Comandos MS-DOS

213 visualizações

Publicada em

SO

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
213
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comandos MS-DOS

  1. 1. Comandos para bat Ficheiros  Pode ser um programa, uma parte de um programa, um documento ou qualquer outro conjunto de dados, armazenado num suporte de memória sob a forma de bytes. Pastas  “Compartimento” ou “pasta” onde se organizam os ficheiros referentes a um mesmo assunto. Ficheiros/Pastas  Diferença entre os dois: Uma gaveta pode ter um livro mas um livro não pode ter uma gaveta. DIR  Lista o conteúdo do diretório ativo.  Permite procurar ficheiros que tenham determinadas características. Parâmetros:  /P ------ pausar a cada página visualizada  /W e /D  Lista em forma de bloco. /W irá ordenar um do lado do outro, enquanto /D irá ordenar um abaixo do outro.  /B  Mostra uma lista semdetalhes, apenas com o nome dos arquivos e pastas.  /O  Ordena a lista de arquivos em ordem alfabética Caracteres Genéticos
  2. 2.  Asterisco (*) – Substitui um bloco de texto  Ponto de Interrogação (?) – Substitui um caracter ou posição  Ponto (.) – Separa o nome da extensão TIME  Exibe a hora do sistema e configura o relógio interno do computador. O MS- DOS usa a informação de hora para actualizar os directórios e ficheiros que forem criados ou alterados. SINTAXE TIME[horas:minutos:segundos.centésimos] Exemplo: TIME 12:20:20.12 DATE  Exibe a data e emite um aviso se for necessário alterar a mesma. O MS-DOS usa a informação de data para actualizar os directórios e ficheiros que forem criados ou alterados. SINTAXE DATE[DD-MM-YY] Exemplo: DATE 29-11-95 CD  Exibe o nome do directório ativo ou altera o directório actual. SINTAXE
  3. 3. CD[unidade:[caminho] MD  Cria um novo directório. SINTAXE MD [unidade:[caminho][nome do directório] RD  Apaga um directório. SINTAXE RD[unidade:[caminho][nome do directório] REN Dá um novo nome a um ficheiro. SINTAXE Ren [caminho) Nome do Ficheiro Novo Nome Exemplo: Ren a:autoexec.bat novonome.bat+
  4. 4. COPY Copia um ou mais ficheiros de um caminho para outro, na mesma unidade ou entre unidades diferentes. Copia um ficheiro de um caminho para outro, com outro nome. Faz uma fusão entre vários ficheiros, criando um só, e com um único nome. SINTAXE COPY [unidade:[caminho][ficheiros] [unidade:[caminho] Ou COPY (origem) (destino) DEL Elimina ficheiro(s). SINTAXE Del [caminho] Exemplo: DEL A:escola*.com CLS Este comando limpa a tela e coloca o cursor na primeira linha da prompt. TREE
  5. 5. Exibe graficamente os directórios e subdirectórios do directório raiz ou da pasta especificada. VER Mostra a versão do Windows. CHKDSK Programa de verificação de erros no HD. MEM Exibe informações da memória RAM. SYSTEMINFO Apresenta a configuração e propriedades específicas do computador. TASKLIST Apresenta todas as tarefas actualmente em execução, incluindo os serviços. TASKKILL Elimina ou para um processo ou aplicação em execução. SHUTDOWN Permite o encerramento correto, local ou remoto, do computador. DISKCOPY
  6. 6. Este comando faz cópias de discos flexíveis (disquetes) de uma unidade para a outra. Caso só tenha uma unidade de disquete é só especificar a unidade duas vezes que o programa avisa quando deve-se inserir a disquete virgem. MOVE Move arquivos de um directório para outro. C:move teste.txt C:exemplo TYPE Exibe o conteúdo de um arquivo no ecrã. PRINT Imprime um ficheiro de texto. FORMAT /Q – Formata rapidamente o disco da unidade (Formatação Rápida). Help format – lista as várias variações SINTAXE: FORMAT [unidade:] /Q /U /S /4 Exemplo: C:FORMAT A: - formata o disco na unidade A: ATENÇÃO: tenha cuidado nas formatações de discos, pois elas fazemcom que o conteúdo do disco seja perdido. Vale lembrar que esta operação se torna muito mais critica quando estamos formatando a unidade C (FORMAT C:), operação não indicada para pessoas compouco conhecimento do assunto.
