no
120
Ano 66 de maio de 2015
RESENHA
espíritaonline
a informação na medida certa
2 3
Mato Grosso do Sul
Divaldo Franco esteve em Campo Grande e Três Lagoas, nos dias 9 e 10
de abril de 2015, respectivame...
4 5
Lisboa
Divaldo Franco
em Portugal
Começou no dia 22 de abril de 2015
programa de difusão do Espiritismo em
Portugal, c...
6 7
Raul Teixeira recebe visitantes de
Portugal
No dia 9 de abril de 2015, Raul Teixeira recebeu a visita de 25 confrades ...
8 9
E
m todos os tempos, os emissários
de Deus recomendaram o silêncio
profundo, a fim de que se possa
ouvir-Lhe a voz e s...
10 11
predominantes no ser.
Nas furnas e nas cavernas,
nas paisagens ermas desvelava-se,
oferecendo o conhecimento da verd...
1312
Na medida em que o casal se empenha
por desenvolver uma vida bem natural,
sem dispensáveis atavios, pautada na
simpli...
14 15
Jesus, o Educador por excelência, permanece como o maior didata da
Humanidade, por haver demonstrado ser a educação ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resenha espirita on line 120

212 visualizações

Publicada em

Notícias de Divaldo Franco e Raul Teixeira e o trabalho de divulgação de Espiritismo em todo o mundo.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
212
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resenha espirita on line 120

  1. 1. no 120 Ano 66 de maio de 2015 RESENHA espíritaonline a informação na medida certa
  2. 2. 2 3 Mato Grosso do Sul Divaldo Franco esteve em Campo Grande e Três Lagoas, nos dias 9 e 10 de abril de 2015, respectivamente, em atividade doutrinária. Três Lagoas, MS 10/04/2015 Campo Grande, MS 09/04/2015 Divaldo Franco em Campo Grande, MS Cuiabá Além de uma conferência na cidade de Cuiabá, MT, na noite de 11 de abril de 2015, e no dia 12 de abril, das 9h às 12h, coordenou seminário com o tema: Um mundo em transição e as doenças emocionais. Salou Espanha O Centro Espírita Manuel e Divaldo, promoveu seminário com Divaldo Franco, na cidade de Salou, Espanha, nos dias 17 a 19 de abril de 2015, para tratar do tema: Sexo e Consciência. Encontro Fraterno 2015 Será de 15 a 18 de outubro de 2015, no Hotel Iberostar Praia do Forte, em Salvador, BA, o Encontro Franterno2015, com Divaldo Franco. As inscrições poderão ser feitas pelo site da Mansão do Caminho: www. mansaodocaminho.com.br/eventos
  3. 3. 4 5 Lisboa Divaldo Franco em Portugal Começou no dia 22 de abril de 2015 programa de difusão do Espiritismo em Portugal, com palestras e seminários com Divaldo Franco. Foi possível atender parte do programado, uma vez que Divaldo precisou retornar ao Brasil por problemas com sua saúde. Ele lá permaneceu até o dia 26 de abril. Veja fotos de alguns dos eventos: Setúbal 22/04/2015 21h - Salão da Associação de Socorros Mútuos Setubalense Santarém 23/04/2015 21h - Associação Cultural Espírita Santarém Costa da Caparica 25/04/2015 10h30h - Encontro de jovens Leiria 24/04/2015 20h30h - Sociedade Espírita Leiria Lisboa 25 e 26/04/2015 Divaldo não pode atender os encontros em: Lagoa, Faro e Óbidos, diante do antecipado retorno em face de problemas com sua saúde, a qual hoje se encontra sob controle e ele passa bem, em repouso, em casa. 25/04/2015 - 17h30 Associação de Comerciantes de Lisboa 26/04/2015 - Amadora - 15h - Sede da Federação EspíritaPortuguesa
  4. 4. 6 7 Raul Teixeira recebe visitantes de Portugal No dia 9 de abril de 2015, Raul Teixeira recebeu a visita de 25 confrades do Centro Espírita de Viseu, em Portugal, e esteve com eles no Remanso Fraterno, apresentado- lhes essa obra social exemplar, da qual foi um dos fundadores. Em busca da plenitude Mesmo um tanto enfraquecido, algo perfeitamente natural para alguém com o quadro clínico de pneumonia, no último dia 3 de maio de 2015, Divaldo Pereira Franco realizou o “workshop” sobre o tema “Em Busca da Plenitude”, no Centro de Convenções da Bahia, na cidade do Salvador. O evento teve início às 8h30min e foi encerrado às 13h30. Nessa mesma ocasião, os mais de 2.000 presentes aproveitaram a ocasião para homenageá-lo pelo transcurso de seu aniversário - 5 de maio -, completando 88 anos. No entanto, sua extensa programação doutrinária que seria atendida em diferentes países europeus, já a partir do início de maio, foi cancelada, para o integral cumprimento do tratamento médico. Vejamos as fotos do evento, cedidas por Jorge Moehlecke:
