrada do convento, sala do Capítulo, Palácio daRegaleira, torre manuelina, gruta e lago do labirintoe poço iniciático.
  14. 14. 14A Andaluzia é uma das maiores regiões deEspanha e também é conhecida como Espanha mouriscadevido à forte influência árabe nessa região. Tem quatroáreas: as províncias de Huelva e Sevilha, as de Córdovae Jaén, as de Cádis e de Málaga e as de Granada eAlmería. Com Sevilha como capital, Andaluzia é a regiãomais a sul do reino de Espanha.A paisagem é variada, indo desde as planíciesférteis até às praias atlânticas e das zonas desérticasaté às altas serras com neve. Há duas cordilheirasimportantes na Andaluzia: a Serrra Morena e a SerraNevada, a mais alta de Espanha, que chega a atingir3482 m. As espécies endémicas de seres vivos nestazona de Espanha são o sobreiro, a oliveira, a violeta deCazorla, o Argali, os flamingos e o lince-ibérico.Andaluzia constituía parte da Bética, provínciaromana com capital em Córdova. O flamenco e a artede tourear são costumes desta zona de Espanha, taiscomo as procissões da Semana Santa com os típicosencapuzados ou penitentes e com bonitos andores. Acomida típica desta região são tapas e o presuntoibérico que protege o coração e que reduz o colesterol(segundo dados fornecidos pela região), pois é curadonos ares da montanha e a laranja andaluza, que levacanela misturada com azeite e açúcar. O rio Guadalquivirpassa nesta região. Por esta zona já passaram os povosdo Mediterrâneo, os Romanos e os Visigodos e por fimos Mouros, não esqueçendo os espanhóis. Foi emAndaluzia que nasceram os imperadores romanosTrajano e Adriano. Em 711, os Mouros conquistaram aPenínsula Ibérica chamando-a de Al-Andaluz. Córdovaera a capital e a maior cidade da Europa. Depois dareconquista cristã, só o reino Nasrid de Granada é queresistiu, até os Reis Católicos o reconquistarem. Foi deAndaluzia que partiu a frota de Colombo até àsBahamas (que devia ter chegado à Índia, permitindo,assim, a descoberta do continente americano.I De cima para baixo: Presunto ibérico numrestaurante em Sevilha; Paisagem da província deMálaga; a laranja andaluza, uma receita moura, emGranada; uma procissão de Páscoa ao lado daMesquita de Córdova; Marina de Isla Canela.
  15. 15. 15é um bela cidade que alberga vários monumentos. No seu coração localiza-se a Judería, um velho bairro judeucom ruas íngremes e com uma sinagoga, a única existente na Andaluzia. Perto da mesquita há uma travessa cheia de flores ecasas caiadas de branco chamada Callejón de las Flores. O Alcázar de los Reyes Cristianos foi inicialmente mandado edificar porAbd al Rahman II no século IX. Na Guerra Civil de 1009, foi destruído, conservando-se apenas os banhos e o recinto defensivo.Com a chegada de Fernando III à cidade, surgiu a cristianização do local e no século XIV os monges agustinos fizeram deste locala sua sede conventual até à chegada de Afonso XI que em 1328 construiu um novo alcazár que lhe serviu de resistência e debase militar. Junto ao Guadalquivir há o triunfo de San Rafael, o patrono da cidade, a Puerta del Puente, que fez parte da muralha,a ponte romana e, do outro lado do rio, a Torre de Calahorra, que é uma fortificação de origem islâmica. A grande Mesquita deCórdova, com 12 séculos de existência, foi construída por Abd al Rahman I, e foi ampliada por Abd al Rahman II, al Hakam II e alMansur. No cimo da Torre sineira de Alminar, que foi construída no local do minarete, erguendo-se a 93 m de altura, pode-se veruma fabulosa vista. No Patio de los Naranjos, os fiéis lavavam-se antes da oração. Dentro da mesquita há uma catedral, váriascapelas, das quais se destaca a de Villaviciosa, a primeira a ser construída. Além disso ainda há arcos e pilares, que são cerca de850 de mármore, granito e jaspe e também há o Mihrab, um nicho de orações onde os peregrinos davam sete voltas de joelhos.I Da esquerda para a direita: Colunas e pilares na Mesquita deCórdova, as ruas estreitas da Judería, Callejón de las Flores, Alcazárde los Reyes Cristianos e a mesquita, Mihrab da mesquita, Torre deCalahorra e Córdova: ponte romana, Puerta del Puente, Triunfo deSan Rafael, mesquita e rio Guadalquivir (vista da Torre de Calahorra).
  16. 16. 16foi a cidade que ficou mais tempoocupada pelos Mouros. O seu símbolo é uma romã. ACatedral de Granada foi construída por ordem dos ReisCatólicos no estilo gótico. Na Capela Real, que está mesmocolada à catedral, estão os túmulos dos Reis Católicos. Umdos bairros mais típicos desta cidade é o Albaicín, que temuma grande influência árabe e está localizado numa colinaem frente a Alhambra. Neste bairro há um miradouro ondese avista Alhambra e a Serra Nevada. Há também a Iglesiade Santa Ana, construída ao estilo mudéjar e o Bañuelo,banhos árabes foram construídos no século XI e tinham umasala quente, uma temperada e uma fria. Perto de Alhambra,ao Generalife pertenciam os jardins do paraíso, em árabe,Yannat al Arif, Generalife. Este edifício era a casa de campodos reis Nasrid. Tinha o Patio de la Acequia, um jardimoriental fechado, o Patio de Polo, onde os visitantesamarravam os cavalos, os Jardins Altos e os Jardins Baixos,o Patio del Generalife, a Escalera del Agua, uma escada poronde a água escorre, a Sala Regia e o Patio de losCipreses, onde Soraya, esposa do sultão Abul Hasan, tinhaencontros secretos com o chefe dos Abencerrajes. Alhambra,por sua vez, tem muitos jardins, uma medina, o Alcazaba, aparte mais antiga de Alhambra, que era um fortificaçãomoura, o Palacio Carlos V, um edifício renascentista e osPalacios Nazaríes, a parte mais bonita de Alhambra.Alhambra foi construída nos reinados de Ismail I, Yusuf I eMuhammad V que queriam fazer um paraíso na Terra. NosPalacios Nazaríes há o Patio del Mexuar, a Câmara doConselho; o Patio de Arrayanes; o Salón de losEmbajadores, cujo teto representa os sete céus do cosmosmuçulmano; os Baños Reales; o Patio de los Leones, comuma fonte com 12 leões de mármore e 124 colunas domesmo material; a Sala de los Abencerrajes, que deve oseu nome a uma família rival de Boabdil, o qual amassacrou ali quando participava num banquete; a Sala delos Reyes; a Sala de las Dos Hermanas, com uma cúpulaem favo e o Palacio del Partal com um pórtico de cincoarcos.I Cima para baixo,esquerda para direita:Alhambra, vista doMiradouro de San Nicolás,el Albaicín, vista do Palaciodel Partal, Catedral deGranada, el Bañuelo,Alcazaba, Generalife,Palacio del Partal, Patio delos Leones, Patio delMexuar, Catedral.
  17. 17. 17é a capital de Andaluzia e possui cinco bairros: La Macarena, El Arenal, Santa Cruz, ParqueMaría Luisa e, do outro lado do rio, o Triana. La Macarena possui a Iglesia de San Marcos, construída sobreuma mesquita, a Iglesia de San Pedro, onde Velázquez foi batizado, o Convento de Santa Paula, o Palacio delas Dueñas, em estilo mudéjar, a Iglesia de Santa Catalina e El Rinconcillo, o bar onde se inventaram as tapas.O Parque María Luisa tem a Universidad de Ciencias, antiga Real Fábrica de Tabaco, o Palacio de San Telmo,antiga escola de marinheiros, a Praça de Espanha, o Museo Arqueológico e o Museo de Artes y CostumbresPopulares. O Triana é conhecido pelas suas cerâmicas. El Arenal tem a Plaza de Toros de la Maestranza, aTorre del Oro, que protegia o porto, o Hospital de la Caridad, uma igreja-hospital barroca e o Museo de BellasArtes. Santa Cruz tem o Hospital de los Venerables, o Real Alcázar, com muitos jardins, foi construído noreinado de Pedro I e alberga o Salón de los Embajadores, os Salones de Carlos V e o Patio de las Doncellas; aCatedral de Sevilha ocupa o lugar de uma mesquita construída pelos Almoádas e tem um Patio de los Naranjos,a Capilla Mayor e a Giralda, a torre mourisca que foi construída em 1198 como minarete.As fantásticas praias da Costa de la Luz, perto de Huelva, retratam um paraíso do Atlântico. O RioTinto, um rio com ferro onde só existem umas algas, nasce na Serra de Aracena, onde jorra a sua águavermelha.Nas províncias de Málaga e de Cádis há boas praias, tal como na província de Almería, mas tambémhá o Xerez, o vinho que é fabricado em Jeréz de la Frontera.Sevilha: Catedral de Sevilha- o psicrómetro, que mede a quantidade de vapor de água no ar;- o heliógrafo, que mede as horas de sol.Estes instrumentos têm máquinas que escrevem em gráficos o que acontece relativamente ao quemedem. Por exemplo, o heliógrafo tem um papel por trás que é queimado pelo sol.I De cima para baixo e da direita para a esquerda: Praça de Espanha, La Giralda,Real Alcázar, Torre del Oro, Catedral, Parque María Luisa.
