História do Serviço Social na América Latina
– Manuel Manrique de Castro
CAPÍTULO II
Igreja, relações de produção
capitali...
• A escola pioneira surgiu no seio do bloco católico, a
exemplo dos demais países da Europa e EUA.
• Relaciona-se com as t...
• O Serviço Social no Brasil surge no momento que o
modo de produção capitalista define a sociedade
em que a Igreja se ins...
NOVAS DEMANDAS
• O mercado agora solicitava cada vez mais o Serviço Social em diversas
áreas:
– PESQUISA – verificar situa...
• A Rerum Novarum centralizava-se na questão operária,
avaliando as relações operário-patronais, o papel do
Estado, a funç...
• Foi Fundada em 1936 em São Paulo;
• Coordenada por Albertina Ferreira Ramos e Maria Kiechl;
• Surge como parte do projet...
• Os assistentes sociais agora se preocupavam com o
mercado de trabalho e sua formação técnica.
• A demanda de vagas no me...
• Prática – era elemento essencial para formação, nesse ponto
se formaria a mentalidade;
• Moral – era a visão do conjunto...
• A ideologia da época era que a culpa da crescente
questão social era principalmente do próprio povo
que não era mais tem...
CURIOSIDADES
• É viva a presença de religiosos no próprio
interior das industrias, que muitas vezes
possuíam capelas própr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A influência da Igreja Católica na Escola de Serviço Social de São Paulo (pioneira)

542 visualizações

Publicada em

Este trabalho foi apresentado para explicar a influência da Igreja Católica no Serviço Social no Brasil.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
542
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A influência da Igreja Católica na Escola de Serviço Social de São Paulo (pioneira)

  1. 1. História do Serviço Social na América Latina – Manuel Manrique de Castro CAPÍTULO II Igreja, relações de produção capitalistas e o período de gênese da profissão A fundação das escolas pioneiras de Serviço Social no Brasil
  2. 2. • A escola pioneira surgiu no seio do bloco católico, a exemplo dos demais países da Europa e EUA. • Relaciona-se com as transformações econômicas e sociais pelas quais a sociedade atravessou no decorrer do seu processo histórico. • A Igreja manteve o monopólio da formação dos agentes sociais especializados. • Predominava a base social, doutrina ou ideologia da Igreja. A influência Católica e a Escola Paulista de Serviço Social Paginas 104 à 107
  3. 3. • O Serviço Social no Brasil surge no momento que o modo de produção capitalista define a sociedade em que a Igreja se insere. Neste momento a ideologia das classes dominantes não é mais da Igreja. • O tom dos discursos das encíclicas sociais, que orientava a ação do apostolado laico está ultrapassado. A influência Católica e a Escola Paulista de Serviço Social
  4. 4. NOVAS DEMANDAS • O mercado agora solicitava cada vez mais o Serviço Social em diversas áreas: – PESQUISA – verificar situações de degradação (moral, higienização e etc.) – MEDICA – estava bem no início, só atuava em casos de doenças transmissíveis e hereditárias. – EMPRESAS – atuar na ligação: trabalhador e capital, e realizar encaminhamentos para a previdência. – BAIRROS - educar e prevenir a implantação de ideias contrarias a hegemonia, além de gerar noções de moralidade. ESTADO / RELIGIÃO  Abafar a luta de classes (Burguesia/proletariado)
  5. 5. • A Rerum Novarum centralizava-se na questão operária, avaliando as relações operário-patronais, o papel do Estado, a função e o perigo que a crescente influência do socialismo representava para a ordem burguesa. • A Quadragesimo Anno desenvolveu-se em tons mais radicais, embora dentro do mesmo espírito da anterior. • Enfatizava a recuperação dos aspectos técnicos / chamado ao estudo. Onde se fez necessário que a Igreja estimulasse diretamente a criação de centros de formação superior - para superar as limitações do trabalho artesanal tradicionalmente voluntário. O serviço Social Adquiriu uma nova dimensão, ao se converter em profissão. • A Igreja dedicou-se ao objetivo da reforma social (parametrados por inspiração divina). Rerum Novarum e Quadragesimo Anno
  6. 6. • Foi Fundada em 1936 em São Paulo; • Coordenada por Albertina Ferreira Ramos e Maria Kiechl; • Surge como parte do projeto de recristianização da Igreja Católica, para a formação doutrinária e social do laicato. Para desenvolver ação missionário e evangelizadora na sociedade. Vinculada à politica da Igreja Católica com a estratégia contra o Liberalismo e o Comunismo; • Redefinição com uma demanda profissional mais exigente a qualificação acadêmica, religiosa e técnica. • A partir dessa necessidade visível de formação técnica para lidar com a questão social surge uma mercantilização da profissão que agora não precisava ser realizada apenas por mulheres e gradualmente se torna força de trabalho. • O corpo docente era composto por religiosos e profissionais com cursos no exterior ligados ao movimento católico. Fundação da primeira escola de Serviço Social no Brasil
  7. 7. • Os assistentes sociais agora se preocupavam com o mercado de trabalho e sua formação técnica. • A demanda de vagas no mercado era maior do que o numero de formados! • Agora não era só as classes altas que poderiam se formar na Assistência. Ação e Pratica Dos primeiros Assistentes Sociais O perfil exigido do assistente social era: • Ser uma pessoa da mais íntegra formação moral; • Com um sólido preparo técnico ; • Com uma grande capacidade de devotamento; • Ser “atingido” pela situação penosa de seus irmãos, pelas injustiças sociais, pela ignorância, pela miséria; • E corresponder a qualidades pessoais de inteligência e vontade.
  8. 8. • Prática – era elemento essencial para formação, nesse ponto se formaria a mentalidade; • Moral – era a visão do conjunto de verdadeiras normas de como agir de forma individual ou grupal; • Cientista: era composta pelo conhecimento do homem da sua vida física, social, econômica, moral e cientifica; • Técnica: ensinaria a combater os males sociais e imprimir ao assistente social um caráter diverso. Principais aspectos da formação do Assistente Social
  9. 9. • A ideologia da época era que a culpa da crescente questão social era principalmente do próprio povo que não era mais temente a deus e nem provido de morais corretas. • A ideologia da conciliação de classes, da moralidade e da educação familiar, do repúdio aos conflitos e da busca de harmonia, enquanto inculcada no povo por meio de ação social patrocinados pelo Estado, repercutia diretamente no curso das lutas de classes e na configuração do proletariado como classe. Ideologia
  10. 10. CURIOSIDADES • É viva a presença de religiosos no próprio interior das industrias, que muitas vezes possuíam capelas próprias, • onde diariamente os trabalhadores eram obrigados a assistir a missa e outras liturgias. • No plano sindical desenvolviam iniciativas assistenciais e organizacionais com objetivo de contrapor-se ao sindicalismo autônomo de inspiração anarco-sindicalista.

×