Dossier de produção

377 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
181
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dossier de produção

  1. 1. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Comunicação e Multimédia Produção Audiovisual II Alfândega da Fé Um segredo transmontano (Dossier de Produção) André Ferreira #53829 Margarida Afonso #53851 2013/2014
  2. 2. ÍNDICE IDEIA/CONCEITO ..................................................................................................................... 3 SINOPSE ...................................................................................................................................... 3 PESQUISA ...................................................................................................................................... 4 Pesquisa Factual ............................................................................................................ 4 Pesquisa Técnica ....................................................................................................................... 4 Pesquisa estética .......................................................................................................... 6 STORYLINE ................................................................................................................................. 6 GUIÕES .......................................................................................................................................... 7 Património ................................................................................................................................. 7 Cultura/Lazer ............................................................................................................................. 8 Natureza .................................................................................................................................... 9 Gastronomia ............................................................................................................................ 10 STORYBOARD .............................................................................................................................. 12 GUIÃO TÉCNICO .......................................................................................................................... 14 RÉPARAGE ................................................................................................................................... 17 ORÇAMENTO ............................................................................................................................... 18
  3. 3. IDEIA/CONCEITO O projeto de não ficção promocional a ser desenvolvido terá uma estrutura semelhante a uma WEBTV, abordando temas como: Cultura, Lazer, Gastronomia e Património de Alfândega da Fé e áreas envolventes. Apresentando o produto final numa plataforma única e semi-interativa. SINOPSE Situada nas terras quentes transmontanas, Alfândega da Fé dá a conhecer aos nossos olhos os seus soberbos lugares com história, cultura e costumes únicos. E através de uma plataforma de WebTv é pode-se explorar e apresentar esta terra transmontana dando a conhecer a sua cultura, atividades de lazer, o seu património, natureza e a fabulosa gastronomia.
  4. 4. PESQUISA Pesquisa Factual É difícil encontrar conteúdos audiovisuais que promovam o nordeste português. Apesar de ser conhecido por alguns, é mal idealizado por outros. As terras quentes transmontanas tem costumes únicos, produtos de qualidade que poucos nem imaginam a sua origem. Alfândega da Fé gere um sistema sustentável na cultura, promovendo uma grande variedade de espetáculos e exposições, e no lazer. Oferecendo a quem lá vai, espaços únicos para pernoitar e relaxar, e com uma boa variedade de cozinhas tradicionais e contemporâneas. É possível visitar Alfândega em qualquer época com fáceis vias de acesso. De Janeiro a Dezembro é possível participar em atividades de lazer e lavoura, oferecendo uma experiencia única a todos os que procuram um espaço que vive de emoções. Pesquisa Técnica Para a execução do projeto baseamo-nos numa trilogia de vídeos promocionais da Douro Alliance, que apresentam 3 cidades do Douro: Vila Real, Peso da Régua e Lamego. Escolhemos esta trilogia porque os conteúdos programáticos apresentados de cada cidade obtém a mesma estrutura pretendida e o uso de algumas técnicas que já teríamos em mente, como os travellings na horizontal e os pannings nas paisagens.
  5. 5.  VILA REAL // SINTO A CIDADE PORQUE... Douro Alliance (http://www.youtube.com/watch?v=OZL4dpqbXBk)  LAMEGO // SINTO A CIDADE PORQUE... Douro Alliance (http://www.youtube.com/watch?v=y_xT711917w)  PESO DA RÉGUA // SINTO A CIDADE PORQUE... Douro Alliance (http://www.youtube.com/watch?v=zbLshgSM6NQ)
  6. 6. Pesquisa estética Para que o nosso projeto seja feito à nossa imagem, pretendemos utilizar grandes planos e planos aproximados de forma a focalizar o que queremos transmitir em cada tema a ser projetado. Pretendemos utilizar uma grande profundidade de campo nos grandes planos, para que seja possível observar toda a paisagem apresentada. E pouca profundidade de campo em todos os planos aproximados, de forma a focalizar o que pretendemos transmitir. Vamos transmitir um ambiente de conforto usando cores quentes, com tons de amarelo e castanho para transmitir a ideia de Terras Quentes Transmontanas. STORYLINE Início (Património) Os edifícios e todo o ambiente em redor. Desenvolvimento (Cultura e Lazer) Conclusão (Natureza e Gastronomia) Todo o ambiente de Os costumes cultura e lazer inserido gastronómicos e no espaço. de onde derivam os mesmos.
