Ibfc 07 ciencias_sociais_a

360 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
360
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ibfc 07 ciencias_sociais_a

  1. 1. www.pciconcursos.com.br
  2. 2. IBFC_07 - VERSÃO Awww.pciconcursos.com.br
  3. 3. IBFC_07 - VERSÃO A GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS NÍVEL SUPERIOR - VERSÃO A CIÊNCIAS SOCIAIS NOME DO CANDIDATO ASSINATURA DO CANDIDATO RG DO CANDIDATO EDITAL Nº 07/2013 INSTRUÇÕES GERAIS I. Nesta prova, você encontrará 14 (catorze) páginas numeradas sequencialmente, contendo 50 (cinquenta) questões correspondentes às seguintes disciplinas: Língua Portuguesa (15 questões), Gestão Pública (05 questões), Noções de Direito - Direito Constitucional e Administrativo (04 questões), Noções de Direito - Direitos Humanos (02 questões), Código de Ética e Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais (04 questões), Conhecimentos Específicos (20 questões) e 01 (um) tema para produção de texto dissertativo. II. Verifique se seu nome e número de inscrição estão corretos no cartão de respostas. Se houver erro, notifique o fiscal. III. Assine e preencha o cartão de respostas nos locais indicados, com caneta azul ou preta. IV. Verifique se a impressão, a paginação e a numeração das questões estão corretas. Caso observe qualquer erro, notifique o fiscal. V. Você dispõe de 5 (cinco) horas para fazer esta prova. Reserve os 20 (vinte) minutos finais para marcar o cartão de respostas. VI. A prova de redação deverá conter no mínimo 15 (quinze) e no máximo 30 (trinta) linhas. VII. O candidato só poderá retirar-se do setor de prova 2 (duas) horas após seu início. VIII. O candidato não poderá levar o caderno de questões. O caderno de questões será publicado no site do IBFC, no prazo recursal contra gabarito. IX. Marque o cartão de respostas cobrindo fortemente o espaço correspondente à letra a ser assinalada, conforme o exemplo no próprio cartão de respostas. X. A leitora óptica não registrará as respostas em que houver falta de nitidez e/ou marcação de mais de uma alternativa. XI. O cartão de respostas não pode ser dobrado, amassado, rasurado ou manchado. Exceto sua assinatura, nada deve ser escrito ou registrado fora dos locais destinados às respostas. XII. Ao terminar a prova, entregue ao fiscal o cartão de respostas e este caderno. As observações ou marcações registradas no caderno não serão levadas em consideração. XIV.É terminantemente proibido o uso de telefone celular, pager ou similares. Boa Prova! LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO Nome: Assinatura do Candidato: Inscrição: DESTAQUE AQUI GABARITO DO CANDIDATO - RASCUNHO 1 2 3 4 5 6 31 7 32 8 33 9 34 10 35 11 36 12 37 13 38 14 39 15 40 16 41 17 42 18 43 19 44 20 45 21 46 22 47 23 48 24 49 25 5026 27 28 29 30 www.pciconcursos.com.br
  4. 4. RASCUNHO www.pciconcursos.com.br
  5. 5. 1IBFC_07 - VERSÃO A PORTUGUÊS Texto I Camelô (Manuel Bandeira) Abençoado seja o camelô dos brinquedos de tostão: O que vende balõezinhos de cor O macaquinho que trepa no coqueiro O cachorrinho que bate com o rabo Os homenzinhos que jogam box Aperereca verde que de repente dá um pulo que engraçado E as canetinhas-tinteiro que jamais escreverão coisa alguma Alegria das calçadas Uns falam pelos cotovelos: - “O cavalheiro chega em casa e diz: Meu filho, vai buscar um pedaço de banana para eu acender o charuto. Naturalmente o menino pensará: papai está malu...” Outros coitados, têm a língua atada. Todos porém sabem mexer nos cordéis com o tino ingênuo de demiurgos de inutilidades. E ensinam no tumulto das ruas os mitos heroicos da meninice... E dão aos homens que passam preocupados ou tristes uma lição de infância. 1) O texto apresenta uma visão subjetiva sobre a figura do camelô lançando um olhar positivo sobre o que é prosaico. Dentre os elementos que caracterizam esse profissional, assinale a opção que apresenta um comentário incorreto. a) Trata-se de um camelô específico – o de brinquedos de tostão. b) Contribuem para a alegria das calçadas com suas atitudes. c) Todos são muitos falantes sempre. d) Apresentam uma diversidade de mercadorias. 2) O verbo “vender”, presente no segundo verso, tem como complemento todos os fragmentos indicados abaixo, exceto: a) “O macaquinho que trepa no coqueiro” b) “Os homenzinhos que jogam box” c) “E as canetinhas-tinteiro que jamais escreverão coisa alguma” d) “Alegria das calçadas” 3) O nível de linguagem adotado no poema cumpre papel expressivo em função de: a) mostrar elementos, tipicamente, regionais. b) explorar traços da linguagem infantil. c) apontar inúmeros estrangeirismos. d) representar, exclusivamente, o registro formal. 4) As relações de regência marcam uma relação de dependência sintática. Desse modo, aponte a opção que apresenta um desvio de regência em relação ao padrão culto da Língua. a) “O que vende balõezinhos de cor” b) “O cavalheiro chega em casa e diz” c) “vai buscar um pedaço de banana para eu acender o charuto.” d) “Todos porém sabem mexer nos cordéis” 5) Assinale a opção em que se erra na justificativa da acentuação das seguintes palavras retiradas do poema de Bandeira: a) “camelô” – acentuam-se os oxítonos terminados em “lo”. b) “língua” – acentuam-se os paroxítonos terminados em ditongo crescente. c) “porém” – acentuam-se os oxítonos terminados em “em”. d) “dá” – acentuam-se os monossílabos tônicos terminados em “a”. 6) Na fala representada entre aspas no poema, as reticências cumprem um importante papel na construção do sentido do texto. Trata-se: a) da indicação de uma sequência enumerativa. b) da representação de uma pergunta do menino. c) da sinalização da supressão de um fragmento maior do poema. d) da representação da interrupção de um pensamento. 7) A flexão dos substantivos compostos exige do falante observação do comportamento morfológico das palavras primitivas. Desse modo, a flexão de número do composto “canetinhas-tinteiro” estaria mais bem justificada pelo fato: a) do segundo elemento ser invariável. b) do primeiro elemento estar no diminutivo. c) do segundo elemento delimitar o primeiro. d) do primeiro elemento ser invariável. 8) Do terceiro ao quarto verso do poema, explora-se uma relação de subordinação, que é representada pelo predomínio de um tipo de orações. Trata-se das: a) coordenadas b) substantivas c) adverbiais d) adjetivas 9) No verso “E as canetinhas-tinteiro que jamais escreverão coisa alguma“, o verbo em destaque aponta para o seguinte sentido: a) uma ação futura marcada pela noção de possibilidade ou hipótese, típica do modo Subjuntivo. b) uma ação futura que revela a ideia de certeza do enunciador e exemplifica o modo Indicativo. c) uma ação futura marcada pela interlocução e que ilustra o modo Imperativo. d) uma ação futura relacionada a uma certeza de um fato passado que a determina, valor típico do futuro do pretérito do Indicativo. 10) Em relação à análise semântica e sintática da oração “que passam preocupados ou tristes”, presente no último verso, assinale a opção em que é feita a classificação correta dos termos “preocupados” e “tristes”. a) indicam características momentâneas e exercem a função sintática de predicativo. b) indicam características permanentes e exercem a função sintática de predicativo. c) indicam características momentâneas e exercem a função sintática de adjunto adnominal. d) indicam características permanentes e exercem a função sintática de adjunto adnominal. 11) Assinale a opção que apresenta um exemplo de locução adverbial. a) “o camelô dos brinquedos de tostão” b) “balõezinhos de cor” c) “A perereca verde que de repente dá um pulo” d) “vai buscar um pedaço de banana” www.pciconcursos.com.br
