Boletim novembro 2013

3.088 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.088
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.917
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim novembro 2013

  1. 1. PROJETO MAIS SUCESSO E5G MOJU apresenta Edição XI Novembro 2013 NESTA EDIÇÃO: Entrevista à empresa “Bioco” 2 Next Full Employment 3 Igualdade de Género 3 Dia Internacional Eliminação Violência 3 Teatro Mais Sucesso 4 Associação Olhanense MOJU vence prémio «Boas Práticas Associativas» A MOJU - Associação Movimento Juvenil em Olhão conquistou o 1º lugar do concurso «Boas Práticas Festa de Halloween 4 Associativas» na região do Algarve, Nosso Park 4 tendo recebido o prémio em cerimónia realizada no passado dia 1 de dezembro e presidida pelo primeiro-ministro. O concurso, que teve a sua 1.ª edição no corrente ano, é atribuído anualmente pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e pretende selecionar, a nível regional, as associações juvenis que se destacam “pelo impacto na(s) comunidade(s), pela qualidade e inovação, pela consistência e capacidade de expressão enquanto escolas de cidadania ativa e de participação cívica e democrática dos jovens”. Este ano, o IPDJ recebeu 75 candidaturas de todo o país, das quais foram consideradas elegíveis 48 candidaturas e de onde saíram as cinco organizações vencedoras, por cada área onde existe uma delegação regional. A cerimónia de divulgação de resultados e de entrega prémios às associações vencedoras realizou-se dia 1 de dezembro, no Museu do Desporto em Lisboa, e contou com as presenças do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, do ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes, e do secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, para além dos representantes do IPDJ. O certificado foi entregue por Pedro Passos Coelho a Nuno António, representante da associação olhanense. “É para nós um enorme orgulho receber este prémio, que vem reconhecer a importância do associativismo juvenil e validar a nossa atividade no terreno”, declarou o dirigente associativo. Nuno António aproveitou, ainda, para dedicar o prémio a todos os jovens que de alguma forma contribuíram, contribuem e irão contribuir para as atividades da associação: «Apenas com o contributo de todos os elementos da Associação, o prémio se tornou possível”, disse. Recorde-se, a MOJU surgiu em 2007 e é uma associação sem fins lucrativos, cujos objetivos consistem na promoção da participação ativa dos jovens na sociedade e o seu desenvolvimento pessoal e social, desenvolvendo para tal projetos na área social, educativa, desportiva e cultural.
  2. 2. Edição Especial - Roteiro Empresas Entrevista ao Bioco No contexto da rúbrica Roteiro Empresas, no dia 22 fomos à Casa de Pasto “O Bioco” entrevistar um dos responsáveis pelo negócio local, João Baptista. Projeto Mais Sucesso – Muito boa tarde. Em que ano abriu esta empresa e como surgiu a ideia de abrir este negócio? Bioco – Abriu em 2013, e a ideia surgiu da necessidade de criar uma casa de petiscos um bocadinho diferente daquilo que havia aqui em Olhão, decidimos então, jogar mãos á obra e abrimos o Bioco. PMS- Qual o balanço que fazem do negócio até agora? Bioco- Até agora o balanço tem sido positivo, embora não tenhamos ainda grandes bases para fazer esse balanço. Temo-nos divertido imenso, temos aprendido imenso e esse balanço também tem de ser contabilizado, não só o balanço financeiro. PMS- Quem são os sócios da empresa? Bioco – Os sócios da empresa sou eu, o Roberto Prazeres e o Hélio Santos. PMS- De onde vem o nome “Bioco”? Bioco – O bioco é o nome de um fato que as mulheres vestiam antigamente em Olhão. Então, achámos engraçado usar um nome tipicamente olhanense. PMS – Quantas pessoas têm a trabalhar convosco? Bioco - Neste momento somos quatro mas há alturas em que temos de ser mais, depende dos dias e da quantidade do movimento. PMS- Como fazem o recrutamento de pessoal? Bioco- Normalmente começa por ser pessoal conhecido, pessoas que vêm através de outras pessoas e que tenham o mínimo de aptidão e de gosto por aquilo que estão a fazer, se as pessoas não tiverem gosto não vale a pena. É experimental, não analisamos o currículo de uma pessoa para ver se sabe trabalhar. Queremos que as pessoas experimentem, depois nós vamos tirando as nossas conclusões. PMS – Costumam dar oportunidade ao pessoal mais jovem? Bioco– É esse o objetivo, 100% pessoal mais jovem. Achamos que uma pessoa que goste de aprender tem muito mais capacidades de aprendizagem… para nós não nos interessa pessoas que estejam 100% ligadas ao ramo. É preciso que sejam pessoas que tenham vontade de entender o conceito do bioco. PMS- Consideram que até agora têm realizado boas práticas… ao nível de solidariedade e patrocínios por exemplo? Bioco- Sim, eu penso que sim. Nós temos trabalhado bastante com a Moju, temos trabalhado muito com o Olhanense e com as modalidades amadoras do Olhanense e estamos sempre à procura de outras pessoas com quem colaborar. Patrocínios ainda não estamos a fazer, é muito cedo ainda só temos um ano de vida. PMS - Quais os vossos objetivos a longo prazo? Bioco - Não sei. Vou dizer que não sei porque é tudo muito incerto, mas queremos continuar a expandir, queremos continuar a trabalhar e a continuar a tentar mudar um bocadinho os hábitos gastronómicos de Olhão. PMS - Muito Obrigado. Bioco- De nada. Página 2 Entrevista realizada por Rúben Santos. PROJETO MAIS SUCESSO E5G
