Revista MQA - Julho de 2015

281 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista MQA - Julho de 2015

  1. 1. 24 MOÇADAQUE MOÇADAQUE A Pranayama Biquínis lança em setembro a coleção Summer 2016. Criadas e confeccionadas pela empresária Ilze Caroline Grilo, as peças da marca são exclusivas e levam um acabamento muito superior ao industrializado por serem feitas de maneira artesanal. Para o próximo verão, a tendência da Pranayama será incrementar os modelos com babados, aplicações de crochê, rendas e elásticos. Nas cores das peças, o que vai prevalecer são os tons em neon. A coleção também vai trazer o modelo Ripple, sensação no país em 2015. Seguindo as novas formas de empreendimento surgidas com o advento das redes sociais e que permitem uma relação muito mais direta entre consumidores e empresas, as venda da Pranayama Biquínis são realizadas através do WhatsApp (83) 98872-9668. O atendimento presencial acontece, mas apenas para o bairro de Intermares, mediante contato prévio. As peças em comercialização podem ser vistas no Instagram @ PranayamaBiquinis ou no Facebook / pranayama.biquinis. Paraíba - Julho de 2015 Halley se repara para quebrar novo recorde! Pgs. 14 e 15 Pgs. 4 e 5 Pg. 8 Saiba mais sobre a Dj CrisL Pgs. 10 e 11 Mesquita: compromisso com o social JP comemora Dia Mundial do Skate Pgs. 20 e 21 os matutos do São João de João Pessoa Pgs. 22 e 23 Yure fica de fora do Ne de Jiu Jitsu MOÇADAMOSTRAMODA
  2. 2. 2 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 23Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 Surf Também surfista, Yure está afastado do mar por causa da lesão no joelho. Longe de competições de surf pelo fato de se dedicar mais às lutas, o atleta resolveu voltar a compe- tir em cima da prancha. Este ano, ele adiantou que vai correr só no Estadual, para pegar ritmo. No ano que vem, a conversa será outra. O atleta pretende competir em todos os eventos que puder na categoria Open. Competição na Europa Desde 2014 Yure Nogueira tenta participar do Campeonato Euro- peu, disputado em Portugal todos os anos, no mês de janeiro. Segundo o atleta, a Buffalo (empresa de kimono) ofereceu apoio para arcar com todos os custos no evento, entretanto, ele deveria conseguir os valores da passagem. Este ano, o lutador informou que não viajou devido ao alto valor das passagens, que juntas somavam R$ 5 mil. Para 2016, Yure terá uma nova oportunidade com a Buffalo e por isso ele corre em busca de patro- cínio para viajar a Portugal. Faixa roxa Há pouco mais de quatro meses Nogueira subiu de faixa, saiu da azul para a roxa. A transição aconteceu na época da Copa João Pessoa de Jiu-Jitsu: Edição No Gi. No evento realizado em junho, no Unipê, Yure já estreou sua nova graduação com vitória.
  3. 3. 22 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 3Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 EXPEDIENTE Andar de skate representa muito mais para a juventude que se identifica com a prática do que andar em um shape com rodas. Usar roupas folgadas e calça- dos baixos fora do contexto da prática es- portiva é uma demonstração disso. Entre as lojas especializadas em skate wear se destaca o Plaza Point - Tat- too, Inline, Skateshop. A empresa vende patins da Traxart, tênis e acessórios da Vans, roupas e acessórios da Myllys e mochilas da Rip Curl. No Plaza Point também é possível comprar shapes para skates e peças de re- posição para este equipamento. PLAZA POINT TATTOO, INLINE, SKATESHOP Piercing e tatuagem Profissionais qualificados fazem aplicação de piercing, tat- uagens e artes definitivas, com perfeição e em um ambiente se- guro e limpo. Uma das maiores preocupações de quem procura fazer tatuagem é exatamente esta: higiene. Por isso a loja tem todo o cuidado com a esterilização dos equipamentos e utilização de tintas aprovadas pela Anvisa. O Plaza Point fica na Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, 1027, loja 4 - Manaíra. Mais informações no telefone 99646-9887 (Flávia). Endereço: Rua Tabelião José Ramalho Leite, 1458 - Ap. 301 - Cabo Branco www.espacomocada.com | mocadaqueagita@gmail.com Contato: 3247.8600 | 98893-3225 Diretor Presidente Anchieta Maia Jornalista responsável Herbert Clemente Fotógrafos Junior Araújo e Hugo soares MOÇADAQUE Fundado em 5 de agosto de 1980 Entorse tira Yure Nogueira do Nordeste Open de Jiu-Jitsu Uma entorse no joelho tirou Yure Nogueira do maior evento de Jiu-Jitsu da região, o Nordeste Open, que será realizado nos dias 25 e 26 de julho, em Natal-RN. Fora da competição por cau- sa da lesão, o campeão Sul Americano da arte suave em 2012 pretende se recuperar com muita fisioterapia para participar do Campeonato Brasileiro de No Gi e do Sul Americano de Jiu Jitsu, eventos previstos para acontecer no segundo semestre des- te ano. A lesão de Yure ocorreu duran- te um treino com Chary Brown em um Centro de Treinamento no Valentina, bairro da Zona Sul de João Pessoa. Ma- chucado, o atleta está sob os cuidados do fisioterapeuta esportivo Emanoel Aires. A expectativa é de recuperação total até o dia 10 de agosto, quando os treinos po- derão retornar normalmente, de segun- da à sexta.