  6. 6. 2 IBFC_07 - VERSÃO A 12) Embora o texto apresente muitas passagens denotativas, percebe-se um exemplo de conotação no seguinte fragmento: a) “Uns falam pelos cotovelos” b) “O cavalheiro chega em casa e diz” c) “Naturalmente o menino pensará” d) “para eu acender o charuto” 13) A análise contextual permite ao leitor depreender o sentido da palavra “demiurgos” em “o tino ingênuo de demiurgos de inutilidades”. Assinale-o. a) guerreiros b) compradores c) criadores d) desconstrutores Texto II 14) O humor da charge, que é percebido pela associação entre as palavras e a imagem, reside, predominantemente, no emprego do seguinte vocábulo: a) “chefe” b) “sustentável” c) “claro” d) “retirada” 15) A palavra “chefe”, presente na charge, exerce a função sintática de: a) sujeito b) aposto c) predicativo d) vocativo GESTÃO PÚBLICA 16) Nas palavras de Luiz Alberto David Araújo e Vidal Serrano Nunes Júnior, o princípio da legalidade encontra apoio constitucional no art. 5º, II, que prescreve que “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”. Diante dessa premissa, assinale a alternativa correta sobre o princípio da legalidade. a) A função dos atos de Administração é a inovação legislativa com a finalidade de expandir os presságios genéricos e abstratos firmados pelo legislador. b) A Administração Pública deve atender à legalidade em sua atividade administrativa, uma vez que esta se desenvolve em nível imediatamente infralegal, devendo o administrador público se ocupar de expedir decretos e regulamentos para a fiel execução da lei. c) A Administração Pública deve se ocupar da ilação definitiva de inconstitucionalidade de uma lei que tenha sido criada sem que os mecanismos de controle preventivo de constitucionalidade tenham sido eficientes. d) O administrador público deve, por decorrência lógica do princípio da legalidade, implementar a aplicação de qualquer lei, ainda que se demonstre flagrante desrespeito à Constituição Federal. 17) Assinale a alternativa correta sobre a aplicação dos princípios previstos na Constituição Federal na Administração Pública. a) Pelo princípio da impessoalidade, a igualdade constitucional se desdobra no preceito de que critérios pessoais não podem ser tomados em conta para efeito de concessão de privilégios ou para discriminações. b) A Constituição Federal estabelece o princípio da moralidade como vetor da Administração Pública sem, contudo, estabelecê-lo como condição de justificativa autônoma de invalidação de atos administrativos. c) Pelo princípio da publicidade, o administrador público deve submeter seu planejamento a consulta popular, ficando assim, dispensado de permitir acesso posterior às informações sobre seus atos pelos administrados. d) Pela supremacia do interesse público, o administrador é impedido de aplicar supostos princípios constitucionais implícitos, devendo limitar sua atividade aos preceitos expressamente previstos no texto constitucional. 18) Assinale a alternativa correta sobre governança e governabilidade estatais segundo a visão moderna com vistas a promover uma necessária reforma do Estado. a) Através do programa de privatizações, transfere-se para o setor privado a tarefa da produção que, em princípio, este realiza de forma mais eficiente, devendo o Estado permanecer alheio a esse processo e se abstendo de qualquer regulação. b) O programa de privatização transfere para o setor público não estatal a produção dos serviços competitivos ou não exclusivos de Estado, estabelecendo-se um sistema de parceria entre Estado e sociedade para seu financiamento e controle. c) O governo brasileiro não carece de ‘governabilidade’, ou seja, de poder para governar, dada sua legitimidade democrática e o apoio com que conta na sociedade civil. Enfrenta, entretanto, um problema de governança, na medida em que sua capacidade de implementar as políticas é limitada pela rigidez da máquina administrativa. d) Considerando esta tendência, pretende-se reforçar a governabilidade através da transição programada para uma administração pública voltada para si própria e para o controle interno. www.pciconcursos.com.br
  7. 7. 3IBFC_07 - VERSÃO A 19) Assinale a alternativa correta que corresponde ao conjunto de ações estratégicas para formação da Rede de Cidades de acordo com o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI), que estabelece, em sua mais recente edição, as grandes diretrizes para a atuação do setor público no período de 2011-2030. a) Melhorar a qualidade da malha rodoviária mineira e a integração das regiões do Estado, explorar o evento da Copa do Mundo, implantar o Plano de Segurança Viária, transferir à iniciativa privada a gestão de equipamentos de infraestrutura econômica e social, implantar o hub logístico no entorno doAeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN). b) Intervir nas áreas urbanas de concentração de pobreza e de vulnerabilidade social, melhorar a mobilidade e a acessibilidade nas principais cidades mineiras, criar um sistema de intercâmbio com os municípios, induzir e apoiar a formulação de planos regionais estratégicos, estimular a cooperação entre o Estado, os municípios e os agentes privados. c) Consolidar a integração das ações das Polícias Militar e Civil, Defensoria Pública, Sistema Prisional e Socioeducativo e Corpo de Bombeiros Militar, modernizar as técnicas de gestão e aumentar a integração dos sistemas socioeducativo e prisional, consolidar e disseminar projetos focados na prevenção da violência e dos sinistros no meio urbano, aumentar a efetividade das políticas sobre drogas, promover atividades de educação e prevenção de acidentes no trânsito. d) Consolidar o Sistema Único de Assistência Social (Suas) em 100% dos municípios mineiros, assegurar uma Agenda Jovem, implantar o sistema estadual de promoção e proteção de direitos humanos, ampliar o acesso à moradia segura, identificar a população em extrema pobreza, promover a segurança alimentar e nutricional sustentável de famílias mineiras. 20) De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei complementar federal nº 101, de 4/05/2000) que estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências, assinale a alternativa correta. a) Receita corrente bruta é o somatório das receitas tributárias, de contribuições, patrimoniais, industriais, agropecuárias, de serviços, transferências correntes e outras receitas também correntes, deduzidos, nos Estados, as parcelas entregues aos Municípios por determinação constitucional. b) A receita corrente líquida será apurada somando-se as receitas arrecadadas no mês seguinte e nos seis anteriores, excluídas as duplicidades. c) Não serão considerados na receita corrente de quaisquer Estados os recursos recebidos da União para atendimento das despesas com pessoal. d) Empresa estatal dependente é empresa controlada que recebe recursos financeiros para pagamento de despesas com pessoal, ou de custeio em geral, ou de capital, excluídos, no último caso, aqueles provenientes de aumento de participação acionária. NOÇÕES DE DIREITO (DIREITO CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO) 21) A Constituição Federal brasileira estabelece, entre outras garantias, que todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade. A própria Constituição Federal, em seu artigo 5º, estabelece os termos dessas garantias. Com base nessa disciplina constitucional, assinale a alternativa correta. a) O princípio da isonomia, previsto na ordem constitucional, estabelece um objetivo a ser perseguido pelo Estado que, embora possa tratar os indivíduos de formas diferentes como estratégia de promoção da igualdade, não pode estabelecer correlação lógica entre o fator discriminatório e o tratamento jurídico atribuído em face da desigualdade. b) O direito à opinião não guarda relação com o direito de escusa de consciência, uma vez que este último vincula o Estado ao respeito de uma convicção pessoal, inclusive, no tocante à eximência de uma obrigação legal e o primeiro garante tão somente a liberdade de expressar discordância. c) A liberdade de crença religiosa, conforme prevista no rol dos direitos e garantias fundamentais, se resume, quanto à assistência religiosa, ao âmbito das entidades civis, não atingindo, portanto, as entidades militares de internação coletiva. d) A inabolibilidade das cláusulas pétreas não deve ser igualada à intocabilidade (intangibilidade). Ou seja, a inabolibilidade proíbe que se suprima o direito, ou seu conteúdo essencial, não veda que seu regime (condições de exercício, limites etc.) seja modificado (por Emenda Constitucional. 22) Sobre a Constituição do Estado de Minas Gerais, norma resultante do exercício do Poder Constituinte Derivado, analise as seguintes afirmações sobre a atividade de administração permanente e depois responda. I. Será exercida na administração direta de qualquer dos Poderes, por servidor público ocupante de cargo público em caráter efetivo ou em comissão, por empregado público detentor de emprego público ou designado para função de confiança ou por detentor de função pública, na forma do regime jurídico previsto em lei. II. Será exercida nas autarquias e fundações públicas, por servidor público ocupante de cargo público em caráter efetivo ou em comissão, por empregado público detentor de emprego público ou designado para função de confiança ou por detentor de função pública, na forma do regime jurídico previsto em lei. III. Será exercida nas sociedades de economia mista, empresas públicas e demais entidades de direito privado sob o controle direto ou indireto do Estado, por empregado público detentor de emprego público ou função de confiança. Diante das afirmativas, assinale a alternativa correta. a) Todas estão corretas. b) Apenas I e II estão corretas. c) Apenas I está correta. d) Apenas II está correta. www.pciconcursos.com.br