  18. 18. 18As cheias são fenómenos naturais extremos e temporários que têm origem na forte precipitação. Há um aumentobrusco da água de um curso fluvial. Estas tendem mais a acontecer durante o inverno, uma vez que esta estação estásujeita a precipitação prolongada e abundante.As cheias acontecem devido à dificuldade de infiltração de água, seja por causa natural ou por causa antrópica.Essas alterações do leito de um rio consistem na impermeabilização, resultantes do excesso de contrução, e nadesflorestação, que provoca o escoamento superficial da água e dificulta a infiltração.I
  19. 19. 19A obsidiana é uma rocha magmática e ígnea extrusiva com composição química variável. Vítrea, esta rocha temorigem vulcânica. Deriva de um arrefecimento rápido de magma granítico muito viscoso. Em tempos remotos, foi utilizadapara o fabrico de ferramentas e estatuária. Apresenta uma textura vítrea ou amorfa. Tem uma ausência de cristalização.
  20. 20. 20I Cima-baixo, esq-dir.: Nyhavn (duas primeiras), Praça da Câmara Municipal, fonte Gefion, Igreja de St. Aban,Halloween no Tivoli, Opera House, Castelo de Rosenborg, Diamante Hegro, Bolsa, Palácio de Christianborg, “PequenaSereia”, cúpula da Frederiks Kirke, Fonte do Dragão, Fonte das Cegonhas, Frederiks Kirke, Tivoli, guarda real.Copenhaga é a capital da Dinamarca. Localiza-se nas ilhas Zelândia e Amager,no Mar Báltico. Esta já é capital da Dinamarca desde o século XV.Esta foi fundada na era Viking, mas era um simples porto chamado Havn. A paritrdo século XII, esta ficou mais importante e foi fortificada em 1167, onde está hojeChristianborg. Copenhaga ainda conserva algum ambiente medieval, apesar de poucosedifícios dessa época restarem, visto que a cidade sofreu três devastadores incêndios entre1770 e 1800. Agora, os edifícios mais antigos são os renascentistas.Langelinie é um parque onde se encontra a Igreja de St. Aban e uma fontechamada Gefion, de Anders Buggard. Esta narra a lenda da deusa Gefion que transformouos seus filhos em bois para arar, arrastando da Suécia toda a terra que poderam e criar ailha de Zelândia. Depois encontra-se a "Pequena Sereia", esculpida por Edvard Eriksen em1913. Esta foi baseada na história de Hans Christian Andersen, com o mesmo nome daestátua.Tivoli é um parque de diversões permanente. Foi mandado construír por GeorgCarstensen, em 1841 e aberto em 1843. A Câmara Municipal abriu em 1905, obra doarquiteto Martin Nyrop, de estilo Jugend. O Palácio de Christiansborg já foi reconstruídotrês vezes devido aos três incêndios que aconteceram em Copenhaga. A Frederiks Kirke éuma igreja de mármore que estava destinada às famílias da aristocracia.A zona mais conhecida de Copenhaga é a Nyhavn, um porto onde morampescadores. Estas estão iguais desde o tempo de Hans Christian Andersen. O porto deCopenhaga possui também construções modernas: a Opera House, cujo arquiteto éHenning Larsen e foi inaugurada em 2005; e o Diamante Negro, uma extensão dabiblioteca real cujo nome se deve ao facto de ser construída com granito brilhante doZimbabué e parece um diamante negro. Foi inaugurado em 1999.Copenhaga possui a rua peatonal mais larga da Europa. Esta estende-se desdea Praça Velha até à Praça da Câmara Municipal e chama-se Strøget. O Palácio deRosenborg foi mandado construír por Christian IV e ficou como a sua residência de verão.A ponte Øresund foi inaugurada em 1 de julho de 2000 e liga a Dinamarca com a Suécia.Tem 4 km de túnel, uma ilha artificial de 4 km e uma ponte de 8 km.
  21. 21. 21As Cataratas do Iguaçu localizam-se na fronteira entre a Argentina e o Brasil, no rio Iguaçu. É um conjunto de275 km por 2,7 km no rio Iguaçu, com altura superior a 70 m.A maior de todas, denominada Garganta do Diabo, é em forma de U, tem 150 metros de largura e marca oslimites entre a Argentina e o Brasil.A palavra Iguaçu significa "água grande", na etimologia tupi-guarani.Foram descobertas em 1541 pelo conquistador espanhol Álvaro Nuñes Cabeza de Vaca, governador da colóniade Prata, quando descia em piroga o rio Iguaçu em busca de uma passagem para Assunção, no Paraguai.A formação geológica das cataratas do Iguaçu foi há 150 milhões de anos, durante o Cretácico. Inicialmente asuperfície terrestre estava unida, formando um único continente que se chamava “Pangeia” e constituía uma zonadesértica.Quando se deu a separação dos continentes ocorreu uma gigantesca erupção vulcânica do tipo efusivo,constituída por um magma fluido. Como se tratava de uma zona desértica, foram encontradas camadas de arenitotransportadas pelo vento entre as camadas das rochas basálticas. A enorme erupção vulcânica deu origem a esse decliveque constitui as cataratas do Iguaçu.
  22. 22. 22Os burros, uns grandes mamíferos parecidos com cavalos, podem-se chamar burros mas na verdade não osão. São espertos e herbívoros, pois comem ervas e toleram bem baixas temperaturas.Os burros selvagens (Eques africanus) vivem no nordeste do continente africano.Este animal, desde o ínicio dos tempos, tem ajudado os humanos em atividades agrícolas e transporte.Sempre que nasce uma nova abelha, proveniente do desenvolvimento de uma larva, as operárias inspetorasanalisam a nova criatura e certificam-se se ela possui alguma deformação física. Caso detetem algum defeito, essenovo ser é imediatamente assassinado, a fim de não existirem inválidos na sociedade – a natureza não perdoa aincapacidade, é seletiva.Se algum intruso (ratos, lagartixas, cobras, humanos, etc.) tentar violar uma colmeia, de imediato centenas deoperárias soldados atacam o inimigo introduzindo na pele o seu ferrão carregado de veneno, o que pode conduzir àmorte, mesmo de seres humanos.
  23. 23. 23O Draco Volans tem a capacidade deampliar as dobras da pele ligadas às suascostelas para formar "asas" que ele usa paraplanar de uma árvore para baixo mas não tema capacidade de permanecer no ar. O dragãovoador pode atingir um comprimento de 19-23cm. Alimenta-se de formigas e térmitasarborícolas.Os dragões voadores são nativos dasflorestas tropicais do sudeste da Ásia e naÍndia, incluíndo Bornéu e as Filipinas.Durante a época de reprodução, odragão voador põe 1-4 ovos no solo dafloresta.
  24. 24. 24Os chifres do rinoceronte pertencem a ele, não a nós. Apele do tigre e do leopardo pertence a eles, não a nós. A pele dazebra pertence a ela, não a nós. Os dentes de marfim do elefantepertencem a ele, não a nós.Os compradores de chifres de rinocerontes abatidos na ÁfricaOcidental são chineses ricos adeptos da medicina tradicional chinesa,segundo a qual o chifre de rinoceronte tem propriedades curativasquase ilimitadas. O pó do chifre macerado serve para curar todo tipode febre e enxaqueca, ansiedade, hemorragia, varíola, reumatismo eexorcizar possessões demoníacas. No Iémen, os chifres são utilizadospara punhos de adagas. O último rinoceronte-negro foi abatido naÁfrica Ocidental para lhe cortarem os chifres. O último rinoceronte-de-Java do Vietname foi morto por furtivos em 2010. 2500 chifres derinoceronte em tráfico ilegal para a Ásia de 2006 a 2010. 2,9 a 9,2milhões de euros é o valor estimado de apreensões de chifres emHong Kong em novembro de 2011. Um chifre de rinoceronte com 3,5kg vale 278 mil euros no mercado negro.A pele do tigre e do leopardo usa-se para casacos, carteirase outros acessórios de moda. Imensos felinos são mortos para a suapele ser comprada e vestida nas passerelles a modelos. Injusto paraos animais.A pele da zebra serve para tapetes e acessórios de moda.Imensas zebras são mortas por causa da sua pele.Cada presa pode render 4800€. Milhares de elefantes morremtodos os anos para o seu marfim ser esculpido e transformado emobjetos religiosos. A China é o país com mais marfim apreendido, com41095 kg entre 1989 e 2011. 90% dos elefantes-africanos foramabatidos em 2011 na África Central.A ilegalidade alimenta esta sociedade materialista que se estáa formar ao longo do tempo. A China é o país com mais contrabandode chifres de rinoceronte e de marfim.I De cima para baixo: pele de zebra, rinocerontes,elefantes, zebra e leopardo.