  4. 4. Por Jason Alexander Pelo sétimo ano a cidade de João Pessoa não ficou de fora do GO Skate Day, uma data comemorada em todo mundo pelos skatistas, um evento que reúne não apenas os “melhores” mas, quem gosta de skate e curte o carrinho seja para compe- tir ou dar seu rolé pelas ruas. O evento aconteceu durante todo o dia e sua pro- gramação teve início pela manhã com o Push saindo do Busto de Tamandaré seguindo até o Skate Plaza Manaí- ra, onde a galera foi recebida com um café da manhã e sorteio de brindes. Durante a tarde a pro- gramação se estendeu com o Game Skate, uma competi- ção em estilo mata mata em que cada skatista é desafiado a fazer a mesma manobra realizada pelo seu oponente com manobras no chão, per- de aquele que completar o nome S-K-A- T-E ou seja , que errou 5 manobras acerta- das pelo concorrente. E a noite finalizamos com a mostra de vídeos, sendo exibidas produções locais e skatistas da Paraíba, valorizando o cená- rio local que tem se destacado muito nos últimos anos. 4 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 21Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 GO SKATE DAY O DIA MUNDIAL DO SKATE Matutos mais belos do São João de João PessoaInstituto Santos Dumont Conviver Viva Vida Corujinha Geo - Sul CNEC - Portal do Sol Pio XI Anglo Júnior Geo - Fundamental II e médio Senhora da Paz
  5. 5. 20 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 5Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 RESULTADO DO GAME SKATE CATEGORIA INICIANTE 1- emanuel Barros 2- jailton Silva CATEGORIA OPEN 1- Yuri Deyvison 2- Daniel Santos O Go Skate Day João Pessoa foi uma grande festa e promete ser ainda maior no ano que vem, atraindo mais skatitas e simpatizantes do carrinho. Matutos mais belos do São João de João PessoaComecinho do Saber Top Sistema de Ensino GEO Tambaú CNEC Geisel Colégio Meta AngloClasse A - Objetivo Século Colégio e Curso
  6. 6. 6 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 19Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 SURFLASHSURFLASHSURFLASHSURFLASH SURFLASHSURFLASH SURFLASHSURFLASHSURFLASHSURFLASH SURFLASHSURFLASH SURFLASHSURFLASHSURFLASHSURFLASH SURFLASHSURFLASH New Kids on the DoreBy Chico Padilha O Dore Surf Kids, sempre em Natal, RN, chega ao quinto ano e já na abertura o sucesso dos paraibanos se repete: Vitó- ria de Reginaldo Guinho Silva na Sub 12, seu vice sendo Kauã Hanson e Yuri Barros terceiro após vencer na Sub 10, com seus irmãos Wendell e Wlinik sendo finalistas Sub 14 e Sub 16 enquanto na Sub 18 Wje- rson Dantas fez final e foi terceiro. Na disputa da manobra mais expres- siva vitorias paraibanas com Kauã e Wli- nik que assim mostraram versatilidade, o evento também contou com o campeão brasileiro Sub 14 de 2013 Jonas Marretinha e com a revelação da nova geração femini- na paraibana Nalandra Carvalho. EM 2013 - Tubinho do tempo Paraibaninhos Reginaldo Guinho, a frente de vermelho, e Yuri, o menor e de amarelo, no Surf Kids, Natal, RN Foto:RogérioVital cada de 1990 foi muito importante para a banda. Em 1988, gravou uma demo ofi- cial com seis músicas no repertório, en- tre elas o hit “Insônia”. A composição foi incluída no repertório do primeiro disco (LP) da série Aquarius, uma coletânea de artistas paraibanos produzida por Décio Alcântara, lançada em 1991. Nesse mes- mo ano, a Shock, inicia em Recife(PE), a gravação de Shock Ritual, com Américo ainda cantando em português. Durante as gravações de Shock Ri- tual, a banda recebeu a proposta de gravar em inglês. A estratégia facilitaria a venda- gem no exterior.Foi assim que nasceu o LP ‘’Heavy Metal - We salute you’. O disco era certeza de projeção, mas uma tragédia redirecionou tudo: o empresário e produ- tor responsável pelo disco em inglês mor- reu, vítima de câncer. Mil LPs já haviam sido prensados. Houve divulgação ‘mão a mão’ e o tra- balho teve excelente recepção da crítica nacional. Cópias do disco foram enviadas para vários países, inclusive Alemanha, Itália, França e Japão. Em jornais, revistas e sites a crítica aplaudiu. Em 1998, a Sho- ck abriu o show da banda Mercyful Fate, em Recife (PE). Em 2000, também no Re- cife, a Shock abriu show da banda inglesa Saxon. E, contraditoriamente, a fase do ostracismo teve início... O mercado paraibano e o cenário nacional ficaram cada vez mais fechados para a proposta da Shock (segunda ban- da de heavy metal do Brasil, criada ape- nas dois anos após a banda Stress). Ainda assim, a Shock tocou no Sun Festival, no estádio Almeidão, em João Pessoa, em 2010. A banda paraibana foi incluída na programação no mesmo dia de Terra Pri- ma, Matanza, Angra e Sepultura. O even- to também contou com Unidade Móvel, Sonzeira, Cachorro Grande e Scorpions. Em 2013, a banda Shock ainda lançou o disco Shadows. A trajetória da Shock é prova de que o heavy metal merece reverências. A fa- mília Roque não vive do rock. Vive para o rock. Carlos é psicólogo. Edgar, eco- nomista. Paulo é professor de educação física. Américo, técnico em