Apresentação dos Resultados do Quarto Trimestre de 2009

218 visualizações

Publicada em

Apresentação dos Resultados do Quarto Trimestre de 2009

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação dos Resultados do Quarto Trimestre de 2009

  1. 1. Divulgação de Resultados do 4T09 25 de março de 2010
  2. 2. 2 Divulgação de Resultados 4T09 Rubens Menin Comentários de abertura
  3. 3. 3 Divulgação de Resultados 4T09 Vendas contratadas atingiram R$2,8 bilhões em 2009, crescimento de 82,7% em relação ao ano anterior, atingindo o guidance divulgado. A margem EBITDA de 26,8% em 2009 (29,4% no 4T09), atingindo o guidance divulgado. Lucro líquido aumentou 50,4% em relação ao ano anterior atingindo R$347,4 milhões em 2009 (margem líquida de 21,1%). Entrada do MRVE3 no IBOVESPA Conclusão da 3ª emissão de debêntures em Março de 2010 no montante de R$516 milhões. Destaques
  4. 4. 4 Divulgação de Resultados 4T09 Perspectiva 1 milhão de moradias 2 2 milhões de moradias?
  5. 5. 5 4T09 Vendas Contratadas (em R$ milhões) Receita Líquida (em R$ milhões) EBITDA (em R$ milhões) e Margem EBITDA (%) Lucro Líquido (em R$ milhões) e Margem Líquida (%) Resultados Financeiros e Operacionais Consistentes Divulgação de Resultados CAGR = 98% CAGR = 103% CAGR = 140% CAGR = 100% 717,0 1.544,2 2.821,8 2007 2008 2009 115,4% 82,7% 399,6 1.110,7 1.647,6 2007 2008 2009 178,0% 48,3% 76,9 272,6 441,3 19,3% 24,5% 26,8% 2007 2008 2009 254,4% 61,9% 87,1 231,0 347,4 21,8% 20,8% 21,1% 2007 2008 2009 165,2% 50,4%
  6. 6. Construção - Time - Parceria com Fornecedores - Importações - Intensivo em Capital Processo - Centro de Serviços Compartilhados Tecnologia de Gestão - R$ 27,2 mi investidos desde 2008 6 Divulgação de Resultados 4T09 Pronta para crescer Banco de Terrenos Fev/10 (%MRV): • VGV potencial de R$10.9 bilhões • 108.342 unidades potenciais • 358 unidades por empreendimento Forte capitalização: • Caixa total de R$ 714,0 milhões em 31/dez/09 • Debênture de R$516 milhões em 2010 Baixo endividamento: • Dívida líquida / PL de 3,0%
  7. 7. 7 Divulgação de Resultados 4T09 Crédito Imobiliário Volume crescente de unidades contratas junto à Caixa Econômica Federal MRV é o maior parceiro da CEF no Programa Minha Casa Minha Vida 4.339 4.719 13.091 1.426 5.765 10.484 23.575 1T09 2T09 3T09 4T09 Unid.ContratadasCEF Acumulado Número de Unidades Contratadas junto à CEF em 2009
  8. 8. 8 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Variação da Dívida Líquida (em R$ milhões)  Fechando o ciclo e reduzindo substancialmente o cash burn... 865,1 314,4 2008 2009 -63,7% 210,9 242,4 211,4 200,4 100,6 123,8 0,1 89,8 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 4T09 -55,2% Cash Burn
  9. 9. 9 Divulgação de Resultados 4T09 Otimização dos processos pela CAIXA  Projeto Piloto: Transferência de aproximadamente 95% do processo de contratação para a construtora = ganhos substanciais no processo de contratação  Envolvimento da alta administração da CEF no processo de contratação  Parceria MRV e CEF Gestão do Ciclo Financeiro Impacto POSITIVO no ciclo financeiro
  10. 10. 10 4T09 Eventos subsequentes Divulgação de Resultados 0,00 2,00 4,00 6,00 8,00 10,00 12,00 14,00 16,00 0 10.000 20.000 30.000 40.000 50.000 60.000 Média Diária do Volume Negociado (R$ mil) Preço (média mensal) Evolução do Preço Médio (MRVE3) – R$ e Volume Negociado (R$ mil) MRVE3 Volume (R$ mil) Preço R$ 3ª emissão de Debêntures concluída em Março de 2010  Montante: R$ 516 milhões  Prazo: 4 anos  Amortização: 50% em fevereiro de 2013 50% em fevereiro de 2014  Encargos: CDI + 1,6% a.a. Resumo do Bookbuilding Assets 66% TesourariaBancos 33% PrivateBank e PessoasFísicas 1%