  5. 5. 8 9 E m todos os tempos, os emissários de Deus recomendaram o silêncio profundo, a fim de que se possa ouvir-Lhe a voz e senti-lO mais intimamente. Os ruídos e tumultos desviam o pensamento que se deve fixar no elevado objetivo de comunhão com a Divindade, para poder-se haurir energias vitalizadoras capazes de sustentar o Espírito nos embates inevitáveis do processo de evolução. Quando se mergulha no mundo íntimo, encontram-se as mensagens sublimes da sabedoria, aquelas que constituem o alimento básico de sustentação da vida e, sem as quais, os objetivos essenciais da existência cedem lugar aos prazeres trêfegos e enganosos. Os distúrbios externos, produzidos pela balbúrdia, desviam a mente para os tormentos exteriores, que tornam a marcha física insuportável, quando se constata a fragilidade das suas construções emocionais. Em tentativa de atender a todas as excentricidades do vozerio do mundo, a mente desloca-se da meta essencial e perde o foco que lhe constitui o objetivo fundamental. Quando o Espírito se encontra atordoado pela balbúrdia, o discernimento faz-se confuso e os componentes mentais e emocionais deslocam-se da atenção que deve ser concedida ao essencial, em benefício das aquisições secundárias, sempre incapazes de acalmar o coração. Algumas vezes, alcança-se o topo do triunfo, meta muito buscada, a fama ligeira, a posição de destaque no grupo social, o riso bajulador e mentiroso, sob o pesado tributo dos conflitos internos que permanecem vorazes e desconhecidos, sempre em agitação. Deus necessita do silêncio humano, a fim de fazer-se ouvido por quem deseje manter contato com a Sua Paternidade. A Sua mensagem sempre tem sido transmitida após a transposição dos abismos externos e dos tumultos das paixões desarvoradas, permanecendo no ar, aguardando ser captada. No imenso silêncio do monte Sinai, a Sua voz transmitiu a Moisés as regras de ouro do Decálogo, mas não deixou de prosseguir enviando novas instruções para a conquista da harmonia, da plenitude. Na antiguidade oriental, a Sua palavra fazia-se ouvir através dos sensitivos de vária denominação, conclamando à paz, à vitória sobre os impositivos exteriores SILÊNCIO PARA OUVIR DEUS
  6. 6. 10 11 predominantes no ser. Nas furnas e nas cavernas, nas paisagens ermas desvelava-se, oferecendo o conhecimento da verdade que deveria ser assimilado, lentamente, através dos tempos. Mesmo Jesus, após atender as multidões que se sucediam esfaimadas de pão, de paz, de luz, buscava o refúgio da solidão para, em silêncio, poder ouvi- lO no santuário íntimo. Robustecido pelas poderosas energias da comunhão com o Pai, volvia ao tumulto e desespero das massas insaciáveis, a fim de diminuir-lhes as dores e a loucura que tomava conta do imenso rebanho. Simultaneamente, porém, proclamou que o Reino dos Céus encontra-se no coração, no intimo do ser. * Nestes dias agitados, faz-se necessário que se busque o silêncio para renovar-se as paisagens íntimas e ouvi-lO atentamente, pacificando-se. À semelhança das ondas que permitem a comunicação terrestre, imprescindível que haja conexão para serem captadas. Estão carregadas de mensagens de todo jaez, mas, sem a sintonia apropriada, nada transmitem, parecendo não existir. Habitua-te ao silêncio que faz muito bem. Não temas a viagem interior, o encontro contigo mesmo, nas regiões profundas dos arcanos espirituais. Necessitas ouvir-te para bem te conheceres e traçares os caminhos por onde deverás seguir com segurança e otimismo. Observarás que és um enigma para ti mesmo, que te encontras oculto sob sucessivas camadas de disfarces que te impedem apresentar a autenticidade. De essência divina, possuis o conhecimento e és dotado de sabedoria que aguardam o momento de desvelar-se. Reflexiona, portanto, quanto possas, a fim de libertar-te das algemas que te escravizam à aparência, sem conceder-te o conforto do autoaprimoramento. A multiplicidade das vozes que gritam em torno de ti, impedem-te a conscientização dos valores que dignificam a existência. Quando te habitues ao silêncio, sentir-te-ás luarizado pelas claridades sublimes do amor de Deus e ser-te-á muito fácil a travessia pelas estradas perigosas dos relacionamentos humanos. Compreenderás que a paz defluente da autoconquista, nada consegue abalar. Com segurança e serenidade agirás em qualquer circunstância, feliz ou tormentosa, sem