©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado ...
Apresentando o SharePoint 2013 - Nivel 100
Apresentando o SharePoint 2013 - Nivel 100
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentando o SharePoint 2013 - Nivel 100

737 visualizações

Publicada em

Apresentação das mudanças básicas do SharePoint, na atualização da versão 2010 para a 2013. Nível Macro.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
737
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
72
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Vamos concentrar-se na introdução SP 2013, vamos começar por mudanças de minha perspectiva de aplicação, e então mover-se em funcionalidades individuais dentro do SharePoint 15.

    SharePoint 15 é construído sobre a arquitetura semelhante, ao SP 2010. Assim, o modelo em si não sofreu muitas alterações, no entanto, uma série de melhorias de nível da plataforma e capacidades
    Esses recursos incluem, por exemplo, o armazenamento segmentado (Shredded Storage), para minimizar o tamanho dos arquivos atuais que passar por edição e versionamento. Visando armazenar e enviar apenas as informações relevantes para o banco de dados, e não apenas atualizar todo o documento, aumentando ainda mais o desempenho.
    Temos suporte ao SQL Server 2012 como nosso servidor de banco de dados.
    Novo mecanismo de serviço de cache, que é construído sobre o modelo de cache do AppFabric, onde eles realmente têm capacidades de armazenamento, não apenas para single-server, mas para ambientes cross-farm.
    Assim, sempre que você armazenar algo em um único servidor, essa informação estará disponível para os outros servidores, tranzendo um impacto positivo do ponto de vista do desempenho.
    Request Management - Gerenciamento de solicitação, o que nos permite, em um cenário de de larga escala, de grandes particularidas, que o SharePoint redirecione os serviços, com base nas informações, para servidores diferentes.
    Assim, o SP pode lidar com solicitação de entrada e redirecioná-los individualmente dentro da farm para um servidor dedicado para lidar com a carga de trabalho específica.

    Theming, Interface gráfica aprimorada, as opções de modificação com o mecanismo de temas.

    Compartilhamento: Podemos facilmente agora compartilhar o acesso aos documentos e elementos de dentro do SharePoint, de forma otimizada.

  • Como dito, a arquitetura foi mantida como no 2010, e como os serviços são independentes, foi possível dedicar atençào especial para cada um desses componentes, aprimorando suas funcionalidades.

    Além de aprimorar os existentes, novos foram incorporados, pensando não apenas em administraçãqo, mas estendendo algumas dessas funcionalidades para o acesso dos administradores e usuários finais por exemplo.

    Uma das mudanças mais expressivas, sem dúvida é o fato de que o Office Web Apps não está mais apresentado como um aplicativo de serviços. Ele agora será tratado como um produto independente, que requer servidor independente, inclusive.
    Mapeando aplicativos do Office, e ainda pode ser utilizado pelo Exchange e pelo Lync 15.
    Então, o que isso significa é que mesmo que você não teria SharePoint instalado dentro do seu ambiente de aplicativos,o Office Web pode ser instalado como um produto separado e servir para reinderizar documentos de Outlook Web Access como um exemplo.

    Por ser um servidor separado do SharePoint, é possível fazer manutenção sem afetar os demais serviços.

    O Web Analytics não é mais um aplicativo de serviço. É agora parte da pesquisa.
    Como parte do motor de busca, ele vai analisar o comportamento dos usuários, e com esse resultado determinar que tipo de informações os usuários estão realmente procurando.
  • Passando pelas funcionalidades existentes, tivemos uma grande investimento na área de ECM.
    Políticas de retenção em nível de site, com melhorias na manipulação de dados e como eles são limpos do ambiente SharePoint.

    Essas políticas incluem as políticas de retenção para os sites e os proxies de e-mail associados a sites, e ao encerramento do projeto.

    Discovery Center é um portal para toda a empresa que centraliza e permite que se possa criar casos de descoberta, não apenas para o SharePoint, mas também entregar a operação de e-discovery através do Exchange, e outras farms de SharePoint.
  • Portanto, temos um melhor suporte para ferramentas e designers de fluxo de trabalho, o que significa que os desenvolvedores que estão familiarizados com estas ferramentas de designer de HTML não tem que necessariamente compreender SharePoint: eles podem continuar usando o designer de ferramentas familiares e manipularem os arquivos HTML.

    E, por conseguinte, os designers podem então aproveitar qualquer HTML (digamos que o HTML 5), tecnologias para realmente processar as informações que fornecem, em seguida, as web parts.
    Dentre as principais alterações a partir de uma perspectiva HTML também é o fato de que as web parts e zonas webpart não são processados em formato de tabelas. Eles são processados usando DIVs dentro 15 de SharePoint.

    Tradução de conteúdo: Foi feito um grande investimento, e a variação para sites multilíngues melhorou enormemente..

    A translate machine é um serviço baseado em nuvem que o SharePoint que pode traduzir sites individuais e páginas e documentos.

