O uso de epis nos estaleiros de construção

217 visualizações

Publicada em

O que são e para que servem os equipamentos de proteção individual, ou epis? Os epis destinam-se a proteger os trabalhadores no exercício da sua atividade profissional.

Protegem-nos, por exemplo, contra lesões sérias que possam ocorrer no ambiente de trabalho, mas também os protegem das doenças resultantes do contato com produtos químicos, radiológicos, elétricos ou mecânicos que possam ocorrer nos mesmos ambientes de trabalho.

Os exemplos mais comuns de epis são bem conhecidos de todos: capacetes, botas de proteção, óculos de segurança e protetores de face, coletes. No entanto, não são os únicos. Nos epis incluem-se ainda uma variedade de dispositivos e roupas, tais como macacões, luvas, tampões de ouvido, respiradores e vestimentas diversas. Para cada atividade laboral e, mediante a ponderação para cada risco efetivo, existem epis específicos.

Saiba tudo o que necessita sobre epis neste artigo do Blog Mais-Seguranca.pt

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O uso de epis nos estaleiros de construção

  1. 1.                       O  uso  de  epis  nos  estaleiros  de  construção       http://www.mais-­‐seguranca.pt/blog/material-­‐de-­‐seguranca/epis/     O  que  são  e  para  que  servem  os  equipamentos  de  proteção  individual,  ou  epis?  Os  epis  destinam-­‐ se  a  proteger  os  trabalhadores  no  exercício  da  sua  atividade  profissional.     Protegem-­‐nos,  por  exemplo,  contra  lesões  sérias  que  possam  ocorrer  no  ambiente  de  trabalho,   mas   também   os   protegem   das   doenças   resultantes   do   contato   com   produtos   químicos,   radiológicos,  elétricos  ou  mecânicos  que  possam  ocorrer  nos  mesmos  ambientes  de  trabalho.    Os  exemplos  mais  comuns  de  epis  são  bem  conhecidos  de  todos:  capacetes,  botas  de  proteção,   óculos   de   segurança   e   protetores   de   face,   coletes.   No   entanto,   não   são   os   únicos.   Nos   epis   incluem-­‐se  ainda  uma  variedade  de  dispositivos  e  roupas,  tais  como  macacões,  luvas,  tampões  de   ouvido,  respiradores  e  vestimentas  diversas.  Para  cada  atividade  laboral  e,  mediante  a  ponderação   para  cada  risco  efetivo,  existem  epis  específicos.   Visite  o  nosso  Blog  em:     http://www.mais-­‐seguranca.pt/blog/  
  2. 2. Use  os  epis  recomendados  para  a  sua  área  profissional   Sensibilize  os  trabalhadores  da  sua  empresa  para  usar  sempre  os  epis  recomendados   Os  epis  devem  ser  utilizados  por  todos  os  trabalhadores  sempre  que  a  sua  atividade  profissional   comporte   riscos   para   a   sua   saúde   ou   a   sua   vida.   Neste   post   abordaremos   o   uso   de   epis   nos   estaleiros  de  construção.   Os  epis  devem  ser  usados  nos  estaleiros  sempre  que  necessário  e  o  seu  uso  deve  ser  confortável.   Por  outro  lado,  os  epis   devem  estar  em  boas  condições  e  não  contribuir  para  aumentar  outros   riscos.  A  Agência  Europeia  para  a  Segurança  e  Saúde  no  Trabalho  recomenda  vários  tipos  de  epis   especializados  mediante  os  riscos  ponderados  para  cada  zona  do  corpo  humano.   Veja  quais  as  zonas  do  corpo  susceptíveis  aos  riscos  laborais  na  construção  e  respetivos  epis   Nem  todas  as  zonas  do  corpo  são  iguais.  Por  isso,  os  epis  especializaram-­‐se  para  responder  a  cada   necessidade.   Veja   aqui   quais   as   diferentes   partes   do   corpo   susceptíveis   a   riscos   laborais   na   construção  e  quais  os  epis  recomendados:   1. Proteção  contra  lesões  na  cabeça   A  cabeça  é  uma  das  partes  mais  sensíveis  do  corpo  na  construção.  Os  capacetes  podem   proteger  dos  impactos,  das  lesões  de  perfuração  e  lesões  elétricas  causadas  por  quedas   ou  contatos  com  condutores  elétricos.  