telecomuni- cações. Em quatro décadas de história de paixão pelo heavy metal, os fãs vociferam: banda Shock, we salute you! Shock Ao Vivo (demo 1993) Shock (demo, 1987) Ritual (demo, 1989) Aquarius (participação em coletânea, 1989) Heavy Metal We Salute You (Full-length, 1992) Shock Live (Bootleg, 2004) Schizophrenic Lunatic - Kil Again Samples (participação em coletânea, 2011). Heavy Metal We Salute + Bonus (CD, 2012) Shadows (Bootleg, 2013). A banda paraibana foi incluída na programação no mesmo dia de Terra Prima, Matanza, Angra e Sepultura. O evento também contou com Unidade Móvel, Sonzeira, Cachorro Grande e Scorpions. Mil LPs já haviam sido prensados. Houve divulgação ‘mão a mão’ e o trabalho teve excelente recepção da crítica nacional. Cópias do disco foram enviadas para vários países, inclusive Alemanha, Itália, França e Japão. Discografia
  7. 7. 18 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 7Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 SuperSurf Com Furnas Esportes en- tre patrocinadores, está de volta este mês o SuperSurf que há dez anos o hoje campeão brasileiro Kahuna Fábio Gouveia vencia se tornando bicampeão brasileiro profissional quatro anos antes de Jano Belo ser o vice em 2009. Samuel Igo, José Francis- co Fininho e o veterano Ulisses Meira são os representantes da Paraíba em Maresias, São Sebas- tião, São Paulo, onde se criou o atual campeão mundial Gabriel Medina. Curtir Curtas Curtir Curtas Curtir Curtas Curtir Curtas Dias 29 e 30 de Agosto a primeira etapa do Paraibano de Surf com a federação tendo nova direção: Nilson Marinho.*******************E o circuito, trabalho mais cobrado, a FPBSurf começará por onde a adminis- tração anterior terminou: Praia do Sol, na capital João Pessoa.*********** Novidade em se tratando de surfe: a inclusão da importantíssima Sub 12 e a exclusão da não menos importante Profissional*********** Já tem palco de abertura o Little Monster, de três etapas e premiação em dinheiro para surfistas Sub 21, será o mesmo do ano passado: Praia de Stella Ma- res, Salvador, Bahia.*******Rayssinha Fernandes, nossa surfista mais vencedora no Circuito de Seleções nessa década, arrepiando também nos treinos com seu skate que simula surfe.***********É oficial: O espor- te surfe estará no Panamericano de 2019 no Peru e a meta é a Olimpíada de Tóquio no ano seguinte. Mais distante, mas..... mais perto! Já rolou a etapa de abertura do Su- lamericano Pro Júnior (Sub 20) da WSL na mesma prova que abriu o Qualifying no continente, depois disso uma notícia ruim: Não haverá a etapa que ano passa- do Baia Formosa, RN, sediou, e uma boa: Acontecem ainda duas etapas no Chile e Peru e um resultado pode ser descartado. Então aqueles que não puderam ou não quiseram participar da prova ante- rior podem lutar com chances a integrar o time da América do Sul no Mundial da categoria Pro Júnior que, em 2016, passa a ser Sub 18. Ambos com 19 anos, Elivelton San- tos e Dennis Carvalho, se forem as duas etapas finais, estarão geral na disputa por vaga no Pro Júnior Mundial, um atalho para chegar ao WSL, o mesmo vale para Rayssa Fernandes, quinta em Baia For- mosa ano passado. Banda Shock celebra 40 anos de paixão pelo heavy metal Carlos, Paulo, Marcos e Edgard Ro- que. Quatro irmãos paraibanos apaixona- dos pelo rock. Na casa construída no bairro dos Expedicionários, em João Pessoa, os garotos ouviam Black Sabbath, Led Zeppe- lin, Deep Purple, Rush e Alice Cooper, na primeira metade da década de 1970. E tanto se desapegaram de Beatles e Rolling Stones que, em 1976, decidiram que forma- riam uma banda heavy metal! A primeira bateria foi feita de zinco. Não havia dinheiro pra comprar instru- mentos. Não havia sequer loja de instru- mentos musicais em João Pessoa. Demorou para juntar grana e comprar baixo e gui- tarra de segunda mão, que sequer sabiam tocar quando da decisão de montar uma banda. Ninguém tocava nada. Ninguém cantava nada (nem debaixo do chuveiro). Essa loucura pelo rock e o autodida- tismo movido pela paixão resultou na for- mação da banda Shock, pioneira do heavy metal na capital paraibana. Qualquer lugar era palco: garagens, praças, bares... E foi desse jeito que a banda começou a arregi- mentar fãs... Carlos tocava bateria. Paulo, baixo. Edgard e Marcos, as guitarras. E os quatro irmãos da banda Shock (nome sugerido a acatado após os inúme- ros choques elétricos tomados pela banda durante montagem de equipamentos rudi- mentares em ensaios e shows) começaram a busca por um vocalista. Após tentativas fracassadas, encontraram Waldir Dinoá. Tudo perfeito... Não, não muito. Marcos deixou a banda. Waldir, também. Cada um com seus motivos... Em 1983, mais influenciada pelas bandas Judas Priest, Iron Maden e Mo- torhead, a Shock encontra seu novo voca- lista: Américo Caldeira. O grupo até ‘excur- sionou’ pelo interior da Paraíba. Um ano mais tarde, a banda fez um show histórico no teatro Santa Roza, em João Pessoa. Gra- vou um LP ao vivo! Os pioneiros do heavy metal na Paraíba ganharam mais que fãs. Ganharam respeito. Tocaram em projetos bacanas como Araponga e Boca da Noite e nos festivais de arte das cidades de Areia e Cajazeiras. O período compreendido entre o fi- nal da década de 1980 e o começo da dé-