  8. 8. 4 IBFC_07 - VERSÃO A 23) De acordo com a Lei Federal nº 8.666 de 21/06/1993 que dispõe sobre licitações e contratos da Administração Pública, assinale a alternativa incorreta. a) Nas licitações para fornecimento de bens, a comprovação de aptidão, quando for o caso, será feita através de atestados fornecidos, necessariamente, por pessoa jurídica de direito público. b) A prova de regularidade relativa à Seguridade Social e ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), demonstrando situação regular no cumprimento dos encargos sociais instituídos por lei é documento exigível para habilitação em licitações. c) Para efeito de qualificação técnica, poderá ser exigida a comprovação de aptidão para desempenho de atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto da licitação, e indicação das instalações e do aparelhamento e do pessoal técnico adequados e disponíveis para a realização do objeto da licitação, bem como da qualificação de cada um dos membros da equipe técnica que se responsabilizará pelos trabalhos. d) É vedada a exigência de comprovação de atividade ou de aptidão com limitações de tempo ou de época ou ainda em locais específicos, ou quaisquer outras não previstas na lei 8.666/1993, que inibam a participação na licitação. 24) A Lei Federal nº 12.594 de 18/01/2012 que Institui o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) e regulamenta a execução das medidas socioeducativas destinadas a adolescente que pratique ato infracional. À luz da referida lei, assinale a alternativa correta. a) Entende-se por Sinase o conjunto ordenado de princípios, regras e critérios que envolvem a execução de medidas socioeducativas, incluindo-se nele, por imposição automática da lei federal nº 12.594/2012, os sistemas estaduais, distrital e municipais, bem como todos os planos, políticas e programas específicos de atendimento a adolescente em conflito com a lei. b) A composição da equipe técnica do programa de atendimento deverá ser interdisciplinar, compreendendo, no mínimo, profissionais das áreas de saúde, educação e assistência social, de acordo com as normas de referência. c) Os Planos de Atendimento Socioeducativo deverão, facultativamente, prever ações articuladas nas áreas de educação, saúde, assistência social, cultura, capacitação para o trabalho e esporte, para os adolescentes atendidos. d) Não constitui requisito obrigatório para a inscrição de programa de atendimento a indicação da estrutura material, dos recursos humanos e das estratégias de segurança compatíveis com as necessidades da respectiva unidade. NOÇÕES DE DIREITO (DIREITOS HUMANOS) 25) A Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 constitui importante instrumento de promoção do respeito aos direitos e liberdades de cada indivíduo e de cada órgão da sociedade. Com base nessa importante garantia dos direitos humanos, assinale a alternativa que corresponda a uma previsão da citada Declaração Universal. a) Os homens e mulheres de maior idade, sem qualquer restrição, têm o direito de contrair matrimônio e fundar uma família, sendo válido o casamento com o livre e pleno consentimento dos nubentes ou de seus pais. b) Toda pessoa tem direito a repouso e lazer, inclusive a limitação razoável das horas de trabalho e férias periódicas remuneradas. c) A propriedade individual ou em sociedade não constitui garantia da Declaração Universal dos Direitos Humanos. d) No exercício de seus direitos e liberdades, toda pessoa estará sujeita apenas às limitações determinadas pela lei, podendo, em qualquer hipótese declarada publicamente, exercê-los contrariamente aos propósitos e princípios das Nações Unidas. 26) Assinale a alternativa correta de acordo com a Lei Federal nº 8.069 de 13/07/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA). a) O estágio de convivência que precede a adoção não poderá ser dispensado sob qualquer justificativa, ainda que ocorra pedido judicial nesse sentido. b) A adoção depende do consentimento dos pais do adotando, ainda que estes tenham sido destituídos do poder familiar. c) O vínculo da adoção constitui-se por sentença judicial, que será inscrita no registro civil mediante mandado do qual se fornecerá certidão livremente, dado seu caráter público. d) A adoção atribui a condição de filho ao adotado, com os mesmos direitos e deveres, inclusive sucessórios, desligando-o de qualquer vínculo com pais e parentes, salvo os impedimentos matrimoniais. CÓDIGO DE ÉTICA E ESTATUTO DO SERVIDOR PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS 27) Assinale a alternativa correta quanto à disciplina expressa da Lei Estadual nº 869 de 05/07/1952 (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais) sobre o estágio probatório. a) Estágio probatório é o período de três anos de efetivo exercício do funcionário nomeado em virtude de concurso, e de dois anos para os demais casos. b) Ficará sujeito a novo estágio probatório o funcionário que for nomeado para outro cargo público, ainda que tenha adquirido estabilidade no cargo anterior. c) Sem prejuízo da remessa periódica do boletim de merecimento ao Serviço de Pessoal, o diretor da repartição ou serviço em que sirva o funcionário, sujeito ao estágio probatório, quatro meses antes da terminação deste, informará reservadamente ao Órgão de Pessoal sobre o funcionário, tendo em vista os requisitos de idoneidade moral, assiduidade, disciplina e eficiência. d) A apuração dos requisitos deverá ser finalizada com antecedência mínima de noventa dias antes de findo o período de estágio. www.pciconcursos.com.br
  9. 9. 5IBFC_07 - VERSÃO A 28) Assinale a alternativa correta nos termos do Decreto Estadual de Minas Gerais nº 43.885 de 04/10/2004 (Código de Conduta Ética do Servidor Público e da Alta Administração). a) A Comissão de Ética encarregada de conhecer concretamente de imputação ou de procedimento passível de censura será integrada por cinco servidores públicos lotados no órgão ou entidade indicados pelo dirigente máximo, com mandato de um ano, vedada a recondução por qualquer período. b) A atuação, no âmbito da Comissão de Ética, enseja remuneração para seus membros e os trabalhos nela desenvolvidos são considerados prestação de relevante serviço público. c) As decisões da Comissão de Ética, na análise de qualquer fato ou ato submetido à sua apreciação ou por ela levantado, serão resumidas em ementa e, com menção expressa dos nomes dos interessados, divulgadas no próprio órgão, bem como remetidas às demais Comissões de Ética, com a finalidade de formação de consciência ética na prestação de serviços públicos, devendo uma cópia completa de todo o expediente constar na pasta funcional do servidor público. d) A Comissão de Ética encarregada de conhecer concretamente de imputação ou de procedimento passível de censura será integrada por três servidores públicos lotados no órgão ou entidade indicados pelo dirigente máximo, com mandato de dois anos, facultada uma recondução por igual período. 29) De acordo com a Lei Estadual Complementar de Minas Geraisnº116de11/01/2011quedispõesobreaprevenção e a punição do assédio moral na administração pública estadual, analise as afirmativas e a seguir responda. I. Constitui modalidade de assédio moral desqualificar, reiteradamente, por meio de palavras, gestos ou atitudes, a autoestima, a segurança ou a imagem de agente público, valendo-se de posição hierárquica ou funcional superior, equivalente ou inferior. II. Constitui modalidade de assédio moral preterir o agente público, em quaisquer escolhas, em função de raça, sexo, nacionalidade, cor, idade, religião, posição social, preferência ou orientação política, sexual ou filosófica. III. O assédio moral será punido, necessariamente com suspensão ou demissão, sendo vedada a pena de mera repreensão. Diante das afirmativas, assinale a alternativa correta. a) Todas estão corretas. b) Apenas I e II estão corretas. c) Apenas I está correta. d) Apenas II está correta. 30) Segundo o Decreto Estadual de Minas Gerais nº 46.060 de 06/10/2012 que dispõe sobre a prevenção e a punição do assédio moral na administração pública estadual, para fins de prevenção contra a prática de assédio moral. Assinale a alternativa incorreta sobre medidas que poderão ser adotadas prioritariamente, sem prejuízo de outras que venham a ser desenvolvidas nos órgãos e entidades do Poder Executivo. a) Promoção de debates e palestras, vedada a produção de cartilhas e material gráfico sobre assédio moral. b) Treinamento para servidores que atuam nas unidades setoriais de recursos humanos, com conteúdo que possibilite identificar as condutas caracterizadas como assédio moral, promover o acolhimento das vítimas, prestar orientações à vítima e ao agressor, difundir e implementar medidas preventivas no respectivo órgão ou entidade e incentivar a conciliação entre as partes envolvidas. c) Inserção de módulo específico sobre saúde ocupacional e assédio moral nos cursos de desenvolvimento gerencial ofertados para ocupantes de cargos de direção e chefia. d) Realização de cursos de capacitação em conciliação para os servidores que atuam nas unidades setoriais de recursos humanos e para os representantes de entidades sindicais ou associativas, visando à difusão da cultura do diálogo na Administração Pública. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 31) Entende-se por estratificação social, o processo no qual os indivíduos, as famílias ou os grupos sociais são hierarquizados numa escala, uns nos escalões superiores e outros nos inferiores. Sobre o conceito de classe social e estratificação social, assinale a alternativa correta: a) Davis e More entendem que as estratificações são universais e representam a distribuição igualitária de direitos e obrigações numa sociedade. A sociedade tem necessidade de situar e barrar os indivíduos na estrutura social, e a base para isso é constituída pela igualdade das diversas posições na sociedade e das pessoas que ocupam essas posições. b) Para Parsons a estratificação é a resultante das valorações diferenciais dos objetivos da ação social, ou seja, toda estratificação representa uma hierarquia de valores. Isto supõe, ao menos implicitamente, um sistema de valores comuns da sociedade. Max Weber distinguiu a estratificação em três dimensões da sociedade: a ordem econômica, a ordem social e a ordem política, cada uma com suas estratificações próprias. c) A ‘estratificação social’ está baseada em critérios objetivos, reais, e não somente numa concepção subjetiva, então torna-se fundamental conhecer estes critérios. Davis e More assinalam que dois fatores determinam o seu lugar dentro de uma hierarquia: a sua função e a subordinação necessária para ocupá-la. d) Deve-se conhecer a unidade da estratificação: o indivíduo ou o grupo social, o que implica em estabelecer a diferença entre a descrição classificatória e a análise estrutural da sociedade. A posição do indivíduo num sistema de estratificação é considerada como “status social”, enquanto uma série de atributos individuais podem ser tratados como um “sistema de status” ou “sistema de classe”. www.pciconcursos.com.br
  10. 10. 6 IBFC_07 - VERSÃO A 32) A Sociologia não se defronta apenas com a “realidade”, mas lida com as interpretações que são feitas sobre essa mesma realidade. O conhecimento científico da vida social não se baseia apenas no “fato”, mas na concepção do fato e na relação entre a concepção e o fato. A reflexão sociológica só se completa quando a Sociologia analisa sociologicamente a própria Sociologia. A partir desta explanação inicial sobre o ‘status da sociologia como ciência’, assinale a alternativa incorreta acerca das elaborações dos pensadores clássicos (o método funcionalista, dialético e o compreensivo). a) Weber tem presente a singularidade histórica do momento que cerca a produção sociológica.Aintegração lógica está contida estritamente no interior de cada tipo ideal, articulando os seus componentes. A eficácia metodológica do “tipo ideal”, contudo, esgota-se quando se esgota a racionalidade da realidade a partir da qual o tipo é construído. A apreensão intelectual da realidade “caótica” se torna possível a partir de um instrumento - o tipo ideal - que permita compreendê-la ordenadamente. b) Em Durkheim o princípio da integração é empregado em termos completamente diversos, a começar porque a vida social não é concebida em termos históricos, como realidade qualitativamente diferente da natureza. Ele aparece marcadamente sob a concepção de solidariedade.Essaperspectivaimplicaemsolidariedade entre a consciência coletiva e o substrato da vida social, entre as normas de conduta e a orientação das relações sociais que elas regulam. c) Para Marx, cujo conhecimento sociológico é constituído pelo princípio da contradição, a realidade social é histórica. Consequentemente deve ser analisada pela utilização de um método que retenha essa historicidade. Nesse caso, o homem como produtor de sua própria história está no centro de suas preocupações. d) Para Durkheim, as falências e as greves são anormais e, por isso, devem ser submetidas a uma espécie de terapia sociológica que restaure o estado de eunomia, de normalidade. Para Marx essas tensões não são acidentais nem anômalas - elas são inerentes à constituição da formação social socialista. São as próprias condições sociais responsáveis pela produção da concepção de normalidade que são responsáveis pela exploração que exprime as contradições nestas sociedades aparentemente igualitárias. 33) Segundo Lênin: “As classes são grandes grupos de homens que se diferenciam pelo lugar que ocupam num sistema historicamente determinado de produção social, por suas relações com os meios de produção, pelo papel que desempenham na organização social do trabalho, e, consequentemente, pelo modo como obtêm a parte da riqueza social de que dispõem e pelo tamanho desta”. Sobre o tema, assinale a alternativa correta: a) Esta definição abrange todas as implicações e aspectos do conceito de classe social na literatura marxista, e deve ser considerada como uma definição exaustiva acerca do fenômeno social em curso. b) Se as relações dos homens com os meios de produção determinam a existência de agrupamentos humanos que chamamos de “classe”, é porque as forças e as relações de produção dão a cada estrutura socioeconômica, e a cada etapa histórica, o seu conteúdo e a sua forma. c) Essa definição mostra qual é a base econômica da constituição das classes sociais, para o marxismo, critério fundamental para a desintegração em relação aos meios de produção. d) Trata-se de um critério concebido a partir de uma visão aleatória e da análise estrutural da sociedade. Portanto, os critérios devem ser observados isolados ou combinados, estabelecendo-se um conceito objetivo para a explicação histórica. 34) Robert Nisbet, em seu texto sobre o conceito de comunidade, aponta que a ideia de comunidade abrange todas as formas de relacionamento caracterizadas por um grau elevado de intimidade pessoal, profundeza emocional, engajamento moral, coerção social e continuidade no tempo. A partir desta conceituação, assinale a alternativa correta: a) A comunidade encontra seu fundamento no homem visto em sua totalidade e não neste ou naquele papel que possa desempenhar na ordem social, encarada separadamente. A comunidade é a fusão do sentimento e do pensamento, da tradição e da ligação intencional, da participação e da volição. b) O elemento fundamental do liame comunitário é a síntese real ou imaginária, representada no mesmo ambiente social pelas relações não comunitárias de competição ou conflito, utilidade ou consentimento contratual. c) As comunidades são grupos sociais exclusivos e segmentários, geográficos ou territorialmente definidos, dentro dos quais os homens podem seguir todo o curso de sua vida. As divisões internas - família, clãs ou linhagens, classes, grupos étnicos, associações, proporcionam uma identidade social única, que forçam o indivíduo a descumprir as regras internas para transcenderem as exigencias de muitos outros grupos. d) A sociedade comunitária é tipicamente pequena, com uma divisão simples do trabalho e, consequentemente, propiciando a difusão e diferenciação de papéis. As famílias e outros grupos primários (informais) constituem as unidades importantes dentro da sociedade com um todo, e compete-lhes viver segundo os padrões de respeito, lealdade, afeto ou amor, e cumprir obrigações especificamente definidas. 35) Da reprodução das relações sociais, este conceito aflora nas obras de Marx, a partir da formulação sobre o modo de produção capitalista. Designa o resultado global das relações de antagonismo: salário/ capital, proletariado/ burguesia. Mostra a gênese das relações de produção capitalistas específicas da sociedade burguesa: a relação ‘capital- trabalho’, a mais-valia, o sobretrabalho, e o sobreproduto social captados e geridos pela burguesia, segundo os seus interesses de classe.Apartirdesteprincípionorteadordopensamento marxista, aponte a alternativa INCORRETA: a) Marx hesitou entre as noções de sujeito, de sistema e de modo de produção. Para ele, o conceito de sujeito pareceu demasiado impreciso, embora permitisse imputar a esta ou aquela classe um determinado projeto político. Sobre o conceito de sistema, considerou-o demasiado rígido. O modo de produção teve, para Marx, as vantagens do “sistema”, sem ter dele a rigidez, e as vantagens do “sujeito”, sem a sua ambiguidade. b) Todo crescimento econômico pressupõe, simultaneamente, a reprodução ampliada da força de trabalho e da maquinaria: por outras palavras, do capital constante e do capital variável. Marx mostra que o capitalismo não as realiza sem períodos cruciais, em que se defrontam as autorregulações espontâneas e os conflitos. São as crises econômicas. c) Marx previa o advento de uma sociedade inteiramente nova, a sociedade comunista, precedida de um período de transição (o socialismo). A própria revolução política devia preparar, preceder, organizar esta transição mais ou menos longa, caracterizada pelo crescimento finalmente harmonizado das forças produtivas, orientado segundo as necessidades sociais, finalmente determinantes e determinadas. d) Para Marx, a dominação da natureza se separa da sua apropriação pelo “homem”. Ele nunca põe em dúvida a possibilidade e a necessidade de um salto qualititativo no processo, que interrompa as relações sociais capitalistas, assegurando a continuidade do próprio processo. Marx não ignorava que as relações de exploração e de alienação são duplicadas e reforçadas por relações de poder e de independência e que as relações sociais, quando se constituem, aparecem na sua realidade e verdade. www.pciconcursos.com.br