  7. 7. UNFORMAT Caso aconteçade você formatarum discopor incidente,oMS-DOSpermite arecuperaçãodas informações,hánãoserque você tenhautilizadooparâmetro/Una formatação.O comando UNFORMAT recuperaas informaçõesde umdiscoformatado.Este comandopode conter variaçõespara obter-se umarespostadiferente: /L -> Recupera as informações de um disco, mostrando a lista de arquivos e directórios. /TEST -> Lista todas informações, mas não refaz o disco. SINTAXE: UNFORMAT [unidade:] /L /TEST /P EXEMPLO: C:>UNFORMAT A: - desformata o disco na unidade A: DELTREE O comando deltree apaga todos os arquivos e subdirectórios dentro de um directório de uma só vez. Como precaução ele sempre exibirá uma mensagem na tela a perguntar se você realmente deseja apagar. XCOPY Comando que copia arquivos seletivamente, lendo em subdiretórios diferentes na origem e podendo criar os subdiretórios na unidade de destino, se assimfor desejado. Este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente: HELP XCOPY Exemplo: C:>XCOPY C:DOS A:, copia o directório DOS para o drive A: Undelete
  8. 8. No desenvolvimento diário de suas tarefas do dia a dia é muito comum você apagar um ou mais arquivos, e depois descobrir que aqueles(s) arquivos(s) era(m) importante(s). A partir da versão 5.0 do MS-DOS houve a implantação de um comando muito útil chamado Undelete, que nos permite (ás vezes…) recuperar estes arquivos. Existem versões deste utilitário para o MS-DOS ou MS-WINDOWS: Sintaxe: UNDELETE[unidade:] [caminho] { Nome do Arquivo} Exemplo: UNDELETE C:WINWORDCARTAS.DOC – recupera o arquivo CARTAS.DOC do diretório WINWORD. EDIT Na linha de comandos do sistema operacional MS-DOS, é usado para abrir o editor de texto. Nele, podemos salvar arquivos em várias extensões; como por exemplo, em .bat Esse é um teste padrão. COLOR Define as cores predefinidas do primeiro plano e do fundo da consola. Color[atr] Atr Especifica o atributo de cor da saída da consola Os atributos de cor são especificados por Dois dígitos hexadecimais – o primeiro correspondente ao fundo; o segundo ao primeiro plano. Cada d´gito pode ter um dos seguintes valores: 0 = Preto 8 = Cinzento 1 = Azul 9 = Azul Claro 2 = Verde A = Verde pálido 3 = Azul Marinho B = Azul Marinho pálido 4 = Vermelho C = Vermelho pálido 5 = Púrpura D = Lilás 6 = Amarelo E = Amarelo claro 7 = Branco F = Branco brilhante
  9. 9. Se não forem fornecidos argumento, o comando restaura a cor para aquela que estava ativa quando CMD EXE foi iniciado. Este valor provém da janela de consola atual, do parâmetro da linha de comandos /t ou do valor do registo de DefaultColor. O comando color define o ERRORLEVEL como 1 se tentar executar o comando COLOR com uma cor de primeiro plano igualo á cor de fundo. Exemplo: 2COLOR FC” PRODUZ VERMELHO PÁLIDO SOBRE BRANCO BRILHANTE. MS_DOS Comandos de Rede IPCONFIG Fornece informações completas sobre os números IP’s fornecidos a(s) placas de rede, por Dial-UP e por placa de comunicação. Sintaxe Mais usada: Ipconfig7All .Para mais opções digite:ipconfig/? NETSTAT Mostra conexões de rede, tabela de roteamento, estatísticas de interfaces, e mensagens. Netstat [opções] Comando muito bom para verificar a que endereços o computador está conectado. .Para mais opções digite: Nertstat/? PING
