3ª etapa seq did jacundá

653 visualizações

Publicada em

PLANO

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3ª etapa seq did jacundá

  1. 1. 3º Etapa 9 passo Dia___/ Semana: __________ Solicitar aos alunos para realizar a leitura do texto “ Castanha do Pará” de forma silenciosa e oral. Em seguida destacar os pontos mais importantes e fazer uma listagem e procurar seu significado no dicionário, internet, livros. Montar um cartaz sobre a Castanha do Pará e fixá-lo em sala. Depois produzir frases sobre a castanha do Pará. Fazer correção e exposição oral. 10 passo Dia___/ Semana: __________ Solicitar aos alunos para usarem do texto “ Castanha do Pará” algumas palavras e formarem frases com Sujeito e Predicado (4º ano) e formação de frases simples (2º ano). Fazer correção individual. Envolver os alunos em situações problemas relacionados ao texto. Entregar um caça palavras envolvendo palavras do texto. 11 passo Dia___/ Semana: __________ Trabalhar uma tabela sobre Castanha do Pará - Informações Nutricionais, e solicitar para os alunos produzirem um gráfico. Fazer leitura de um texto sobre “ Diamante”, leitura de roda, silenciosa. Destacar os pontos mais importantes da leitura. Produzir um cartaz sobre diamante e fixar em sala de aula. 12 passo Dia___/ Semana: __________ Trabalhar o texto “Extrativismo” e entregar uma cruzadinha envolvendo perguntas sobre a temática. Socializar com os alunos e colegas.
  2. 2. Extrativismo Extrativismo é uma atividade caracterizada pela retirada de recursos do meio ambiente, tais como metais, rochas, petróleo, gás natural, vegetais, entre outros. Essa prática é realizada desde a pré-história, sendo de fundamental importância para a sobrevivência do homem. O extrativismo foi a primeira atividade econômica realizada no Brasil, através da exploração do pau-brasil pelos colonizadores portugueses. Dessa árvore é extraído um pigmento avermelhado, utilizado no tingimento de tecidos. Existem diferentes tipos de extrativismo, com destaque para o vegetal, mineral e animal: Extrativismo vegetal: consiste na retirada de recursos de origem vegetal. No Brasil, em especial na Região Norte, é muito comum o extrativismo de madeiras, castanhas, açaí e látex (que é uma seiva extraída da seringueira), muito utilizado para a fabricação de borracha. Extrativismo mineral: é caracterizado pela exploração de recursos minerais do subsolo, como o ouro, manganês, diamante, bauxita, minério de ferro, água mineral, petróleo, cobre, cobalto, urânio, prata, entre tantos outros. Extrativismo animal: é uma modalidade de extrativismo na qual ocorre a captura de animais, como a caça (ilegal no Brasil, exceto para as comunidades indígenas) e a pesca, devendo obedecer a determinadas regras – período de reprodução dos peixes e peso. Apesar de muito importante para a sobrevivência do homem e para o desenvolvimento econômico, o extrativismo pode desencadear vários problemas socioambientais: redução da biodiversidade, extinção de espécies animais e vegetais, poluição, modificações do solo, etc. Por Wagner de Cerqueira e Francisco Graduado em Geografia Equipe Escola Kids
  3. 3. Texto Castanha do Pará Também conhecida como castanha-do-Brasil, ela é a semente da castanheira do Pará – típica da região norte e um dos principais produtos de exportação da Amazônia. Ela faz parte do grupo das oleaginosas e apresenta uma casca fina e marrom, com uma polpa branca muito saborosa. E o melhor: possui vários benefícios nutricionais! A castanha-do-pará apresenta boa quantidade de fibras, essenciais para o funcionamento ideal do intestino. Em relação às vitaminas e minerais, em apenas duas unidades é possível atingir, em porcentagens de consumo recomendado para um dia: 25% de magnésio, importante para o processo que gera energia para o corpo; 18% de fósforo, essencial para a contração muscular e transmissão de impulsos nervosos; 10% de zinco, faz parte do sistema de defesa do corpo; 9% de vitamina B1, que também participa do processo que gera energia ao organismo. Outro ponto que chama atenção é a presença de selênio que combate os radicais livres e muitos estudos o recomendam para a prevenção do câncer (cancro) e vitamina E. Os dois são importantes antioxidantes, que combatem os radicais livres e previnem, assim, o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças. Nas