Poesia lírica

3.696 visualizações

Publicada em

André Carvalho 1104

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.696
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poesia lírica

  1. 1. André Carvalho nº 05 1104
  2. 2. Não há definição objectiva, mas a poesiaé, a expressão de sentimentos, emocõessentidas pelo poeta em relação àquilo que orodeia ou pelo que toma como tema, reveladonuma forma escrita, cuja sonoridade eestrutura, muitas vezes se assemelha a umcântico, a um apelo, etc.
  3. 3. Analisando-a no plano fónico, a poesia nãoé uma linguagem comum que serve somentepara significar. Consegue criar um conjunto desons agradáveis e melodiosos através darima, do ritmo e de várias figuras de estilocomo a repetição que é frequentementeutilizada.
  4. 4. A poesia lírica nasceu na Grécia acompanhadade instrumentos musicais, como a lira e aflauta, nos versos de Safo e Alceu. Safo, nascida na ilha de Lesbos, de famíliaaristocrática, foi a primeira voz individual nolirismo, e sua poesia, nos séculos VII – VI a.C., eradirigida para outras mulheres. A lírica grega influenciou a poesia líricaromana, que floresceu sob a égide da proteçãodas artes, através do imperador Augusto.
  5. 5. Entre os séculos XI e XVIII, floresceu no Sulda França a poesia provençal, ainda ligada àmúsica, mas com a valorização da melopéia,característica relacionada à significação daspalavras, através do som e do ritmo por elasproduzidos. O Classicismo portuguêsdesabrocha na era da razão, dividida entre aemoção e a contensão de um “eu lírico” quese preocupa com o saber, o engenho e a arte.
  6. 6. Após a Revolução Francesa, emerge do seio umasociedade burguesa, o conceito de autoria, e com ele aevasão romântica, o individualismo e a exacerbação dasubjetividade. O poeta romântico atribui à poesia, aexpressão do “eu” mergulhado em subjetividade e, éem Baudelaire que poesia se associa àinteligência, abrindo caminho para a estética dogrotesco. A partir do Simbolismo, o sujeito lírico modernoconsciente de que o mundo poético dista do mundoreal, liberta o “eu” aprisionado pela lógica, e a poesiatorna-se libertária, através da escolhas feitas pelosujeito lírico.
  7. 7. A poesia lírica moderna expande aspossibilidades criativas, ganha consciênciacrítica, sob o olhar do sujeito lírico quesubverte as normas, os velhos temas e asantigas ideologias.

×