AULA 04 - REFLEXÕES ACERCA DO PARÁGRAFO

1.477 visualizações

Publicada em

Material produzido pela Professora Sílvia Cláudia Marques Lima

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.477
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AULA 04 - REFLEXÕES ACERCA DO PARÁGRAFO

  1. 1. REFLEXÕES ACERCA DOPARÁGRAFO
  2. 2. O que é um parágrafo?Pequena parte ou seção do discurso que forma umconjunto de sentido completo. Conjunto de períodos coordenados entre si embusca de uma unidade significativa, o assunto.Vincula-se à ideia central do texto, como ideiasecundária da temática que auxilia a formar.
  3. 3. Três principais qualidades do parágrafo:• Unidade: uma só ideia predominante;• Coerência: relação entre essa ideia predominantee as secundárias;• Ênfase: a ideia predominante não apenasaparece sob a forma de oração principal, mastambém se coloca em posição de relevo, por estarno fim ou próximo do fim do parágrafo.
  4. 4. Unidade, coerência e ênfase: Os problemas das redações decorrem menos dos deslizesgramaticais que das falhas de estruturação da frase, daincoerência, da falta da unidade e da ausência de relevo.1. A unidade consiste em dizer determinado aspecto decada vez, omitindo-se o que não seja essência ou não serelaciona com a ideia predominante no parágrafo. Evitem-se, portanto, digressões descabidas e indiquem-sede maneira clara as relações entre a ideia principal e assecundárias.
  5. 5. Dissertação Argumentativa• Na dissertação argumentativa faz-se um levantamentoargumentativo e persuasivo a fim de convencer o leitor aacreditar no que o autor acredita. Para que esse leitor sejaconvencido, o autor lança mão de técnicas fundamentais.
  6. 6. Como conseguir unidade:• Use sempre que possível tópico frasal explícito:o tópico frasal não precisa vir obrigatoriamenteno início do parágrafo, mas o escritorinexperiente muito lucraria em assim fazer atéadquirir maior desembaraço.
  7. 7. Parágrafo-padrão O desenvolvimento de uma ideia, de uma faceta do assunto emabordagem, apresenta uma introdução e uma conclusão.A essa modalidade paragráfica, dá-se o nome de parágrafo-padrão.
  8. 8. Como conseguir unidade• Apresentando desenvolvimento ou a estrutura completa, o parágrafodeve se guiar por um suporte básico, a fim de fazer com que as ideiascriadas acerca da faceta do assunto não se dispersem.• Para cada tipo de composição, deverá ser criado um suporteespecífico. O objeto será suporte da descrição, o fato da narração e oponto de vista da dissertação.• Coerência: relação entre a ideia predominante e as secundárias;
  9. 9. REDAÇÃO DO ALUNO• Dizer que viajar é um prazer triste,uma aventura penosa, parece umabsurdo. Imediatamente nosocorrem as dificuldades detransporte durante a Idade Média,quando viajar devia ser realmenteuma aventura arriscada e penosa.
  10. 10. TEXTO REVISADO• Dizer que viajar é um prazer triste, umaaventura penosa, parece absurdo, poisimediatamente nos ocorre as inúmerastentadoras facilidades de transporte, oconforto das acomodações, enfim, todas asoportunidades e atrações que fazem daintinerância tudo menos um prazer triste.
  11. 11. Como conseguir unidade: Evite pormenores impertinentes, acumulações e redundâncias.• Ex: O assassino do presidente Kennedy, naquela triste tarde denovembro, quando percorria a cidade Dallas, aclamado por numerosamultidão, cercado pela simpatia do povo do grande estado do Texas,terra natal, aliás, do seu sucessor, o presidente Johnson, chocou ahumanidade inteira não só pelo impacto emocional provocado pelosacrifício do jovem estadista americano, tão cedo roubado à vida,mas também por uma espécie de sentimento de culpa coletiva, que nosfazia, por assim dizer, como que responsáveis por esse crimeestúpido que a História sem dúvida, gravará como o mais abominável doséculo.
  12. 12. Como conseguir unidadeInfiltração é a presença de conteúdo estranho àproposta do parágrafo. Ela poderá ser detectada se oautor tiver compromisso com o suporte, com o eixoque levantou como proposta. O que não lhe forpertinente deverá ser excluído da unidade.
  13. 13. Texto RevisadoO assassínio do presidente Kennedy chocoua humanidade inteira, não só pelo impactoemocional, mas também por uma espécie desentimento de culpa que a História gravarácomo o mais abominável do século.
  14. 14. Como conseguir unidade:• Evite frases entrecortadas, pois frequentementeprejudicam a unidade do parágrafo: Selecione asmais importantes e transforme-as em oraçõesprincipais de períodos menos curtos.Ex: Saí de casa hoje de manhã muito cedo. Estavachovendo. Eu tinha perdido o guarda-chuva. Oônibus custou a chegar. Eu fiquei todo molhado.Apanhei um bruto resfriado.
  15. 15. Texto RevisadoQuando saí de casa hoje de manhã muitocedo, estava chovendo. Como tinha perdido oguarda-chuva e o ônibus custasse a chegar,fiquei todo molhado e apanhei um brutoresfriado.