  11. 11. 7IBFC_07 - VERSÃO A 36) Partimos do pressuposto que a instituição social é um padrão de controle, ou seja, uma programação da conduta individual imposta pela sociedade. E a linguagem é a instituição fundamental da sociedade, porque qualquer outra instituição fundamenta-se nos padrões de controle subjacentes da linguagem. É a primeira com que se defronta o indivíduo. Sobre o tema, assinale a alternativa INCORRETA acerca do papel da Instituição Social e suas características. a) O microcosmo da criança se estrutura por meio da linguagem, realizando a objetivação da realidade. O mundo transforma-se em um todo orgânico, abrangendo as relações significativas que se estabelecem no universo (nomes, atributos, significados, funções), além dos papéis desempenhados pelos diversos seres, inferindo diretamente no processo de socialização. Muitos desses papéis estendem-se ao campo do macrocosmos. b) As instituições são dotadas de realidade exterior. A realidade exterior é alguma coisa situada fora do indivíduo, que de certa maneira difere da realidade formada pelos pensamentos, sentimentos e fantasias. São experimentadas, também, como possuidoras de objetividade. Algo é objetivamente real quando todos (ou quase todos) admitem que de fato esse existe, e que existe duma maneira determinada. c) As características de uma instituição são: coerção - consiste no fato de que a instituição tem existencia objetiva e pode ser afastada por ela; a autoridade moral - invoca o direito à legitimidade, reservando à ‘instituição” o direito de ferir o indivíduo e de repreendê- lo; historicidade – é composta apenas por fatos. d) SegundoKarlKraus,“alinguageméahabitaçãodoespírito humano”. É ela que proporciona o contexto vitalício das experiencias dos outros, do próprio indivíduo, do mundo. A linguagem é a instituição social que supera todas as outras. E representa o mais poderoso instrumento de controle da sociedade para todos. 37) Segundo Émile Durkheim, os fatos sociais devem ser tratados como coisas. O objetivo desta proposição não é rebaixar formas superiores às formas inferiores do ser, e sim, o contrário, reivindicar para as primeiras um grau de realidade pelo menos igual ao que todos reconhecem como apanágio das segundas. Não afirma que os fatos sociais sejam coisas materiais, e sim que constituem coisas ao mesmo título que as coisas materiais, embora de maneira diferente. A partir desta proposição conceitual, assinale a alternativa DESTOANTE ao pensamento do sociólogo Durkheim. a) O pensamento sociológico se depara com inúmeros conceitos que interagem ou não com a realidade em curso, podendo se reelaborar a partir de várias interpretações e métodos. A partir da concepção durkheimiana, o princípio da desintegração é o fator de constituição do sistema de conhecimento,distinguindoeclassificandoseparadamente o que concorre para a articulação compreensiva dos componentes da vida social. b) É coisa todo o objeto do conhecimento que a inteligência não penetra de maneira natural, tudo aquilo de que não podemos formular uma noção adequada por simples processo de análise mental, tudo que o espírito não pode chegar a compreender senão sob condição de sair de si mesmo, por meio da observação e da experimentação. c) Tratar fatos de uma certa ordem como coisas não é, pois, classificá-losnestaounaquelacategoriadoreal;éobservar, com relação a eles, certa atitude mental. Seu estudo deve ser abordado a partir do princípio de que se ignora completamente o que são, e de que suas propriedades características, assim como as causas desconhecidas de que estas dependem, não podem ser descobertas, nem mesmo pela mais atenta das introspecções. d) A regra não implica, pois, nenhuma concepção metafísica, especulação a respeito do que há no mais profundo do ser. É necessário que ao penetrar no mundo social, o sociólogo tenha consciencia de que penetra no desconhecido; é preciso que se mantenha pronto a fazer descobertas que hão de surpreendê-lo e desconcertá-lo. 38) Sobre o conceito de ação social e relação social, na obra de Max Weber: a ação social orienta-se pelas ações de outros, que podem ser passadas, presentes ou esperadas como futuras. Os “outros” podem ser individualizados e conhecidos, ou então, uma pluralidade de indivíduos indeterminados e completamente desconhecidos. Sobre o tema, assinale a alternativa que NÃO representa o pensamento de Weber. a) Nem toda a espécie de ação, incluindo a ação externa é “social”. Não o é, desde logo, a ação exterior quando esta só se orienta pela expectativa de determinadas reações de objetos materiais. A atividade econômica somente o é na medida que leva em consideração a atividade de terceiros. Ainda, nem toda a espécie de contato entre os homens é de caráter social; mas somente uma ação, com sentido próprio, dirigida para a ação de outros. b) A ação social pode ser: racional com relação aos fins (determinada por expectativas no comportamento tanto de objetos do mundo exterior como de outros homens); racional com relação a valores (determinada pela crença consciente no valor - interpretável como ético, estético, religioso ou de qualquer outra forma); afetiva (especialmente emotiva, determinada por afetos e estados sentimentais atuais); e tradicional (determinada por um costume arraigado). c) O pensamento fundamental de Max Weber é o entendimento da singularidade característica da realidade na qual nos movimentamos. Deseja entender a relação e a importância cultural, de acontecimentos singulares em suas manifestações contemporâneas e, por outro lado, a causa de serem historicamente dessa forma e não de outra”. O propósito é buscar fatores últimos e leis gerais determinantes para o conhecimento sistêmico. d) Por relação social deve-se entender uma conduta de vários - referida reciprocamente conforme seu conteúdo significativo, orientando-se por essa reciprocidade. A relação social consiste, pois, plena e exclusivamente, na probabilidade de que se agirá socialmente numa forma indicável (com sentido); sendo indiferente, por agora, aquilo em que a probabilidade repousa. www.pciconcursos.com.br
  12. 12. 8 IBFC_07 - VERSÃO A 39) Anomia e alienação. Marx partia de uma concepção imanente da relação entre o homem e a sociedade e do valor da liberdade sobre a coerção. Estava interessado nos problemas do poder e de transformação. Durkheim, parte de uma concepção transcendental e do valor da coerção moral, e se interessava pela manutenção da ordem. As definições contemporâneas de anomia e alienação confundiram e modificaram os significados clássicos destes conceitos. Desta forma, assinale a alternativa que DESCONSIDERA as concepções elaboradas por Marx e Durkheim acerca deste conceitos. a) Nas obras de Marx e Durkheim, a alienação e a anomia descrevem, crítica e negativamente, os estados de desordem social, referidos a padrões utópicos do bem-estar humano e societário. Contêm diretivas éticas e políticas radicais e diferentes ideologias; são contraconceitos, com distintas diretrizes de ação, mas de perspectivas opostas e polares, buscando causas distintas e propugnando diferentes soluções. b) A anomia centra-se na cultura transmitida pela organização social; a alienação volta-se para a hierarquia do controle no interior da própria organização social. Para Marx, alienar-se da sociedade é alienar-se de si mesmo. A anomia refere-se aos obstáculos que existem no funcionamento ordenado da sociedade; a alienação aos obstáculos que existem no crescimento produtivo dos indivíduos e às barreiras que impedem a transformação adaptada ao sistema social. c) Considerada fora de qualquer contexto histórico particular, a anomia se refere aos problemas de controle social em um sistema social. A anomia é um estado social de anarquia ou de ausencia de normas. A alienação representa mais um problema de legitimidade do controle social do que de sua adequação; é um problema de poder, entendido como dominação, dimensão esta conspicuamente ausente da perspectiva da anomia. d) A desumanização estabeleceu-se e os conceitos foram transmutados em coisas, ao invés de avaliarem as coisas. Deixou de ser claro; os homens alienados o são em relação a quê? O problema intelectual da desumanização é como fazer uma avaliação de um esforço insatisfatório admitido como uma descrição objetiva, ou pelo menos como avaliação do outro. Existe a argumentação de que os valores realmente não contam mais, e isto em nome de uma Sociologia objetiva. 