Índice
Introdução............................................................................................................
1
Introdução
O presente trabalho pretende um estudo sobre HIV/SIDA. HIV/SIDA Síndrome da
imunodeficiência adquirida(SIDA— ...
2
Difinição
Síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) é uma doença do sistema
imunológico humano provocada pelo vírus ...
3
Há evidência de que humanos que participavam de atividades com animais selvagens,
como caçadores ou vendedores de animai...
4
Descoberta
A AIDS foi observada clinicamente pela primeira vez em 1981, nos Estados Unidos. Os
casos iniciais ocorreram ...
5
SIDA), foi introduzida em uma reunião em julho de 1982. Em setembro daquele mesmo
ano, o CDC começou a se referir à doen...
6
Conclusão
Terminado o trabalho conclui-se que HIV/SIDA é a maior causa de morte de milhoes de
pessoas em todo o mundo de...
7
Bibliografia
Fonte Oral
Alabama, Filadelfia sarkoma, Ciencias de vida, da terra, do espaço, Universidade Federal
de São ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Genero hiv sida

108 visualizações

Publicada em

Um trabalho relacionado ao Genero & HIV/SIDA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
108
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Genero hiv sida

  1. 1. Índice Introdução..........................................................................................................................1 Difinição.............................................................................................................................2 Origem...............................................................................................................................2 Descoberta..........................................................................................................................4 Mentor................................................................................................................................4 Conclusão...........................................................................................................................6 Bibliografia.........................................................................................................................7
  2. 2. 1 Introdução O presente trabalho pretende um estudo sobre HIV/SIDA. HIV/SIDA Síndrome da imunodeficiência adquirida(SIDA— eminglês:acquired immunodeficiency syndrome - AIDS) é uma doençado sistema imunológico humanocausada pelo vírus da imunodeficiência humana(VIH — eminglês :human immunodeficiency virus - HIV). O HIV é transmitido principalmente atravésde relaçõessexuaissemousode preservativo (incluindo sexoanal e,até mesmo, oral), transfusões de sangue contaminado, agulhas hipodérmicas e de mãe para filho, durante a gravidez, o partoou amamentação.Alguns fluidos corporais,como salivae lágrimas, não transmitemovírus.
  3. 3. 2 Difinição Síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) é uma doença do sistema imunológico humano provocada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). O vírus da imunodeficiência humana é transmitido através de relações sexuais sem o uso do preservativo (sexo anal e ate oral), transfusões de sangue contaminado, agulhas hipodérmicas e de mãe para filho, durante a gravidez, o parto ou amamentação. Alguns fluidos corporais, como saliva e lágrimas, não transmitem o vírus. A prevenção da contaminação pelo HIV, principalmente através de programas de sexo seguro e de troca de agulhas, é uma estratégia fundamental para controlar a propagação da doença. Apesar de ainda não existir uma cura ou uma vacina, o tratamento antirretroviral pode retardar o desenvolvimento da doença e elevar a expectativa de vida do portador do vírus. Origem A pesquisa genética indica que o HIV surgiu no centro-oeste da África durante o início do século XX. A AIDS foi reconhecida pela primeira vez em 1981, pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, e a sua causa — o HIV — foi identificada na primeira metade da década. Desde a sua descoberta, a AIDS causou a morte de aproximadamente 30 milhões de pessoas (até 2009). Em 2010, cerca de 34 milhões de pessoas eram portadoras do vírus no mundo. A AIDS é considerada uma pandemia, um surto de doença que está presente em uma grande área e que está se espalhando ativamente. HIV/AIDS têm tido um grande impacto na sociedade contemporânea, tanto como uma doença quanto como uma fonte de discriminação. A doença também tem impactos econômicos significativos. Há muitos equívocos sobre o HIV/AIDS, tais como a crença de que ela pode ser transmitida pelo contato casual não-sexual. A doença também se tornou sujeita a muitas controvérsias envolvendo as religiões, além de ter atraído a atenção médica e política internacional (e um financiamento de larga escala) desde que foi identificada em 1980.
