FACULADE DE TECNOLOGIA
SENAI ITALO BOLOGNA
ALUNOS: CRISTHIAN, DANIEL, GLEIKSON, LUIZ BRANDAO E MATHEUS
PROFESSOR: LUCIANO ...
INTRODUÇAO:
No cotidiano, laboratórios de engenharia e em processos
industriais há a necessidade de se medir variáveis com...
DEFINIÇAO DE PRESSAO:
Pressão é definida como força por unidade de
área. Os valores de pressão devem ser
informados com re...
PRESSÃO ATMOSFERICA: É a pressão exercida pelo ar
atmosférico.
PRESSÃO MANOMÉTRICA: Tem pressão atmosférica como
referênci...
Quando um fluido está em movimento outros
tipos de pressão podem ser medidos como por
exemplo:
PRESSÃO ESTÁTICA: É a press...
Pressão total: É obtida quando um fluido em movimento é
desacelerado para a velocidade zero, em um processo sem
atrito e s...
Sensores Utilizados na Medição de Pressão
Em geral os sensores são classificados conforme a técnica usada na conversão
mec...
Capacitivos:
Estes são os sensores mais confiáveis e que já foram usados em milhões de
aplicações. São baseados em transdu...
• Ideais para aplicações de baixa e alta pressão.
• Minimizam o Erro Total Provável e consequentemente a variabilidade do
...
Piezoeléctrico:
O material piezoeléctrico é um cristal que produz uma tensão diferencial proporcional
a pressão a ele apli...
Sensor Piezoeléctrico.
Sensor Piezoeléctrico
Piezo-resistivo ou Strain Gage
A piezo-resistividade refere-se à mudança da resistência elétrica com a
deformação/contraçã...
Várias técnicas baseadas na fabricação de sensores de silício piezo-resistivo (silicon
substrate) estão emergindo, mas são...
Ressonantes
Possuem em geral o princípio da tecnologia que é conhecida como “vibrating wire”. Uma
mola de fio magnético é ...
Tubo de Bourdon
Consiste geralmente de um tubo com seção oval, disposto na forma de arco de
circunferência tendo uma extre...
Membrana ou Diafragma
É constituído por um disco de material elástico (metálico ou não), fixo pela borda. Uma
haste fixa a...
Fole
Fole é um dispositivo que possui rugas no círculo exterior que, ao se aplicar pressões
no sentido do eixo, se expande...
VÁLVULA DE DESLOCAMENTO ROTATIVO
Define-se por válvula de deslocamento rotativo, a válvula na qual a peça móvel
vedante de...
BORBOLETA
A válvula borboleta é uma válvula que pode ser usada para isolar ou regular 
a vazão de um fluido. O mecanismo d...
ESFERA
A válvula esfera (Inglês: ball valve) é um dispositivo mecânico utilizado para controlar 
o fluxo de fluido em tubu...
SEGMENTO ESFERICO
Obturador é constituído por uma superfície esférica com um
movimento de rotação excêntrico e que está li...
Componentes de válvulas de deslocamento rotativo:
Esfera Side Entry – Série SE-F
Fonte: Apresentação: Válvula de Controle ...
Válvula Guilhotina
Características da Válvula Guilhotina NGW
A NGW é uma válvula do tipo guilhotina, sem flanges (WAFER) c...
Princípio de Funcionamento
O sistema de bloqueio e vedação é feita através de uma faca passante que se
movimenta em sentid...
Válvulas Bipartido:
As válvulas bipartidas da Valmicro Série 820 foram desenvolvidas com o objetivo de
serem aplicadas às ...
Conclusão
Esse trabalho possibilitou-se conhecer os principais tipos de sensores elétricos e
entender o seu funcionamento ...