  10. 10. Interroga um dispositivo de rede numa rede TCP/IP. Sintaxe: Ping [Host/IP] [opções] EX: Ping 192.168.0.1 –t Ping www.terra.com.br Ping phr34k3r .Para mais opções digite: ping /? TRACERT Mostra o caminho percorrido dos dados para chegar ao seu destino. Este comando mostra no ecrã o caminho percorrido entre os GATEWAYS da rede e o tempo gasto de retransmissão. Este comando é útil para encontrar computadores defeituosos na rede caso os dados não estejam chegando ao seu destino. Tracer [host/IP de destino] [opções] Host/ip destino É o endereço para onde o pacote será enviado (por exemplo, http://google.com.pt). . Para mais opções digite :tracert /? Desligar um Pc remotamente: Shutdown –s –m [ip do Pc que vai ser desligado] –t 05. .shutdown é o comando principal. . –s é para desligar o Pc . –m é o comando para definir o Pc a ser desligado. . –t 05 é o tempo Limite para desligar o Pc remoto. Neste caso, o Computador Remoto vai ter 5 segundos de Alerta antes de ser desligado Normalmente. .para ver mais opções digite: shutdown /?
  11. 11. FICHEIROS BATCH ECHO [mensagem ou variável] Escreve no monitor ECHO OFF Desativa as informações e confirmações feitas pelo sistema. Como “C:>”,” Tem certeza ECHO ON Ativa as informações e confirmações do sistema. ECHO. Salta uma linha. @[Comando] Desativa as informações e confirmações feitas pelo sistema apenas para esta linha. PAUSE Faz uma pausa e só volta quando o utilizador premir alguma tecla ou teclado. SET variável=valor Cria ou modifica uma variável (espaço reservado temporariamente na memoria RAM para guardar algumas informações numéricas, de caracteres, positivo/negatoivo entre outros. Não podem ter acento e devem começar com letra). Para chamar a variável posteriormente basta coloca-la entre “%”. Por exemplo:
  12. 12. @echo off SET nome=rui ECHO O nome dele e %nome% PAUSE Por exemplo: @echo off SET var1=2 SET var2=3 SET /A var3=%var1%+%var2% Echo %var3% Pause Por exemplo: @echo off SET /p nome= Qual o seu nome ECHO Boa tarde %nome% PAUSE Exercício Elabora um programa que peça dois números e como resultado dê a multiplicação. @echo off SET /p var1= escolha o primeiro numero SET /p var2= escolha o segundo numero SET /a var3=%var1%*%var2%
  13. 13. ECHO o resultado e %var3% Pause :nomedolink Nomeia um ponto do ficheiro do lote permitindo avançar ou voltar á execução a partir daquele ponto. IF [condição] ( [ação] )ELSE( [acção2] ) Este é um comando condicional. “ Se condição faça ação, senão faça acção2”. Exercicio Elabore um programa que peça o nome. Output 2 opções: Se o nome for igual a ana – “Ola Aninha” Senão “ola nome” GOTO [ponto] Avança ou volta a execução para um ponto do ficheiro de lote. FOR /L%%variavel IN (inicio,incremento,fim) DO (comando [parâmetro]
  14. 14. Repete um comando várias vezes fazendo incrementações até o fim ser atingindo. /L, é uma opção do comando FOR que faz as incrementações. %%variavel, é o nome da variável que vai ser incrementada. Inicio, é o valor de inicio da variável que será incrementada. Incremento, número que será somando a cada incrementação. fim, a repetição irá acabar quando o valor da variável atingir este valor. comando, um comando que será repetido. [parâmetro], o parâmetro do comando que será repetido. Por exemplo: @ECHO OFF FOR /L %%a IN(1,1,5) DO ECHO O valor de A é %%a REM [Comentário] Este comando não faz absolutamente nada. Ele é utilizado para inserir comentários nos ficheiros. Start Inicializa um aplicativo ou programa. Exemplo: @ECHO OFF Start cal.exe _________________________________________________________________ Exercício
