MTM<br />Associação MTM Portugal<br />
MTM<br />O Sucesso é uma questão de planeamento…<br />
Eng. António Norberto <br />Manager Strategic Industrial Engineering <br />Volkwagen Autoeuropa  ( desde 2003) <br />Presi...
Frank Bunker Gilbreth (1868 – 1924)<br />Estudo de movimento em laboratório<br />Dados Históricos<br />Frank Bunker Gilbre...
Dados Históricos<br />Frederik Winslow Taylor (1856 -1915), foi um engenheiro mecânico. É considerado o “Pai da Administra...
Dados Históricos<br />1948 - Maynard, Stegemerten e SchwabPublicaram o 	    <br />	livro Methods Time Measurement, com os ...
Dr. Hans Fischer<br />Managing Director<br />IMD – International MTM Directory<br />A IMD foi constituida em Paris a 25 de...
Empresas que utilizam MTM<br />Airbus Deutschland GmbH - Bremen, Hamburg, Nordenham, Stade, Varel <br />Audi AG - Ingolsta...
Empresas que utilizam MTM <br />Harman/Becker Automotive Systems GmbH - Karlsbad <br />Harting KGaA - Espelkamp <br />Hyme...
Associação alemã MTM Vereinigung e.V.<br />Fundada em 1962, é uma associação sem fins lucrativos que actua nos âmbitos tec...
Associação MTM – Secção Portugal <br />A Associação MTM – Secção de Portugal fundada em 2004, é uma associação sem fins lu...
Missão<br /><ul><li>Divulgar a metodologia em todo o país, bem como garantir a formação e a aplicação prática de método MT...
  Promover e suportar a troca de experiências e opiniões relacionadas com o desenvolvimento e a aplicação da metodologia MTM.
 Desenvolver actividades e parcerias conducentes à divulgação de conhecimentos e práticas nos domínios do MTM e à valoriza...
Valores <br />
Àreas de Intervenção:<br />A associação de MTM está dotada de um conjunto de recursos e valências que contribuem para o ap...
Parceiros <br />Os membros da Associação MTM - Secção de Portugal concedem a esta iniciativa uma rede de colaboração que p...
Bosch Termotecnologia Portugal SA.
Câmara de Comércio e Indústria Luso Alemã
CGI-Comark Consultores
Dura Automotive Portuguesa, Lda
Henrique Costa
Universidade de Aveiro
Volkswagen Autoeuropa
Svenso
Profitability
Sanjotec </li></li></ul><li>Histórico:<br />2004 – Fundação daAssociação MTM – Secção de Portugal.<br />2006  – 1º Worksho...
Empresas em Portugal que utilizam o MTM<br />
MTM – Uma Metodologia de Sucesso <br />O MTM é uma técnica de determinação de tempos a partir do estudo dos movimentos nec...
MTM – Uma Metodologia de Sucesso <br />Um método perfeito para a optimização de sistemas de trabalho.<br />Um padrão mundi...
Ao longo dos anos a técnica do MTM tem sido desenvolvida, representando, hoje, um sistema baseado nos seguintes parâmetros...
Principios Básicos do MTM<br />Filmagens de diferentes<br />pessoas em <br />diferentes situações de <br />trabalho <br />...
Principios Básicos do MTM<br />Eliminar<br />Movimentos Sequênciais<br />Subsituindo-os por<br />Movimentos Básicos<br />D...
	Peso das Partes
	Dificuldade em Aceitar
	Exactidão da Posição
	Condições de Trabalho</li></ul>Chegar<br />Agarrar<br />Largar<br />Mover<br />Posicionar<br />Tabelas de Tempo <br />Pré...
Desenvolvimento do Sistema de Dados MTM<br />Performance<br />taxa de acordo <br />com LMS<br />Custos do tempo<br />de ex...
MTM 1<br />Desenvolvido para a produção em massa e de grande série, o MTM-1 exige um alto grau de organização do sistema d...
SDB Dados Standard<br />Requesitos na Análise <br />de Sistemas<br />Avanço<br />Visando… <br />Mudanças no <br />Mercado<...