  8. 8. 8 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 17Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 A Dj paraibana Cris Lima, mais co- nhecida pelos frequentadores das melho- ras baladas de João Pessoa como Dj CrisL, está nas pistas há oito anos e vive hoje um dos seus melhores momentos profissio- nais. Na última festa de Réveillon da capi- tal paraibana, ela foi chamada para agitar quem esperava por mais um ano novo na orla da cidade. O evento foi memorável para a Dj, que guarda com carinho a re- cordação de um show que teve muita par- ticipação e animação da plateia pessoense e dos turistas. No som de CrisL prevalece o Electro House, mas ela toca de tudo. Como pro- fissional, ela atende o estilo pedido pelos contratantes. Inspirada por Calvin Har- ris e influenciada por artistas brasileiros como Cazuza, Legião Urbana, Titãs, RPM e Cássia Eller, a disque-jóquei conseguiu desenvolver um estilo próprio, mas con- fessa que dificilmente pode utilizá-lo. “Raramente acontece um evento que eu possa tocar o meu estilo”, explica. Começo de tudo A história de Cris Lima na música eletrônica começou em 2007, em uma brincadeira de bar. Depois de experimen- tar o gosto da mesa, ela decidiu levar o trabalho a sério e foi contratada como re- sidente da Boate Vogue. A partir daí segue a profissão de Dj. No começo da carreira, a participa- ção de CrisL nas redes sociais teve um pa- pel fundamental para o crescimento dela no cenário musical. “O que seria CrisL se não fossem as redes sociais?”, indaga ela própria, que responde em seguida. “Foi o Twitter que me deu essa oportunidade de ser quem eu sou hoje, me proporcionando várias parcerias, digo, uma fonte de ren- da”, declarou. Bate Papo Qual foi a maior dificuldade que você encontrou para seguir essa carreira? A dificuldade de criar um set que agrade o público, mas que não seja o mais do mesmo sempre, e a falta de estrutura de algumas casas. O valor do cachê, sempre tem DJs que se oferecem bem menos que o cachê que poderia ser pago e acaba atrapalhando os Djs que se valorizam um pouco a mais no mercado. O cenário local permite que você se desenvolva como artista e tenha retorno financeiro satisfatório? Sim, mas com muita cautela. Por exemplo, João Pessoa, tem público para todos os estilos e o cachê de um dj varia muito. Tocar fora do estado é necessidade ou opção? Opção. Sonha tocar em algum lugar por onde ainda não passou? Metrópole em Recife. O que você diria para alguém que pensa em ser DJ? Ter contatos com djs ou pessoas que trabalhem com produção de festas, pode ajudar muito no início. Quais os pré-requisitos para ser bem sucedido na carreira? Ser um DJ bem sucedido e viver de música exige muita determinação. Por exemplo: não tentar exagerar e chamar atenção das pessoas mais do que deve. DJ CrisL completa oito anos de carreira e diz estar num dos melhores momentos de sua vida Faz Educação Criado na primeira gestão do governador Ricardo Coutinho, o Paraíba faz Educação 2 é uma con- tinuação do projeto com agregação de valor. Em sua primeira etapa o objetivo foi se apropriar dos proble- mas da rede que era desestruturada, desmotivada e muitas vezes desqua- lificada. De posse desses dados, o Governo do Estado realizou mais de 300 reformas ou ampliações que vêm atraindo mais alunos para a rede es- tadual de ensino. Nesta segunda etapa, o pla- no está com o foco na qualificação em dois eixos. O eixo Cidadania é a Escola Cidadã com turno integral, tendo como meta fundamental di- minuir a evasão escolar. O segundo eixo da segunda etapa do Paraíba Faz Educação é o da Tecnologia e do Trabalho para tornar a escola mais atraente e mais útil. Para o Paraíba Faz Educação 2 foram estabelecidas 34 metas estru- turantes. Ou seja, cada escola terá que atingir metas para melhoria do ensino na educação básica que existe no Estado e no ensino nacional. Prêmios Na ocasião, foram lançados os prêmios “Mestres da Educação” e “Escola de Valor” e também foi realizada a premiação da primei- ra rodada de desafios do “Solução Nota 10”. As escolas e os professo- res receberam premiações no valor de R$ 38 mil, além de uma viagem para conhecer a sede do Google em São Paulo. O representante do Google no Brasil, Paulo de Castro, fez a entrega simbólica da premia- ção das passagens. Em seguida, foi feito o lançamento da segunda ro- dada de desafios para o Plano Pa- raíba Faz Educação 2. Após a premiação, foram fei- tas as assinaturas do Decreto Pa- raíba TEC e da Portaria de Metas por Escola. Na ocasião, também foi lançada a Consulta Pública dos Referenciais Curriculares da Base Simplificada da Rede Estadual de Educação. O evento contou com a presença de lideranças políticas, gerentes, gestores, alunos e profes- sores da rede estadual, entre outras autoridades.