  15. 15. Elabore um programa em Batch que permita ao utilizar somar dois números ou abrir o bloco de notas, ou seja: O programa terá duas opções. Se o utilizador premir a tecla 1 pede ao utilizador dois números e efetua a sua soma. Se premir a tecla 2 o computador abre o bloco de notas. Nota: sempre que a opção seja inválida limpa o ecrã. ECHO OFF :inicio Cls ECHO 1. Opção soma de dois números ECHO 2. Opção abre o bloco de notas Set/p opção =Escolha a opção 1,2 if Condições Numéricas e Caracteres: Igual(QUE ou ==) Diferente(NEQ) Menor que(LSS) Menor ou igual a (LEQ) Maior que (GTR) Maior ou igual a (GEQ) Condição Negativa (NOT)
  16. 16. Variavéis: Definido (DEFINED [variável sem %]) Condição negativa (NOT) Em Ficheiros Existe (EXIST) Condição negativa (NOT) Os símbolos anteriores vêm das seguintes fontes: QUE vem da palavra inglesa EQUals (igual) NEQ vem da palavra inglesa Not EQuals (Não-Igual, diferente) LSS vem da palavra inglesa LeSS (Menor) LEQ vem da palavra inglesa Less or EQuals (menor ou Igual) GTR vem da palavra inglesa GreaTeR(Maior) GEQ vem da palavra inglesa Greater or EQuals (Maior ou Igual)( NOT é uma palavra inglesa que significa Não DEFINED é uma palavra inglesa que significa Definido EXIST é uma palavra inglesa que significa Existe Caracteres @ECHO OFF SET nome 1=Ana Set nome 2=Danielle REN O resultado da condição abaixo será positivo
  17. 17. IF “%nome1%” LEQ “%nome2%” ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo ) Numéricas @ECHO OFF SET ana=23 Set Danielle=19 REM O resultado da condição abaixo wserá negativo IF %ana% LSS %danielle% ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo ) Variáveis @ECHO OFF IF DEFINED x ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo ) Ficheiros @ ECHO OFF IF EXIST exemplo.bat ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo ) Exercício Elabore um ficheiro batch que peça a sua idade. O output será: Se a idade for inferior a 10 – “Bom dia menino!” salta linha “Você não vai para a escola…” Se a idade for inferior a 20 – “Bom dia!” salta linha “Você hoje tem escola…” Se a idade for inferior ou igual a 60 –“Bom dia!” salta linha “Você vai trabalhar hoje…” Senão – “Bom dia!” salta linha “Você vai descansar…”
  18. 18. Shutdown Shutdown –r : significa que o pc será reiniciado dentro de 30 segundos. Shutdown –s : significa que o pc será desligado dentro de 30 segundos. Shutdown –r –t XXX : significa que o pc será reiniciado no tempo que você determinar. Shutdown –r –t XX –c “…” : significa que o pc será reiniciado no tempo que você determinar e poderá colocar ainda uma mensagem. Exercício Elabore um ficheiro batch que faça o shutdown do seu computador.  Simule que o ficheiro se trata de um jogo e aparece uma mensagem do tipo “Bem Vindo ao jogo da COBRA”; Linha em branco; “Deseja realmente jogar”; linha em branco; “O sistema esta com problemas dentro de 50 segundos o seu computador será formatado”: Exercício Elabore um ficheiro batch para a tabuada. Pede ao utilizador: “Deseja a tabuada do?” “A terminar em…”

×