  7. 7. GUIÕES Património MIRADOURO LARGO DO CASTELO P. GERAL: Movimento do centro da TIMELAPSE...enquanto é apresentada a mensagem: Vila num (ALFANDEGA DA FÉ É PATRIMÓNIO) TORRE DO RELÓGIO P. MEDIO: Relógio ocupa metade do plano. P. GERAL: Vista geral da torre. PAINEIS DE CERÃMICA P. PORMENOR: É apresentado uma das cenas do mosaico. P. GERAL: Deslizando da esquerda para a direita, apresenta como plano de fundo o gigante painel de cerâmica. CAPELA S.SEBASTIÃO P. MEDIO: Porta da Capela. EDIFICIO DA CAMARA MUNICIPAL P. APROXIMADO: Pequena cupula apresentada do lado esquerda da imagem. P. GERAL: Deslizando da esquerda para a direita, apresenta toda afachada frontal do edificio. CAPELA DA MISERICÓRDIA P. APROCIMADO: Sino do topo da capela. P. GERAL: Apresentado a frente do edificio. BIBLIOTECA MUNICIPAL P. MÉDIO: Deslizando da esquerda para a direita, entre as colunas. P. GERAL: É apresentado toda a frente do edificio IGREJA MATRIZ P. APROXIMADO: Torre da igreja. P. GERAL: Aproximando-se da porta principal, contra-picando com o edificio. CASA DA CULTURA MESTRE JOSÉ RODRIGUES P. GERAL: Deslizando da esquerda para a direita, Interior sala de Exposições.
  8. 8. P. GERAL: Exterior do edificio. PARQUE VERDE P. GERAL: entre as àreas verdes, deslizando da esquerda para a direita, é apresentado sempre em plano de fundo o coreto. P. APROXIMADO: É apresentado em cenas separadas as cinco esculturas dentro do Parque. CAPELA DA FAMÍLIA FERREIRA P. APROXIMADO: É apresentado com detalhe, todo o trabalho por de cima da porta da capela. P. GERAL: Fachada da capela SEM IDENTIFICAÇÃO SEM PLANO: Sobreposto por um vídeo completamente desfocado é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ - O SEGREDO TRANSMONTANO) Cultura/Lazer Grupo de Cantares de Alf. da Fé P. GERAL: Camara desliza da esquerda para a direita, apresentando o edificio da Casa da Cultura, enquanto é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ É CULTURA) P. GERAL: Visualiza-se um grupo de cantares em ensaios, ligeiramente contra-picado. P. APROXIMADO: Como plano de fundo, alguns elementos do grupo, o foco situa-se na Expressão do elemento mais perto a cantar. Associação Musical de Alf. da Fé P. APROXIMADO: A partir das costas do maestro, é possivel ver os moviemntos de braços do mesmo, ao mesmo tempo que observa-se o grupo em flano de fundo em ensaios. P. GERAL: A partir das costas dum músico é possivel ter uma visão geral dos restantes elementos em ensaio, podendo visualizar o maestro em plano de fundo. Teatro de Alf. da Fé PANORAMICA: A partir do topo do auditório a camara desliza da esquerda para a direita enquanto os ensaios de palco decorrem.