Os  cabelos  compridos  devem  ficar  cobertos  para   evitar  que  fiquem  presos  em  máquinas  com  correias  ou  correntes.   2. Proteção  contra  lesões  nos  pés  e  pernas   Proteja  os  pés  usando  sapatos  ou  botas  de  segurança.  Para  proteger  as  pernas  pode  usar   calças  em  materiais  de  segurança  como  o  couro,  a  fibra  têxtil  alumínio  ou  outro  material   apropriado.  Elas  ajudam  a  prevenir  lesões  ao  proteger  em  caso  de  quedas,  na  presença  de   objetos  cortantes  ou  afiados,  superfícies  húmidas  ou  escorregadias,  superfícies  quentes   ou  perigos  elétricos.   3. Proteção  contra  lesões  nos  olhos  e  face   Use   óculos   de   proteção.   Outros   epis   recomendados   são   os   capacetes   com   viseira   e   os   óculos   com   proteção   lateral   ou   frontal.   Estes   epis   protegem   os   trabalhadores   de   fragmentos  perigosos,  faíscas  quentes,  radiação  ótica  e  poeiras,  que  podem  causar  lesões   oculares  graves.   4. Proteção  contra  perda  auditiva   Os  epis  recomendados  são  os  tampões  ou  protetores  de  ouvido,  pois  evitam  os  danos   auditivos.  A  exposição  a  altos  níveis  de  ruído  pode  provocar  perda  auditiva  irreversível,   além   de   stress   físico   e   psicológico.   Os   tampões   de   ouvido   são   fabricados   em   espuma,   algodão  encerado  ou  lã  de  fibra  de  vidro.  Limpe  regularmente  estes  epis  e  certifique-­‐se   que  um  profissional  verifica  se  os  tampões  se  conformam  adequadamente  aos  ouvidos  de   cada  trabalhador.    
  3. 3.   5. Proteção  contra  lesões  nas  mãos   Estes   epis   protegem   trabalhadores   expostos   a   substâncias   perigosas   que,   através   da   absorção   pela   pele,   podem   provocar   os   mais   variados   tipos   de   queimaduras,   desde   as   queimaduras  térmicas  às  químicas.  Protege  igualmente  de  cortes  severos  e  exposição  a   temperaturas  ambientes  extremas  perigosas.   6. Proteção  contra  lesão  corporal   Na  proteção  contra  lesões  corporais,  os  epis  mais  comuns  são,  por  exemplo,  as  parkas.   Casos  há  em  que  os  trabalhadores  devem  proteger  a  quase  totalidade  do  corpo  contra   perigos  como  a  exposição  ao  calor  e  radiação  de  metais  quentes  ou  líquidos  escaldantes.   Estes   epis   são   frequentemente   fabricados   com   materiais   como   a   borracha,   o   couro,   materiais  sintéticos  ou  plásticos.   7. Proteção  respiratória   Sempre   que   não   haja   possibilidade   de   controlar   a   qualidade   do   ar   respirado,   os   trabalhadores   devem   usar   epis   apropriados   que   os   protejam   contra   efeitos   adversos   causados  por  poeiras  contaminadas,  névoas,  fumos,  vapores  ou  líquidos  pulverizados.  De   um  modo  geral,  os  respiradores  cobrem  as  vias  respiratórias  (boca  e  nariz)  e  contribuem   para  prevenir  doenças  e  lesões.  Mas  tenha  em  atenção  que,  neste  tipo  de  epis,  é  muito   importante   que   haja   um   encaixe   perfeito   no   rosto   para   que   sejam   efetivamente   eficientes.   Neste   post   recomendámos-­‐lhe   alguns   dos   epis   mais   comuns   para   usar   em   atividades   como   a   construção.  Visite  a  nossa  loja  online  onde  encontrará  estes  e  muitos  outros  equipamentos  de   proteção  individual  e  leia  o  nosso  post  “Conheça  o  melhor  equipamento  de  proteção  individual  do   mercado”   Palavras-­‐chave:  epis  
  4. 4. Palavras-­‐chave   secundárias:   riscos   laborais,   atividade   profissional,   trabalhadores,   lesões,   capacetes,   botas   de   proteção,   óculos   de   segurança,   coletes,   estaleiros   de   construção,   equipamentos  de  proteção  individual      

×