  25. 25. 25No inverno, aplanta sobrevivedebaixo da terra numbolbo. A energia dobolbo fica normalmentena forma de amido.Na primavera,a planta deteta que atemperatura sobe ecom a energiaarmazenada produz-seraiz que podeacumular humidade.No início doverão, a humidadeajuda os botões dafolha a dilatar e ocaule estende-se. Nomeio do verão, aplanta floresce. Depoisda polinização, sãoproduzidas sementes.No final do verão, aspartes exterioressecam e o ciclorecomeça.Este ciclo,nalgumas plantas,pode ocorrer aocontrário.I
  26. 26. 26As girafas são animais que vivem noparte oriental continente africano, principalmente nassavanas. Os machos chegam a 6 m de altura esão capazes de comer as folhas das árvores até 6metros de altura. Devido ao baixo teor nutritivo dasfolhas, as girafas precisam de se alimentar emgrandes quantidades e passam cerca de 20 horasa fazê-lo. Apesar do seu tamanho, a girafa podeatingir a velocidade de 47 km/h, suficiente parafugir de seus predadores. A gestação dura 420 a450 dias, nascendo só uma cria de cada vez comuma altura entre 1,5 e 1,7 metros.Os mangustos são animais pequenos, quepodem atingir os 60 centímetros de comprimento. Oseu corpo tem patas curtas e cauda comprida esão muito sociáveis. Possuem hábitos noturnos, eexalam um cheiro desagradável. A sua alimentaçãoé constituída por insetos, minhocas, roedores epequenos répteis. Têm capacidade de atacar evencer as cobras mais venenosas devido à rapidezdos seus reflexos e à espessura do pelo.I Mangustos e girafa (ao fundo).
  27. 27. 27As rãs vivem num ambiente húmido e muitas delas são totalmenteaquáticas. Consegue viver de 4 a 15 anos. A sua pele é húmida e viscosa eo seu corpo é longo e esguio. Usa as patas palmípedes para saltar e nadare tem uns olhos grandes e uma fila de dentículos cartilaginosos. A rã põeovos numa massa gelationasa e a sua principal defesa é esconder-se oufugir e também usar o seu veneno. O coração da rã só tem três câmaras eeste animal respira dilatando a laringe e empurrando o ar para trás além derespirar pela pele. As rãs-de-incubação-gástrica, oriundas da Austrália mas jáextintas, punham os ovos, o macho fecundava-os, a fêmea engolia-os edepois, passado um tempo, regurgitava os recém-nascidos. A rã-arborícola-de-olhos-vermelhos usa a cor para afastar predadores, exibindo partes do corpogarridas. A rã-tomate, do Madagáscar, é terrestre e noturna. Caça poremboscada, mas quando está ameaçada insufla o corpo. As rãs-flecha obtêma sua toxicidade das suas presas artrópodes.Os sapos, ao contrário das rãs, passam mais tempo na terra do quena água, ou seja, suportam condições mais secas e, por consequinte, têm apele mais seca e verrugosa. O seu corpo é forte e os membros são curtos.A Os olhos são menos salientes do que os das rãs e não têm dentes. Têmuma glândula parótida atrás de cada olho que segrega veneno, mas emmaior quantidade do que é segregado pela pele. Estes anfíbios podemcaminhar ou dar pequenos saltos. Quando sentem perigo esticam as pernas,dando uma ilusão de ótica ao predador de que o animal de um salto. Tendoalgumas espécies que dão à luz crias vivas, a maioria dos sapos põe ovosem longos cordões. Quando os ovos são postos, o embrião está envolto emcamadas de gelatina protetora. Enquanto a larva se desenvolve, o ovo divide-se. Duas semanas depois nascem os girinos que usam as caudas parabuscarem alimento. Nascem então os membros e quando o sapo fica adulto,a cauda desaparece.I Sapo,charcoscom rãs,anatomiade uma rãe ciclo devida de umsapo.
  28. 28. 28A orquídea é constituída por muitas espécies, com as mais variadas dos trópicos e subtrópicos. A sua flortem três pétalas e três sépalas. As pétalas são constituídas por duas maiores e uma mais pequena, o labelo, queé mais colorida e que serve como plataforma de aterragem para insetos polinizadores. As sépalas são constituídaspor uma dorsal e duas laterais que rodeiam a flor e que a protegem quando está em botão. Os órgãosreprodutivos estão unidos numa coluna central, em vez de estarem separados. Esta coluna central chama-seginostémio.O cato é uma planta que sobrevive a condições desérticas. Em vez de folhas, que morreriam sefossem expostas a muita radiação solar, tem espinhos, que crescem a partir das aréolas e além de serem ummecanismo de defesa contra os herbívoros, também ajudam a acumular água da chuva e a humidade do ar. Ointerior do cato armazena água num tecido próprio e no interior desse tecido está o caule, que realiza afotossíntese e produz e armazena alimento. As raízes dos catos são muito superficiais e alongam-se para os ladospara absorverem mais água. Há também concentração de sal nas raízes, para a absorção de água ser maiselevada.I Orquídea e cato.
  29. 29. 29O caracol é um molusco gastrópode (tem o corpomole e o pé na barriga) terrestre, com uma conchacalcária espiral, que cresce com o animal. Em Portugal há87 espécies de caracóis.Os caracóis são hermafroditas incompletos - têmos dois sexos, mas não têm a capacidade de seautofecundar, ocorrendo uma copulação dupla. A gestaçãodemora cerca de três meses e a eclosão dos ovos cercade 16 semanas. Omnívoros e por vezes necrófagos, têmtendência a ser herbívoros. A baba é a sua defesa eajuda em imprevistos, como a concha partida, que éregenerada pela baba.Os caracóis não ouvem e não têm a visãodesenvolvida (vêem manchas claras e escuras) e nãogostam de sol. Em vez disso gostam de dias húmidos eda noite pois não são tão visíveis pelos predadores e nãopodem ficar secos, por isso é que têm o corpo envolvidoem muco, que impede que o pé toque na superfície.Os seus quatro tentáculos estão localizadosacima da boca. Os dois maiores possuem os olhos e osmais pequenos estão relacionados com o odor.Para evitar a desidratação, o caracol tem ocorpo envolvido por um muco. O muco impede que o pétoque na superfície e permite que este deslize facilmentesem ficar ferido.A sua concha protege-o da desidratação e dospredadores e alberga a maior parte dos órgãos. Podeentrar em dormência. Sela a abertura da concha commuco espesso podendo colar-se a uma superfície. Oscaracóis mantêm o sítio onde ficam em dormência e éatravés do rasto mucoso que voltam a esse local.Os seus quatro tentáculos estão localizados acima daboca. Os dois maiores possuem os olhos e os mais pequenosestão relacionados com o odor.Para evitar a desidratação, o caracol tem o corpoenvolvido por um muco. O muco impede que o pé toque nasuperfície e permite que este deslize facilmente sem ficar ferido.A sua concha protege-o da desidratação e dospredadores e alberga a maior parte dos órgãos. Pode entrarem dormência. Sela a abertura da concha com muco espessopodendo colar-se a uma superfície. Os caracóis mantêm o sítioonde ficam em dormência e é através do rasto mucoso quevoltam a esse local.
  30. 30. 30I De cima para baixo e daesquerda para a direita:oliveira, azeite, azeitonas,sobreiro e cortiça.A oliveira tem um grande território no Alentejo. Osazeites mais premiados do mundo são portugueses: do Alentejo edo Alto Douro. Este produto da azeitona é um bem portuguêsque deve ser conservado, tal como varejar as azeitonas compaus.O sobreiro, do Alentejo, dá a nossa querida cortiça, jáespalhada pelo mundo fora, sendo útil para tudo. Até paraguarda-chuvas e carteiras. Esta árvore precisa de cerca de 30anos para ser extraída a sua casca. O maior sobreiro do mundoestá no Alentejo e chama-se "O Assobiador", devido aospássaros que lá se instalaram.
  31. 31. 31A acer palmatum é nativa do Japão, daChina e da Coreia do Sul e é de folha caduca.Esta planta é uma das melhores espéciespara fazer bonsais, dado o tamanho das suasfolhas, que fica muito facilmente proporcional aotamanho da planta. A coloração das suas folhassofre alterações bastante intensas ao longo dasestações do ano, variando desde verde vivo,passando por amarelo e chegando a vermelhointenso antes da queda da folha no outono.
  32. 32. 32As plantasemergem da sementeprotetora em duasdireções. O radical (raizembrionária) emergeprimeiro e segue agravidade, enquantoque o hipocótilo(rebento embrionário)contraria a gravidadeatravés da expansãocelular, de forma aperfurar a superfície daTerra.Quando orebento atinge asuperfície, a luz permiteque o cotilédone dêorigem à primeira folha.Quando cai aotegumento, a "casca"do feijão, o cotilédonedivide-se ao meio eforma dois. Essescotilédones e também ocotilédone ainda junto,antes de se separar,dá a energia para aplanta, em vez destafazer a fotossíntese.Quando aparecem asfolhas, os cotilédonesdeizam de servir ecaem. A plantacontinua a crescer e arealizar a fotossíntese.