    Mesmo que você não queira utilizar a máquina de tradução, ainda assim ela estará disponível, você pode ter todo o conteúdo em um formato XLIFF, e fornecer esse conteúdo para outros vendors, com a finalidade de traduzir separadamente.

    Search engine optimization. Então, primeiro de tudo, nós mudamos a manipulação de URL. (Veremos adiante).
    Mas não temos as páginas ou a default ASPX necessariamente dentro o URL dos nossos sites.

    Apoiamos também a definição de metadados de páginas individuais e sites individuais.
    Arquivo de hierarquia de site para rastreadores de pesquisa acessar automaticamente.

    Publicação do cross-site que significa que somos capazes de usar informações de coleção cross-site dentro de um único conjunto de sites.

    Isso realmente nos dá a capacidade de reutilização eficiente de nossas informações através de vários sites.

    Temos também um melhor suporte para a incorporação de vídeos e não só para a incorporação de vídeos existentes na internet, como vídeos do YouTube, mas também armazenar vídeos dentro do SharePoint. Assim nós temos uma capacidade de processamento de vídeo HTML 5 nativa para SharePoint.

    De uma perspectiva de imagem, temos também introduziu reinderização de imagem que realmente nos permite redimensionar as imagens

    Nós também pode conduzir nossa navegação usando um conjunto de termos específicos. Portanto, temos realmente URLs limpas sem páginas, sem as entradas de aspx padrão dentro o url da perspectiva do usuário final.
    E isso realmente é feito, abstraindo as navegações do padrão de chamadas páginas físicas dentro da biblioteca de páginas.
    Mas da perspectiva do usuário final as URLs são limpas e não há nenhuma informação adicional de ASPX dentro o URL.

    E nós somos capazes de manipular essa navegação facilmente, então não estamos dependentes de uma hierarquia de sites de física, em termos de hierarquia dentro do serviço de armazenamento de metadados.

  • Social também foi alterado.
    Assim dentro do SharePoint 2013 o que nova página dentro do meu Site continua: para fornecer exibições agregadas das atividades relacionadas aos interesses do usuário.
    No entanto a alimentação é reforçada com a nova funcionalidade de microblogging que permite aos usuários participar de conversas postando comentários e respostas, postar imagens e links, usar hash tags para encontrar palavras-chave que os usuários podem seguir e procurar, usar menções para taguear os usuários em posts e respostas, indicando concordância com os comentários e respostas clicando em “LIKE“.
    Seguir não só pessoas, mas também documentos, sites e hash tags para popular os feeds.

    Em SP 2013,o meu Site continua a oferecer os benefícios de uma versão anterior, mas a interface do usuário é completamente redesenhada e modernizada para fornecer aos usuários uma experiência intuitiva e convidativa.

    O ponto maior de mudança para a interface do usuário inclui uma experiência de navegação simplificada ou unificado para o seu próprio e outros "Meus sites".

    Além disso Meus Sites contêm uma nova página agregação de tarefas de usuário do SharePoint Server, Microsoft Outlook e Microsoft Project.

    Isso significa que mesmo que você esteja usando dispositivos móveis para criar tarefas individuais para a pasta de correio exchange essas tarefas podem ser agregadas e são visíveis de seu My Site.

    Assim, a exibição de tarefa do meu Site é um local centralizado para ver todas as tarefas através do SharePoint, através do Exchange ou Outlook e através do projeto atribuído a você.

    Essa visão também permite que você edite essas tarefas.

  • Os sites da Comunidade oferecem uma experiência de fórum para categorizar e cultivar discussões com um amplo grupo de pessoas em organizações dentro da empresa.

    Os sites da Comunidade promovem a comunicação aberta e informações trocadas por fomentar discussões entre os usuários que compartilham seus conhecimentos e alavancagem a experiência dos outros que têm conhecimento na área específica de interesse.
    Então sites de Comunidade possuem administração e moderação, independente, para que os proprietários do site realmente possam manipular as configurações de sites da Comunidade.

    O visitante pode ver as discussões e tornar-se membros, se quiserem contribuir sobre essas discussões, também. Moderadores tendem a comunidades, definindo regras, revendo e endereçamento em lugares apropriados, marcação de interesses e conteúdo como discussões futuras e assim por diante.
    Moderadores podem atribuir badges.
  • fornece a capacidade para analisar e explorar visualmente os dados de qualquer tamanho, para integrar e mostrar soluções interativas.

    Em SP 13, o excel BI oferece alguns novos recursos para suportara aplicativos de BI.

    In-memory BI Engine:
    The in-Memory multi dimension Data Analyze Engine, também conhecido como VertiPaq permite análises mais imediatas de milhões de linhas e é uma característica totalmente integrada no cliente do Excel.
    O Power view add-in para o Excel é alimentado por um modelo de BI semântico e um mecanismo Vertipaq, e permite aos usuários Visualizar e interagir com data model usando visualizações altamente interativas, animações e consultas inteligentes.