UAS Sistema de Análise Universal<br />Vantagens<br />MTM UAS<br />O sistema de Análise Universal foi desenvolvido para as ...
MEK<br />MEK é o sistema de análise concebido para as características de pequena série. São dominantes longos ciclos de tr...
MTM Logística <br />Conduzir<br />Elevar e baixar<br />Direccionar<br />O MTM Logística alarga a aplicação dos métodos MTM...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

MtM Portugal

1.822 visualizações

Publicada em

MTM Portugal - O sucesso é uma questão de planeamento

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.822
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
78
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MtM Portugal

  1. 1. MTM<br />Associação MTM Portugal<br />
  2. 2. MTM<br />O Sucesso é uma questão de planeamento…<br />
  3. 3. Eng. António Norberto <br />Manager Strategic Industrial Engineering <br />Volkwagen Autoeuropa ( desde 2003) <br />Presidente da Associação MTM – Secção Portugal ( desde 2004) <br />
  4. 4. Frank Bunker Gilbreth (1868 – 1924)<br />Estudo de movimento em laboratório<br />Dados Históricos<br />Frank Bunker Gilbreth (1868 -1924), foi um dos fundadores do Taylorismo e um pioneiro dos estudos de tempos e movimentos. Com sua esposa e colaboradora Lillian Moller Gilbreth, procurou compreender os hábitos de trabalho de empregados de indústrias e encontrar meios de aumentar a produção. <br />
  5. 5. Dados Históricos<br />Frederik Winslow Taylor (1856 -1915), foi um engenheiro mecânico. É considerado o “Pai da Administração Científica” por propor a utilização de métodos científicos cartesianos na administração de empresas. Seu foco era a eficiência e eficácia operacional na administração industrial.<br />FrederikWinslow Taylor (1856 – 1915)<br />Em relação a produtividade e à participação dos recursos humanos: estabelecia a co-participação entre o capital e o trabalho, cujo resultado reflectia-se em menores custos, salários mais elevados e, principalmente, em aumentos de níveis de produtividade. <br />Em relação ao controle das tarefas desenvolvidas, introduziu que o trabalho deve ser executado de acordo com uma sequência e um tempo pré-programados, de modo a não haver desperdício operacional. <br />“Para organizar uma coisa, tem que se medir.”<br />F. W<br />
  6. 6. Dados Históricos<br />1948 - Maynard, Stegemerten e SchwabPublicaram o <br /> livro Methods Time Measurement, com os princípios <br /> básicos da metodologia.<br />Gustave J. Stegemerten<br />HaroldBrightMaynard<br />1ª edição Methods-Time Measurement<br />1951 - Fundação da Associação MTM U.S.A/Canada for Standards & Research<br />1957 - Criação da Direcção Internacional MTM para coordenar o trabalho das várias associações. <br />1962 - Fundação da Deutsche MTM-Vereinigung e.V.<br />
  7. 7. Dr. Hans Fischer<br />Managing Director<br />IMD – International MTM Directory<br />A IMD foi constituida em Paris a 25 de Junho de 1957, e foi incorporada sob as leis de Ohio, a 6 de novembro de 1968. <br />O objetivo geral da IMD e das Associações Nacionais de MTM é desenvolver, difundir a aplicação da metodologia MTM, de modo a melhorar a produtividade, o trabalho e a satisfação dos colaboradores. Mais especificamente, incentivar a cooperação entre todos os interessados no estudo do homem no trabalho quer seja em matéria de investigação, formação ou campo de aplicação. <br />
  8. 8.