  33. 33. 33Os jardins fizeram sempre parte da vida do Homem. A arte dajardinagem e da botânica é um dom.O Jardim Botânico de Coimbra possui 13,5 hectares de área e situa-sejunto ao Departamento de Botânica da Faculdade de Ciências e Tecnologia daUniversidade de Coimbra.O jardim possui uma biblioteca com mais de 125 000 volumes. ODepartamento de Botânica colabora com a "Sociedade Broteriana" na edição derevistas científicas que facultam uma permuta de publicações com cerca de 700bibliotecas similares.O herbário compreende cerca de 1 milhão de espécies originárias detodo o mundo. Aqui também se encontra o "Herbário de Willkomm", onde sepodem estudar outros materiais de interesse botânico, normalmente osprocedentes de explorações universitárias na África Tropical. Todo este material,juntamente com as sementes de mais de 2,000 espécies.Entre as colecções das suas plantas destacam-se as plantas tropicais,a coleção de narcisos, Ornithogalum, plantas suculentas, a coleção de coníferas,coleção sistemática, plantas ornamentais, Myrtaceae, Leguminosae, Aceraceae eRosaceae.Em 1772, por iniciativa das reformas universitárias do Marquês dePombal, foi criado um Jardim Botânico em Coimbra. Este jardim depois foiampliado por Domingos Vandelli e por Avelar Brotero, professor de Botânica eAgricultura. Este botânico ampliou o jardim, com a aquisição de um terreno daquinta dos Padres Marianos.Em 1873, Júlio Henriques aumenta a troca de plantas com osprincipais jardins de Portugal continental, Açores, Europa e outras partes domundo, sobretudo da Austrália. Foi sua a iniciativa de fundar a "SociedadeBroteriana", destinada a reunir os botânicos, e outros especialistas interessadostambém em botânica.Luís Wittnich Carrisso trouxe plantas exóticas de África para o JardimBotânico, especialmente de Angola.Atualmente, neste jardim, existe aos sábados uma Feira de ProdutosBiológicos e na mata há um parque chamado Skygarden.Este jardim é bonito em todas as estações, especialmente naprimavera.I Mapa do jardim, alameda central, estufa grande, portão de acesso à mata, quadrado central,flores, acer, lírios, acer.
  34. 34. 34A polinização é o transporte dos grãos de pólen desde a antera até ao estigma. Graças a este processo, os núcleos das célulassexuais femininas e masculinas unem-se. A polinização pode ser direta ou cruzada.A polinização direta é muito rara e só ocorre em algumas flores hermafroditas, como a ervilheira. Os grãos de pólen sãotransportados para o estigma dessa mesma flor.Na polinização cruzada , os grãos de pólen são transportados da antera de uma flor até ao estigma de outras flores da mesmaespécie. Este tipode polinização é mais frequente nas angiospérmicas. Os agentes polinizadores, que ajudam a polinização cruzada, podemser insetos, aves/mamíferos ou o vento. O pólen das flores adere ao corpo dos insetos e é o mais frequente. As flores polinizadas pelovento são pouco atrativas e produzem pólen muito leve em grandes quantidades. O colibri transporta no bico o pólen de lor em flor. Apolinização cruzada por aves ou morcegos é a menos frequente.
  35. 35. 35O objetivo de cultivar bonsais é captar o aspeto deuma árvore grande em miniatura.Para o bonsai ficar pequeno, recorre-se à poda. Odesenvolivmento da árvore pode ser controladoaparando os rebentos, troncos e ramos.Para haver folhas maiores, o bonsai deve ter menosluz. Para haver folhas pequenas, tem que ter luzsuficiente.Quando o tronco ainda está mole, com um fio decobre ou de alumínio, pode ficar com diferentesformatos.Apesar dos bonsais estarem muito ligados à culturajaponesa e a terra "bonsai", de origem vulcânica, háregisto desta pequena arte de jardinagem na China,em 200 d.C.
  36. 36. 36A trombeteira é uma planta letal. Possui várias toxinas: escopolamina, atropina,... O seu antídoto é carvão ativado, fisostigmina ebenzodiazepinas. Um efeito secundário do consumo da trombeteira é a midríase - dilatação excessiva das pupilas.A planta é usada para tratamento de asma e mal de parkinson que também é utilizada para elaborar chás narcóticos e alucinogénios.
  37. 37. 37Os peixes-palhaço vivem dentro de uma anémona urticante gigante, na qual passam a vida toda com aescolhida entre três espécies. À noite, dormem no disco dela, entre as bases dos tentáculos. O peixe não é picado ecomido pelo animal pois este não deteta a sua presença. O peixe-palhaço tem o corpo revestido de um muco especialque impede a anémona de o comer. Cada anémona sustenta uma fêmea, o macho (mais pequeno) e vários peixesimaturos. Se a fêmea morrer, o macho muda de sexo e torna-se fêmea, ficando o maior dos peixes imaturos a fazer opapel de macho. O peixe muda de sexo por um processo protândrico, no qual os órgãos sexuais masculinos são os quese tornam ativos primeiro ocorrendo, mais tarde, a conversão das gónadas em femininas, tornando-se depois ativas.Os ovos do peixe-palhaço são postos na base da anémona e os restos de comida que sobraram do(s) peixe(s)são comidos pela anémona, beneficiando os dois animais. Os peixes-palhaço podem ter até 11 cm de comprimento edistribuem-se nas águas tropicais do leste do Oceano Índico e oeste do Pacífico, entre 1 e 15 m de profundidade.
  38. 38. 38O descarrilamento de Montparnasse,em 22 de outubro de 1895, emParis, foi causado por causa de ocomboio de Paris-Granville estaratrasado. O maquinista acelerou edepois tentou travar o comboiomas, infelizmente, não foi a tempo.O comboio embateu numa parede eas primeiras carruagens caíram paraa rua fazendo alguns ferimentos empassageiros e funcionários ematando uma vendedora de jornais.Fomou-se então o pré-câmbrico,constituído por vermes,estromatólitos, medusas,... Nessetempo praticamente só existiamalgas e esses animais que viviamno oceano pois os continentesestavam ainda a formar-seFormou-se depois a era paleozoica.Do Câmbrico até ao Devónico foi aidade das trilobites. Depois vieramos peixes e os corais e no finaldesta era, no Carbónico e noPérmico, vieram os primeiros répteise anfíbios e também apareceram osfetos.
  39. 39. 39I Busto de Trajano, teatro romano e coliseu romano em Mérida (2.ªe 3.ª), Conímbriga,mosaicos, termas em Conímbriga, temploromano em Évora e mapa do Império Romano.Os Romanos eram um povo originário da Península Itálica. Possuíam um grande exército delegionários, para conquistarem o Mediterrâneo.Este exército era constituído por 30 legiões com 4200 a 5000 homens cada. Os legionáriosromanos eram soldados profissionais contratados por 25 a 28 anos. Preparavam-se rigorosamente parabater, possuíndo um equipamento próprio constituído por couraça, "pilum" (dardo pesado), "glâdium "(espada curta), "scutum" (escudo) e grevas (proteções para pernas).O primeiro imperador romano foi Octaviano César Augusto. Nenhum outro país podianavegar, sem licença romana, nas águas do mar Mediterrâneo. Por isso se chamava Mare Nostrum, onosso mar. Roma era a capital do império e aí residiam os Romanos mais importantes. A sociedaderomana era contituída pelas ordem senatoriais e equestres, pelos homens livres e pelos libertos eplebeus. Chegaram à Península Ibérica em 218 a.C. Vinham atraídos com a riqueza da Península. OsRomanos permaneceram cerca de 700 anos na Península Ibérica e durante esse período, romanizarama Península Ibérica. O idioma dos Romanos era o latim e também existiu a numeração romana que, emvárias situações, ainda se utiliza. Por todo o império surgiram novas cidades. Construíram-se teatros,balneários públicos com água quente (termas), aquedutos para levar água para a cidade, templos emonumentos.Em Mérida, a capital da Lusitânia no tempo dos romanos, existia um teatro. Este era compostopela orquestra, pelo palco e pela bancada, com lugar para 6000 espetadores. Neste complexo tambémexistia um coliseu, que tinha confrontos entre dois gladiadores, entre duas feras ou entre uma fera eum gladiador. As feras eram guardadas em jaulas normalmente em baixo da arena. Há também umcirco, com uma bancada para 30000 espetadores, adoptando a divisão em caveas, por ordens sociais.Estes circos serviam de corridas de quadrigas, veículos puxados por quatro cavalos, e bigas, veículospuzados por dois cavalos.Em Conímbriga os ricos tinham as casas cobertas com telhas, com jardins interiores eembelezados com repuxos de água e mosaicos, constituídos por tesselas.Por influência dos romanos desenvolveu-se a produção agrícola, a exploração de minas, foramcriadas indústrias, desenvolveu-se o comércio e o uso da moeda, o sestércio Em Roma, o Coliseu tinhalugar para 50000 espetadores, era o maior coliseu romano. Os deuses romanos eram versões romanasdos deuses gregos: Ex.: Apolo (sol;artes); Diana (caça);... Pouco tempo depois dos Romanos conquista-rem a nossa península, nasceu em Belém, Jesus Cristo. OsRomanos chamavam bárbaros a todos os que viviam fora doImpério Romano e não falavam latim. De repente, estes povosconquistaram a Península Ibérica que se dividiu em 2 reinos:O reino dos Suevos (norte da península) com capital em Bragae o reino dos Visigodos (centro e sul da península) com capitalem Toledo. Em meados do século VI, os Visigodos passaram adominar toda a península.
  40. 40. 40Reinava o rei Gustavus II Adolphus na Suécia.Este rei queria por força construir um barco com o nomede Vasa.Então, cortaram algumas árvores da FlorestaReal dos Carvalhos.De manhã do dia 10 de agosto de 1628, oVasa partiu para a água. De repente, o céu ficou todoescurecido e o vento soprava muito. Infelizmente, o lindonavio naufragou.Ficou lá até 1956, onde dois pescadores oencontraram.Finalmente, em 24 de abril de 1961, após 333anos, o Vasa foi retirado e agora está no Vasa Museum,em Estocolmo (Suécia).Generalizou-se também o consumo de alimentoscomo o pão e o leite.