  16. 16. Como conseguir unidade:• Ponha em parágrafos diferentes ideias igualmente relevantes,relacionando-as por meio de conectivos adequados. Ex: O Brasil de hoje empenha-se, com intenso esforço, na tarefa de vencer o seusubdesenvolvimento crônico. Muitos obstáculos, contudo, se opõe a esse propósito.Problemas inadiáveis, de importância fundamental, impedem o progresso do país. Ocrescimento industrial e a exploração de novas fontes de riqueza estão a exigir umaelite de técnicos capazes de realmente acionar o aproveitamento de nossaspotencialidades econômicas em benefício do progresso nacional. As universidades vêmfalhando lamentavelmente em virtude da sua incapacidade de prover a formação detécnicos em alto nível. Seus currículos desatualizados, a precariedade dos laboratórios,a ausência do espírito de pesquisa, o desamparo das autoridades, que se viciaram narotina burocrática, e outros fatores constituem óbices ao preparo de profissionaiscapazes.
  17. 17. Texto RevisadoO Brasil empenha-se, com intenso esforço, na tarefa de vencer o seusubdesenvolvimento crônico. Entretanto, muitos obstáculos, representadospor problemas inadiáveis e importantes, se opõem a esse propósito,dificultando o progresso do país.Ora, o crescimento industrial e a exploração de novas fontes de riqueza,com as quais se livra do subdesenvolvimento, estão a exigir uma elite detécnicos capazes de acionar o aproveitamento das potencialidadeseconômicas. No entanto, as universidades falham na sua missão de formá-los, em virtude de vários fatores, tais como currículos desatualizados,precariedade dos laboratórios, ausência do espírito de pesquisa e dedesamparo das autoridades.
  18. 18. Como conseguir unidade:• O desenvolvimento da mesma idéia-núcleo não deve fragmentar-seem vários parágrafos.Ex: Diversos fatores têm sido responsáveis pelas transformações que seestão verificando na região de colonização estrangeira.O rádio é um deles; o cinema outro; a facilidade de transportes, comestradas e veículos, igualmente.O rádio é utilizado no meio rural e nas cidades, e através deledivulgam-se notícias de todos os tipos, propaganda, transmissões dejogos e bailes, notícias de aniversários, etc.O cinema, igualmente vai penetrando mesmo nos meios rurais; cadavila tem seu pequeno cinema, onde há projeções, uma vez porsemana.Nas cidades, o cinema está aberto todos os dias.
  19. 19. Como obter coerência:• Ordem cronológica: não de deve relatar antes o queocorre depois, salvo se pretende conseguir o que, nosromances policiais e seus similares, se chama desuspense.• Ordem espacial: nas descrições é sempreaconselhável seguir a ordem em que o objeto éobservado, ou seja, dos detalhes mais próximos paraos mais distantes, ou desde para aqueles; de dentropara fora, da direita para esquerda, e assim pordiante.
  20. 20. Como obter coerência:Ex: A cama estava imponente: descia-lhe da cúpula umenorme cortinado de labirinto, que a avó do Luís,quando moça, recebera como presente de uma senhorado Porto, a cujo filho amamentara antes de vir para oBrasil; arrebanhavam-no pelas extremidades, à basedas quatro colunas, grandes ramos de flores naturais,donde pendiam laços de cetim azul, baratinho, masmuito vistoso. Por cima da famosa colcha de rendas,sobre a qual se desfolharam rosas e bogaris; e lá noalto, por fora do sobrecéu, espalhado contra o teto, umimenso feixe de tinhorões e crótons.(Aluísio Azevedo)
  21. 21. • Para organizar os parágrafos no texto, o redator seráorientado pela temática, pela noção de pertinênciadas ideias, pela sequência lógica dos fatos, pelaordem natural das partes do todo.• Ordem lógica: os parágrafos se iniciam com umageneralização, seguindo-se as especificações que afundamentam, e termina por uma conclusãoclaramente enunciada, em que se amplia o sentido dadeclaração introdutora.Como obter coerência:
  22. 22. Partículas de transição e palavras de referências:exprimem conexão entre as ideias.Ex: Joaquim costuma vir ao Rio quando ganha muitodinheiro em SP.enquantoporqueseemboraComo obter coerência:
  23. 23. Como conseguir ênfase: Ordem de colocação e ênfase: no que se refere aoportuguês, a chamada ordem direta consiste,teoricamente pelo menos, em antepor-se o sujeito aoverbo e este aos seus complementos essenciais. Há inversão quando qualquer termo está fora daordem direta, fora da sua posição normal ouhabitual. Tal mecanismo linguístico pode dar à frasemais vigor e energia.
  24. 24. Como conseguir ênfase:Ex:• Deus fez o homem à sua imagem e semelhança.• O homem, fê-lo Deus à sua imagem e semelhança.• À sua imagem e semelhança, fez Deus o homem.• Fez Deus o homem à sua imagem e semelhança.
  25. 25. • Ordem gradativa: consiste em dispor as ideias em ordemcrescente ou decrescente de importância.Ex:• “Anda, corre, voa, se não perdes o trem” (crescente).• “Uma palavra, um gesto, um olhar bastava” (decrescente).• Repetições intencionais: “Tudo se encadeia, tudo se prolonga,tudo se continua no mundo...” (O. Bilac)• Pleonasmos intencionais: “Os medíocres, esses deixam-selevar sem resistência na torrente das inovações”. (MárioBarreto)• Parênteses de correção: “Voltando-se depois ao Senhor (nãodigo bem), não se voltando o Senhor...” ( A. Vieira)Como conseguir ênfase:

×