  9. 9. Empresas que utilizam MTM<br />Airbus Deutschland GmbH - Bremen, Hamburg, Nordenham, Stade, Varel <br />Audi AG - Ingolstadt, Neckarsulm <br />BMW AG - Leipzig, München, Regensburg <br />BSH Bosch und Siemens Hausgeräte GmbH - Berlin, Dillingen, Giengen, Münster, Nauen, Traunreut <br />Braun GmbH - Marktheidenfeld <br />Brose Fahrzeugteile GmbH & Co. KG - Hallstadt, Coburg <br />Claas GmbH - Harsewinkel <br />DAF Trucks N.V. - Eindhoven, Westerlo <br />DaimlerChrysler AG - Bremen, Rastatt, Stuttgart <br />Danzas AG - Hilden, Schaffhausen <br />Deutsche Bahn AG - Chemnitz, Frankfurt, Mainz<br />Diehl GmbH & Co. - Remscheid <br />Dolmar GmbH - Hamburg <br />Duewag - Düsseldorf <br />Edscha AG - Remscheid <br />Faurecia Autositze GmbH & Co. KG - Unna, Neuburg, Geiselhöring <br />Gillette Deutschland GmbH - Berlin <br />Grammer AG - Amberg <br />
  10. 10. Empresas que utilizam MTM <br />Harman/Becker Automotive Systems GmbH - Karlsbad <br />Harting KGaA - Espelkamp <br />Hymer AG - Bad Waldsee <br />Isringhausen GmbH & Co. KG - Lem<br />Magna Pebra GmbH - Saarbrücken <br />Metabowerke GmbH - Nürtingen <br />Miele & Cie KG & Co. - Gütersloh, Oelde, Bielefeld <br />Adam Opel AG - Bochum, Eisenach, Kaiserslautern, Rüsselsheim <br />Otis GmbH & Co. OHG - Berlin <br />Dr.-Ing.h.c. F.Porsche AG - Stuttgart <br />Porsche Leipzig Service GmbH - Leipzig <br />Siemens AG - Nürnberg <br />Andreas Stihl AG & Co. KG - Waiblingen <br />Still GmbH - Hamburg <br />Valeo Schalter und Dedektionssysteme GmbH - Wemding <br />Veritas AG - Gelnhausen <br />Volkswagen AG - Brüssel, Mosel, Wolfsburg <br />Whirlpool Hausgeräte GmbH - Neunkirchen, Schorndorf <br />Wilkinson Sword GmbH - Solingen <br />Zumtobel Staff GmbH & Co. KG - Lemgo <br />
  11. 11. Associação alemã MTM Vereinigung e.V.<br />Fundada em 1962, é uma associação sem fins lucrativos que actua nos âmbitos tecnológico e científico.<br />De acordo com os Estatutos, os seus principais objectivos são dar formação em MTM, divulgar a metodologia, promover a pesquisa e a troca de experiências nesta área. <br />Dr. Hans Fischer<br />MTM Vereinigung e.V.Director<br />A Associação MTM Alemã oferece produtos e serviços através de empresas associadas, cujo trabalho é baseado nos seus princípios e regras de qualidade.. <br />
  12. 12. Associação MTM – Secção Portugal <br />A Associação MTM – Secção de Portugal fundada em 2004, é uma associação sem fins lucrativos que visa a promoção e divulgação do MTM em Portugal.<br />Eng. António Norberto<br />Presidente da Associação MTM Portugal<br />
  13. 13. Missão<br /><ul><li>Divulgar a metodologia em todo o país, bem como garantir a formação e a aplicação prática de método MTM de forma correcta e uniforme.
  14. 14. Promover e suportar a troca de experiências e opiniões relacionadas com o desenvolvimento e a aplicação da metodologia MTM.
  15. 15. Desenvolver actividades e parcerias conducentes à divulgação de conhecimentos e práticas nos domínios do MTM e à valorização dos seus associados. </li></li></ul><li>Visão<br />A associação MTM – Secção de Portugal é uma iniciativa estratégica que visa a valorização profissional dos seus associados e apoiar técnica e cientificamente o tecido empresarial português, através da difusão do método MTM nos diferentes sectores da sociedade. <br />
  16. 16. Valores <br />
  17. 17. Àreas de Intervenção:<br />A associação de MTM está dotada de um conjunto de recursos e valências que contribuem para o apoio e desenvolvimento das empresas nacionais. As áreas de intervenção da associação são a coordenação de programas de consultoria, o apoio técnico e a formação em MTM. <br />
  18. 18. Parceiros <br />Os membros da Associação MTM - Secção de Portugal concedem a esta iniciativa uma rede de colaboração que permite desenvolver sinergias para alcançar o sucesso nas áreas de intervenção identificadas :<br /><ul><li>ATEC
  19. 19. Bosch Termotecnologia Portugal SA.