  41. 41. 41Os Hominídeos apareceram na Tanzânia, há cerca de 8 a 7 milhões de anos atrás. Alguns destes animais começaram a terbipedia, que se foi acentuando ao londo dos 6 MA seguintes.Cerca de 2 MA depois, apareceram os Australopithecus afarensis. Caminhavam quase eretos e viviam na orla das florestas. Océrebro tinha 450 cm3.Depois apareceu o Homo Habilis, o primeiro representante do género humano. O cérebro tinha 700 cm3. Conseguia coordenar asmãos e começou a fabricar instrumentos de pedra.A seguir apareceu o Homo Ergaster, que tinha uma bipedia total, grande capacidade de corrida e foi o primeiro a usar a linguagemverbal. O cérebro tinha 950 cm3.No continente asiático apareceu uma espécie semelhante ao Homo Ergaster, o Homo Erectus, que inventou a lascagem da pedra,normalmente de sílex, permitindo fabricar bifaces, uma técnica que se manteve por todo o Paleolítico, onde liderava o nomadismo. Eletambém conseguiu dominar o fogo, podendo iluminar, aquecer, cozinhar e proteger das feras.Surgiu depois o Homo Heidelbergensis e o Homo Nenderthalensis que deram origem ao Homo Sapiens e seguidamente ao HomoSapiens Sapiens, a nossa atual espécie. Estes viviam numa economia de caça e eram caçadores-recoletores. Estes veneravam opoder da natureza, da vida e da morte. A arte rupestre representava animais e estava representada em grutas. Era pintada comsangue de animais. Fizeram também as primeiras esculturas, como as mulheres a que chamamos de Vénus de Willendorf.Outro período surgiu: o Neolítico. Aqui desenvolveu-se a agricultura e a criação de gado. O Homem já era sedentário. Foram criadasa cerâmica e a tecelagem e agora tinham novos cultos da agricultura. Foram também criados menires, pedras isoladas erguidas quepodiam formar alinhamentos ou cromeleques. Além destes foram também criados os dólmenes ou antas, monumentos funerários.I Esquerda-direita: pintura rupestre, mão em negativo (gruta de El Castillo), bifaces, cérebro de Homo Sapiens, crânioe fémur de Homo Sapiens Sapiens, crânio de Homo Heidelbergensis, crânio de Homo Ergaster, Vénus de Willendorf.
  42. 42. 42O dinheiro, como hoje o conhecemos, é resultado de uma longa evolução.As moedas refletem a mentalidade de um povo e de sua época. Provavelmente, a primeirafigura histórica a ter sua efígie registrada numa moeda foi Alexandre, o Grande, da Macedónia, porvolta do ano 330 a.C. No princípio, as peças eram fabricadas por processos manuais muitorudimentares e tinham seus bordos irregulares, não sendo, como hoje, peças absolutamente iguaisumas às outras. As moedas eram cunhadas com um cunho e um contracunho. O disco de metalficava entre o cunho, que imprimia o reverso da moeda, e o contracunho. Depois usava-se ummartelo para a moeda ficar cunhada. Apareceram pouco tempo depois as notas (que já tinham sidodesenvolvidas durante as dinastias Tang e Song no século VII, na China) e, no século XX, oscartões de crédito.No entanto, durante esta longa evolução, houve sempre dinheiro falso. Atualmente hámedidas para saber se é falso ou não. Nas notas britânicas há sete formas: nalgumas zonas hárelevo e papel diferente; se os contornos das letras e números forem desfocados, a nota é falsa;quando se inclina o holograma da nota, a imagem muda do valor da nota para uma imagem dadeusa Britânia; quando se ergue a nota à luz, aparece o retrato da rainha em marca de água;microimpressões; estrias elevadas; um tracejado de metal e se apontarmos uma luz UV à nota,aparece o seu valor a vermelho e verde vivos. A maioria destes métodos também dá para dólares,euros, etc.Atualmente há muitas variedades de moeda: euro, dólar, peso, franco, dinar, rúpia,libra/lira, real/rial/riyal, coroa, rublo, xelim, yen/yuan/won, dirham, leu/lev, som, rand, manat e outros.água e mosaicos, constituídos por tesselas.Por influência dos romanos desenvolveu-se a produção agrícola, a exploração de minas,foram criadas indústrias, desenvolveu-se o comércio e o uso da moeda, o sestércio Em Roma, oColiseu tinha lugar para 50000 espetadores, era o maior coliseu romano. Os deuses romanos eramversões romanas dos deuses gregos: Ex.: Apolo (sol;artes); Diana (caça);... Pouco tempo depois dosRomanos conquistarem a nossa península, nasceu em Belém, Jesus Crist Os Romanos chamavambárbaros a todos os que viviam fora do Império Romano e não falavam latim. De repente, osbárbaros conquistaram a Península Ibérica que ficou dividida em dois reinos: O reino dos Suevos(norte da península) com capital em Braga e o reino dos Visigodos (centro e sul da península) comcapital em Toledo. Em meados do século VI, os Visigodos passaram a dominar toda a península.I Moedas e notas, 50 dólares americanos, 1 dólar americano, notas de euros, 5 pounds,medida para ver se a nota é falsa, moedas antigas: alentejana e grega, mapa da moeda.
  43. 43. 43Para saberem o modo de vida dosanimais que viveram no passado, ospaleontólogos, quando encontram fósseis dedentes semelhantes aos dos atuaiscarnívoros, deduzem que o animal era umpredador, como é o caso doTyranossaurus, que poderá ter sidocarnívoro, por causa de terem encontradoos seus dentes e mandíbulas. Os seusdentes eram do tamanho de facas decarne. Mas se os dentes se parecem comIguanodon, cuja extremidade da boca seassemelhava a um bico. Este animal tinhao dedo polegar em forma de garra e eramuito maior que os outros herbívoros.Graças aos fósseis de Estegossaurusencontrados, conseguimos saber que asplacas da sua coluna não serviam paradefesa mas sim para regular a temperaturacorporal. Continham vasos sanguíneos efuncionavam como radiadores. Este animalde 9 metros possuía um cérebro dotamanho de uma noz.Na Pedreira do Galinha foramencontrados vários rastos de surópodes,que permitem deduzir que eramquadrúpedes, que se deslocavam emmanada e que protegiam as suas crias.Antes, essa zona da Serra de Aire era umterreno pantanoso junto ou próximo do mar,motivo pelo qual se veem as pegadas dedinossauros.Os fósseis podem-se dividir emfácies ou de idade. Os fósseis de fáciespermitem reconstituir o seu ambiente deformação, como os corais.Os fósseis de idade permitemdatar as rochas onde se encontram. Estesseres vivos tinham que viver num curtoperíodo de tempo geológico, ter umagrande dispersão geográfica e existir emgrande número.I Pegadas fossilizadas de saurópodes na Pedreira do Galinha, reconstituição do Jurássico, pegada,reconstituição, dinossauros, dente de Squalicorax, dente de Spinosaurus, dente de raia, fóssil, coral e concha.
  44. 44. 44I Amásia, deriva continental, ema, avestruz.Antes, todos os continentes estavam unidos numsó, a Pangeia. Ao longo do tempo formou dois continentes:a Laurásia e a Gondwana. Futuramente, junto ao Polo Norte,pode vir a existir um continente chamado Amásia. Estesconhecimentos que temos hoje devem-se à Teoria daTectónica de Placas e a Hipótese da Deriva Continental,defendida por Wegener.Estes movimentos dos continentes devem-se aomovimento das placas tectónicas, onde no rifte se formanova litosfera e perto dos continentes, a litosfera antigadestroi-se e forma montanhas. As placas tectónicas flutuamsobre um fluido numa parte do manto.Graças a esta divisão continental, alguns animaisestão distribuídos pelos continentes, como por exemplo asaves corredoras e os marsupiais.Os Celtas, pelo contrário, eram altos e tinham o cabelo loiroe os olhos azuis. Eram bons ourives. Trabalhavam o ouro eobjetos em ferro. Ocupavam as regiões norte, oeste e centroda Península Ibérica. Alguns Celtas cremavam os mortos,em vez de os sepultarem.
  45. 45. 45I Mapa, Pirâmide de Kukulcán, Templo dos Guerreiros e Grupo das 1000 colunas, campo dojogo da bola, sacrifício maia, sacrifícios no cenote, jogo da bola.Chichén Itzá era uma cidade maia e também um centro militar, religioso ecomercial que durou até ao século XIII e era habitada por mais de 35000pessoas.O observatório, conhecido por El Caracol por causa da sua escada emcaracol era um observatório astronómico. As fendas nas paredes correspondiamàs posições dos corpos celestes em datas importantes do calendário maia.O convento de freiras na realidade não era um convento de freiras massim um palácio de três andares que tinha pequenas divisões como as de umconvento de freiras. Mesmo ao lado está uma igreja decorada com gregas,máscaras do deus da chuva Chac e bacabs que, segundo mitos maias, eramquatro animais que apontavam para o céu.O cenote sagrado era considerado pelos maias a casa do deus dachuva, sendo usado para sacrifícios humanos.O Tzompantli era uma plataforma cujo perímetro estava marcado porcaveiras sorridentes. Era usado para um fim macabro: exibir as cabeças dasvítimas de sacrifícios humanos.O grupo das mil colunas eram colunas que envolviam dois lados de umpraça que serviu de mercado.O templo dos Guerreiros está decorado com esculturas do deus dachuva e da serpente emplumada Kukulcán.A Pirâmide de Kukulcán (representação maia do deus Quetzalcoatl) é amais importante de Chichén Itzá e as quatro escadarias estão voltadas para ospontos cardeais. Os nove patamares eram divididos por uma escadaria em 18degraus que simbolizavam os 18 meses do calendário maia. Os 52 painéisesculpidos nas paredes referem os 52 anos do ciclo de destruição e reconstruçãodo mundo. Cada escadaria é constituída por 91 degraus ficando 365, os dias docalendário maia solar agrícola Haab no total das 4 (contando com mais uma aplataforma do topo). Esta pirâmide estava coberta por gesso e pintada devermelho-vivo. Tinha uma pirâmide interior onde havia a sala de oferendas oucâmara de morte, com uma estátua de Chac Mool, onde se faziam os sacrifícios.O campo do jogo da bola, o maior da Mesoamérica, tem 168 m decomprimento. Este jogo tinha significado ritualista. Duas equipas tentavam fazerpassar uma bola de borracha do tamanho de uma cabeça humana por um aro depedra no cimo de uma parede em cada lado do campo. O campo tinha forma deI. Para se pontuar o jogo, usavam-se uns marcadores de pedra. Os jogadorestinham muitas proteções mas, para a bola não cair ao chão, os jogadores podiamusar apenas os joelhos, os cotovelos e as ancas, mas nunca as mãos e os pés.Os perdedores eram sacrificados no fim do jogo.