  3. 3. Página 3 EDIÇÃO XI NFE– Next Full Employment Esta formação foi direcionada para melhorar as capacidades individuais qualificando cada um com recursos, informação e ferramentas para aumentar a hipótese de empregabilidade dos jovens tornando-os independentes e participantes ativos no seu meio envolvente. Também foi abordado quais os problemas e as necessidades laborais a nível europeu e de cada jovem através da sua experiência e realidade. Discutiu-se a inclusão social dos grupos alvo e minoritários através da criação do próprio emprego e/ou como aumentar as suas hipóteses de empregabilidade através de formas de financiamento nacionais como europeias. Foram discutidas e partilhadas boas praticas de cada associação/ organização. A minha opinião pessoal é que devemos incentivar mais jovens a participar neste tipo de formação não formal de modo a abrir mais os horizontes dos mesmos e criação de novas oportunidades tanto a nível local, regional, nacional e europeu. É uma mais valia e acrescenta uma visão mais alargada dos problemas dos jovens e como tentar resolver esta realidade que existe sobre o desemprego jovem. Texto escrito por: Marta Silva Ação de Sensibilização sobre Igualdade de Género No presente mês realizou-se no Projeto Mais Sucesso E5G, em parceria com a MOJU e a ALC Associação Lusófona para o Desenvolvimento do Conhecimento, uma Ação de Sensibilização sobre Igualdade de Género de 12 horas. Estiveram presentes 15 participantes, entre eles familiares dos jovens do projeto Mais Sucesso E5G. Nesta ação foram abordadas algumas temáticas como a evolução de mentalidades, os estereótipos relacionados com o género, a situação atual dos homens e das mulheres em Portugal e ainda foi trabalhado um guião individual para a promoção da igualdade. Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres Em 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas decretou que o dia 25 de novembro seria designado o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres. Este é um dos problemas mais graves das famílias e, por conseguinte, da sociedade, no qual são violados os direitos essenciais da pessoa humana e, em particular, os direitos das crianças, que, em muitos casos, assistem aos atos de violência. No âmbito da iniciativa "Árvores para a Eliminação da Violência de Género", organizada pela Sê Mais Sê Melhor e pelo Projeto Caminhos para a Igualdade, o Projeto Mais Sucesso E5G elaborou algumas faixas com mensagens e desejos a favor da Igualdade de Género, para afixar numa árvore em Olhão, no dia 25 de novembro. Seguem algumas dessas frases: "As tarefas domésticas deveriam ser partilhadas". Inês, 10 anos. "Eu gostaria que a mulher fosse mais valorizada, respeitada e amada pelo homem". Jorge, 13 anos. "Deveria haver mais respeito entre homens e mulheres". Rúben, 12 anos. "O homem não é o sexo forte, para mim são os dois". Jorge, 13 anos. PROJETO MAIS SUCESSO E5G
  4. 4. Teatro Mais Sucesso E5G MOJU Endereço do Projeto Mais Sucesso E5G Rua Perpendicular à Rua de Olivença 8700 - Olhão Tel: 289 713 065 Correio eletrónico maissucesso.e5g@gmail.com MAIS SUCESSO E5G Segue-nos em: maissucessoe5g.blogspot.pt/ www.facebook.com/Mais.Sucesso.E5G No âmbito da U.C. Práticas III, as estagiárias de Educação Social PósLaboral dinamizam sessões de teatro, todas as sextas-feiras no Bairro Fundo Fomento à Habitação às 18h30. Nestas sessões além de exercícios teatrais, há também lugar para preparações de peças de teatro, cenários, guarda-roupa e preparação para o palco. Todos aqueles que estiverem interessados, apareçam. Serão todos muito bem-vindos. A estreia da primeira peça será no dia 24 de Dezembro durante o almoço de Natal do projeto Mais sucesso E5G. Apareçam, divirtam-se enquanto se envolvem pela magia do Natal e do Teatro. Texto escrito por: Filipa e Carla (Estagiárias de Educação Social) Festa de Halloween No mês de Dezembro: - Festa de Natal - Viagem a Lisboa - Educação Parental - Laboratório de Competências Página 4 No dia 1 de novembro foi realizado a grande festa de Halloween no Mais Sucesso E5G. A festa foi totalmente organizada pelos nossos jovens e os nossos voluntários e acabou por ser uma festa muito assustadora, vejam os testemunhos. - A festa foi muito fixe comemos muito e divertimos muito (Liberto Reis). - Adorei pois comi muito, pintaram-me a cara e diverti-me à grande (Jéssica Coelho). - Foi bom, o espaço era pequeno mas deu para nos divertirmos muito (Nádia Reis). - Fiz jogos e diverti-me muito, foi uma festa muito assustadora (Inês Gomes). Nosso Park A jovem Daniela Reis teve a ideia de fazermos um parque infantil e em conjunto com os monitores do Mais Sucesso E5G e os restantes jovens desenvolvemos o projeto e fomos apresentar em Lisboa à iniciativa Mundar. Eu, Fábio Heneni, como tinha idade para participar, apresentei o nosso projeto e com grande surpresa nossa, conseguimos o financiamento e assim vamos avançar. Estamos muito contentes pois estamos a fazer a diferença no nosso bairro. Texto escrito por: Fábio Heneni P R P R O J E T O M A I S S UC E S SO E 5 G

×