AVALIAÇÃO NA APRENDIZAGEM COMO UM   PRINCÍPIO NO DESENVOLVIMENTO DA                AUTORIAA avaliação adequada faz parte d...
NEM TUDO É COMO DESEJAMOS...      Quando avaliação da aprendizagem não ocorrerimediatamente como o esperado pelo professor...
A AFETIVIDADE AGE COMO ELEMENTO POSITIVO             NO ATO DE AVALIAR   Outro fator importante no ato avaliativo são os l...
Quais estratégias utilizar para se atingir o propósitoeducativo de se obter um bom resultado avaliativo.    É complicado t...
PROFESSORES BEM PREPARADOS, ALUNOS BEM                     SUCEDIDOS.      Valorizar o potencial do educando, atribuindo-l...
A Avaliação da Aprendizagem como um Princípio no Desenvolvimento da Autoria
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Avaliação da Aprendizagem como um Princípio no Desenvolvimento da Autoria

90 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
90
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Avaliação da Aprendizagem como um Princípio no Desenvolvimento da Autoria

  1. 1. AVALIAÇÃO NA APRENDIZAGEM COMO UM PRINCÍPIO NO DESENVOLVIMENTO DA AUTORIAA avaliação adequada faz parte do processo de ensino-aprendizagem e tem uma grande parcela no sucesso,ou não, do estudante.
  2. 2. NEM TUDO É COMO DESEJAMOS... Quando avaliação da aprendizagem não ocorrerimediatamente como o esperado pelo professor, ou seja,quando o mesmo não alcançar êxito com toda a sua turma,é importante que o professor não se sinta desanimado,desmotivado, pois devemos lembrar que trabalhamos comsala em que existe uma heterogeneidade grande dos alunose o que os mesmo têm um grau de amadurecimentodiferente uns dos outros.
  3. 3. A AFETIVIDADE AGE COMO ELEMENTO POSITIVO NO ATO DE AVALIAR Outro fator importante no ato avaliativo são os laçosde afetividade e de compreensão entre professor e aluno,o educador deve conhecer o seu aluno, suasnecessidades, dificuldades. Dar atenção ao que temmenos dificuldade é fácil, deve-se pensar que existe umadiversidade numa sala de aula e que a atenção doprofessor deve voltar-se especialmente para os que têmmais dificuldade de aprendizagem.
  4. 4. Quais estratégias utilizar para se atingir o propósitoeducativo de se obter um bom resultado avaliativo. É complicado tratarmos sobre estratégias, pois sabemos que lidarcom uma diversidade não é tão fácil e simples quanto ler uma receitade bolo e fazê-lo, ou seja, não existe uma forma pronta e acabadapara um bom aproveitamento, vai variar de acordo com a clientela, oconhecimento do professor de sua turma e sua metodologia utilizada,que deverá ser plástica, uma vez que podem ocorrer tentativasfrustradas e outras válidas.
  5. 5. PROFESSORES BEM PREPARADOS, ALUNOS BEM SUCEDIDOS. Valorizar o potencial do educando, atribuindo-lhe desafios quesejam superados, o fará se sentir motivado, desejando novosdesafios. Também é importante que o grau de complexidade domesmo esteja adequado a faixa etária, por isso o papel doprofessor como mediador é tão importante, com sua experiênciapoderá aumentar a auto-estima do estudante, tornando-o motivadoe com desejo de aprender mais, chegando até mesmo adesenvolver sua própria autoria no desenvolvimento de suasatribuições estudantis.

×