Plataforma Regional de Métodos
Alternativos do MERCOSUL -
PReMASul
MÉTODOS ALTERNATIVOS AO USO DE ANIMAIS DE
EXPERIMENTAÇÃO
Centros de Validação
ICCVAM
JaCVAM
ECVAM
BRACVAM
1954: Lei Nacional 14.346 de Proteção Animal
2002: Comissão Nacional Assessora de Bem-Estar Animal
Marco legal no MERCOSUL...
• Objetivos:
– Estimular a adoção de métodos alternativos
validados;
– Promover capacitação e treinamento de recursos
huma...
• Antecedentes no Brasil:
– Rede Nacional de Métodos Alternativos RENAMA
• 3 laboratórios centrais
• 20 laboratórios em pr...
Plataforma Regional de Métodos Alternativos do MERCOSUL
PReMASul
Primeira etapa (2015-2016) Segunda etapa (2017 – 2020)
Tr...
IMPACTOS
RH capacitado
Desenvolvimento de produtos com
maior valor agregado
Desenvolvimento industrial
Desenvolvimento de ...
Obrigado!
Luiz Henrique Mourão do Canto Pereira
Coordenador Geral de Biotecnologia e Saúde/SEPED/MCTI
Coordenador Nacional...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Plataforma Regional de Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Experimentação (PReMASul)

308 visualizações

Publicada em

Inspirada na Rede Nacional de Métodos Alternativos (Renama), a Plataforma Regional de Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Experimentação (PReMASul) tem o objetivo de capacitar recursos humanos, promover pesquisa, desenvolvimento e validação de novos métodos e criar competência laboratorial no Mercosul, a fim de prestar serviços ao setor industrial.

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plataforma Regional de Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Experimentação (PReMASul)

  1. 1. Plataforma Regional de Métodos Alternativos do MERCOSUL - PReMASul
  2. 2. MÉTODOS ALTERNATIVOS AO USO DE ANIMAIS DE EXPERIMENTAÇÃO Centros de Validação ICCVAM JaCVAM ECVAM BRACVAM
  3. 3. 1954: Lei Nacional 14.346 de Proteção Animal 2002: Comissão Nacional Assessora de Bem-Estar Animal Marco legal no MERCOSUL 2008: Lei 11.794 – Regula o uso científico de animais, cria o CONCEA e menciona a introdução de métodos alternativos 2011: BraCVAM 2011-2012: Rede Nacional de Métodos Alternativos – RENAMA 2009: Lei 18.611 – Regula o uso científico de animais e cria a CNEA 1999: Código de Bioética e Biossegurança regula o uso científico de animais, 2013: Lei Nº 4840 de Proteção e Bem Estar Animal
  4. 4. • Objetivos: – Estimular a adoção de métodos alternativos validados; – Promover capacitação e treinamento de recursos humanos qualificados; – Promover a pesquisa, o desenvolvimento e a validação de novos métodos alternativos; – Criar competência laboratorial no MERCOSUL visando prestação de serviços para o setor industrial.
  5. 5. • Antecedentes no Brasil: – Rede Nacional de Métodos Alternativos RENAMA • 3 laboratórios centrais • 20 laboratórios em processo de associação (abril/2015); • Capacitação de laboratórios (Interlab); • 1° processo de validação (HET-CAM); • Fomento a projetos de P,D&I, forte componente de biotec; • Investimento realizado (2011-2015): R$ 5,29 milhões
  6. 6. Plataforma Regional de Métodos Alternativos do MERCOSUL PReMASul Primeira etapa (2015-2016) Segunda etapa (2017 – 2020) Treinamento e capacitação de RH Início: Brasil Meta: realizar entre 3 a 5 cursos de capacitação Incremento na infraestrutura laboratorial dos países membros Treinamento e capacitação de RH Desenvolvimento conjunto de metodologias R$ 300 mil (Brasil) US$ 7,5 milhões
  7. 7. IMPACTOS RH capacitado Desenvolvimento de produtos com maior valor agregado Desenvolvimento industrial Desenvolvimento de novas metodologias
  8. 8. Obrigado! Luiz Henrique Mourão do Canto Pereira Coordenador Geral de Biotecnologia e Saúde/SEPED/MCTI Coordenador Nacional – Comissão Plataforma Biotecsul luiz.canto@mcti.gov.br cgbs@mcti.gov.br

×