40) Toda sociedade possui um modo de vida ou uma cultura, que define modos apropriados ou necessários de pensar, agir, sentir. Usada na pesquisa sociológica, a cultura tem um significado mais amplo, refere-se à totalidade do que aprendem os indivíduos como membros da sociedade. A partir desta referência conceitual, assinale a alternativa INCORRETA sobre comportamento padronizado e vida coletiva. a) As regularidades de comportamento, em si mesmas, constituem cultura. Ocorrem em grande parte porque os homens possuem cultura, têm padrões comuns do bom e do mau, do certo e do errado, do apropriado e não apropriado, possuem atitudes semelhantes e partilham de um fundo de conhecimento acerca do meio social, biológico e físico, em que vivem. b) A importância da cultura reside no fato de que ela proporciona o conhecimento e as técnicas que permitem ao homem sobreviver, física e socialmente, e dominar e controlar, a medida do possível, o mundo que o rodeia. O homem sobrevive em função do que aprende e é o único animal que possui cultura, podendo ser aprendida e partilhada. c) Os componentes da cultura podem ser agrupados em três grandes categorias: as instituições (as regras ou normas que governam o comportamento), como padrões normativos que definem o que se entende por modos de ação ou de relação social adequados, legítimos ou esperados; as idéias (toda a variedade de conhecimentos e crenças morais, filosóficas, científicas, históricas) abrangem uma variada e complexa gama de fenômenos sociais. d) Na organização da cultura há relações complexas entre os diversos elementos que formam o todo entre instituições e valores, entre valores e artefatos. Tais relações constituem um tema significativo de análise sociológica. Essa análise pode permanecer no nível da cultura em geral, ou, pode ser dirigida para uma cultura específica, um conjunto ou sistema de instituições, valores, crenças e objetos possuídos por determinado grupo de pessoas. 41) Os conceitos de “papel e status” têm importância central na análise da interação social. Proporcionam um elo entre as análises da sociedade e da cultura, e são de considerável valor para estabelecer as relações entre o indivíduo e sua cultura e sociedade. Sobre esse tema, assinale a alternativa INCORRETA. a) Os conceitos de papel e status derivam de certas observações básicas sobre a natureza das instituições. Quando se considera a variedade de normas sociais ou padrões de comportamento evidencia-se que alguns se aplicam a grupos limitados, outros apenas uma pessoa e poucos se aplicam universalmente ao conjunto das pessoas. Status é a posição socialmente identificada; papel é o padrão de comportamento esperado ou exigido de pessoas que ocupam determinado status. b) Em todas as sociedades se edificam papéis diferentes sobre os fatos da idade e do sexo. Outras características biológicas são, universalmente, tomadas como base de status e papéis distintos. A totalidade dos papéis e status emerge do próprio processo do viver coletivo, apesar de não haver uma divisão econômica do trabalho que envolve posições e obrigações. Entre os muitos status que os homens podem vir a ocupar, podemos distinguir os atribuídos, os adquiridos e os excluídos. c) É nova no conceito de ‘papel’ a tentativa de organizar sistematicamente o conhecimento, de testar as idéias valendo-se do acúmulo de provas e de secundar o conhecimento, passando além das percepções originais. Os papéis sociais também são apreendidos à medida que homens e mulheres adquirem cultura de seu grupo, embora os papéis possam ser desempenhados sem consciencia do seu caráter social. d) Os elementos de um papel social são óbvios e sutis. A tarefa importante da Sociologia consiste em descobrir não somente as normas óbvias e explícitas que definem e regulam as ações dos homens, mas também aquelas que permanecem habitualmente escondidas debaixo da superfície. Os homens representam ou desempenham papéis sociais; preenchem ou ocupam status. www.pciconcursos.com.br
  13. 13. 9IBFC_07 - VERSÃO A 42) Na medida em que se reúnem em grandes grupos a fim de atingir metas coletivas, os homens enfrentam complexos problemas de organização. Uma importante solução para este problema foi o desenvolvimento da “burocracia”, que Robert K. Merton define como “estrutura social formal, racionalmente organizada, que envolve padrões claramente definidos de atividades nos quais, de uma forma, ideal, toda a série de ações se relaciona funcionalmente com os propósitos da organização”. Acerca do conceito de burocracia, assinale a alternativa INCORRETA. a) A burocracia é uma forma de estrutura social que se encontranogovernoetambémemmuitasoutrasgrandes organizações. Podem existir diferenças amplas nos pormenores da organização e das operações, mas, nos traços gerais,os tipos de burocracia são semelhantes e permitem que se imaginem um “tipo ideal” de estrutura burocrática, que, segundo Weber, nada mais é do que um modelo de estrutura racionalmente ordenada. b) As características burocráticas essenciais contribuem para as operações eficientes da organização e estão funcionalmente ligadas umas às outras. São elas: I. posições ou cargos cuidadosamente definidos; II. ordem hierárquica com limites nítidos de autoridade e responsabilidade; III. seleção de pessoal estribada nas qualificações técnicas ou profissionais; IV. regras e regulamentos que governam a ação oficial; V. estabilidade e possibilidade de carreira por promoção na hierarquia. c) As circunstâncias dão origem a determinadas formas burocráticas - novas regras, maior insistência na obediência a ela, mais nítida definição das responsabilidades do cargo. Que as operações reais no interior das organizações são totalmente determinadas pelo plano burocrático. A burocracia ideal consegue eliminar dos negócios oficiais o amor, o ódio e todos os elementos puramente pessoais, irracionais e emocionais que escapam o cálculo, a saber que todas as organizações atingem este ideal. d) Segundo Weber, “a razão decisiva para o progresso da organização burocrática sempre foi sua superioridade puramente técnica sobre qualquer outra forma de organização. A precisão, a rapidez, a ausencia de ambiguidade, o conhecimento dos arquivos, a continuidade, a discrição, a unidade, a rigorosa subordinação, a redução do atrito e dos custos materiais e pessoais - são elevados ao seu ponto ótimo na organização estritamente burocrática”. 43) Para a compreensão das diferenças entre os conceitos de sociedade civil e de Estado, entre Locke e Rosseau e Hegel, Marx e Engels, assinale a alternativa, conceitualmente, correta: a) Marx não subordina o Estado à sociedade civil, portanto a definição, a organização e os objetivos do Estado deverão acordar com as relações materiais de produção, sem a intervenção da classe trabalhadora. Para ele, a sociedade civil é estrutura (relações de produção). b) Para os naturalistas Locke e Rosseau a sociedade civil era considerada como o reino da ordem sobre um estado de natureza, no qual os homens encontravam- se em algumas sociedades pré-estatais. A sociedade civil significava uma organização dos indivíduos, em uma entidade coletiva governada pelas leis. Assim, a sociedade civil era o estado de natureza organizado e governado pela vontade coletiva, pelo Estado. c) Hegel denominava sociedade civil a sociedade pré- política, aquela que os naturalistas tinham nomeado “estado de natureza”. A sociedade civil era o reino da dissipação, da miséria e da corrupção física e ética, exatamente o oposto da concepção naturalista. Segundo Mouffe, é somente nesse sentido que o conceito hegeliano de sociedade civil é pré-marxista. d) A sociedade civil e o Estado são antíteses para Marx e Engels. Engels argumentou que o Estado (a ordem política) é o elemento subordinado, ao que a sociedade civil (o domínio das relações econômicas) é o elemento decisivo. Dessa forma, a estrutura e a superestrutura, a sociedade civil e o Estado formam uma antítese dialética fundamental no sistema marxista. 44) Sobre o conceito de “hegemonia” no pensamento gramsciano, a maior contribuição de Antonio Gramsci ao marxismo é que ele sistematizou, a partir do que está implícito em Marx, uma ciência marxista da ação política. Ele assumiu todos os pressupostos a respeito das origens materiais de classe e do papel da luta e da consciência de classe na transformação social. Adotou a noção sobre a “hegemonia” burguesa na sociedade civil, o que significou o predomínio ideológico dos valores e normas burguesas sobre as classes subalternas. Assinale a alternativa INCORRETA acerca do pensamento de Gramsci. a) Aoriginalidade de Gramsci, como marxista, fundamenta- se em parte no seu conceito da natureza do domínio burguês; em seu argumento de que a força verdadeira do sistema não reside na violência da classe dominante ou no poder coercitivo do seu aparelho de Estado, mas na aceitação por parte dos dominados de uma concepção de mundo que pertence aos seus dominadores. b) O conceito de “hegemonia” tem dois significados principais: é um processo na sociedade civil pelo qual a classe dominante exerce o total controle, por meio da liderança moral e intelectual sobre outras frações aliadas da classe dominante; é a relação entre as classes dominantes e as dominadas. A hegemonia compreende as tentativas bem-sucedidas da classe dominada em usar sua liderança para impor sua visão de mundo como inteiramente abrangente e universal, e para moldar os interesses e as necessidades dos grupos dominantes. c) A argumentação desenvolvida por Gramsci é compreender como a classe dominante procurou conquistar o consentimento das classes subalternas desse modo; e assim entender como as últimas procederam para derrubar a ordem antiga e produzir uma nova ordem de liberdade universal. d) Para Gramsci, a explicação para o consentimento das classes subalternas reside no poder da consciencia e da ideologia. Mas, concomitantemente, nessa própria consciencia de que pode consentir nas relações da sociedade capitalista repousam os fundamentos de uma estratégia para obter o consentimento ativo das massas, por meio de sua auto-organização, começando pela sociedade civil e em todos os aparelhos hegemônicos. www.pciconcursos.com.br