  9. 9. 16 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 9Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 Alunos da Rede Municipal embarcam para disputar Copa do Mundo de Robótica na China A China. É só isso que está no pensamento de sete alunos da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa. O país, que antes era uma referência distante, está cada vez mais concreto na mente destas crianças, tudo gra- ças à dedicação a um pro- jeto especial, de robótica. O grupo, acompanhado de quatro profes- sores, viaja nesta quarta-feira (15) para a cidade de Hefei, onde vão disputar a XIX Copa do Mundo de Robótica, a RoboCup 2015. E se os garotos são só emoção e expectativa, a mesma coisa acontece com os pais. Na manhã desta terça-feira (14), todos eles se reuniram com os coordena- dores do projeto e com o prefeito Luciano Cartaxo para conhecer os detalhes da via- gem e tranquilizar quem vai ficar aqui na torcida, com o coração apertado. De acordo com o prefeito, é um orgulho enorme para a cidade ver que o investimento em educação está rendendo frutos tão positivos. “Esse é o resultado do esforço de uma equipe muito grande e da capacidade e dedicação desses garotos. O que tenho a dizer a eles é que aprovei- tem muito e que o importante não é tra- zer qualquer troféu, mas que voltem com mais conhecimento e mais vontade de estudar e se tornarem sempre melhores”, declarou. Os sete estudantes fazem parte das escolas municipais Apolônio Sales de Miranda, de Cruz das Armas, e Moema Tinoco da Cunha Lima, dos Funcionários II. O primeiro grupo compete na catego- ria Dança com Robô. Eles treinaram cin- co horas todos os dias e vão levar para a China a apresentação “Brasil: Festa e Ale- gria no Rio 2016”. Para isso, vão utilizar cinco robôs, que representam a águia da Escola de Samba Portela, um jogador de futebol, robô atleta, robô bola e um ele- mento surpresa. “Depois do Mundial do ano passa- do mudamos muita coisa. Não estamos indo com a visão da parte artística e sim da parte tecnológica. Estamos usando to- dos os recursos e sensores do kit de ro- bótica que é fornecido pela pETe”, disse o professor da equipe, Tales Albuquerque O segundo grupo, da Escola Mome- ma Tinoco, vai disputar na categoria resga- te, e terá que fazer com que o robô percorra um labirinto para resgatar cinco vítimas utilizando um sensor de calor. Tudo em um tempo de oito minutos. Os alunos não escondem a ansieda- de, mas também estão muito con- fiantes. “É a primeira vez que viajo para outro país e estou muito feliz e com muita expectativa. Nos esforça- mos muito para que tudo dê certo e sabemos que é só assim que conseguimos bons resultados”, disse o aluno Ander- son Grabriel, de apenas 12 anos, que faz parte da Equipe Resgate. Já Wesley Robson, de 16 anos, da Equipe Robô Apolo, não quer saber de pensamento ne- gativo. “Quero agradecer muito a todos pelo apoio e dizer que nosso objetivo é voltar de lá ao menos dentro do Top 10”, afirmou. Para os pais, ver o esforço dos filhos trazendo resultados é motivo de muito or- gulho e felicidade. “Meu filho chegou um dia em casa falando que ia entrar em um projeto de robótica e eu nunca podia pen- sar que era algo tão grande. De repente ele começou a competir em Fortaleza, depois São Paulo e agora vai pra China, então a gente fica até sem acreditar”, afirmou Evail- do Roberto, que é pai do aluno Cleison. Dona Terezinha Irineu, que é avó do aluno Paulo Thiago, agradeceu o apoio do Município. “Temos que agradecer muito por eles terem confiado e acreditado na ca- pacidade de nossos meninos, porque sem isso nada teria sido possível. Hoje eles são estudantes, mas são os cientistas do futu- ro e sei que vão trazer um bom resultado”, declarou. Classificação A equipe Robô Apolo da Escola Municipal Apolônio Sales se classifi- cou após conquistar no ano passado o primeiro lugar na categoria “Robo- CupJr Dance Primary” (dança com robô) na Olimpíada Latino-Ameri- cana de Robótica. Já a equipe Ação Resgate da Escola Municipal Moema Tinoco da Cunha Lima conquistou a segunda colocação na categoria “Ro- boCupJr Rescue B” (ação resgate), na qual concorreu com instituições de nível superior. O governador Ricardo Coutinho lan- çou, na manhã desta terça-feira (14), no Te- atro Paulo Pontes, do Espaço Cultural, em João Pessoa, o plano de gestão “Paraíba Faz Educação 2”, cuja meta principal é criar a Escola focada nos eixos Ensino e Tecnolo- gia, Cidadania e Trabalho com turno inte- gral. O objetivo é a diminuição da evasão escolar, oferecendo ao estudante cursos profissionalizantes para que ele tenha uma profissão e tenha condições de competir no mercado de trabalho. “Nós estamos trabalhando para que a escola pública possa agregar valor e pos- sa formar cidadãos e profissionais para o mundo competitivo. Nossa função é cons- truir os caminhos, melhorar a rede, cum- prindo objetivos com disciplina”, ressaltou o governador Ricardo Coutinho, avaliando que o Governo do Estado está no caminho certo com inovações na área de educação. E observou: “Ninguém pode simples- mente terminar toda a educação básica bus- cando apenas ser aprovado no Enem. Nossa meta é efetivamente aumentar a quantidade de pessoas com profissões dentro da nossa rede, a partir da educação básica”. Durante a solenidade, o secretário da Educação do Estado, Aléssio Trindade, fez a apresentação do plano de gestão Paraíba Faz Educação 2, mostrando os avanços da 1ª fase do Paraíba Faz Educação, e fez uma demonstração de como vai ser desenvolvi- da a segunda etapa do Plano, avançando em outros aspectos, principalmente na ex- pansão da oferta de educação profissional e sua articulação com o ensino médio. Na ocasião, também foram lançados os prêmios “Mestres da Educação” e “Es- cola de Valor” e ainda foi feita a premiação da primeira rodada de desafios do “Solução Nota 10”, seguida do lançamento da segun- da rodada de desafios. O evento foi aber- to com uma apresentação do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima) com uma apresentação dos alunos do município de Santa Rita, tendo como re- gente o maestro Lenilson Santos. Governo do estado lança "Paraíba Faz Educação 2"