desespero, com admirável harmonia. Torna o silêncio uma necessidade terapêutica, abençoando-te a jornada, ao mesmo tempo em que te propicia alegria de viver. Desfrutarás de contínua alegria, sem galhofas nem vulgaridades, em situação de bem-estar natural. São Francisco de Assis buscava o acume dos montes e as cavernas para, em silêncio, ouvir Deus. Mas, não somente ele. Todos aqueles que aspiram a plenitude atendem aos deveres do mundo e refugiam-se no silêncio para os colóquios com Deus. * A exaustão que te toma o corpo e a mente, o vazio existencial que te visita com frequência, a apatia que te surpreende, a ansiedade que te aturde, são frutos espúrios da turbulência que te atinge. Busca o silêncio e alcança-o. Acalma-te e isola-te da multidão, uma e outra vez, e viaja calmamente no rumo do ser que és, e descobrirás tesouros imprevisíveis aguardando-te no interior. Criado o hábito de incursionar, banhar-te-ás nas claridades refulgentes da palavra de Deus falando-te ao coração. Não postergues a luminosa experiência, iniciando-a quanto antes. Joanna de Ângelis. Psicografia de Divaldo Pereira Franco, na sessão mediúnica da noite de 9 de fevereiro de 2015, no Centro Espírita Caminho da Redenção, em Salvador, Bahia.
  7. 7. 1312 Na medida em que o casal se empenha por desenvolver uma vida bem natural, sem dispensáveis atavios, pautada na simplicidade em seu entrosamento, mais facilmente se vinculará ao psiquismo dos Mentores Espirituais da família, que investiram recursos para que fosse abençoada a formação do par. Tanto na amadurecida convivência do par, em si mesmo, quanto no desenvolvimento de suas lidas domésticas - como ter filhos, educá-los para a vida e para o amor a Deus e ao semelhante -, na luta por fazer da existência terrestre um cântico de louvor ao Sempiterno, a dupla de esposos levará adiante os luminosos deveres da vida a dois, até o momento final, quando um ou outro demandar, glorioso pelos deveres bem atendidos, às dimensões invisíveis da existência. Vive hoje, então, com grandeza e com beleza a tua experiência matrimonial, sem sentir-se atado a um madeiro insuportável ou preso a uma camisa de força perturbadora, dando a tua melhor contribuição para que o teu seja um casamento para cima, para o progresso e para a luz, a fim de que quando a missão seja cumprida, dela te desincumbas com louvor e com júbilo, deitando sobre o simbólico altar da vida a oblata do teu próprio coração agradecido. Camilo (Do livro: Minha família, o mundo e eu. Camilo. Cap.: Louvor e júbilo. Raul Teixeira) Afamília, todavia, para lograr a finalidade a que se destina, deve começar desde os primeiros arroubos da busca afetiva, em que as realizações morais devem sublevar às sensações sexuais de breve durabilidade. Quandos os jovens se resolvem consorciar, impelidos pelas imposições carnais, a futura família já padece ameaça grave, porquanto, em nenhuma estrutura se fundamenta para resistir aos naturais embates que a união a dois acarreta, no plano do ajustamento emocional e social, complicando-se, naturalmente, quando do surgimento da prole. Fala-se sobre a necessidade dos exames pré-nupciais, sem dúvida necessários, mas com lamentável descaso pela preparação psicológica dos futuros nubentes em relação aos encargos e às responsabilidades esponsalícias e familiares. A Doutrina Espírita, atualizando a lição evangélica, descortina na família esclarecida espiritualmente a Humanidade ditosa do futuro promissor. Sustentá-la nos ensinamentos do Cristo e nas lições da reta conduta, apesar da loucura generalizada que irrompe em toda parte, é o mínimo dever de que ninguém se pode eximir. Joanna de Ângelis (Do livro: Estudos espíritas. Joanna de Ângelis. Cap. 24. Divaldo Franco) Confia sempre na ajuda divina. Quando te sentires sitiado, sem qualquer possibilidade de liberação, o socorro te chegará de Deus. Nunca duvides da paternidade celeste. Deus vela por ti, e te ajuda, nem sempre como queres, porém, da melhor forma para a tua real felicidade. Quando Jesus anunciou que àquele que bater abrir-se-lhe-á, expressava essa realidade pujante da vida... da sua vida, por que nao? Tudo quanto deseje um dia alcançar, inicie hoje a sementeira, comece agora a construção, uma vez que o tempo é o grande aliado da boa vontade e da perseverança, nas posições em que se acham as almas na Terra. O que busque