  20. 20. Câmara de Comércio e Indústria Luso Alemã
  21. 21. CGI-Comark Consultores
  22. 22. Dura Automotive Portuguesa, Lda
  23. 23. Henrique Costa
  24. 24. Universidade de Aveiro
  25. 25. Volkswagen Autoeuropa
  26. 26. Svenso
  27. 27. Profitability
  28. 28. Sanjotec </li></li></ul><li>Histórico:<br />2004 – Fundação daAssociação MTM – Secção de Portugal.<br />2006 – 1º Workshop MTM em Portugal.<br />2007 – Workshop “ Sistemas de Produção e Competitividade”<br />2008 - Workshop “ Logistica e Sistemas de Informação”.<br />2008 – Workshop “ LeanAssessment Palmela”<br />2008 – Workshop “Optimização de Processos e <br /> Competitividade”.<br />2009 – Presença na Conferência Anual de MTM na Suíça. <br />
  29. 29. Empresas em Portugal que utilizam o MTM<br />
  30. 30. MTM – Uma Metodologia de Sucesso <br />O MTM é uma técnica de determinação de tempos a partir do estudo dos movimentos necessários para a execução de uma tarefa. Através da aplicação da metodologia MTM é possivel selecionar, ainda na fase de planeamento, o melhor métodos de trabalho. <br />O MTM pode ser utilizado em qualquer actividade onde seja necessário o planeamento, organização e a execução de uma tarefa, sendo hoje, o método de tempos pré- determinados mais utilizado no mundo.<br />
  31. 31. MTM – Uma Metodologia de Sucesso <br />Um método perfeito para a optimização de sistemas de trabalho.<br />Um padrão mundial para eficácia.<br />Uma Ferramenta de descrição, estruturação e planeamento de sistemas de trabalho.<br />Elimina desperdícios e actividades sem mais valia para o produto. <br />Uma linguagem comum de processos e elevados padrões de qualidade. <br />
  32. 32. Ao longo dos anos a técnica do MTM tem sido desenvolvida, representando, hoje, um sistema baseado nos seguintes parâmetros:<br />
  33. 33. Principios Básicos do MTM<br />Filmagens de diferentes<br />pessoas em <br />diferentes situações de <br />trabalho <br />Resultado<br />Filmes com imagens individuais a uma velocidade de 16 imagens/segundo.<br />Tabela de Tempos-Padrão para processos que podem ser completamente controlados pelo trabalhador.<br />Resultado<br />
  34. 34. Principios Básicos do MTM<br />Eliminar<br />Movimentos Sequênciais<br />Subsituindo-os por<br />Movimentos Básicos<br />Descrição<br />De<br />Variáveis<br />Delegação de<br />Valores <br />Pré-determinados <br />de Tempo<br /><ul><li> Distância
  35. 35. Peso das Partes
  36. 36. Dificuldade em Aceitar
  37. 37. Exactidão da Posição
  38. 38. Condições de Trabalho</li></ul>Chegar<br />Agarrar<br />Largar<br />Mover<br />Posicionar<br />Tabelas de Tempo <br />Pré-determinado<br />24<br />
  39. 39. Desenvolvimento do Sistema de Dados MTM<br />Performance<br />taxa de acordo <br />com LMS<br />Custos do tempo<br />de execução<br />Influências <br />que dependem<br />do <br />trabalhador<br />Tempo actual<br />(de acordo com<br />a análise do <br />filme) <br />e temporização<br />Performance <br />média<br />(taxa <br />determninada <br />por uma <br />avaliação de <br />grupo)<br />Esforço<br />X<br />Influências<br /> que não <br />dependem <br />do trabalhador<br />Capacidades<br />Condições <br />de Trabalho<br />=<br />MTM Performance Standard ( 100%)<br />LMS = Iniciais dos nomes dos criadores MTM – Lowary, Maynard, Stegemerten<br />