  14. 14. 10 IBFC_07 - VERSÃO A 45) O termo “ideologia” aparece pela primeira vez em 1801 no Livro de Destutt de Tracy, “Eléments Idéologie”. O autor pretendia elaborar uma ciência da gênese das ideias, tratando-as como fenômenos naturais que exprimem a relação do corpo humano com o meio ambiente. Caminhando na história, o termo ressurge na obra de Augusto Comte, agora com dois significados: formação das ideias a partir da observação do corpo humano, do meio ambiente e do outro; e ideologia como um conjunto de ideias de uma época. Sobre o tema, assinale a alternativa que retrata o pensamento produzido pelos autores que constituem as linhas clássicas do pensamento sociológico. a) Durkheim tem a intenção de criar a sociologia como ciência, como conhecimento racional, objetivo, observacional e necessário da sociedade. Ele chamará de ideologia todo o conhecimento da sociedade que não respeite tais critérios. A análise de Marx tem como objeto privilegiado um pensamento historicamente determinado. Ele não separa a produção das idéias das condições sociais e históricas nas quais são produzidas. b) Para Durkheim, a condição para uma sociologia científica é tomar os fatos sociais como desprovidos de interioridade, isto é, de subjetividade, de modo a permitir que o sociólogo encare a realidade, da qual participa, como se fizesse parte dela. Para Marx, a ideologia é uma ilusão, necessária à dominação de classe. Por ilusão devemos entender a “ficção”, “fantasia”, “invenção gratuita e arbitrária”, “erro”, “falsidade”. c) A ideologia é sinônimo de subjetividade, oposta à objetividade, que não é pré-conceito em pré-noção, mas é um “fato” social justamente porque é produzida pelas relações sociais, possui razões muito determinadas para surgir e se conservar, sendo um conjunto de idéias falsas que prejudicam a ciência, uma maneira da produção das ideias pela sociedade, por formas históricas determinadas pelas relações sociais. d) Para Marx, ideologia é um conjunto de idéias acerca das pessoas, na qual um grupo valora seus comportamentos e interesses, atribuindo-lhes lugares e ocupações especiais. Durkheim, de forma superior classifica os seres humanos, gerando um conjunto de classificações, com alto grau de preconceito e falsa superioridade. 46) Segundo Alain Touraine, movimento social é a combinação de um princípio de identidade, de oposição, e de totalidade, como um ator de um campo de ação histórica. Um movimento social não é a expressão de uma intenção ou de uma concepção de mundo. Ele se situa no nível do sistema da ação histórica, e se define pelo confronto de interesses opostos para controlar forças de desenvolvimento e do campo de experiências históricas de uma sociedade. Sobre o tema, assinale a alternativa INCORRETA. a) O princípio de identidade é a definição do ator por ele mesmo. Um movimento social só pode se organizar se esta definição for consciente; mas a formação do movimento precede amplamente esta consciencia. É o conflito que constitui e organiza o ator. É normal que o ator se defina, inicialmente, em termos organizacionais ou institucionais. b) O princípio de oposição - um movimento só se organiza se ele pode identificar seu adversário, mas sua ação não pressupõe esta identificação. O conflito faz surgir o adversário, forma a consciencia dos atores presentes. Mesmo se o conflito for limitado por seu objetivo imediato e pelas forças que mobiliza, só se pode falar de princípio de oposição se o ator se sente confrontado com uma força social geral num combate, que coloca em causa orientações gerais da vida social. c) Não existe movimento social que se defina unicamente pelo conflito. Todos possuem o que Touraine denominou como um “princípio de totalidade”, que o sistema de ação histórica cujos adversários situados na dupla dialética das classes sociais disputam entre si, a dominação. O conflito pode engajar a propósito de um só dos elementos do sistema de ação histórica. d) Segundo Touraine, um movimento social pode ser analisado fora do campo da historicidade na qual ele se formou. Pode-se dizer, que ele agrega forças de classe para o controle de um sistema histórico.Alivre elaboração acerca do movimento permite, a priori, definir a natureza do ator de classe, o campo do conflito e seu objetivo, nos quais se conclui que os objetivos dos diversos movimentos e as formas de ação são iguais entre si. 47) A educação realiza importantes funções gerais. À sociedade como um todo, proporciona a preservação e a transmissão da cultura. Consoante a observação de Émile Durkheim, é “acima de tudo o meio pelo qual a sociedade recria perpetuamente as condições da própria existencia”. Com o aumento da complexidade cultural, assumiram as escolas - ou o que lhes foi atribuída - a responsabilidade maior, ou mesmo total, de transmitir certos tipos de conhecimentos e habilidades. Assinale a alternativa INCORRETA acerca das funções sociais da educação. a) Em virtude do que se ensina, das qualidades de espírito e caráter que se acentuam, e do âmbito e tipo de inovação que se estimula ou permite, a educação influencia outras instituições, valores e a própria estrutura social, de múltiplas maneiras. b) A política educacional não se sujeita às inúmeras tentativas de intervenção externa: conselhos, grupos de interesses, representantes dos poderes - legislativos, entre outros. Está na mão da autoridade educacional, a partir de um conjunto de instrumentos criados para os seus interesses, atribuir e adjudicar o seu olhar ao processo de produção coletiva do conhecimento e definir a política a ser desenvolvida. c) Um número cada vez maior de indícios denota que a educação conduz a atitudes tolerantes e humanitárias. Revelou-se que quanto mais elevado for o nível da consecução educacional, tanto mais ampla será a adoção de atitudes “democráticas”. Da mesma forma, a educação é um correlativo primordial do interesse pela política e da percepção cultural ou sofisticação. d) Espera-se que o aumento da quantidade e da proporção de diplomados em escolas (secundárias e superiores) fomente a tolerância das minorias, fortaleça o apoio as liberdades civis, incremente o interesse político e acrescente o número dos que se interessam por arte, música, drama e literatura. Em muitos sentidos, a educação é o maior incentivo de diferenças que de uniformidades. www.pciconcursos.com.br
  15. 15. 11IBFC_07 - VERSÃO A 48) Responda a essa questão sobre o conhecimento do processo de desenvolvimento econômico, encarado sob o prisma da evolução urbana. A economia urbana jamais é autossuficiente, pois as atividades produtivas ainda não podem ser desenvolvidas em seu seio: a produção de alimentos (em larga escala, para a sociedade da cidade). Sobre o tema, assinale a alternativa INCORRETA acerca do desenvolvimento e subdesenvolvimento no contexto das cidades. a) Segundo Celso Furtado, o binômio desenvolvimento/ subdesenvolvimento deve ser vinculado ao processo de acumulação de capital, adquirindo suas especificidades no curso deste. O desenvolvimento no mundo todo tende a criar igualdades. É uma lei universal inerente ao processo de crescimento: a lei da concentração. O desenvolvimento de uma sociedade é alheio a sua estrutura social e à formulação de uma política de desenvolvimento, e sua implantação é concebível sem preparação ideológica. b) Aorganização social assenta sobre a divisão do trabalho. Dela surgem as classes sociais, se definem o “status” e os papéis dos indivíduos e dos grupos na sociedade. O desenvolvimento econômico implica mudança social precisamente porque, em essencia, ele constitui uma redivisão do trabalho em todos os sentidos, consiste numa completa transformação da estrutura de produção pré-existente. O conceito de subdesenvolvimento está relacionado às deprimentes condições de vida de uma comunidade. c) O discurso dominante em alguns países sobre a questão do desenvolvimento econômico está vinculado a “autodeterminação” do povo, imbuído da superação da sua condição periférica e do uso de políticas públicas voltadas à geração do desenvolvimento nacional. O modeloinspiradonoconceitodeeconomiadupla,ouseja, a economia de um país pobre, pode ser pensada como contendo dois setores: um setor pequeno capitalista e um setor muito grande chamado de tradicional. d) Em uma leitura menos formal e erudita, desenvolvimento é quando a população se sente inserida no processo produtivo e de consumo, ou seja, em processos econômicos vinculados a oportunidades iguais no mercado do trabalho, no acesso a bens e serviços; e subdesenvolvimento é quando só uma minoria da sociedade usufrui das condições materiais e econômicas, incluindo a falta de acesso tecnológico. 