  11. 11. 11 Banco de Terrenos Lançamentos Vendas Estoque a valor de mercado Indicadores de Produtividade Endividamento e Dívida Líquida Resultado a apropriar Guidance Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Desempenho Operacional e Financeiro
  12. 12. ... em 28 de fevereiro de 2010: • Banco de Terrenos de R$10.942,1 milhões • 108.342 unidades potenciais • Preço médio de R$101,0 mil (foco na baixa renda) • 358 unidades por empreendimento em média ... por fonte de financiamento em fev/10 % permuta / custo do terreno % custo do terreno / VGV 12 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Banco de Terrenos (%MRV) Custo 9% Permuta 42% 9,0 10,6 10,9 dez/08 dez/09 fev/10 Landbank %MRV (em R$ bilhões) MinhaCasa, MinhaVida 92% SFH - SBPE 8%
  13. 13. ... por faixa de preço em 2009 Desempenho Operacional e Financeiro 13 4T09 ... por fonte de financiamento em 2009 ... em 2009 • Lançamentos de 139 novos empreendimentos • VGV de R$2.586,1 milhões – 25.522 unidades • 87% das unidades lançadas elegíveis ao MCMV Lançamentos (%MRV) 2.533,0 2.586,1 536,2 1.052,7 2008 2009 4T08 4T09 2,1% 96,3% SFH - FGTS 87% SFH - SBPE 13% Até R$80.000 8% De R$80.001 a R$130.000 72% Acimade R$130.000 20%
  14. 14. 14 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 ... por faixa de preço em 2009 ... por fonte de financiamento em 2009 Vendas Contratadas (%MRV) ... em 2009 • Total de R$2.821,8 milhões em vendas • 27.951 unidades vendidas • Velocidade de Vendas média de 17% 1.544,2 2.821,8 298,4 750,9 2008 2009 4T08 4T09 82,7% 151,7% Até R$80.000 18% De R$80.001 a R$130.000 62% Acima de R$130.000 20% SFH - FGTS 79% SFH - SBPE 21%
  15. 15. 15 Distribuição do Estoque de Unidades à Venda por fase de construção em 31/dez/09 Estoque a valor de mercado em 31/12/09 = R$ 1,6 bilhões Distribuição do Estoque de Unidades à Venda por fonte de recursos em 31/dez/09 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Estoque a Valor de Mercado (%MRV) Em andamento 47% Encerrada 3% Não iniciado 50% SFH - FGTS 84% SFH - SBPE 16%
  16. 16. Despesas Comerciais (em R$ milhões) Despesas Comerciais / Vendas %MRV (%) e Despesas Comerciais / Receita Líquida (%) 16 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Indicadores de Produtividade 93,2 105,2 24,4 31,8 2008 2009 4T08 4T09 12,8% 30,5% 8,4% 6,4% 7,6% 5,9% 6,0% 3,7% 8,2% 4,2% 2008 2009 4T08 4T09 % Rec. Líquida % Vendas
  17. 17. Despesas Gerais e Administrativas (em R$ milhões) Despesas G&A / Vendas %MRV (%) e Despesas G&A / Receita Líquida (%) 17 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Indicadores de Produtividade 86,3 100,1 22,6 29,8 2008 2009 4T08 4T09 16,0% 31,8% 7,8% 6,1% 7,1% 5,6% 5,6% 3,5% 7,6% 4,0% 2008 2009 4T08 4T09 % Rec. Líquida % Vendas