  40. 40. MTM 1<br />Desenvolvido para a produção em massa e de grande série, o MTM-1 exige um alto grau de organização do sistema de trabalho com uma variação mínima do modo de trabalhar. O sistema permite uma descrição pormenirizada dos movimentos humanos indicando com facilidade as melhorias possíveis de processos.<br />Desenvolvimento da Tabela de Tempos-Padrão<br />
  41. 41. SDB Dados Standard<br />Requesitos na Análise <br />de Sistemas<br />Avanço<br />Visando… <br />Mudanças no <br />Mercado<br />Velocidade de<br />aplicação<br />Exactidão<br />Transparência<br />Reprodução<br />Produção em<br />Massa<br />Ciclos de vida do produto<br />Aumentar o <br />número de variáveis<br />Ajustes no <br />nível<br />metodológico<br />Produção em<br />Série<br />Pequena Série<br />Alteração frequente das<br />normas de produção<br />Produção única<br />e de pequena <br />série<br />Abertura de novos<br />campos de aplicação<br />Desenvolvido para a produção em série e a partir do sistema MTM-1, é constituído por tempos agregados aditivamente. As análises podem ser executadas mais rapidamente, mas com uma pequena perda de exactidão. <br />
  42. 42. UAS Sistema de Análise Universal<br />Vantagens<br />MTM UAS<br />O sistema de Análise Universal foi desenvolvido para as características típicas de produção de séries. <br />Para reduzir o erro de exactidão, provocado pela criação de grandes blocos de tempo, o módulo UAS é recomendado para ciclos de trabalho de 1,5 minutos. <br />As falhas de exactidão eliminam-se estatisticamente pelo grande número de movimentos do ciclo.<br />
  43. 43. MEK<br />MEK é o sistema de análise concebido para as características de pequena série. São dominantes longos ciclos de trabalho, grandes variações no modo de trabalhar e pouca rotina na execução das tarefas. <br />É indicado para a construção de ferramentas, tarefas de manutenção e para trabalhos típicos de pequenas oficinas manuais, oficinas de reparação automóvel e para elaborar planeamentos e orçamentos rápidos.<br />
  44. 44. MTM Logística <br />Conduzir<br />Elevar e baixar<br />Direccionar<br />O MTM Logística alarga a aplicação dos métodos MTM à maioria das empresas, permite planear e melhorar os processos logísticos da produção. Quantificação imediata de melhorias de processos, postos detrabalho, alterações de lay-outs, etc.<br />Facilidade no apuramento de tempos dos meios de transporte e de tarefas manuais ligadas aos processos logísticos.<br />
  45. 45. ProKon<br />PROKON = Engenharia do produto orientada à produção<br />O ProKon obriga à consideração analítica. Pela aplicação atempada no processo de desenvolvimento do produto são evitadas alterações posteriores ao produto, de elevados custos.<br />O grau de pormenor pode ser escolhido de acordo com o campo de aplicação.<br />
  46. 46. MTM Evitar desperdícios e Acrescentar Valor<br />Actividades de<br />Valor acrescentado<br />Produtos<br />Processos<br />Locais de trabalho<br />Métodos<br />Optimizar…<br />Actividades sem <br />Valor acrescentado<br />Evitar Desperdício…<br />Tempo<br />Custos<br />Gastos<br />… Evitar Hoje custos de amanhã!<br />
  47. 47. MTM Evitar desperdícios e Acrescentar Valor<br />Movimentos de Corpo<br />Redução de Distâncias<br />Evitar desperdício!<br />Distâncias curtas aumentam a produtividade!<br />
  48. 48. MTM Evitar desperdícios e Acrescentar Valor<br />Redução de Tempo de Controlo<br />Ajudas de Posicionamento<br />Operações de duas mãos<br />
