2013 invasões holandesas

993 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
993
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • ia
  • ia
  • 2013 invasões holandesas

    1. 1.  MOTIVAÇÕES Fim da Parceria Holanda-Portugal no negócio doAçúcar, em decorrência da União Ibérica; Financiamento Holanda Refino Produção Brasil Distribuição Portugal Transporte Impostos
    2. 2. União Ibérica (1580-1640) o Morte do Rei D. Sebastião I (1578) ; o Morte do Rei-Cardeal D. Henrique de Coimbra; o Ascensão do Rei Espanhol D. Felipe II da Espanha; o As rivalidades políticas, econômicas e religiosas provocaram o rompimento dos D. Sebastião I acordos comerciais;  Criação da Companhia das Índias Ocidentais (1621) pelos holandeses
    3. 3. INVASÃO DA BAHIA (1624)Ocupação de Salvador (Capital da Colônia)Resistência da população localEnvio de frota lusoespanhola INVASÃO DE PERNAMBUCO (1630-1654) 1ª Fase (1630-1637): Resistência o Temor dos Senhores de Engenho o Interrupção na Produção – Fuga de Escravos o “Traição” de Calabar Domingos Fernandes Calabar
    4. 4. 2ª Fase (1637-1644): Período de Nassau o Liberação de financiamento o Fundação de Recife o Incentivo às artes o Liberdade de culto o Invasão de Angola3ª Fase (1644-1654): Expulsão o Demissão de Nassau o Fim da União Ibérica (1640): “O Brasil é a vaca leiteira de Portugal” (D. João IV, Rei de Portugal) o Insatisfação dos Senhores de Engenho
    5. 5. CONSEQUÊNCIAS Cena da Batalha de Guararapes Guerra dos Brasileiros: André Vidal, Filipe Camarão eHenrique Dias Retirada dos Holandeses (1654) Acordo de Haia (1661) – Portugal paga indenização de 63toneladas de ouro Concorrência com açúcar holandês produzido nasAntilhas

    ×