MODERNISMO 
2ª GERAÇÃO 
Jorge de Lima
ANTECEDENTES 
Desgaste da política do café com leite 
Crise de 1929 
Revolução de 1930 
Industrialização 
Revolução c...
CARACTERÍSTICAS 
Linguagem coloquial 
Maturidade das ideias 
Infância 
Religiosidade 
Filosofia 
Amor 
Regionalismo...
INTRODUÇÃO 
Nasceu em 1893 em Alagoas; 
1907, jornais locais; 
1908 muda-se para Bahia. “Bahia de todos os Santos” 
19...
“Triste ironia atroz que o senso humano irrita: 
- 
Ele que doira a noite e ilumina a cidade, 
Talvez não tenha luz na cho...
O Mundo do Menino Impossível 
O menino impossível 
que destruiu 
os brinquedos perfeitos 
que os vovós lhe deram: 
o urso ...
O menino impossível 
que destruiu até 
os soldados de chumbo de Moscou 
e furou os olhos de um Papá Noel, 
brinca com sabu...
ESSA NEGRA FULÔ 
Ora, se deu que chegou 
(isso já faz muito tempo) 
no bangüê dum meu avô 
uma negra bonitinha, 
chamada n...
Ó Fulô! Ó Fulô! 
(Era a fala da Sinhá 
Chamando a negra Fulô!) 
Cadê meu frasco de cheiro 
Que teu Sinhô me mandou? 
— Ah!...
PRINCIPAIS POESIAS: 
* XIV Alexandrinos (1914) 
* O Mundo do Menino Impossível (1925) 
* Poemas (1927) 
* Novos Poemas (19...
REFERÊNCIAS 
De CANTO I, Fundação da Ilha – Invenção de Orfeu. 
http://www.antoniomiranda.com.br/iberoamerica/brasil/jorge...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jorge de lima apresentação

2.513 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
75
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jorge de lima apresentação

  1. 1. MODERNISMO 2ª GERAÇÃO Jorge de Lima
  2. 2. ANTECEDENTES Desgaste da política do café com leite Crise de 1929 Revolução de 1930 Industrialização Revolução constitucionalista 1932
  3. 3. CARACTERÍSTICAS Linguagem coloquial Maturidade das ideias Infância Religiosidade Filosofia Amor Regionalismo romântico Realismo
  4. 4. INTRODUÇÃO Nasceu em 1893 em Alagoas; 1907, jornais locais; 1908 muda-se para Bahia. “Bahia de todos os Santos” 1910 “O Acendedor de Lampiões” .1921: Torna-se professor. 1925: Adere ao modernismo.
  5. 5. “Triste ironia atroz que o senso humano irrita: - Ele que doira a noite e ilumina a cidade, Talvez não tenha luz na choupana em que habita. Tanta gente também nos outros insinua Crenças, religiões, amor, felicidade, Como este acendedor de lampiões da rua!” Acendedor de Lampiões
  6. 6. O Mundo do Menino Impossível O menino impossível que destruiu os brinquedos perfeitos que os vovós lhe deram: o urso de Nürnberg, o velho barbado jugoeslavo, as poupées de Paris aux cheveux crêpés, o carrinho português feito de folha-de-flandres, a caixa de música checoslovaca, o polichinelo italiano made in England, o trem de ferro de U. S. A. e o macaco brasileiro de Buenos Aires moviendo la cola y la cabeza.
  7. 7. O menino impossível que destruiu até os soldados de chumbo de Moscou e furou os olhos de um Papá Noel, brinca com sabugos de milho, caixas vazias, tacos de pau, pedrinhas brancas do rio...
  8. 8. ESSA NEGRA FULÔ Ora, se deu que chegou (isso já faz muito tempo) no bangüê dum meu avô uma negra bonitinha, chamada negra Fulô. [...] Ó Fulô! Ó Fulô! (Era a fala da Sinhá) vem me ajudar, ó Fulô, vem abanar o meu corpo que eu estou suada, Fulô! vem coçar minha coceira, vem me catar cafuné, vem balançar minha rede, vem me contar uma história, que eu estou com sono, Fulô!
  9. 9. Ó Fulô! Ó Fulô! (Era a fala da Sinhá Chamando a negra Fulô!) Cadê meu frasco de cheiro Que teu Sinhô me mandou? — Ah! Foi você que roubou! Ah! Foi você que roubou! [...] O Sinhô foi ver a negra levar couro do feitor. A negra tirou a roupa, O Sinhô disse: Fulô! (A vista se escureceu que nem a negra Fulô). [...] O Sinhô foi açoitar sozinho a negra Fulô. A negra tirou a saia e tirou o cabeção, de dentro dêle pulou nuinha a negra Fulô.
  10. 10. PRINCIPAIS POESIAS: * XIV Alexandrinos (1914) * O Mundo do Menino Impossível (1925) * Poemas (1927) * Novos Poemas (1929) * O acendedor de lampiões (1932) Poemas Negros (1947) * Livro de Sonetos (1949) * Invenção de Orfeu (1952)
  11. 11. REFERÊNCIAS De CANTO I, Fundação da Ilha – Invenção de Orfeu. http://www.antoniomiranda.com.br/iberoamerica/brasil/jorge_de_lima.h tml http://www.jornaldepoesia.jor.br/jorge1.html http://www.passeiweb.com/estudos/livros/invencao_de_orfeu http://www.brasilescola.com/literatura/jorge-lima.htm

×