Padronização na confecção  do arco de intrusão <ul><li>Marcio Rodrigues de Almeida-   Pós-Doutorado em Ortodontia- FOB-USP...
INTRODUÇÃO <ul><li>Objetivou-se, com a presente dica clínica, demonstrar, de uma forma simples e padronizada, as etapas de...
INTRODUÇÃO <ul><li>Por conta dos efeitos colaterais, inerentes </li></ul><ul><li>à técnica do aparelho pré-ajustado, vária...
(A)Extrusão dos dentes posteriores, (B)Distalização dos dentes posteriores,  (C) Inclinação vestibular dos dentes anterior...
INTRODUÇÃO <ul><li>Bennett e McLaughlin-   a reversão da curva de Spee inferior e acentuação no arco superior para o contr...
Padronização na confecção  do arco de intrusão
INTRODUÇÃO <ul><li>* Almeida et al.- o mecanismo de intrusão pode ser realizado  : </li></ul><ul><li>utilizando o arco bas...
Arco de intrusão de Ricketts com fio Elgilloy azul 0,016” x 0,016”. Arco de intrusão de Burstone com fio TMA 0,019” x 0,02...
Arco de 3 peças de intrusão com fio TMA 0,019” x 0,025”. Sobrearco de intrusão com fio de aço 0,8mm
INTRODUÇÃO <ul><li>Burzin e Nanda mostraram que a intrusão dos incisivos parece ser um procedimento estável em longo prazo...
INTRODUÇÃO <ul><li>Nanda et al. desenvolveram o arco de intrusão de Connecticut-CIA pré-fabricado, confeccionado com uma l...
Arco de intrusão (CIA) com fio Nitinol 0,017” x 0,025”
Indicações clínicas <ul><li>Almeida et al.; Uribe e Nanda  </li></ul><ul><li>intrusão dos segmentos anteriores,  </li></ul...
Indicações clínicas A)  Arco de intrusão superior e inferior para correção de mordida profunda.  B)  Arco de intrusão para...
Método de confecção e adaptação padronizada do Arco de Intrusão <ul><li>fio de beta-titânio(TMA)--0,019” x 0,025” ou 0,017...
JUSTIFICATIVA <ul><li>Realizar as dobras de alívio de forma padronizada para a confecção do arco de intrusão; </li></ul><u...
Método de confecção e adaptação padronizada  do arco de Intrusão
Método de confecção e adaptação padronizada  do arco de Intrusão
Método de confecção e adaptação padronizada  do arco de Intrusão
Método de confecção e adaptação padronizada  do arco de Intrusão
Método de confecção e adaptação padronizada do arco de Intrusão
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PadronizaçãO De ConfecçãO Do Arco De IntrusãO

1.102 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.102
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PadronizaçãO De ConfecçãO Do Arco De IntrusãO