  10. 10. 10 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 15Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 Divulgação do wheeling Desde 2008 o stunt rider, em parceria com o Moçada Que Agita, levanta a bandeira dos es- portes radicais nas escolas de João Pessoa. A in- tenção do atleta é divulgar aos mais jovens outras práticas esportivas além das modalidades mais comuns, como futebol, basquete, natação, entre outros. E o trabalho ao lado do MQA permitiu que isso fosse possível. Em 2015, o piloto fez uma apresentação no Colégio Master Bessa e a inten- ção é realizar outras antes do ano acabar. Sonho de infância A relação de Halley Amorim com o automóvel de duas rodas teve início ainda na infância. Apaixonado pelo ronco dos motores que vinha de uma pista de kart localizada nas proximidades da casa em que morava, o atleta de wheeling alimentava o sonho de pilotar motos. A primeira que teve a oportunidade de pilotar foi uma moto usada e de modelo muito ultrapassado para a época, comprada com algumas economias que juntou ao longo dos anos. Depois de se aventurar em manobras nas ruas, resolveu fazer do lazer a profissão e partiu para a vida de motoboy. Quando completou dez anos na função, já com uma moto 125 nova e ainda apaixonado por manobras radicais, Halley viu que era hora de se entregar ao esporte e largou tudo para se apresentar gratuitamente perto de casa. Com o passar do tempo, a necessidade financeira bateu na porta e ele começou a cobrar pelas apresenta- ções, tanto para o sustento próprio como realizar a ma- Trabalho social Membro da Igreja Batista do Miramar, Halley aproveita a sua experiência de vida para incentivar jovens infratores e detentos a buscarem os seus sonhos fora da criminalidade. O piloto realiza visitas a presídios e centro de detenção de adolescentes para levar a palavra de Deus e contar a própria história. Sem ter nascido em berço de ouro, o atleta precisou ralar muito para conseguir ser um empresário e esportista que se man- tém com aquilo que lhe dá prazer. E é exatamente esta a mensagem que ele compartilha com as pessoas nas visitas semanais que faz com a igreja sempre que tem um pouco mais de tempo, entre uma turnê regional e outra. A satisfação dele está não em espalhar que realiza esse traba- lho, coisa que não costuma fazer, mas em afirmar que a mudança no comportamento dos internos e presidiários é notável e reconhe- cida por quem convive com essas pessoas. Para Halley, o lado positivo do esporte é ser lembrado um dia não pelo atleta que foi, mas por ter sido um bom filho, marido e pessoa que contribuiu de alguma forma para mudar a sociedade Mensagem do atleta Gostaria de agradecer meu bondoso Deus por conceder graça e misericórdia de viver este momento. Todos os títulos, conquistas e vitórias foram bênçãos concedidas na minha vida para que as pessoas acreditem e nunca desistam como eu nunca desisti. Nunca percam a fé! Consagrado no Boxe por ter vestido o cinturão de Campeão Mundial da ca- tegoria Super-Leve há 15 anos, o carioca Mohammad Al Mesquita deseja construir um caminho de sucesso para crianças e adolescentes da Paraíba que estão em situa- ção de risco. Hoje instrutor da arte nobre na Mesquita Academia, no Bessa, o ex-boxea- dor profissional reside e trabalha em João Pessoa desde o início da década de 90. Ele pretende retribuir o acolhimento recebido em terras paraibanas através de um Centro de Treinamento que pretende montar na re- gião da Praia do Jacaré. Com um terreno amplo doado por familiares, Mesquita resolveu destinar o es- paço para um trabalho social voltado às co- munidades da área do Jacaré. Atualmente o terreno está cercado e necessita ser planado e receber equipamentos para que o projeto se torne viável. A ideia é oferecer Boxe, Jiu- Jitsu, Muay Thai, Taekwondo e Treinamento Funcional todos os dias da semana. Além das atividades físicas, o proprie- tário da academia do Bessa quer fornecer café da manhã, almoço e lanche para os jo- vens das comunidades, uma forma de incen- tivar crianças e adolescentes a seguir a prá- tica esportiva sem precisar se ausentar dos treinos devido ao horário das refeições. No momento, a concretização do agra- decimento de Mesquita à sociedade paraiba- na depende de apoio. O instrutor reconheceu que sozinho não tem condição para levantar um projeto social grandioso como este, que envolve profissionais de diversas áreas e ali- mentação em todos os dias da semana, em tempo integral. Mesquita investe em trabalho social com crianças e adolescentes