  9. 9. P. MEDIO: A partir das cortinas, é possível visualizar ensaios dos actores. Casa da Cultura Mestre José Rodrigues (Exposições) PANORAMICA: Sala de exposições com elementos em exposição. Encontrando uma pessoa a observar a exposição. Passeios de Burro P. GERAL: Camara desliza da esquerda para a direita, apresentando o Posto de Turismo, enquanto é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ É LAZER) P. APROXIMADO: Encontra-se um burro a ruminar a palha. P. MEDIO: O burro desloca-se da esquerda para a direita. Escolas Alojamentos Rurais P. GERAL: Camara desliza da esquerda apresentando uma das escolas alojamento. para a direita, Hotel & SPA Alf. da FÉ P. APROXIMADO: Mesa de restaurante arranjada com vista panorâmica como plano de fundo. P. MEDIO: Instalações de SPA P. GERAL: Deslizando da esquerda para a direita, é apresentada a fachada principal do Hotel. Espetáculo - NOITE P. MÉDIO: Grupo de bailarinas a dançar. P. GERAL: Público. Sem identificação SEM PLANO: Sobreposto por um video completamente desfocado é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ - O SEGREDO TRANSMONTANO) Natureza Serra de Bornes P. GERAL-TIMELAPSE: Passagem do tempo no topo da Serra de Bornes, virado para Alfândega...enquanto é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ É NATUREZA)
  10. 10. P. MEDIO: Vegetação move-se com o vento. P. APROXIMADO: Placa com o trilho de Bornes. P. GERAL: Deslizando da esquerda para a direita, apresentando elementos naturais com o Hotel SPA como plano de fundo. Estrada Nacional (Vila Nova - Soeima - Gebelim) P. GERAL: Paisagens que nesse local se encontram. P. CONJUNTO: Castanheiros na estrada. P. APROXIMADO: Castanhas e Ouriços na árvore. Alto da Freguesia de Vilarelhos P. GERAL: Deslizando da esquerda para a direita, apresentase a paisagem do Vale da Vilariça, entrando em cena o Santuário da Senhora dos Anúncios. Miradouro Nª Sra. do Socorro P. GERAL: É apresentada toda a paisagem de frente à capela. Miradouro da Loca e Calvário P. GERAL: É apresentada toda a paisagem. Azeite e Amêndoa P. MEDIO: Uma garrafa de azeite é apresentada em cima de uma mesa com uma toalha ao ar livre. P. APROXIMADO: É apresentado um aglomerado de amêndoas dentro de um recipiente, picado. Uma mão entra em cena e pega num punhado delas. Sem identificação SEM PLANO: Sobreposto por um vídeo completamente desfocado é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ - O SEGREDO TRANSMONTANO) Gastronomia Rochedos, charutos e S's P. APROXIMADO: Apresentado um prato com os três doces, enquanto é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ É GASTRONOMIA) Rosquilhas, Filhós, Lérias e Cuscurões Tarte de Amêndoa, Pudim de Abóbora, Figos Secos c/Amêndoa
  11. 11. Compotas e Queijo de cabra P. APROXIMADO: Prato com um queijo de cabra e uma compota ou marmelada numa mesa rustica. Bolas, Alcaparras Enchidos P. APROXIMADO: Chouriços a serem fumados em frente a uma lareira. P. MEDIO: Lareira a arder. P. APROXIMADO: Alheiras a serem fumados em frente a uma lareira. P. APROXIMADO: Prato com alheira assada com grelos. Javali c/Castanhas Sem identificação SEM PLANO: Sobreposto por um vídeo completamente desfocado é apresentada a mensagem: (ALFANDEGA DA FÉ - O SEGREDO TRANSMONTANO)
  12. 12. STORYBOARD Como não temos um guião extenso com quatro temas, preferimos apresentar algumas cenas para dar uma ideia do nosso Storyboard. Seguindo, muitas das cenas, as mesmas estruturas dos exemplos apresentados. Património Ext./Dia Grande Plano; Iluminação Natural; Plano Fixo; Torre do Relógio; Cultura/Lazer Plano Geral; Iluminação Natural; Plano Movimento; Hotel&SPA; Património Ext./Dia Plano Geral Iluminação Natural; Plano Movimento; Coreto; Ext./Dia Cultura/Lazer Int./Noite Grande Plano; Iluminação Artificial; Plano Fixo; Casa da Cultura;