  1. 1. Padronização na confecção do arco de intrusão <ul><li>Marcio Rodrigues de Almeida- Pós-Doutorado em Ortodontia- FOB-USP. Professor da Faculdade de Odontologia de Lins-UNIMEP. Coordenador do Curso de Especialização em Ortodontia da UNIMEP-Lins e Mini-Residência na Universidade de Connecticut–Farmington-E.U.A, </li></ul><ul><li>Renata Rodrigues de Almeida-Pedrin- Pós-Doutorado em Ortodontia-FOB-USP. Professora da Faculdade de Odontologia de Lins-UNIMEP.**, </li></ul><ul><li>Renato Rodrigues de Almeida- Professor Associado da FOB-USP. Coordenador do Curso de Especialização em Ortodontia da UNINGÁ-Bauru , </li></ul><ul><li>Fernando Pedrin- Doutorando em Ortodontia pela FOB-USP </li></ul><ul><li>Celina Martins Insabralde- Professora do Curso de Especialização em Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Lins-UNIMEP </li></ul><ul><li>Carlos Henrique Guimarães Jr- Mestre em Ortodontia-UNICID-SP. Doutorando em Ortodontia pela FOB-USP. Professor Coordenador do Curso de Especialização em Ortodontia daFUNORTE-DF e Mini-Residência pela Universidade de Connecticut-E.U.A </li></ul>Almeida, M.R., et al. Padronização na confecção do arco de intrusão. Rev. Clín. Ortodon. Dental Press, Maringá, v. 6, n. 3 - jun./jul. 2007.
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>Objetivou-se, com a presente dica clínica, demonstrar, de uma forma simples e padronizada, as etapas de confecção do arco de intrusão, utilizando um novo alicate ortodôntico. </li></ul><ul><li>Palavras-chave: Alicate ortodôntico. Arco de intrusão. Controle dos efeitos colaterais.Aparelho pré-ajustado. Extração dentária. Sobremordida. </li></ul>
  3. 3. INTRODUÇÃO <ul><li>Por conta dos efeitos colaterais, inerentes </li></ul><ul><li>à técnica do aparelho pré-ajustado, várias estratégias (Fig. 2) para a correção ou controle da mordida profunda, sem incluir opções cirúrgicas, foram apresentadas na literatura baseando-se,principalmente, na tipificação do padrão facial dos pacientes: </li></ul>
  4. 4. (A)Extrusão dos dentes posteriores, (B)Distalização dos dentes posteriores, (C) Inclinação vestibular dos dentes anteriores (intrusão relativa) (D)intrusão real dos incisivos superiores e/ou dos inferiores
  5. 5. INTRODUÇÃO <ul><li>Bennett e McLaughlin- a reversão da curva de Spee inferior e acentuação no arco superior para o controle vertical- método tradicional. </li></ul><ul><li>DESVANTAGENS </li></ul><ul><li>Vestibularização do segmento anterior; </li></ul><ul><li>Invasão do espaço funcional livre; </li></ul><ul><li>Mudança na inclinação axial dos dentes podteriores. </li></ul>BENNETT, J. C.; MCLAUGHLIN, R. P. As mecânicas do tratamento ortodôntico e o aparelho pré-ajustado.1ª ed. São Paulo:Artes médicas, 1994.
  6. 6. Padronização na confecção do arco de intrusão
  7. 7. INTRODUÇÃO <ul><li>* Almeida et al.- o mecanismo de intrusão pode ser realizado : </li></ul><ul><li>utilizando o arco base de Ricketts, </li></ul><ul><li>o arco de intrusão de Burstone, </li></ul><ul><li>o arco de três peças, sobrearcos e, </li></ul><ul><li>o arco de intrusão Nanda-CIA. </li></ul>ALMEIDA,M.R.et al.O uso do sobrearco na correção da sobremordida profunda. Rev. clín. Ortodon. Dental Press, Maringá, v.32,n. 1,p.15-31,fev./mar.2004.
  8. 8. Arco de intrusão de Ricketts com fio Elgilloy azul 0,016” x 0,016”. Arco de intrusão de Burstone com fio TMA 0,019” x 0,025”.
  9. 9. Arco de 3 peças de intrusão com fio TMA 0,019” x 0,025”. Sobrearco de intrusão com fio de aço 0,8mm
  10. 10. INTRODUÇÃO <ul><li>Burzin e Nanda mostraram que a intrusão dos incisivos parece ser um procedimento estável em longo prazo. </li></ul><ul><li>Al-Buraiki et al.1, em 2005, investigaram a estabilidade em longo prazo (12 anos) da mecânica de intrusão de incisivos em 25 pacientes com sobremordida de pelo menos 4mm.-alterações clinicamente insignificantes. </li></ul>BURZIN, J.; NANDA, R. The stability of deep overbite correction In: NANDA, R. (Ed.). Retention and stability. Philadelphia: WB Saunders, 1993. AL-BURAIKI, H. et al. The effectiveness and long-term stability of overbite correction with incisor intrusion mechanics. Am. J. Orthod. Dentofacial Orthop. , St. Louis, v. 127, no. 1,p. 47-55, Jan. 2005.
  11. 11. INTRODUÇÃO <ul><li>Nanda et al. desenvolveram o arco de intrusão de Connecticut-CIA pré-fabricado, confeccionado com uma liga de Nitinol, com baixa relação carga-deflexão. Este arco pré-formado possuía uma dobra em “V” pré-calibrada na região posterior, para obter níveis de força ótima (leve e contínua) em torno de 35 a 45g nos dentes anteriores. </li></ul>NANDA, R. et al. The Connecticut Intrusion Arch. J. Clin. Orthod. , Boulder, v. 32, p. 708-715, 1998.
  12. 12. Arco de intrusão (CIA) com fio Nitinol 0,017” x 0,025”
  13. 13. Indicações clínicas <ul><li>Almeida et al.; Uribe e Nanda </li></ul><ul><li>intrusão dos segmentos anteriores, </li></ul><ul><li>extrusão de segmentos anteriores em casos de mordida aberta dentoalveolar, </li></ul><ul><li>correção de planos oclusais assimétricos, </li></ul><ul><li>correção da Classe II dentoalveolar pela distalização dos segmentos posteriores superiores, até o controle de ancoragem posterior e </li></ul><ul><li>controle vertical anterior durante a retração individual dos caninos e do bloco anterior em casos de extração (Fig. 6). </li></ul>
  14. 14. Indicações clínicas A) Arco de intrusão superior e inferior para correção de mordida profunda. B) Arco de intrusão para tratamento de mordida aberta anterior. C) Arco de intrusão para correção do plano oclusal anterior. D) Arco de intrusão usado para distalização molar. E) Arco de intrusão para controle da ancoragem posterior, simultâneo à retração dos caninos.
  15. 15. Método de confecção e adaptação padronizada do Arco de Intrusão <ul><li>fio de beta-titânio(TMA)--0,019” x 0,025” ou 0,017” x 0,025” </li></ul><ul><li>torre de contorneamento para fios retangulares </li></ul><ul><li>alicate de Tweed, </li></ul><ul><li>alicate 291 Zatty (formador da dobra de alívio do arco </li></ul><ul><li>régua milimetrada, dinamômetro </li></ul><ul><li>e caneta ou lápis demarcador de fio. </li></ul>
  16. 16. JUSTIFICATIVA <ul><li>Realizar as dobras de alívio de forma padronizada para a confecção do arco de intrusão; </li></ul><ul><li>com a liga beta-titânio permite aplicar magnitudes de força diferenciadas, devido à sua formabilidade; </li></ul><ul><li>arco de intrusão de TMA é seu baixo custo, frente ao arco pré-fabricado de Nitinol. </li></ul>
  17. 17. Método de confecção e adaptação padronizada do arco de Intrusão
  18. 18. Método de confecção e adaptação padronizada do arco de Intrusão
  19. 19. Método de confecção e adaptação padronizada do arco de Intrusão
  20. 20. Método de confecção e adaptação padronizada do arco de Intrusão
  21. 21. Método de confecção e adaptação padronizada do arco de Intrusão

×