O Jornalismo Digital

181 visualizações

Publicada em

Como ocorre a produção do jornalismo digital

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
181
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Jornalismo Digital

  1. 1. Produção de Jornais Digitais Isabella Cristhina Jonathan Vinícius Marcus Barbosa Marcus Martins Wanessa Oliveira
  2. 2. Introdução Gatekeeping e Gatewatching Pesquisa CorreioWEb Internet, mídias sociais e convergência “Jornalista sentado” Fontes externas
  3. 3. A quantidade e a qualidade das fontes na internet é complexa, a internet é um mundo vasto onde todos podem publicar o que quiserem, o que dificulta o trabalho do jornalista. Em todos os veículos de notícias tempo é um item muito caro, precioso e a notícia não pode esperar muito para ser difundida. O tempo é essencial para produzir matéria de qualidade em tempo cada vez mais escasso e com uma quantidade infinita de fontes. Há milhares de fontes espalhadas em escala mundial. É preciso, portanto, critérios para que o repórter não fique prolongadas horas apenas no trabalho de pesquisa, é preciso ser um trabalho ágil em que o jornalista não fique perdendo tempo com notícias desnecessárias ou com fontes que não são verdadeiras. Relação com o tempo
  4. 4. Apuração dos fatos Fontes utilizadas: Agências de notícia Assessoria de Imprensa Edição impressa do Jornal Outros site do mesmo gênero
  5. 5. Troca informações.Com modificaçoes da comunicação cabe ao jornalista se adaptar a esse novo meio deve adiantar-se às necessidades da audiência, explorando os fóruns de discussão, o chat e a possibilidade de correio electrónico Algumas pesquisas mostram que há um desinteresse crescente pelo jornal em papel, sobretudo entre os jovens, e que as famílias que ascendem à classe média já não aspiram a uma assinatura de jornal, mas a um computador com acesso à internet, contudo sabemos que jamais jornais impressos livros e outras mídias perderam espaço ou serão esquecidas Lembrando que a internet é um meio totalmente interativo e um espaço mais democrático, onde todo tipo de notícia é “postada” e se faz necessário que o profissional da comunicação, ao trabalhar nesse ambiente, seja ético e saiba fazer bom uso dessa ferramenta Influência da internet
  6. 6. Qual o perfil do usuário? Até que ponto a integração dos produtores de conteúdo com os fabricantes pode influenciar no produto final para o leitor? As empresas jornalísticas que ficarem de fora das redes sociais terão condições de sobreviver? Será que o Twitter poderá acabar com impresso? Os desafios do jornalismo na era das novas mídias Centralização de notícias Extensão do jornalismo Qual o destino do processo de produção e da publicação de conteúdo? Mídias sociais e transmídia
  7. 7. Custos Homogenização dos meios e dos veículos Credibilidade dos veículos digitais Conclusão
  8. 8. PEREIRA, Fábio Henrique. O ‘Jornalista Sentaod’ e a Produção da Notícia on-line no CorreioWEb. Em Questão, Porto Alegre, v. 10, n. 1, p. 95-108, jan./jun. 2004. BRUNS, Alex. Gatekeeping, Gatewatching, Realimentação em Tempo Real: Novos Desafios do Jornalismo. Brazilian Journalism Research. Volume 7. Número 11. 2011. RENAULT, David. A Convergência Tecnológica e o Novo Jornalista. Brazilian Journalism Research. Volume 9. Número 2. 2013. Referências

×