49) A disjunção por vezes encontrada entre a cultura e a estrutura social pode ser fonte de comportamento divergente. Cada cultura estabelece metas e interesses que os membros da sociedade devem alcançar e são estimulados a fazê-lo. Quando a ênfase às metas é exagerada ou quando os meios definidos se revelam inadequados ou inexistentes, os que não conseguem suportar tendem a se desviar das normas sociais e seu comportamento pode assumir formas diferentes. Merton identifica quatro tipos distintos de comportamento. Assinale a alternativa em que a definição NÃO caracteriza o tipo pré-definido. a) Ritualismo - o ritualista desiste mas, não obstante, continua a conformar-se às regras predominantes que governam o trabalho e o esforço. Não existe evidência declarada de desvio, mas essa reação interna é, manifestamente, “um abandono do modelo cultural em que os homens são obrigados a lutar ativamente, de preferencia por meio de processos institucionalizados. b) Afastamento - O que afasta abre mão das metas e dos padrões sancionados de comportamento. A fuga total às contradições da situação pode manifestar-se no vagabundo, no toxicômano, no psicótico, etc, alguns dos quais negam a conveniencia do sucesso e recusam-se a conformar-se às exigencias da moral da classe média, muitas vezes sem a substituir por quaisquer valores efetivos ou significativos. c) Inovação - A reação divergente que mais prontamente manifesta a distinção entre a cultura e a estrutura social é a inovação, o emprego de técnicas novas ou ilícitas para alcançar as metas almejadas. Quando tais metas recebem da cultura maior relevo do que os métodos pelos quais devem ser alcançadas, as pessoas tendem a não fazer caso das restrições morais, legais e consuetudinárias aos esforços para lograr seus objetivos. A inovação, não precisa assumir a forma de comportamento divergente. d) Rebelião - As frustrações geradas pelas limitadas oportunidades de buscar ou atingir metas culturalmente sancionadas podem acarretar a rejeição total não só dos fins mas também das instituições, por meio das quais elas devem ser logradas, associadas à defesa ou à introdução de valores novos e novas formas institucionais e de organização. O ódio, a hostilidade, o sentimento de impotência estão ligados à denúncia declarada das metas que permanecem ao alcance da pessoa. Os tipos mais significativos de rebelião assumem forma política. www.pciconcursos.com.br
  16. 16. 12 IBFC_07 - VERSÃO A 50) Leia o texto a respeito dos fundamentos da produção da sociedade e do seu conhecimento - a mercadoria, sob o valor de uso e valor de troca. A mercadoria é, antes de mais nada, um objeto externo, uma coisa que, por suas propriedades, satisfaz necessidades humanas, seja qual for a natureza, a origem delas, provenham do estômago ou da fantasia. Não importa a maneira como a coisa satisfaz à necessidade humana, se diretamente, como meio de subsistência, objeto de consumo, ou indiretamente, como meio de produção. A partir desta breve explanação, assinale a alternativa que NÃO está correlacionada com os conceitos apresentados a) A utilidade de uma coisa faz dela um valor-de-uso. Determinada pelas propriedades materialmente inerentes à mercadoria, só existe através dela. Esse caráter da mercadoria não depende da quantidade de trabalho empregado para obter suas qualidades úteis. O valor-de-uso só se realiza com a utilização ou o consumo, constitue o conteúdo material da riqueza. b) O valor-de-troca revela-se na relação quantitativa entre valores-de-uso de espécies diferentes, na proporção em que se trocam, relação que muda constantemente no tempo e no espaço. Por isso, o valor-de-troca parece algo casual e puramente relativo, e, portanto, uma contradição em termos, um valor-de-troca inerente, imanente à mercadoria. c) Um valor-de-uso, ou um bem, só possui valor porque nele está corporificado, materializado, o trabalho humano abstrato. Se o valor de uma mercadoria é determinado pela quantidade de trabalho gasto durante sua produção, poderia parecer quanto mais preguiçoso ou inábil um ser humano, tanto maior o valor de sua mercadoria. O que determina o abaixamento do valor é a quantidade de trabalho socialmente necessário e o tempo de trabalho perdido para a produção de um valor- de-uso. d) As propriedades materiais só interessam pela utilidade que dão às mercadorias, por fazerem destas valores- de-uso. Segundo Barbon “um tipo de mercadoria é tão bom quanto outro, se é igual o valor-de-troca. Não há diferença ou distinção em coisas de igual valor-de-troca. Como valores-de-uso, as mercadorias são, antes de mais nada, de qualidade diferente; como valores-de- troca, só podem diferir na quantidade, não contendo portanto nenhum átomo de valor-de-uso”. www.pciconcursos.com.br
  17. 17. IBFC_07 - VERSÃO A 13 REDAÇÃO Transcreva a redação de 15 a 30 linhas, com caneta azul ou preta, para o cartão de respostas. Texto 1 Cintura de plástico Ontem eu estava cozinhando (eu adoro cozinhar) e me vi cercada por plásticos. Era o plástico que embalava as vagens, o plástico que embalava as cenouras, o plástico da garrafa de leite, uma sacolinha que eu nem consegui identificar de onde veio, duas sacolas que os feirantes usaram para colocar os sacos de vagem e cenoura, que depois eu coloquei na minha sacola de ráfia, mas já era tarde demais. E isso me fez lembrar da sopa de plástico do Giro do Pacífico Norte, que eu publiquei, atônita, há um pouco mais de um ano atrás. Consegui os endereços da pessoa que fotografou aquela tartaruga, não se preocupe se você não se lembra, vou colocá-la novamente aqui. E, descobri que além da dita fotografia conhecidíssima, também existem outras, que ajudam a contar uma história. O fotógrafo em questão é um herpetologista, Dino Ferri, que na época trabalhava no Audubon Nature Institute, em New Orleans. Imagine-se no lugar deste pesquisador. Conta Ferri que em um dia normal de trabalho, chegou um garotinho com uma caixa na mão. Ele tinha resgatado aquela tartaruga na praia e queria saber informações sobre ela, gostaria que o aquário do instituto cuidasse dela. Fonte: <http://scienceblogs.com.br/rastrodecarbono/2009/03/cintura_de_plastico.php>. Texto 2 Barco feito com 12 mil garrafas plásticas inicia jornada. Viagem tem objetivo de chamar atenção para a poluição nos oceanos. Um barco feito de 12 mil garrafas plásticas partiu neste domingo em uma jornada da cidade americana de San Francisco até a capital australiana Sydney. O objetivo da viagem, que deverá durar três meses, é chamar a atenção para o problema da poluição nos oceanos. O ambientalista e herdeiro do setor bancário David De Rothschild e sua tripulação partiram no catamarã Plastiki. A jornada de 11 mil milhas náuticas passará pelo local conhecido como “grande depósito de plástico do Pacífico”, uma massa de lixo cinco vezes maior do que a Grã-Bretanha. Quatro em cada cinco garrafas plásticas acabam em depósitos de lixo, segundo a ONU (Organização das Nações Unidas). Rothschild, de 31 anos, já completou expedições aos dois polos e várias florestas.“Viajando a 2.0 nós, há muito oceano pela frente!”, disse Rothschild em sua página no site de mensagens Twitter. “Acabamos de avistar nosso primeiro lixo marinho – um copo de plástico!” Reciclando: As 12 mil garrafas plásticas usadas no Plastiki foram recheadas com dióxido de carbono para tornar a embarcação durável e permitir que flutue. O catamarã usa energia solar, eólica e turbinas marítimas.Uma bicicleta ergométrica será usada para carregar os laptops que serão usados a bordo e há também um banheiro que transformará detritos em adubo e um jardim para que vegetais possam ser plantados. Críticos dizem que a expedição apenas perpetua a crença de que é aceitável usar plástico se as pessoas reciclarem o material, ao invés de encorajar o fim do uso. Eles também dizem que se o Plastiki quebrar no meio da jornada, depositará milhares de garrafas diretamente no oceano. Fonte: BBC Brasil. <www.estadao.com.br/noticias/vidae,barco-feito-com-12-mil-garrafas-plasticas-inicia-jornada,527281,0.htm>. Baseado nos dados apresentados nos textos 1 e 2 procure desenvolver um texto dissertativo com a seguinte temática: “O uso consciente do plástico.” Procure levantar algumas medidas para solucionar este problema. www.pciconcursos.com.br
  18. 18. IBFC_07 - VERSÃO A 5 10 15 20 25 30 14 www.pciconcursos.com.br

×