  13. 13. Natureza Ext./Dia Plano Aproximado; Iluminação Natural; Plano Fixo; Colmeais; Gastronomia Plano Composto; Iluminação Natural; Plano Fixo; Casa de Enchidos; Natureza Ext./Dia Plano Geral; Iluminação Natural; Plano Fixo; Parada; Ext./Dia Gastronomia Grande Aproximado; Iluminação Natural; Plano Fixo; Parada; Ext./Dia
  14. 14. GUIÃO TÉCNICO Dia Seq. Nº plano Local Iluminação Equipamento Artificial Tripe: Maquina; 16 Out. 1 Casa Cultura 2 2 1 Casa Cultura 1 3 2 Natural Natural Posto Turismo Ambos 1 4 2 Parque Verde Natural 3 17 Out. 5 1 1 6 2 1 7 2 8 1 Casa Cultura Natural Camara Municipal Natural Torre de Relógio Natural Painel Cerãmica Natural Escala Contrapi cado Normal P. Geral Maquina; Slider Normal P. Médio Tripe: Maquina; Normal Slider Maquina; Contrapi cado Normal Tripe: Maquina; Tripe: Maquina; Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Tripe: Maquina; Tripe: Maquina; Movimento P. Fixo Movimento P. Médio P. Aprox. P. Fixo Ação Tempo Tempo acumulado Bailarinas P. Médio Tripe: Maquina; 1 Ângulo 3 3 Bailarinas e Publico 3 6 Sala de Exposições 5 11 3 14 Casa Garrafas de vinho Ponte e Arco Lago Parque infantil 3 17 10 27 3 30 5 35 P. Médio Movimento P. Médio Plano fixo P. Geral Movimento Normal P. Médio Plano fixo Edifício 3 38 Plano fixo Cúpula Edf 3 41 Normal P. Aprox. Plano fixo Letreiro 3 44 Normal P. Médio Movimento Torre 5 49 Normal P. Aprox. Plano fixo Relógio 3 52 Normal P. Aprox. Plano fixo Figuras do Painel 7 59
  15. 15. 1 9 Natural Biblioteca 2 Artificial 1 2 Natural 3 10 Hotel&SPA 4 Ambos 5 11 18 Out. 12 13 14 15 16 17 18 1 2 3 4 1 1 1 1 1 1 1 Escola Turismo Natureza Natural Artificial Ambos Natural Tripe: Maquina; Natural Tripe: Maquina; 2 3 20 1 21 1 22 1 Normal P. Médio Plano fixo Fachada 3 62 Contrapi cado P. Médio Movimento Interior 5 67 P. Médio Plano fixo 2 2 69 71 P. Médio Movimento Entrada Cadeiras Piscina e Casa 5 76 P. Aprox. Plano fixo Restaurante 2 78 P. Médio Movimento Sala e bar 5 83 Entrada Sala Quarto Mesa Azeitonas Arvores Paisagem Paisagem Castanhas Lago Paisagem 2 2 2 2 2 3 3 2 2 2 2 85 87 89 91 93 96 99 101 103 105 107 Enchidos 3 110 Lareira Enchidos 3 3 113 116 Normal Normal P. Médio Plano fixo P. Aprox. P. Aprox. P. Médio Normal Plano fixo P. Aprox. P. Médio 1 19 Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Casa Enchidos Capela S.Sebastião Capela Mesericordia Igreja Matriz Natural Natural Natural Natural Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Contrapi cado Picado Normal Contrapi cado Contrapi cado Contrapi cado P. Aprox. P. Médio P. Aprox. Plano fixo P. Médio Movimento Fachada 5 121 P. Aprox. Plano fixo Cúpula 3 124 P. Médio Movimento Fachada 5 129
  16. 16. 23 1 Miradouro 24 1 25 1 Natural 26 1 2 3 Parque Banda de Musica Natural Artificial Tripe: Maquina; Slider: Maquina; Slider: Maquina Tripe: Maquina; Normal P. Geral Paisagem Contrapi cado Normal P. Médio P. Apróx. P. Médio Movimento Plano fixo P. Apróx. 1 2 27 3 Parada Ambos 4 5 6 19 Out. Tripe: Maquina; Normal P. Apróx. Plano fixo 7 28 1 Parada Natural 29 1 Parada Natural Tripe: Maquina; Maquina; Normal 134 Monumento P. Médio Normal 5 5 139 Coreto 5 144 Musico Maestro Músico e Maestro Preparar Massa Partir amêndoa Juntar amêndoa Fazer S’s Forno Amassar Produto Final 3 3 147 150 2 152 2 154 3 157 2 159 2 2 2 161 163 165 2 167 Rio Sabor 3 170 Amendoas 2 172 Movimento P. Geral P. Apróx. Plano fixo
  17. 17. RÉPARAGE
  18. 18. ORÇAMENTO Para que este projeto seja possível a realização será necessário verbas para a logística (Alimentação e Transportes) e material para a rodagem. Tendo até agora gasto por volta de 45€ em toda a produção. Transportes: 12€ (Transportes coletivos) + 20€ (Transporte Pessoal) Alimentação: --Material de rodagem: 23€ (Slider)

×