  46. 46. 46Os criovulcões são vulcões que em vez de emitirem lava, emitem água, metano e amoníaco. Podem-se ver em luas geladas ou em corpos celestes muito gelados, como alguns objetos da cintura de Kuiper. Ocriovulcanismo de metano existe em Titã, uma das luas de Saturno.I
  47. 47. 47Ir à Lua foi sempre umsonho do século XX. Comoseria? Havia vida?Graças a váriasexpedições Apollo, Luna eSurveyor, conseguimosdesvendar os mistérios lunares.Em 25 de maio de1962, o presidente americanoJohn Kennedy propôs levarhomens à Lua.Apesar de ser umobjetivo difícil, a NASAconseguiu cumpri-lo a 20 dejulho de 1969 com a Apollo11. Foram enviadosastronautas pela NASA 6vezes. Quando a Apollo 17aterrou, em dezembro de1972, já nenhum ser humanofoi à Lua.Regressamos a 1969,quando Neil Amstrong e BuzzAldrin alunaram, com a Apollo11, no mar da Tranquilidade,na Lua. Foi "um pequenopasso para o homem mas umgigantesco salto para ahumanidade!".« A águia aterrou! Aáguia aterrou!». A missãoApollo 11, tripulada por NeilArmstrong, Edwin Buzz Aldrine Michael Collins tinhafinalmente alunado. NeilArmstrong pisou finalmente aLua e alguns minutos depois,juntamente com Buzz Aldrin,colocou uma bandeira norte-americana, como prova da suachegada à Lua. Os remates,as bainhas e a costura para ahaste da bandeira foramcosidos por uma portuguesade nome Maria Isilda Ribeiro.I Neil Armstrong na Lua, Buzz Aldrinna Lua, mapa das alunagens, veículolunar, Neil Armstrong.
  48. 48. 48O Sol, tal como todas as estrelas e planetas, é constituído por várias camadas, neste caso é: o núcleo, a zonade radiação, a zona de convecção, a fotosfera, a cromosfera e a corona.O núcleo é a camada mais interior do Sol. A temperatura de cerca de 15.000.000 ºC. É onde ocorrem asreações nucleares que produzem a energia que é libertada pela estrela, esta energia demora mais de um milhão de anosa chegar à superfície.A zona de radiação é onde a energia flui por radiação, isto é, não há movimento das parcelas de gás, só hátransporte de fotões.A zona de convecção é onde a energia se transporta pelo movimento das parcelas de gás.A fotosfera é a camada visível do Sol. Tem a aparência da superfície de um líquido em ebulição, cheia debolhas, ou grânulos. Este fenómeno é chamado de granulação fotosférica. Os grânulos têm em torno de 5000 km dediâmetro e duram cerca de 10 min cada.A cromosfera é a camada da atmosfera solar logo acima da fotosfera e tem baixa densidade. Ela possui umacor avermelhada e é visível durante os eclipses solares. Estende-se por 10 mil km acima da fotosfera e a temperaturacresce da base para o topo, tendo um valor médio de 15.000ºK.A corona é a camada mais externa e mais rarefeita da atmosfera do Sol. A corona também é melhor observadadurante eclipses, pois apesar de ter um brilho equivalente ao da lua cheia, ela fica obscurecida quando a fotosfera évisível. Esta pode ser considerada a "atmosfera" do Sol. Quem sabe que haja mesmo alguém por este Universo cheio dematéria negra?
  49. 49. 491. A estrela mais quente fica na nebulosa de borboleta.2. Um raio laser não se vê no espaço.3. Uma pequena colher de "estrela de neutrões" teria seis mil milhões de toneladas.4. Com a velocidade da luz, chegaríamos à galáxia vizinha em 2,5 milhões de anos.5. Aproximadamente três quartos do Universo são hidrogénio.6. A cinza de vulcões pode encher a atmosfera da Terra de poeiras e mudar os tons da Lua para vermelho sangue.7. A NASA limpará o lixo espacial com lasers.8. Plumas vulcânicas erguem-se 300 km acima da superfície de Io. Acontece devido à gravidade de Júpiter.9. Marte tem estações semelhantes às da Terra, devido à sua inclinação.10. A nebulosa de Orion é visível a olho nu da Terra.11. Quando Betelgeuse explodir, vai-se ver outro "Sol" da Terra.12. Os veículos lunares só conseguiam atingir velocidades até 18 km/h.13. A maior estrela conhecida é a VY Canis Majoris.14. Vénus é mais quente do que Mercúrio pois Mercúrio não tem atmosfera.15. O espaço começa na linha de Kármán, a 100 km acima do nível do mar.16. Júpiter tem um núcleo rochoso do tamanho da Terra.17. Uma estrela pode orbitar um planeta.18. A Grande Muralha da China é vista da órbita.19. A Terra gira a 1674 km/h.20. No espaço crescemos porque a coluna se alonga - até 2,5 cm em dez dias.21. A Lua só reflete 11% da luz solar que nela incide.22. Um eclipse lunar pode ser visto em qualquer ponto que seja noite, ao contrário dos solares.23. Grande parte da água e elementos químicos essenciais à vida podem ter chegado à Terra em asteroides e cometas.24. Vénus tem uma camada de ozono.25. A Via Láctea tem cerca do dobro da largura da Galáxia de Sombrero.I Nebulosa de Orion, Nebulosa de Borboleta,Io, Galáxia de Sombrero, Linha de Kármán.
  50. 50. 50Um scone é um biscoito típico da cozinha do Reino Unido apesar de originalmente ser da Escócia. É um alimentomuito comum em lanches, tanto no Reino Unido e Irlanda, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos.Os ingredientes dos scones, medidos por colheres de sopa, são: 6 de leite; 12 de farinha com fermento; 1 demanteiga derretida; 3 de açúcar e, por fim, uma pitada de sal e um ovo.
  51. 51. 51Para conservar uma obra de arte ou de arquitetura são precisos trabalhos de consolidação, manutenção epreservação de elementos. O restauro aponta para operações de maior impacto sobre a estrutura física das obras dearte e inclui a libertação, recomposição ou reconstrução de peças, assim como a sua substituição (operação que altera aqualidade e autenticidade material da obra). Para recuperar as partes que já tenham desaparecido, institui-se umareintegração em estilo.Primeiro, tem que se tentar preservar a matéria original, intocada, se já estiver danificada, tem que se procurarreconstruir a estrutura primitiva da obra de maneira a garantir-se a sua autenticidade formal e a preservação da ideia doartista que a criou.Os trabalhos de restauração podem exigir limpeza, trabalho de pintura ou até de escultura.Houve já restauros que correram mal, como a de uma espanhola de oitenta anos decidiu restaurar uma pinturade um pintor do século XIX que decorava uma igreja em Borja.I Restauradores na Catedral deGranada, restauração na catedral, Antese depois (restauração falhada).
  52. 52. 52Este fabuloso ícone de Portugal veio da lenda do Galo de Barcelos, ou a lenda do Senhor do Galo de Barcelos e oMilagre do Enforcado.Esta lenda conta que um dia, um peregrino galego que se dirigia a Santiago resolveu pernoitar num albergue emBarcelinhos. Enquanto tomava a sua refeição, um homem resolveu denunciá-lo como o criminoso ao juiz. O peregrino foi preso econdenado à forca. Este pediu se podia falar com o juiz. Então lá foi e disse: «É tão certo eu estar inocente como o galo quetem aí na mesa cantar antes do dia acabar!» Todos se riram mas antes do fim do dia o galo levantou-se e cantou. Correram paraa forca a fim de evitar a morte do peregrino. Conseguiram e este continuou o seu caminho.Ainda há outra versão desta lenda. Esta conta que pai e filho foram atraiçoados por uma estalajadeira que acusou o filhode roubo. O rapaz foi condenado à forca e o pai foi ter com o juiz e pediu-lhe que acreditasse na inocência do seu filho. O juiz,incomodado por ter sido interrompido quando estava a comer, disse que para o declarar inocente seria preciso que o galo assadoque tinha na mesa cantasse três vezes. E assim foi, o galo pôs-se de pé e cantou. O juiz correu a evitar o enforcamento, maschegou tarde. Para seu espanto, o condenado não tinha morrido porque estava a ser amparado por Santiago.