  18. 18. 18 Cronograma de Vencimento da Dívida Endividamento e Dívida Líquida Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 Composição do Endividamento Dívida Líquida (em R$ milhões) dez/09 set/09 Var. % Debêntures (1ª emissão) 305,0 310,9 1,9% ↓ Debêntures (2ª emissão) 101,2 101,2 0,0% ↑ Financiamento à construção 335,1 289,6 15,7% ↑ Outros 49,4 53,2 7,2% ↓ Dívida Total 790,7 754,9 4,7% ↑ Gastos com emissão de Debêntures (4,2) (4,8) 11,4% ↓ Dívida Total (líquida de comissões) 786,5 750,1 4,8% ↑ (em R$ milhões) dez/09 set/09 Var. % Dívida total 786,5 750,1 4,8% ↑ (-) Disponibilidades (714,0) (767,5) 7,0% ↓ Dívida Líquida (Caixa Líquido) 72,5 (17,3) 518,2% ↓ Patrimônio Líquido 2.392,9 2.352,6 1,7% ↑ Dívida Líquida (Caixa Líquido) sobre PL 3,0% -0,7% 5,3 p.p. ↓ 62,0 140,7 99,4 99,8 241,6 129,8 12,5 0,7 303,6 270,5 111,9 100,5 12 meses 13 a 24 meses 25 a 36 meses 37 meses em diante Financiamento à construção Debêntures
  19. 19. 19 Resultado a apropriar Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 (em R$ milhões) dez/09 set/09 Var. % Receita Bruta de Vendas a apropriar 2.278,0 2.052,2 11,0% ↑ (-) Custo de Unidades Vendidas a apropriar (1.230,8) (1.134,2) 8,5% ↑ Resultado a apropriar 1.047,2 918,0 14,1% ↑ Margem do Resultado a apropriar % 46,0% 44,7% 1,2 p.p. ↑
  20. 20. 20 Guidance 2009 / 2010 Desempenho Operacional e Financeiro 4T09 2009 Guidance Realizado Vendas Contratadas (%MRV) - R$ milhões 2.800 ~ 3.000 2.821,8 Margem EBITDA 24% ~ 28% 26,8%   2010 Guidance Vendas Contratadas (%MRV) - R$ milhões 3.700 ~ 4.300 Margem EBITDA* 25% ~ 28% * considera as mesmas práticas contábeis vigentes em 2009
  21. 21. Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas da direção da MRV Engenharia. As palavras "antecipa", "acredita", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima", "projeta", "objetiva" e similares são declarações prospectivas. Embora acreditemos que essas declarações prospectivas se baseiem em pressupostos razoáveis, essas declarações estão sujeitas a vários riscos e incertezas, e são feitas levando em conta as informações às quais a MRV Engenharia atualmente tem acesso. Esta apresentação está atualizada até o final do 4T09 e a MRV Engenharia não se obriga a atualizá-la mediante novas informações e/ou acontecimentos futuros. A MRV Engenharia não se responsabiliza por operações ou decisões de investimento tomadas com base nas informações contidas nesta apresentação. O EBITDA, de acordo com o Ofício Circular CVM 1/2005, pode ser definido como lucros antes das receitas (despesas) financeiras líquidas, imposto de renda e contribuição social, depreciação e amortização e resultados não operacionais. O EBITDA é utilizado como uma medida de desempenho pela administração da Companhia e não é uma medida adotada pelas Práticas Contábeis Brasileiras ou Americanas, não representa o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser considerado como um substituto para o lucro líquido, como indicador do desempenho operacional da MRV ou como substituto para o fluxo de caixa, nem tampouco como indicador de liquidez. A administração da MRV acredita que o EBITDA é uma medida prática para aferir seu desempenho operacional e permitir uma comparação com outras companhias do mesmo segmento. Entretanto, ressalta-se que o EBITDA não é uma medida estabelecida de acordo com os Princípios Contábeis Brasileiros (Legislação Societária ou BR GAAP) ou Princípios Contábeis Norte-Americanos (US GAAP) e pode ser definido e calculado de maneira diversa por outras companhias. 21 Aviso Divulgação de Resultados 4T09
  22. 22. Leonardo Corrêa Diretor Executivo Financeiro e de Relações com Investidores Mônica Simão Diretora Financeira Tel.: (31) 3348-7150 E-mail: ri@mrv.com.br www.mrv.com.br/ri 22 Contatos Divulgação de Resultados 4T09

×