  4. 4. 3 Há evidência de que humanos que participavam de atividades com animais selvagens, como caçadores ou vendedores de animais silvestres, se infectaram com o SIV. No entanto, o SIV é um vírus fraco que, normalmente, é suprimido pelo sistema imunológico humano dentro de poucas semanas após a infecção. Acredita-se que várias transmissões de pessoa para pessoa desse vírus em rápida sucessão são necessárias para dar-lhe tempo suficiente para se transformar no HIV. Além disso, devido a sua taxa de transmissão pessoa-a-pessoa relativamente baixa, o SIV só pode se espalhar por toda a população na presença de um ou mais canais de transmissão de alto risco, que eram ausentes na África antes do século XX. O caso mais antigo e bem documentado de HIV em humanos remonta a 1959, na República Democrática do Congo. O vírus pode ter estado presente nos Estados Unidos desde 1966, mas a grande maioria das infeções que ocorrem fora da África subsaariana (incluindo nos Estados Unidos) podem ser rastreadas até um único indivíduo desconhecido que se infectou com o HIV no Haiti e, em seguida, trouxe a infeção para os Estados Unidos por volta de 1969. A epidemia se espalhou rapidamente entre os grupos de alto risco (inicialmente em homens que faziam sexo frequente com outros homens). Em 1978, a prevalência de HIV-1 entre homossexuais masculinos residentes de Nova Iorque e São Francisco era estimada em 5%, sugerindo que vários milhares de pessoas no país estavam infectadas.
  5. 5. 4 Descoberta A AIDS foi observada clinicamente pela primeira vez em 1981, nos Estados Unidos. Os casos iniciais ocorreram em um grupo de usuários de drogas injetáveis e de homens homossexuais que estavam com a imunidade comprometida . Eles apresentavam sintomas de pneumonia pelo fungo Pneumocystis carinii (PCP), uma infecção oportunista incomum até então, conhecida por ocorrer em pessoas com o sistema imunológico muito debilitado. Pouco depois, um número inesperado de homens gays desenvolveu um tipo de câncer de pele raro chamado sarcoma de Kaposi. Muitos mais casos de PCP e de sarcoma de Kaposi surgiram, quando um alerta foi dado ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), que enviou uma força-tarefa para acompanhar o surto. Mentor Robert Gallo, codescobridor do HIV no início dos anos 1980 entre com ajuda dos seus colegas de trabalho Sandra Eva, Sandra Colombini e Ersell Richardson. Nos primeiros dias o CDC não tinha um nome oficial para a doença e referia-se a ela por meio das condições clínicas associadas como, por exemplo, a linfadenopatia, chamando-a de "linfadenopatia generalizada persistente". Eles também usavam "Sarcoma de Kaposi e infecções oportunistas", nome pelo qual uma força-tarefa foi criada em 1981. Em determinado momento, o CDC cunhou a frase "a doença dos 4 H's", uma vez que a síndrome parecia afetar haitianos, homossexuais, hemofílicos e usuários de heroína. Na imprensa geral, o termo "GRID", de gay-related immune deficiency (deficiência imunológica relacionada aos gays - tradução livre), tinha sido inventado. No entanto, depois de determinar que a AIDS não estava restrita à comunidade homossexual, percebeu-se que o termo GRID estava errado e a sigla AIDS, deacquired immunodeficiency syndrome ( síndrome da imunodeficiência adquirida,
  6. 6. 5 SIDA), foi introduzida em uma reunião em julho de 1982. Em setembro daquele mesmo ano, o CDC começou a se referir à doença como AIDS.
  7. 7. 6 Conclusão Terminado o trabalho conclui-se que HIV/SIDA é a maior causa de morte de milhoes de pessoas em todo o mundo desde a sua descoberta ate os dias de hoje, transmitido através de relações sexuais sem o uso de preservativo (incluindo sexo anal e, até mesmo, oral), transfusões de sangue contaminado, agulhas hipodérmicas e de mãe para filho, durante a gravidez, o parto ou amamentação. Alguns fluidos corporais, como saliva e lágrimas, não transmitem o vírus.
  8. 8. 7 Bibliografia Fonte Oral Alabama, Filadelfia sarkoma, Ciencias de vida, da terra, do espaço, Universidade Federal de São Paulo, 16 de março 2012. Gallo, Rc, Sz salahuddin, M popovic, GM shearer, M Kaplan, BF Haynes etal.ʺfrequent detection and isolution of cytopathic retroviruses (HTLV) from patients with AIDSʺ science 224, no. 4648 ( 4 May,1984).

×