  53. 53. 53I Museu do Louvre, Aposentos de Napoleão III, Vénus De Milo, Vitória de Samotrácia, entrada domuseu, As Bodas de Caná, O Escriba Sentado, A Jangada do Medusa, A Liberdade Guiando o Povo,corredor, Mona Lisa.O Museu do Louvre é o museu mais visitado do mundo. Localiza-se na margem do rio Sena, em Paris. Tem mais de35000 obras de arte para ver. Originalmente o Louvre era um fortaleza para proteger Paris dos ataques dosViquingues que se transformou em palácio e por fim num museu. Este museu possui no exterior o Arc de Triomphedu Carrousel, que foi erguido para celebrar as vitórias de Napoleão. A Pirâmide do Louvre é a entrada do museu e foidesenhada por I. M. Pei.No âmbito de arte egípcia, o museu alberga duas partes: uma apresentação temática da civilização faraónica e obrasdispostas noma ordem cronológica. Há esfinge de Tanis, a estátua de Nakhthorheb, a Capela Mastaba de Akhethotep,mobílias, peças de templos e esfinges, o sarcófago de Ramsés III, o sarcófago de Abu Roach e outros sarcófagos,uma sala dedicada aos túmulos reais, esculturas de deuses e animais divinos egípcios e o Escriba Sentado.As antiguidades orientais são do Médio Oriente. O Touro Alado com Cabeça Humana foi trazido de Khorsabad, naAssíria e é um dos mais vistos desta esposição.No que diz respeito às antiguidades gregas, etruscas e romanas, o museu acolhe duas partes: uma do percursocronológico das civilizações e outra de técnicas e materiais. Na arte grega há várias esculturas mas as que sedestacam mais são a Vitória Alada de Samotrácia, uma escultura que representa a deusa grega Nice feita commármore de Taros no período helenístico e cujos pedaços foram descobertos em 1863 nas ruínas do Santuário dosgrandes deuses de Samotrácia, e a Vénus de Milo, uma estátua do período helenístico que representava a deusagrega Afrodite e foi descoberta em 1820 na ilha de Milos. Na arte da Etrúria, que compreendia a área semelhante àda atual Toscana (Itália), há o Sarcófago do Casal Cenéstio, em terracota. Por fim, a arte romana conta com váriosbustos e cabeças: de Agripa, de Lívia (mulher de Augusto) e do imperador Adriano.Há também coleções de artes do Islão, da África, da Ásia, da Oceânia, das Américas e, a mais moderna, de artesgráficas. Os objetos de arte são coleções de objetos da Idade Média e do Renascimento, de artes decorativas dosséculos XVII e XVIII, diamantes da coroa, objetos e móveis do século XIX, apartamentos estilo Napoleão III e outros.Da escultura europeia temos as flamengas e alemãs, que possuem quatro importantes obras de arte do museu: aVirgem da Anunciação, o Mercúrio e o Psique, uma estátua de Maria Madalena nua e um altar; as francesas, quepossuem antigos trabalhos românicos, o túmulo de Philippe Pot, com oito figuras encapuçadas, os trabalhos de PierrePuget e os Cavalos de Marly, esculpidos por Guillaume Coustou; e por fim temos a escultura italiana que possui obraspré-renascentistas e obras de Miguel Ângelo, como o Escravo Moribundo, e de Cellini, como a Ninfa de Fontainebleau.Da pintura europeia temos a pintura do Norte da Europa (flamenga, holandesa, alemã e inglesa). Uma das maisantigas obras flamengas é a Virgem do Chanceler Rolin, de Jan van Eyck. A Rendeira de Vermeer e as obras deRembrandt, são ótimos exemplos da pintura holandesa. Das obras alemãs destaca-se o Autorretrato de Albrecht. Docentro e sul da Europa temos as pinturas espanholas, que retratam a faceta trágica da vida humana. De Françadestaca-se a Jangada do Medusa, um naufrágio de um fragata francesa em 1816, por Théodore Géricault. De Itália háobras de Giotto e de Cimabué, de Paolo Veronese, que se destaca as Bodas de Caná, o maior quadro do Louvre, etambém de Leonardo da Vinci, que se destaca a Mona Lisa, um retrato de uma nobre florentina conhecida comoGioconda é a peça mais famosa do museu.
  54. 54. 54A Torre Eiffel foi construída porAlexandre Gustave Eiffel para a FeiraMundial de 1889. Os parisienses nãogostaram nada dela e chamaram-na o"espargo de metal".Esta torre tem 324 m de altura,foi até 1931 a mais alta do mundo masainda é a mais alta de Paris. Demoroudois anos, dois meses e cinco dias aser construída. Foi preciso unir 18038peças de ferro forjado e esta torre ésustentada por dois milhões e meio derebites. Pesa 10100 toneladas e de seteem sete anos são 60 toneladas de tintapara a pintar. A Torre Eiffel nunca oscilamais de 7 cm e a dilatação provocadapelo calor pode mover o topo num raiode 18 cm. Até ao segundo andarexistem 700 degraus. Daí vai-se deelevador até ao topo, apesar de haverescadas com 1665 degraus de baixo atéao topo da Torre Eiffel.Em baixo da Torre Eiffel há umbusto de Eiffel. No primeiro andar, a 57m de altura, pode-se ver o Cineiffel, ummuseu que relata a história da torreatravés de um filme, e o mecanismo doselevadores que ainda estácompletamente operacional. No segundoandar, a 115 m de altura, há orestaurante Le Jules Verne, que é umdos melhores de Paris e daí até ao topopartem elevadores com dois pisos. Noterceiro andar, a 276 m de altura, há agaleria panorâmica, que pode suportaraté 800 pessoas e daí pode-se ver acatedral de Chartres, a 75 km dedistância.
  55. 55. 55As harpas,como as flautas sãoos instrumentosmusicais mais antigosdo mundo. Foraminventadas pelosegípcios para agradaraos seus deuses.Pode tersido originada dosarcos de caça quefaziam barulho aoroçarem na corda,visto que esteinstrumento musicaltambém ter o formatotriangular.Durante oislamismo, a harpafoi espalhada pelaEuropa e passadoalguns séculos foiinventada a harpacom pedais. Estesservem para mudar aaltura das cordas.São sete pedais equarenta e setecordas.
  56. 56. 56O pão é um alimento feito de farinha amassada, fermentada e cozida no forno.Pode-ser ázimo ou levedado. O ázimo não tem fermento ou leveduras, enquanto que o levedado tem.Há vários pães: de trigo, de centeio, de Viena, Cacetes, Baguete, broa, sêmea, da avó, árabe, integral, de queijo, pada,bico espanhol, frances, bijou, pão de água, pão de Paris, bola, de munição, brasileiro, coado, de forma, regueifas, italiano,português, pada, pão com chouriço, pão de sementes, de bico, pão de leite, pão de ló,...O pão é composto por farinha, água e sal, acrescentando-se leveduras ou fermento. Amassa-se tudo e deixa-se levedardurante 2 a 3 horas num local ameno, coberto com um pano e vai ao forno a 240ºC.Este foi fabricado pela primeira vez onde hoje é o Iraque, há 6000 anos. Este deve ter surgido com o cultivo do trigo, noCrescente Fértil, região entre a Mesopotâmia e o Egito muito favorável à agricultura. Estes eram feitos de farinha com bolota. Eramachatados, duros, secos e que também não poderiam ser comidos logo depois de prontos por serem bastante amargos. Eranecessário lavá-los em água a ferver por diversas vezes antes de se fazer as broas que eram expostas ao sol para secar. Estaseram assadas sobre pedras quentes ou por baixo de cinzas.No Egito, pouco tempo depois da invenção do pão, já tinha sido inventado o pão levedado. Os camponeses egípciosrecebiam três pães e dois cântaros de cerveja por dia de trabalho.As primeiras padarias surgiram em Jerusalém e houve até uma rua de padeiros. Em Roma chegou a haver uma escola depadeiros.Na Idade Média, o pão voltou a ser fabricado em casa e sem fermento. Depois voltou a ser como era, em França, ondeficou a produzir-se muito pão.I
  57. 57. 57
  58. 58. 58Timor, uma maravilha. Belas paisagens, cores,... é como ostimorenses. Enchem-nos de simpatia oferecendo-nos um "tais", umaespécie de cachecol de boas-vindas.Díli, a capital, tem um cheiro pestilento.Decidimos dar um salto a Salele, onde fica a fronteira com aIndonésia e Timor Ocidental. No caminho avistámos aldeias, casastradicionais e típicas do Suai e a luxuriante floresta de Tilomar, habitatnatual das cobras verdes e de macacos.As estradas são de terra batida.Chegámos então ao Suai.Aqui, na apanha das algas, aproveitando a baixa-mar, oferecem-nos arte na sua forma mais pura...O mercado do Suai é o melhor retrato da forma simples comoas pessoas aqui vivem. Tudo aqui é escasso. Por isso, no dia-a-dia, aoferta é limitada e pouco variada. O sábado surge, assim, como o grandedia, em que se oferece o que de melhor se produz por cá. E, acima detudo, oferece-se alegria e boa disposição.Em Timor fala-se português e tétum, um dialeto que nem verbostem.Em geral, os timorenses maltratam os animais. Comem cães ecortam a cauda aos gatos pois pensam que estes são o Diabo. Ostimorenses são católicos apesar de terem costumes primitivos. Só o toké,um lagarto que emite um som igual ao seu nome, é que resiste a estesmaltratos.Em Timor, não há água quente, só em Díli. Toma-se banho comum vaso de água fria.Os timorenses têm costumes portugueses, pois foram umacolónia de Portugal e indonésios, pois foram uma colónia da Indonésia,ficando independente em 2002.Timor possui petróleo e calcula-se que daqui a algumasdécadas, os arranha-céus e as cidades substituam estas cores e florestase também as tradições deste país honrado. Esperemos que isso nuncaaconteça, apesar de já ter acontecido nos outros países do SudesteAsiático.I Entrada para o heliódromo do Suai, Mercado no Suai, forteportuguês, pescador com um tubarão-martelo, floresta deTilomar, tecedeira tecendo um “tais”.
