Virtude

2.835 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.835
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
58
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Virtude

  1. 1. Sincericídio By Verinh@
  2. 2. Ser uma pessoa sincera na maioria das vezes é tido como uma virtude. Mas certa vez um paciente me fez pensar de outra forma. Ele contou-me uma história onde a dita sinceridade de alguém fez ruir um casamento de muitos anos. Quando a pessoa foi questionada do porquê havia contado algo que estava há muitos anos guardado, ela respondeu que falou porque era sincera, somente por isso.
  3. 3. Passei então a pensar num ponto muito importante. Quando respondo à alguma pergunta, o que falo vai ajudar e ampliar possibilidades ou não vai trazer benefício algum? Vai ser algo para engrandecer a pessoa ou algo devastador para a vida dela ou para a minha própria vida? Ser sincero requer muito cuidado e respeito. O que contarei, o segredo que vou revelar ou a opinião que emitirei terá alguma utilidade?
  4. 4. Não podemos sair por aí falando tudo que nos dá na telha pelo simples fato de que somos sinceros. Podemos pensar em ser sinceros com as pessoas com as quais temos maior intimidade, mas mesmo assim nem sempre a sinceridade é bem vinda. Podemos ser sinceros com as pessoas que sabemos, ou pelo menos acreditamos, que não sofrerão com aquilo que vamos falar, isto é, não haverá um suicídio ou um sincericídio.
  5. 5. Não tenho lembrança de onde tirei este termo, li em algum lugar e me apaixonei por ele. Sincericídio significa isto mesmo. Sinceridade somada a suicídio. Certa vez um paciente num ataque de sincericídio disse-me: “Cris, vou contar a minha mulher que tive um caso no início do nosso casamento.” O detalhe é que isto fazia mais de dezoito anos.
  6. 6. Perguntei qual o motivo. Então ele respondeu que queria ser sincero e que estava numa nova fase da vida, muito feliz, e queria deixar tudo limpo. Para mim estava claro que o que ele queria era cometer um sincericídio. Esta história que conto ocorreu há mais de 9 anos, eles hoje em dia estão bem, muito felizes e ele acabou guardando a história para si próprio, de onde ela não deve sair.
  7. 7. Muita gente, por querer ajudar, já abriu a boca e logo percebeu que devia ter ficado calada. Quem nunca fez um comentário aparentemente sem maldade, mas que pegou muito mal? Quem nunca respondeu a uma pergunta sobre qualquer coisa de forma sincera e ficou com a antipatia da pessoa que pediu aquela opinião?
  8. 8. Sinceridade pode se transformar em sincericídio facilmente. Sinceridade e intrusão também têm uma linha divisória bem tênue. Outros tantos, com a desculpa da sinceridade, acabam sendo intrusivos, agressivos e maldosos. Sinceridade boa é aquela que faz crescer, que acrescenta, que amplia e que assim é bem vinda.
  9. 9. A sinceridade que apenas maltrata, desorganiza e desestabiliza sem nenhum objetivo concreto, com certeza não é bem vinda. Troque a palavra sinceridade por bom senso. Ele deve ser o norteador de nossas opiniões.
  10. 10. Texto: Maria Cristina Manfro Formatação: Vera Lúcia de Siqueira [email_address] Receba belos slides clicando:

×