25 de Abril

531 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o 25 de Abril

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

25 de Abril

  1. 1. No dia 25 de abril de 1974, passava pouco dameia-noite e em algumas casaso rádio estava sintonizado naRenascença onde estavaprestes a tocar a música«Grândola Vila Morena»Escrita por Zeca Afonso.
  2. 2. Grândola Vila MorenaPor Zeca AfonsoGrândola, vila morena Terra da fraternidadeTerra da fraternidade Grândola, vila morenaO povo é quem mais ordena Em cada rosto igualdadeDentro de ti, ó cidade O povo é quem mais ordenaDentro de ti, ó cidade À sombra duma azinheiraO povo é quem mais ordena Que já não sabia a idadeTerra da fraternidade Jurei ter por companheiraGrândola, vila morena Grândola a tua vontadeEm cada esquina um amigo Grândola a tua vontadeEm cada rosto igualdade Jurei ter por companheiraGrândola, vila morena À sombra duma azinheiraTerra da fraternidade Que já não sabia a idade
  3. 3. Muitas pessoas acharam estranho ouvir umamúsica que tinha sido proibida pelo presidente,porque naquela altura as músicas, filmes, livros,etc., que não agradassem ao presidente daRepública eramcensurados. As pessoaseram perseguidas pelaPIDE e não eram livres.
  4. 4. Era quinta-feira, às 07 h 30 min foi emitida pelo RCPuma nova nota histórica.Já perto do meio-dia os capitães foram a caminhodo Quartel do Carmo, onde estavam escondidosMarcello Caetano e dois dos seus ministros.Salgueiro Maia notificou-os para se renderem até às5h da tarde.Foi o que aconteceu...
  5. 5. Uma multidão enorme estava em redor daAssembleia da República, ao lado dos militares,prontos para a destruir com os canhões.Nesse dia as floristas ofereceram cravos aosmilitares que logo os colocaram nas armas.Também se cantou o hino «A Portuguesa».
  6. 6. A partir daí começou-se a chamar «Revoluçãodos Cravos» a este acontecimento.As pessoas passaram a ter liberdade deexpressão, ficaram mais alegres, pois a PIDEdesapareceu.
  7. 7. Viva a República! Viva Portugal!

×