Nam June Paik

609 visualizações

Publicada em

Nam June Paik

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
609
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nam June Paik

  1. 1. Arte Eletrónica
  2. 2.  É uma forma de arte que envolve, de certaforma, um espectador interativo. Isto éconseguido, fazendo com que, por exemplo, oespectador ande pela obra, tornando-se parte dela.A grande parte dos trabalhos incluemcomputadores e sensores para responder amovimentos, sons e outros estímulos efetuadospelo espectador. As obras características da arte eletrónicasão, geralmente, altamente interativas, fazendocom que o observador navegue pelaobra, aceitando que a participação e/ou influênciada audiência local ou remota altere o curso da obra.
  3. 3.  Este tipo de arte distingue-se pelo diálogoexistente entre a peça e o participante, assimsendo, o espetador é habilitado a agir e, muitasvezes, interagir com a obra. Em termos de criação de grupos, materiaispróprios, e adequação do meio, os artistas são alinha da frente no que toca a interatividade. Váriosartistas adotaram cedo novas interfaces e técnicasque permitam a participação do espectador, novosmeios de expor a obra, novas formas de interaçãohumano-humano e humano-máquina, e novoscontextos sociais de interatividade.
  4. 4.  Nome: Nam June Paik Nascimento: 20 de Julho de 1932 Morte: 28 de Janeiro de 2006 Nacionalidade: CoreanoÁrea: vídeo, música, movimento Neo-Dada, Fluxus, arte eletrónica
  5. 5. Nascido na Coreia, Nam June Paik foi uma figuraseminal na arte do vídeo. As suas esculturas devídeo, instalações, performances e vídeos de canalúnico abrangeram um dos órgãos mais influentesde trabalho na arte dos média eletrónicos.Misturando teorias de comunicações globais comuma ‘sensibilidade’ Fluxus irreverente, o seutrabalho na música, performance e vídeo exploroua junção de arte, tecnologia e cultura popular.Paik, que é reconhecido como um artista visionárioda vanguarda internacional, é também consideradocomo o primeiro artista de vídeo.
  6. 6. A arte exprime sempre o imaginário da sua época.Assim, a utilização das novas tecnologias pela arteeletrónica, aliando a informática e os meios de comunicação, vaiconstituir o que podemos chamar de ciber-arte. Surge uma arteinterativa, onde autor e público se misturam de forma simbiótica(relação de cooperação). Para a arte eletrónica, mais importanteque o produto final é o processo de criação coletivo, aberto equase sempre inacabado. Por isso, o espectador torna-setambém criador, na medida em que pode alterar e transformar aobra de arte. Esta apresenta-se como algo inacabado, que crescee se valoriza, que não é estanque e conclusivo, pois faz parte deumprocesso queétambémobradearte.
  7. 7. Na arte eletrónica, os artistas utilizam as novastecnologias numa postura ao mesmo tempo crítica elúdica, com o intuito de multiplicar as suas possibilidadesestéticas. Adquire uma nova forma simbólica que vaiexplorar o ciberespaço (o espaço eletrónico), ainstantaneidade (o tempo real), e ainteratividade, quebrando a fronteira entreprodutor, consumidor e editor. O mundo ao qual o "ciber-artista" se refere deixou de ser o mundo real dosfenómenos, mas o mundo virtual dos simulacros. Adistorção e desintegração do sistema figurativo modernosurge com o coreano Nam June Paik . Para Paik, não existeverdade, pois não existe aquilo que possamos afirmar ser oreal. Tudo não passa de pura invenção e arranjos sucessivos .
  8. 8.  http://pt.wikipedia.org/wiki/Arte_interativa http://en.wikipedia.org/wiki/Nam_June_Paik http://www.eai.org/artistTitles.htm?id=481 http://thinkvisual.wordpress.com/tag/nam- june-paiks-electronic-superhighway/
  9. 9. Nam June Paik

×