  49. 49. Diferentes Níveis de método para a mesma actividade<br />Mudança de pneu na Formula 1<br />Mundança de pneu na Industria Automóvel<br />Nível do metódo<br />Mudança de pneu na Oficina<br />Mudança de pneu na Estrada<br />Ciclo de tempo <br />
  50. 50. Alcançar<br />Pegar<br />Posicionar<br />Apanhar<br />Apanhar e Posicionar<br />Soltar<br />Mover<br />Juntar<br />Um metódo para cada tipo de Produção<br />MTM-UAS/MEK <br />MTM 1 – Sistema Básico<br />MTM- Dados Standard<br />Uma sequência típica de movimento inclui 2 movimentos fundamentais.<br />Uma sequência típica de movimento inclui1 movimento fundamental.<br />Uma sequência típica de movimento inclui 5 movimentos básicos. <br />
  51. 51. M2A<br />2,0 TMU<br />RL1<br />2,0 TMU<br />G4B<br />9,1 TMU<br />P1SE<br />5,6 TMU<br />R20A<br />7,8 TMU<br />M10B<br />6,8 TMU<br />MTM Aplicação prática<br />O metodo determina o tempo!<br />MTM é um instrumento de descrição, estruturação, concepção e planeamento de trabalho usando módulos definidos, resultando em um padrão para sistemas de produção de alta capacidade.<br />Criar processos transparentes Identificar potenciais economias de custos Planeamento do trabalho gerar resultados Aplicar os princípios da ergonomia Ter um documentação com o processo de trabalho detalhado<br />
  52. 52. MTM envolve os Colaboradores<br />O MTM envolve os colaboradores em todas as estratégias de optimização, utilizando as suas competências para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de processos e postos de trabalho ergonómicos.<br />Como efeito, as doenças de trabalho reduzem-se, a assiduidade aumenta e os custos diminuem. A standardização dos processos aumenta a satisfação dos colaboradores, bem como a sua disponibilidade de rendimento.<br />
  53. 53. Objectivos do MTM<br />
  54. 54. Objectivos do MTM<br />FireWall<br /><ul><li>Planeamento dos Métodos de Trabalho</li></ul>- Melhoramento dos Métodos de Trabalho<br /><ul><li> Design dos Locais de Trabalho
  55. 55. Desing de Equipamento e Ferramentas</li></ul>- Design de Produtos<br />Design <br />de Sistemas <br />De Trabalho <br />e<br /> Produtos<br /><ul><li>Criação de Planos de Tempo</li></ul>- Cálculo Prévio<br />Determinação <br />de Tempos<br /><ul><li>Descrição dos Métodos de Trabalho</li></ul>Instrução<br />
  56. 56. Vantagens do MTM<br />Transparência de Informação<br />Design de Processo <br />Compreensível<br />Desempenho Uniforme de Referência<br />Design de <br />Processo <br />Compreensível<br />Transparência de Informação<br />Design de <br />Processo <br />Compreensível<br />Os conteúdos de trabalhos idênticos são avaliados com os mesmos valores temporais.<br />Para a manutenção contínua de diferentes métodos e processo.<br />Devido à conjugação – iniciada pelo MTM – é possível redesenhar os processos.<br />Estrutura Modular<br />Aumentar a Competitividade<br />Prevenção de Custos<br />Prevenção de Custos<br />Aumentar a Competitividade<br />Através do desenvolvimento sistemático de produtos e métodos bem como a avaliação antes da realização.<br />É possível alcançar um elevado nível de cobertura com um pequeno conjunto de informação<br />É possível reduzir tempos e custos, aumentado a produtividades e consequentemente a competitividade. <br />
  57. 57. Formação MTM<br />
  58. 58.
  59. 59. MTM Portugal<br />Quinta da Marqueza, Palmela2951-510 Quinta do AnjoTel: +351 213 155 265<br />Fax: +351 210 064 616<br />www.mtmportugal.org<br />A perfeição como<br />Prioridade!<br />

×