  59. 59. 59
  60. 60. 60O Nissan GT-R é um carro superdesportivo da marcajaponesa Nissan. Possui um motor V6 Biturbo de 530cv(modelo 2008 , 2009 e 2010), gerando um alto desempenho,vai de 0–100 km/h em 3.3s e tem velocidade máxima de 316km/h.
  61. 61. 61O Audi R8 tem os genes de um automóvel decompetição. Um património genético que se sente emestrada.A caixa S tronic assumiu essa responsabilidadeno Audi R8. A nova transmissão de dupla embraiagemcom 7 relações permite passagens de cai a praticamentesem interrupção de pot ncia, o que assegura ao condutoruma condução muito desportiva. No R8 V10 Coupe comcaixa S tronic, bastam 3,6 segundos para acelerar dos 0aos 100 km/h. Apesar destas extraordinárias prestações,a transmissão contribui para uma redução do consumode combustível, devido à sua elevada eficiência e aoescalonamento longo das relações de transmissão.
  62. 62. 62Teratomas da tiroide e teratoma dos ovários.IOs teratomas são tumores de células germinativasque podem dar origem a tecidos provenientes dos três folhetosgerminativos: ectoderme, mesoderme e endoderme.São compostos por múltiplos tecidos que são"estranhos" ao local onde têm origem. Podem ter cabelos,dentes, gordura,...O grau de imaturidade celular determina o potencialmaligno destes tumores.São frequentes nos ovários e testículos. Podem atingirgrande volume pela acumulação de material seboso no seuinterior.
  63. 63. 63Cristalização, filtração, decantação líquido-líquido, centrifugação, água destilada, separação magnética, peneiração,Icromatografia, decantação sólido-líquido, extração por solvente e cristalização nas salinas, destilações.As técnicas de separação de misturas homogéneas e heterogéneas são muito úteis na atualidade.Para separar misturas heterogéneas recorre-se a vários processos: decantação, filtração, centrifugação, extração porsolvente, peneiração e separação magnética.Numa decantação, os componentes de uma mistura são separados por ação da gravidade. Esta pode serdecantação líquido-líquido ou sólido-líquido. A líquido-líquido permite separar dois líquidos imiscíveis por ação da gravidade,como a separação de água e azeite. A sólido-líquido permite separar uma mistura heterogénea de um sólido e de um líquidopor ação da gravidade, como a separação de terra e água.Numa filtração ocorre a separação de uma mistura sólido-líquido ou sólido-gás usando um filtro, como a separaçãode água e das partículas sólidas em suspensão e filtração das partículas em suspensão no ar por um aparelho de arcondicionado.Numa centrifugação ocorre a separação de uma mistura heterogénea de sólido-líquido por rotação rápida numacentrifugadora. As máquinas de lavar roupa removem a água absorvida pelos textéis através da centrifugação.Numa extração por solvente ocorre a separação dos componentes de uma mistura por dissolução de um deles numdeterminado solvente. Numa separação de terra e cloreto de sódio (sal de cozinha), este dissolve-se na água e a terra ficadepositada no fundo.Numa peneiração ocorre a separação dos componentes de uma mistura sólida de acordo com as dimensões dos"grãos" que os constituem. Na separação da farinha do farelo utiliza-se a peneiração.Numa separação magnética ocorre a separação dos componentes ferromagnéticos de uma mistura heterogénea pelaação de ímanes. Na separação de limalha de ferro de terra, aproxima-se o íman e a limalha de ferro é atraída.A separação de misturas homogéneas pode ser feita com a cristalização, a cromatografia, a destilação simples e adestilação fracionada.A cristalização consiste na separação de um soluto sólido a partir de uma solução líquida, por vaporização dosolvente. Se pusermos a ferver uma solução aquosa de cloreto de sódio, a água ebolui e o cloreto de sódio cristaliza. Istoacontece nas salina, mas em muito maior quantidade. O leite em pó também é obtido pela vaporização da água, numprocesso que conserva as propriedades fundamentais do leite.A cromatografia consiste na separação de solutos pela sua diferente rapidez de migração num meio sólido. Sepusermos um ponto em esferográfica num guardanapo de papel e se molharmos o fundo do papel com álcool ou água, olíquido tem tendência a subir e os componentes da tinta esferográfica sobem.A destilação simples consiste na separação de componentes de uma mistura fazendo uso da diferença nas suastemperaturas de ebulição. A mistura é aquecida até à vaporização do componente mais volátil, que é conduzido até umasuperfície fria onde condensa. Por fim, esse componente vai para outro recipiente. A água destilada é obtida por esteprocesso.A destilação fracionada consiste na separação de componentes de uma mistura com temperaturas de ebulição muitopróximas, usando uma coluna de fracionamento que cria várias regiões de equilíbrio líquido-vapor, levando a uma série demicrodestilações simples sucessivas, enriquecendo a fração do componente mais volátil da misutra na fase de vaporização. É oque se faz para separar o petróleo nas refinarias.
  64. 64. 64Rio, gelo, lago congelado, mar, água, ciclo da água, água no planeta.IA água é a molécula mais abundante na superfície da Terra, cobrindo, somente na sua forma líquida, cerca de 71%desta, além de estar presente em abundância na atmosfera terrestre, como vapor, e nos polos, como gelo. O seu ponto de fusãoé a 99,98ºC.A água é um bom solvente e é o principal componente dos seres vivos. A água pode ser própria para consumohumano, potável, mineral natural ou de nascente, ou imprópria, salobra (com um aspeto turvo, com muitas substâncias dissolvidas),água poluída e água inquinada.Graças às ETAs (Estações de Tratamento de Águas) e às ETARs (Estações de Tratamento de Águas Residuais)consegue-se purificar a água. Para a purificar há vários métodos, como a desinfecção, a fervura, a filtração, a decantação, adestilação, a adição de produtos químicos como o cloro e até com ozono, que é um gás que se usa para purificar a água, etc.A água está distribuída por três reservatórios principais, a atmosfera, os continentes e os oceanos, efetuando um circuitoentre os três, o ciclo da água. A superfície da Terra está sempre a libertar vapor de água para a atmosfera, por evaporação. Aícondensa e forma as nuvens. Então, a água pode precipitar em neve ou chuva. Ao chegar à superfície, a água pode ficar retida,escoar ou infiltrar-se no subsolo. Depois disso repete-se outra vez.
  65. 65. 65Anatomia de um rim, anatomia de um nefrónio, rins e glândulasIsuprarrenais.Os rins são órgãos onde o sangue é filtrado e onde se forma a urina. A urina é um líquido amarelado,composto por água e substâncias dissolvidas, como a ureia e os seus sais. Esta é produzida pelos nefrónios. Cadaum deles é composto por um corpúsculo renal e por um túbulo renal. A arteríola aferente transporta o sangue daartéria renal e forma o glomérulo onde as moléculas mais pequenas passam, por filtração, para o interior da cápsula deBowman. A artéria eferente transporta o sangue filtrado e ramifica-se na rede que forma o túbulo renal. O túbulocontornado proximal recebe o filtrado glomerular. No prolongamento deste túbulo, Ansa de Henle, ocorre a reabsorçãode água. Depois, o túbulo contornado distal recebe a urina que entra no tubo coletor, que a drena para o bacinete. Daívai para a bexiga pelos ureteres. Passado algum tempo, a urina é expelida pela uretra.As pedras nos rins podem resultar de excesso de cálcio na urina que se acumula no bacinete. Para evitarisso, deve-se beber água em abundância.Cada rim pesa mais ou menos 130 gramas. Têm 11 cm de altura, 5 de largura e 3 de espessura. O direitoestá ligeiramente mais em baixo do que o esquerdo pois está por baixo do fígado.Em cima dos rins encontram-se as glândulas suprarrenais. São glândulas endocrinas envolvidas por umacápsula fibrosa e situadas acima dos rins. A suprarrenal direita tem formato triangular e a esquerda tem a forma demeia-lua. São principalmente responsáveis pela libertação de hormonas em resposta ao stress através da síntese eliberação de hormonas corticosteróides. Estas afetam o funcionamento dos rins pela libertação de aldosterona.
  66. 66. 66O Botafumeiro é um dos símbolos mais conhecidos e populares da Catedral de Santiago deCompostela, na Galiza. É puxado por oito homens chamados tiraboleiros.O botafumeiro pesa 53 kg e tem cinco metros de altura. Ele sobe 20 metros e pode alcançar umavelocidade de 70 km por hora.Segundo a tradição, o uso do incenso na catedral de Santiago começou no século XI. A origem dobotafumeiro como é atualmente conhecido começou a partir de 1554. O original foi feito de prata e foiroubada por tropas francesas em 1809, durante a Guerra de Independência.
  67. 67. 67
  68. 68. 68
  69. 69. 69
  70. 70. 70

×