GRAVAÇÃO DE HDS (CLONAGEM)
SCRIPT CLONEHD
NotaLFB: Os scripts de que trata este tutorial foram criados para empresa
client...
linux-rza1:~ # cd /home/imagens
Agora o terminal ficará assim:
linux-rza1:/home/imagens #
7 – CLONAGEM: Digite ./clonehd e...
Agora é só aguardar a finalização do processo, que levará cerca de
8 a 10 minutos para clonar 3 Hds (depende apenas do har...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tutorialclonehdg01

95 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
95
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tutorialclonehdg01

  1. 1. GRAVAÇÃO DE HDS (CLONAGEM) SCRIPT CLONEHD NotaLFB: Os scripts de que trata este tutorial foram criados para empresa cliente que trabalha de acordo com a lei e compra tantas licenças Windows 7 Starter quantas forem necessárias. Mas a mesma necessitava de um processo ágil de instalação em seus mini-computadores. O computador utilizado como “clonadora” utiliza OpenSUSE Linux e contém o scripts criaimg e clonehd(criados por mim e que também disponibilizei na Internet). Para facilitar a operação, ambos os scripts devem estar dentro da pasta /home/nome_da_pasta_das_imagens. Intro: Criei o script clonehd que fica em /home/imagens. Na mesma pasta estão as imagens(.img) a serem usadas. Essas imagens foram criadas tendo como base uma placa com DVI dual (dvi c/ 24 pinos )., mas acredito que não haverá problemas em usar essas imagens p/ a maioria das placas Mini-ITX, mesmo com chipsets diferentes, sem DVI, com HDMI, etc. O WIN7 reconfigura todos drivers até mesmo quando detecta HD diferente do que foi instalado. Mesmo assim, se problemas maiores acontecerem, recomendo criar uma imagem específica para a placa-mãe em uso, utilizando o script criaimg (ver tutotrial). A seguir as instruções: 1 – Conectar HDs: Antes de ligar o computador para fazer a operação de gravação, conecte os 03 HDs* aos conectores de dados e à alimentação SATA. Se os HDs não forem conectados, o Linux não os “enxergará”; * Obs.: Caso a placa-mãe da máquina clonadora possua mais de 3 SATAs, deve-se alterar meu script para utilizar os comandos dd e partimage para a nova quantidade de Hds. 2 – Boot: Ligue o computador e execute o boot no Linux; 3 – Abrir terminal: Após o boot abra um terminal (ícone Kickoff ---> ícone Favoritos ---> ícone Terminal); 4 – Root: Dentro do terminal (konsole) altere o usuário p/ administrador digitando su – e pressionando enter; grava@linux-rza1:~> su - 5 – Senha de root: O sistema irá pedir a senha de administrador, digite-a e pressione enter; Senha: 6 – Ir para a pasta das imagens: Agora como administrador, digite cd /home/nome_da_pasta_das_imagens e pressione enter para ir até a pasta onde estão as imagens e o script clonehd (no exemplo o nome da pasta é imagens);
  2. 2. linux-rza1:~ # cd /home/imagens Agora o terminal ficará assim: linux-rza1:/home/imagens # 7 – CLONAGEM: Digite ./clonehd e pressione enter para que o script seja iniciado. linux-rza1:/home/imagens # ./clonehd O script irá mostrar em qual HD o Linux está montado: Filesystem Size Used Avail Use% Mounted on /dev/sda6 20G 3.4G 16G 18% / devtmpfs 1.6G 224K 1.6G 1% /dev tmpfs 1.6G 4.0K 1.6G 1% /dev/shm /dev/sda7 169G 38G 122G 24% /home /dev/sda1 100M 25M 76M 25% /windows/C /dev/sda2 103G 12G 92G 11% /windows/D Em seguida irá mostrar quais os HDs estão conectados ao computador para que você escolha em quais irá fazer os clones: 1550 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sda 1565 brw-rw---- 1 root disk 8, 1 Mar 21 08:40 /dev/sda1 1566 brw-rw---- 1 root disk 8, 2 Mar 21 08:40 /dev/sda2 1567 brw-rw---- 1 root disk 8, 3 Mar 21 08:40 /dev/sda3 1568 brw-rw---- 1 root disk 8, 5 Mar 21 08:40 /dev/sda5 1569 brw-rw---- 1 root disk 8, 6 Mar 21 08:40 /dev/sda6 1570 brw-rw---- 1 root disk 8, 7 Mar 21 08:40 /dev/sda7 1551 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sdb 1552 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sdc 1553 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sdd Então o script irá perguntar quantos HDs serão usados: linux-rza1:/home/imagens # Qtd HDs? Supondo que você escolha 3 HDs (digitando 3 e pressionando enter), o próximo passo será digitar quais os HDs – no nosso exemplo serão sdb, sdc e sdd (HDs novos que ainda não foram particionados). linux-rza1:/home/imagens # Digite o nome do HD1: sdb linux-rza1:/home/imagens # Digite o nome do HD2: sdc linux-rza1:/home/imagens # Digite o nome do HD3: sdd
  3. 3. Agora é só aguardar a finalização do processo, que levará cerca de 8 a 10 minutos para clonar 3 Hds (depende apenas do hardware da clonadora). 11 – Expansão do HDs: Normalmente após a gravação das imagens nos HDs, teremos espaço livre nas partições devido ao tamanho reduzido da imagem original (40GB). Lembre-se que as partições que deverão ser expandidas são as de índice 2 (no exemplo: sdb2, sdc2 e sdd2). Para expandir as novas partições e utilizar esse espaço livre, siga os passos à seguir: a)Entrar no Yast: ícone Kickoff ---> ícone Computador --- > ícone Yast Obs.: O sistema pedirá a senha de administrador novamente, digite na1seina1pode e pressione enter. b)Entrar no Particionador: ícone Sistema ---> ícone Particionador Obs.: Ao abrir o particionador, o sistema dará uma mensagem de aviso para ter cuidado, pois realmente com esse sistema pode-se corromper os dados de todos os HDs da máquina (inclusive o do Linux). b.1)Selecione primeiro HD gravado (ex.: sdb); b.2)Selecione a pasta com o sistema (ex.: sdb2); b.3)Clique no botão redimensionar; b.4)Escolha a opção “tamanho máximo”; b.5)Selecione segundo HD gravado (ex.: sdc); b.6)Selecione a pasta com o sistema (ex.: sdc2); b.7)Clique no botão redimensionar; b.8)Escolha a opção “tamanho máximo”; b.9)Selecione terceiro HD gravado (ex.: sdd); b.10)Selecione a pasta com o sistema (ex.: sdd2); b.11)Clique no botão redimensionar; b.12)Escolha a opção “tamanho máximo”; c)Clique no botão avançar e concluir; Obs.: Após essa operação, os HDs estarão com seus tamanhos máximos e prontos para serem utilizados. FIM (Luiz Francisco Bozo – Abr/2011)

×