  11. 11. 14 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 11Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 O stunt rider Halley Amorim detém dois recordes no wheeling: um por dar 19 voltas ao redor de um cone em apenas 30 segundos, e outro por percorrer 41 metros pilotando de costas um quadriciclo sem os pneus dianteiros. Ficou impressionado com estas marcas? Então espere para saber qual será o próximo desafio do atleta antes de ficar espantado. Ele pretende fazer o percurso de João Pessoa à Campina Grande empinando! São cerca de 130 km de estrada em apenas uma roda. A intenção de Halley é quebrar esse recorde em outubro, durante a realização do Campina Grande Moto Fest, que acon- tece nos dias 22 e 25 do mesmo mês, no Parque do Povo. Também na Rainha da Borborema Halley quer ser o primeiro a tentar fazer baliza ao redor de cones empinando. Como esse último recorde ainda não foi tentado por outra pessoa, ele compete com ele mes- mo. E, para não ser ultrapassado tão cedo, o stunt rider vai colocar quantos cones o espaço permitir alinhar. O atleta informou que ainda não quebrou esses dois recordes porque para homologar uma marca oficialmente é pre- ciso pagar uma empresa do Sul, a Rank Brasil, e ele não conseguiu juntar patro- cinadores para isso. Como o evento em Campina chama muita atenção, o piloto espera receber o apoio necessário para co- brir as despesas com a homologação dos recordes. Halley Amorim é piloto oficial da Shi- neray Motos do Brasil. Além da empresa, também patrocinam do atleta a Stunt Race, Circuit Equipament, Infect Skate Shop e a Revista e Jornal Moçada Que Agita. Halley Amorim treina para quebrar mais um record: Ele vai de João Pessoa a Campina Grande pilotando em apenas uma roda Empresa de eventos O tempo permitiu que Halley in- vestisse o dinheiro que ganha com as apresentações em uma empresa de even- tos, que conta com toda a estrutura ne- cessária para realizar os shows dele em qualquer lugar do país. Em um ônibus equipado com cama, geladeira, televisão e demais itens necessários para viagens longas, Halley levou seu show a locais bem distantes da Paraíba. Fora os demais equipamentos como iluminação, painel de LED e siste- ma de som, a empresa de Halley tem fun- cionários para animar os eventos e mon- tar toda a estrutura. O único trabalho do contratante é ligar para o atleta e agendar uma apresentação. Espaço na mídia A imprensa foi sempre uma forte aliada de Halley. Presente desde o início da carreira do atleta, a mídia foi quem deu evidência ao talento do paraibano e permitiu que ele chegasse a se tornar o pi- loto oficial da Shineray Motos do Brasil. A procura da representante brasileira da Shineray ocorreu depois do piloto realizar apresentações em 2009, no Programa do Faustão, da Rede Globo, e em 2011, no “Qual é o Seu Talento?”, do SBT. A parceria entre a empresa chinesa e o piloto paraibano foi sacramentada não apenas por isso, mas pelos grandes resul- tados conquistados pelo atleta nas compe- tições em que participou em 2010 e 2011. Neste período, ele foi campeão paraibano, nordestino e brasileiro, sempre montado Afastado dos ringues como profissio- nal, Mesquita investe todo seu esforço para transformar o filho em um futuro cam- peão. Muhammad Al Hamin tem os genes de um boxeador nato. Não bastasse isso, o jovem de 17 anos treina desde criança com um ex-campeão Mundial. Resultado: são 80 lutas e nenhuma derrota. Invicto, Hamin disputa as compe- tições na categoria Juvenil, até 60kg. Mas devido à falta de adversários, muitas ve- zes enfrenta lutadores de outros estados. Quando os adversários faltam, o jeito é en- carar gente mais pesada no Absoluto. O filho de Mesquita foi além do pai nas modalidades. Fora o Boxe, ele domina o Muay Thai e o Jiu-Jitsu. Nesta última, o menino já conseguiu, inclusive, sagrar-se campeão estadual. Diante de tanto talento e motivação desperdiçados pela falta de oportunidades não apenas no estado, mas no Brasil, Mesqui- ta revela que pretende profissionalizar o ra- paz o mais rápido possível para que ele possa competir em torneios de grande visibilidade. Caso não consiga espaço na Seleção Brasileira para a participação em eventos internacionais, o plano é enviar Hamin para passar por um período de intercâm- bio nos Estados Unidos ou México, países reconhecidos por formar grades boxea- dores. Fora do país, será possível o garoto treinar em alto nível e participar de even- tos importantes. Para o pai, a carreira de sucesso é certa, o talento está no sangue, assim como o gosto pela vitória. Muhammad Al Hamin
  12. 12. Anchieta Maia 12 MOÇADAQUE MOÇADAQUE 13Paraíba | Julho de 2015 Paraíba | Julho de 2015 Alexandre César exalta resultados da ACmed nas redes sociais Pelo seu perfil no Instagram e no Facebook, o professor Alexandre César, responsável pela ACmed em João Pessoa postou: “No Acmed, além de traba- lharmos com o tempo presente, também projetamos as previsões com base nos 5 últimos anos. Muitos aca- dêmicos de medicina estavam depois de 130 e foram chamados, e foi assim nos últimos 5 anos. Construímos sonhos e realidades. Damos esperança! Somos quem mais aprova, seja entre o número de vagas propostas pelo edital seja pelas estatísticas de chamada! Aprova- mos mais que o dobro de qualquer outro curso do es- tado! Formamos os melhores alunos! Vem pra cá! Vem realizar o seu sonho!”. A ACmed ainda está inscrevendo novos alunos. A assessoria fica na Rua Hevangelina Francisca Diniz, 245 - Jardim Luna. Maiores informações no 3506-7597. APROVA MED GN é garantia de uma boa preparação Estudar no Aprova Med - Gerônimo Neto é ter a garantia de se preparar para os vestibulares de Medici- na com a equipe que mais aprova na Paraíba. Só nas provas para ingresso no segundo semestre letivo deste ano, a assessoria teve um número expressi- vo de aprovados, foram 48 de 78 alunos. As matrículas para novas turmas estão abertas. As aulas começam dia 13 de julho. O Aprova Med - GN fica na Rua Tito Silva, 358 (na Praça das Muriçocas). Mais informações nos telefones 3023-2770, 98880- 9232 (Oi) e 99853-0215 (Tim). Intensivo Classe A - Objetivo As matrículas estão abertas para o curso intensivo Enem no Classe A Objetivo, na Capi- tal. O curso oferece descontos a ex-alunos, alu- nos de escolas públicas, comérciários, bancários, funcionários píublicos, PMs e seus dependentes. Maiores informações nos telefones 3243-0227 (Rui Carneiro) e 3235-9124 (Bancários). O início das aulas está previsto para o dia 20 de julho, nas duas unidades. Colônia de Férias no Berçário Aladim O Berçário Aladim, atualmente uma das me- lhores Instituições de Ensino