Slides avaliação 1

264 visualizações

Publicada em

Slides Avaliação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
264
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides avaliação 1

  1. 1. A avaliação da aprendizagem tornou-se indissociável ao processo de ensino aprendizagem.
  2. 2. ABORDAGENS TRADICIONAIS Abordagens construtivistas apontam vários problemas da avaliação nessa concepção tradicionalista, tais como: as pessoas não aprendem igualmente, de modo a não possuírem os mesmos pré-requisitos que possibilitariam uma aprendizagem igual medida pelos mesmos critérios.
  3. 3. Contudo, na prática, o uso da avaliação tradicionalista com fim classificatório e excludente continua a persistir.
  4. 4. Reverter este processo indica uma mudança de concepções. Na verdade deve ser entendido como uma tomada de posição sobre o que deve ser feito para se formar um cidadão, onde cada indivíduo envolvido possa ser protagonista no processo educativo.
  5. 5. O ato de avaliar serve como momento de parada para refletir-se sobre a prática vivida e a ela retornar de forma mais adequada, porque tanto a avaliação como o seu objeto são dinâmicos.
  6. 6. A avaliação, tal qual vem ocorrendo em grande parte das instituições escolares, retrata uma prática social meritocrática, reforçando ainda mais a competição e o individualismo, por meio da valorização dos melhores.
  7. 7. A avaliação é parte integrante do processo de ensino e aprendizagem efetivado dentro das instituições de ensino, onde deve-se valorizar a totalidade, pois seus resultados possuem estreita relação entre, variáveis contextuais: educação e sociedade, contexto social, político e econômico.
  8. 8. Nessa direção, não basta considerar as variáveis contextuais, mas é necessário buscar alternativas de avaliação que também levem em conta as variáveis do próprio processo nos seus aspectos internos, relativos ao processo de ensino, à organização do trabalho pedagógico e aos procedimentos de avaliação.
  9. 9.  avaliação de sala de aula: tem como objeto o processo de ensino e aprendizagem, que tanto serve para diagnosticar o ensino como a aprendizagem do aluno;  avaliação institucional: permite analisar uma instituição educativa para verificar o cumprimento de sua função social;  avaliação de programas e projetos educativos: tem como foco os propósitos e as estratégias destes;  avaliação de sistema :centra sua atenção em sistemas de ensino com o propósito de subsidiar políticas públicas na área educacional;  avaliação de currículo: volta seu foco de atenção para a análise do valor psicossocial dos objetivos e conteúdos de um curso.
  10. 10. “Avaliar é mediar o processo ensino aprendizagem, é oferecer recuperação imediata, é promover cada ser humano, é vibrar junto a cada aluno em seus lentos ou rápidos progressos”. Bevenutti (2002)

×