na vida, isso mesmo encontrará, hoje ou amanhã, seja nobre ou ignóbil. O que pedir durante a vida, isso mesmo logrará, cedo ou tarde, seja harmonia, seja aflição. Onde bater, durante a marcha humana, com certeza abrir-se-lhe-á, mais ou menos rapidamente, sejam portas de luminosidade ou de trevas. A sua vida, com todo o concerto Às vezes, tens a impressão de que o auxílio superior não virá ou chegará tarde demais. Passado o momento grave, constatarás que o recebeste alguns minutos antes, caso tenhas perseverado à sua espera. Joanna de Ângelis (Do livro: Vida feliz. Joanna de Ângelis. Cap. XIII. Divaldo Franco) de realizações íntimas, do cerne d’alma, depende fundamentalmente do que almeja na trilha planetária. É importante, então, que se mantenha cauteloso, cuidadoso com os tipos de anseios, de desejos, de sonhos que alimente n’alma. Cuide-se para que não se surpreenda com dores e desditas, com frustações e amarguras, em razão do mau uso da sua vontade, do mau direcionamento dos seus íntimos impulsos. Jesus Cristo tem razão plena: Batei e abrir-se-vos-á. Cuidemos para que saibamos onde e como bater, para que se nos abram as portas da ventura, do progresso e da paz. Joanes (Do livro: Para uso diário. Joanes, Cap. 16. Raul Teixeira)
  8. 8. 14 15 Jesus, o Educador por excelência, permanece como o maior didata da Humanidade, por haver demonstrado ser a educação o mais seguro processo de desenvolvimento dos valores adormecidos na criatura. Recusando o honroso título de bom, que Lhe foi conferido por um jovem que desejava segui-Lo, elucidou que somente Deus é bom, mas que Ele era mestre, sim, porque toda a Sua trajetória constituía-se uma permanente lição de sabedoria, de amor e de saúde integral. Joanna de Ângelis (Do livro: Lições para a felicidade. Joanna de ângelis. Cap.: 18. Divaldo Franco) Sem dúvida, Jesus é aquele que veio ensinar a extrair o lado bom e útil de todo sofrimento, que nos seja imposto, seja por almas em processo de desajustamento e perturbação, seja nas erupções do mundo íntimo, em virtude de guardarmos a certeza de que tudo tem a sua raiz, a sua razão de ser. Nas experiências das relações humanas, caso venhamos s sofrer a carga do ódio daqueles que, ensandecidos, injustos ou cruéis invistam contra nós, enquanto tomamos as providências cabíveis, recomendadas pela nobreza e pela dignidade moral, mantenhamos a paz interior, reconhecendo que, antes de nós, também Ele, pulcro e bom, padeceu igualmente. Francisco de Paula Vitor (Do livro: Quem é o Cristo? Francisco de Paula Vitor. Cap. 29. Raul Teixeira) TESOUROS LIBERTADORES Nesta obra, repleta de sabedoria e lições de justiça e de amor, a mentora Joanna de Ângelis nos oferece tesouros que não aprisionam pela ambição, mas que nos libertam dos grilhões da ignorância, do egoísmo, do desamor e das más inclinações que tantas vezes nos arrastam para o fundo do poço... Esta grande obra nos ensina e orienta a ampliarmos os horizontes do entendimento em torno da existência humana, oferecendo-nos rumo seguro para a conquista da plenitude. A eterna luta do homem contra os seus próprios monstros internos encontrará em Tesouros Libertadores um poderoso aliado que o conduzirá ao maior triunfo de todos: o triunfo sobre si mesmo. São trinta capítulos, contemplando a Imortalidade, a bênção do sofrimento, a esperança, o amor, a jovialidade, a solidariedade fraternal, o fenômeno da morte, entre outros tantos palpitantes e atuais assuntos. TODOS PRECISAM DE PAZ NA ALMA Numa linguagem simples e objetiva, a Benfeitora Benedita Maria oferta-nos inspiradas meditações para que possamos bem compreender temas como nosso papel no mundo, nossa relação com os outros, nossa busca pela maturidade, nossas crenças e suas consequências, temas para quais o ser humano vem buscando respostas que nem sempre são encontradas a contento. Todos Precisam de Paz na Alma é uma obra maravilhosa e merece nossa especial atenção, em virtude da agitação da vida moderna; dos excessos de distrações facultadas pelo avanço da tecnologia; do afrouxamento dos valores morais; do crescimento dos valores materiais e o distanciamento de Deus. As pessoas precisam de rumo certo para viver em paz; precisam de paz na alma para viver com saúde. VISITE OS SITES: Editora Fráter: http://editorafrater.com.br Livraria LEAL: http://mansaodocaminho.com.br/livraria-leal/

×