    Usuários será capaz de apresentar e compartilhar conhecimento com outros dentro da organização através de storyboard rico, apresentando capacidades.
    Serviços do Excel permite às pessoas ver e interagir com os workbooks em excel que foram publicados para os sites do SharePoint.
    Os usuários são capazes de explorar dados e realizar análises no navegador, da mesma forma que fazem cliente do excel. E
    m 2013 SP excel oferece alguns novos recursos para oferecer suporte a aplicativos de business intelligence.

    As melhorias de exploração de dados, que significa que as pessoas podem mais facilmente explorar dados e realizar análises e relatórios de serviços do Excel que usam o SQl Server, analisando dados de serviços ou modelos de dados do PowerPivot

    Comandos de explorar como Drill Down e árvore de decomposição.
    Field Well permite alterar os dados e verificar o impacto nos gráficos (tabela de dinâmica ou Pivot Chart)
    Suporta cálculos usando membros e medidas foram criados no Excel.
  • Slide Performance Point: Novas features para suportar Business Intelligence como Field enhancement and filed search.. So that UI exposes those fielders more easily and end users can filter down on those data cubes and create those specific queries.
     
    Suporta também do Dashboard Migration, e você poderá criar o seu painel usando PPS, em um ambiente de teste poe exemplo, e então migrar para a produção e vice-versa.
     
    Suporta efetivo ao analysis services eliminando a necessidade de Kerberos delegation. ( o próprio nome do usuário será validade, e não autenticação de usuário corrente, ou seja, não terá o intermédio de uma Service Account, favorecendo os filtros sobre o que tornar visivel para cada usuário em particular
     
    VISIO: Exposição de gráficos do visio, e permite conexões com diferentes bases de dados.
    Novas datas sources? External lists através de BCS e Azure SQL
  • Automatic mobile browser rediraction , ativado by default

    Suporte para aparelhos móveis com suporte a HTML 5.

    Office Mobile web apps continua disponível
  • 2007 – baseado model full trust code. Requre service break to deploy and available new customizatons.

    2010- able to run code remotely within remote site.
    Client object model apis –

    Sandbox solutions, sfe way without compromising

    2013 – Execute code outside of the SP. E por isso não compromete a performance e nem os serviços. E então podemos facilmente customizar , já que elas serão executadas fora do SharePOint , temos muitas outras opções para executar o coódigo antes de colocar em produção.
  • Apresentando o SharePoint 2013 - Nivel 100

    1. 1. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.  Armazenamento fragmentado  Melhorias no SQL  Serviço de Cache  Gerenciamento de solicitações  Temas  Compartilhamento
    2. 2. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.
    3. 3. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012. Políticas de retenção no nível de site  Níveis de conformidade estendidos a sites  As políticas incluem:  Política de retenção para sites e Caixa de correio de equipe associada com sites  Política de encerramento e vencimento de projetos  Projetado para gerenciar casos de descoberta e espera  Estabelece um portal através do qual se podem acessar casos de descoberta para a condução de pesquisas, espera e exportação de conteúdo
    4. 4. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.  Suporte a pesquisa e exportação de conteúdo de compartilhamentos de arquivo  Exportação de conteúdo descoberto do Exchange e SharePoint  Integração direta do Exchange e SharePoint para oferecer o melhor dos dois mundos e flexibilidade de usuário final
    5. 5. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.
    6. 6. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012. Microblogs  Compartilhe conteúdo, links e mídia  Siga pessoas, sites, conteúdo e conversas Feeds de atividades  Fornecem uma visão de atividades recentes relacionadas a conteúdo, links, mídia e pessoas
    7. 7. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012. Comunidades  Sites de comunidade com administração self-service e moderação  Recursos de comunidade modernos, como realizações e reputação Discussões  Painéis de discussão modernos Blogs  Integração de aplicativos clientes  Categorias, comentários e moderação
    8. 8. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.
    9. 9. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012. BI do Excel  Análise instantânea através de mecanismo de BI na memória  Suplemento Power View Serviços do Excel  Exploração de dados aperfeiçoada  Suporte a Lista de campo e 'Field well'  Medidas e membros calculados  Controles de linha do tempo aprimorados
    10. 10. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.  Aperfeiçoamentos de Filtro e Pesquisa de filtro  Migração de painéis  Suporte a usuário efetivo de Analysis Services Serviços do Visio  Renovação de dados a partir de fontes externas – BCS e Azure SQL  Suporte a comentários em desenhos do Visio  Parâmetro de serviço de Tamanho máximo de cache  Regras de analisador de integridade para relatórios de Tamanho máximo de cache
    11. 11. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012.  Excel  PowerPoint  Word
    12. 12. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012. Declar. de Eventos de aplicativos e fluxos de trabalho CSOM _vti_bin_vti_bin _api _api CSOM
    13. 13. ©2012 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Conteúdo baseado no SharePoint Server 2013 Preview e publicado em julho de 2012. Resumo O SharePoint Server 2013 aprimora as experiências de carga de trabalho ao permitir cenários cativantes que envolvem e trabalham com o usuário.

    ×