de Educação Infantil em João Pessoa, oferece diversas atividades na co- lônia de férias da instituição, que está acontecendo neste mês de julho. Com um novo conceito em prestação de serviços Educacionais, o berçário visa sempre de- senvolver soluções eficazes e funcionais, aliando criatividade, qualidade e os melhores valores do mercado, e assim superar a expectativa dos clien- tes. Informações nos telefones 3244-1522, 98625- 6777 e 99951-7843. Colônia de férias no clube Cabo Branco Colônia de férias no Esporte Clube Cabo Branco continua rolando em João Pessoa. A programação segue até o dia 24. É a décima primeira edição, contando com uma superestrutura e equipe forma- da por mais de 100 profissionais. O objetivo é oferecer para as crian- ças, nas férias, muito esporte e lazer, cul- tura, educação e arte. Não esquecendo de orientar com relação aos cuidados com o meio ambiente! Este ano, a colônia de férias será re- alizada diariamente no período das 13h às 17h. Ainda há vagas. Ligue agorinha para 98829-9304 (OI), 99951-7020 (TIM), 98617-3217 (OI) ou 99825-3038 (TIM). Colônia de férias no Kids Learning Fun ‘is wonderful’ Está bombando a colônia de férias no Kids Learning Fun, em João Pessoa. A galerinha conta com uma programação vasta e muito divertida. O colé- gio fica na Rua Odisa Eliseu da Nóbrega, 111 - Jardim Oceania. Ligue (83) 3245-9466. Uma das melhores academias de João Pessoa, a Corpore oferece diversas modalidades Quando se fala em academia na capital, um dos primeiros nomes lembrados é o da Corpore Academia. Além de um espaço físi- co muito bem aparelhado para musculação, a Corpore oferece outras modalidades, como: RPM, Yoga Ball, Aerolocal, Body Pump, Power Jump, Body Step, Body Combat, Boxe, Capoei- ra, Hidroginástica, Dança de Salão, GAP, e Jiu Jitsu, Treinamento Funcional. A Corpore Academia fica na Rua Deus- dedit José de Carvalho, 33 - Bessa. O telefone é o 3246-4768. O site da academia é o http:// www.corporeacademia.com.br. A Corpore também está presente nas redes sociais com a fanpage /CorporeAcademiaBessa (Facebook). Dinâmica Academia é uma ótima opção para musculação e artes marciais A Dinâmica Academia é uma excelente op- ção para quem quer malhar ou até mesmo praticar alguma arte marcial. A academia oferece MMA executivo, muay thay, jiu-jitsu (infantil e adulto), e dispõe também de musculação e treinamento funcional. Todas atividades são monitoradas por profissionais competentes e qualificados. A Dinâ- mica Academia fica na Avenida Governador Ar- gemiro de Figueiredo (Principal do Bessa), 3287. O telefone é o 3245-9825. Intensivo TOP O TOP Sistema de Ensino ainda está com as matrículas abertas para o Intensivo Enem 2015. As aulas tiveram início no dia 6 de julho, mas ain- da dá tempo de recuperar o conteúdo perdido! O curso oferece turmas nos turnos da manhã, tarde e noite. O TOP fica na Rua Inácio Ramos de An- drade, 416 - Bancários. Informações: 3235-7131. Henrique & Juliano fazem show na Domus Hall A dupla Henrique & Juliano cantará na Do- mus Hall, no próximo dia 24, hits, como “Não Tô Valendo Nada”, “Gordinho Saliente” e “Cuida Bem Dela”. Considerados, atualmente, como fenômeno da música sertaneja, os irmãos tocantinenses vêm pela primeira vez a João Pessoa e tocam para o pú- blico da Domus Hall seus sucessos que já ecoam por todo os país desde a gravação do segundo DVD: “Ao vivo em Brasília”, em abril de 2014. Para conferir esse novo sucesso do sertanejo, é só comprar os ingressos nas bilheterias da Domus Hall e pelo site Ingresso Rápido (www.ingressorapi- do.com.br). Supletivo CDC - 2001 O CDC – 2001 realizará seus próximos Exames Supletivos no dia 26 julho. Para fazer as provas do Ensino Funda- mental o aluno deve ter 15 anos completos e de Ensino Médio, 18 anos. As inscrições ainda podem ser feitas na escola, que fica na Rua Monsenhor Walfredo Leal, 465, Tambiá, no horário das 9h às 21h. O telefone para maiores informações é o 3221- 5909. Anchieta Maia Perfect Tatoo é o lugar certo para você fazer sua tatuagem Parque Solon de Lucena, 96, sala 5, no Centro de João Pes- soa. É neste endereço que você pode fazer sua tatuagem. A Per- fect Tatoo, de Rogério Duarte, oferece o melhor espaço, quali- dade técnica, higienização e as melhores formas de pagamento. Ligue 99964-4547 ou 98831- 5241. Tirullipa Show O humorista Tirullipa volta a João Pessoa no dia 7 de agos- to para mais uma apresentação. O artista mostrará diversos per- sonagens em situações hilárias e contando piadas para matar o público de tanto rir. O evento será realizado no Espaço Cultural, às 20h. Informações através dos telefones (83) 98717-9898 ou (83) 99832-1505. Yure Nogueira, professor de Jiu Jitsu da Dinâmica Academia Balé Russian State Ballet A companhia de balé Russian State Ballet se apresenta em João Pes- soa, no próximo dia 21, ‘O Lago dos Cisnes’, às 20h, na Domus Hall. Os ingressos já estão sendo vendidos na bilheteria da casa de shows por R$ 400 (inteira, premium), R$ 200 (meia, premium), R$ 300 (inteira, espe- cial), R$ 150 (meia, especial), R$ 200 (inteira, superior) e R$ 100 (meia, superior). Desconto de 50% O MQA está oferecendo até 50% de desconto nos cursinhos prepa- ratórios para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e em algumas assessorias em vestibulares de Medicina das faculdades particulares. Li- gue 98893-3225. Vídeo em que alunosagridem funcionária em salade aula viraliza na InternetUma funcionária da Escola Municipal Chico Xavier, no Jardim Oceania, em João Pessoa, foi agredida por um grupo de alunos dentro da sala de aula. O fato foi gravado e compartilhado pelo WhatsApp. Viralizou.O caso aconteceu no dia 10 de julho, mas veio à tona ontem (16). Seis alunos, entre 12 e 16 anos, estão suspensos. Onde vamos parar...?

×