margens do Tocantins, foi derrubada para a construção de estradas e de uma barragem. No sul do Pará, por assentamentos de sem-terra. No Acre e no Pará, a criação de gado provoca sua morte, e a caça das cutias, que são os dispersores naturais de suas sementes, ameaça a formação de novos indivíduos. É altamente consumida pela população local in natura, torrada, ou na forma de farinhas, doces e sorvetes. Sua casca é muito resistente e requer grande esforço para ser extraída manualmente. A castanha-do-pará é uma excelente opção para lanchinhos entre as refeições! Além de ser uma delícia, essa semente também é dona de uma série de benefícios à saúde. Entre os principais, estão a presença das gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais.
  4. 4. A castanha-do-pará é uma fruta oleaginosa, composta em boa parte de gorduras benéficas, que ajudam a evitar o colesterol alto e protegem o coração. Além disso, é rica em proteínas e nutrientes: ácido fólico, vitamina E, cálcio e potássio. Mas sua grande riqueza é o selênio, um mineral antioxidante, que combate os radicais livres, fortalece o sistema imunológico e, segundo pesquisas, ajuda a evitar tumores. A quantidade de selênio na castanha-do-pará é tão grande que apenas uma unidade diária supre as necessidades do corpo. O valor da castanha sai por 46,50 o KG. Tabela Castanha do Pará - Informações Nutricionais Porção de 15g Quantidade por porção %VD* Valor Calórico 98Kcal 5% Carboidratos 2g 1% Proteínas 1g 1% Gorduras Totais 10g 18% Gorduras Saturadas 0g 0% Gorduras Trans 0g ** Fibra Alimentar 0g 0% Sódio 0mg 0% Não Contém Glúten (*)Valores Diários (V.D) estabelecidos para uma dieta com 2.000Kcal. Valores variam conforme a necessidade. (**)Valor Não Estabelecido.
  5. 5. Texto Diamante O diamante é um cristal sob uma forma alotrópica do carbono, de fórmula química C. Comercializados como gemas preciosas, os diamantes possuem um alto valor agregado. Os diamantes de cor escura são pouco conhecidos e o seu valor como gema é menor devido ao seu aspecto pouco atrativo. Diferente do que se pensou durante anos, os diamantes não são eternos pois o carbono definha com o tempo, mas os diamantes duram mais que qualquer ser humano. Sendo carbono puro, o diamante arde quando exposto a uma chama, transformando-se em dióxido de carbono. É solúvel em diversos ácidos e infusível, exceto a altas pressões. O diamante é o mais duro material de ocorrência natural que se conhece, com uma dureza de 10 (valor máximo da escala de Mohs). Isto significa que não pode ser riscado por nenhum outro mineral ou substância, exceto o próprio diamante, funcionando como um importante material abrasivo. A maior jazida do mundo, revelada pela Rússia ao mundo em 2012, porém de conhecimento do Kremlin desde 1970, é a maior jazida de diamantes que existe atualmente. Com capacidade para suprir diamantes, mesmo para uso industrial, pelos próximos 3 mil anos. A jazida conta com trilhões de quilates, e conta com 10 vezes mais diamantes do que tôdas as jazidas conhecidas existentes no mundo hoje, juntas. O brilho é adamantino, derivado do elevadíssimo índice de refracção (2,42). Recorde-se que todos os minerais com índice de refracção maior ou igual a 1,9 possuem este brilho. No entanto, os cristais não cortados podem apresentar um brilho gorduroso. Pode apresentar fluorescência, ou seja, a incidência dos raios ultravioleta produzem luminescência com cores variadas originando colorações azul, rosa, amarela ou verde.
  6. 6. Sujeito e Predicado Sujeito: É o termo da oração do qual informamos alguma coisa. Ex: A Maria foi comprar livros. A sentença informa que alguém foi comprar livros. Podemos dizer também que sujeito é todo termo da frase que pratica uma ação. Na frase acima o sujeito é: "A Maria". Predicado: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. Exemplo: A pequena criança me contou a novidade com alegria no olhar. Sujeito Predicado Outros Exemplos Paulo foi o artilheiro do campeonato mirim. Sujeito – Paulo Predicado – foi o artilheiro do campeonato mirim O passeio ao shopping foi divertido. Sujeito – o passeio ao shopping Predicado- foi divertido As guloseimas do aniversário estavam deliciosas. Sujeito – As guloseimas do aniversário Predicado – estavam deliciosas.

×