Sensores de pressao
Sensores de pressao
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sensores de pressao

2.789 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.789
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sensores de pressao

  1. 1. FACULADE DE TECNOLOGIA SENAI ITALO BOLOGNA ALUNOS: CRISTHIAN, DANIEL, GLEIKSON, LUIZ BRANDAO E MATHEUS PROFESSOR: LUCIANO HENRIQUE SENSORES DE PRESSAO E VÁLVULAS
  2. 2. INTRODUÇAO: No cotidiano, laboratórios de engenharia e em processos industriais há a necessidade de se medir variáveis como pressão, temperatura, vazão e nível. A pressão pode ser medida de várias maneiras diferentes e o tipo de instrumento a ser utilizado para a medição de pressões vai depender dos níveis de precisão e detalhamento requeridos para a particular aplicação. Este trabalho tem como finalidade fornecer um embasamento teórico sobre pressão e medição de pressão, bem como caracterizar alguns instrumentos de medição de pressão e especificar alguns destes instrumentos disponíveis no comércio.
  3. 3. DEFINIÇAO DE PRESSAO: Pressão é definida como força por unidade de área. Os valores de pressão devem ser informados com relação a um nível de referência. Se o nível de referência for o zero absoluto, a pressão é caracterizada como pressão absoluta. Além da pressão absoluta, tem-se os seguintes tipos de pressão:
  4. 4. PRESSÃO ATMOSFERICA: É a pressão exercida pelo ar atmosférico. PRESSÃO MANOMÉTRICA: Tem pressão atmosférica como referência. Ela pode assumir valores positivos (maiores que o da pressão atmosférica) e negativos, também chamado de vácuo. A maioria dos instrumentos industriais mede a pressão manométrica. PRESSAO DIFERENCIAL: É o resultado da diferença de duas pressões medidas. Em outras palavras, é a pressão medida em qualquer ponto, menos no ponto zero de referência da pressão atmosférica.
  5. 5. Quando um fluido está em movimento outros tipos de pressão podem ser medidos como por exemplo: PRESSÃO ESTÁTICA: É a pressão transmitida pelo fluido nas paredes da tubulação ou do vaso. Ela não varia na direção perpendicular a tubulação, quando a vazão é laminar. PRESSÃO DINAMICA: É a pressão devida à velocidade do fluido. Também chamada de pressão de impacto. Pode ser calculada através da seguinte equação: Pd = ( ρ . V2 ) / 2, onde Pd é a pressão dinâmica, ρ é a massa específica do fluido e V é a velocidade do fluido.
  6. 6. Pressão total: É obtida quando um fluido em movimento é desacelerado para a velocidade zero, em um processo sem atrito e sem compressão. Matematicamente, ela é igual a soma da pressão estática e da pressão dinâmica.
  7. 7. Sensores Utilizados na Medição de Pressão Em geral os sensores são classificados conforme a técnica usada na conversão mecânica da pressão em um sinal eletrônico proporcional. Todas as tecnologias tem um só propósito que é transformar a pressão aplicada em um sensor, em um sinal eletrônico proporcional a mesma: •Capacitância Variável (Capacitivos) •Piezo-resistivo(Strain Gage) •Potenciométrico •Piezo-elétrico •Relutância Variável •Ressonante •Ótico •Outros Sensores Utilizados na Medição de Pressão Em geral os sensores são classificados conforme a técnica usada na conversão mecânica da pressão em um sinal eletrônico proporcional. Todas as tecnologias tem um só propósito que é transformar a pressão aplicada em um sensor, em um sinal eletrônico proporcional a mesma: •Capacitância Variável (Capacitivos) •Piezo-resistivo(Strain Gage) •Potenciométrico •Piezo-elétrico •Relutância Variável •Ressonante •Ótico •Outros
  8. 8. Capacitivos: Estes são os sensores mais confiáveis e que já foram usados em milhões de aplicações. São baseados em transdutores onde a pressão aplicada a diafragmas sensores faz com que se tenha uma variação da capacitância entre os mesmos e um diafragma central, por exemplo. Esta variação de capacitância tipicamente é usada para variar a frequência de um oscilador ou usada como elemento em uma ponte de capacitores. Esta variação de capacitância pode ser usada para variar a frequência de um oscilador. Esta frequência pode ser medida diretamente pela CPU e convertida em Pressão. Algumas de suas vantagens:
  9. 9. • Ideais para aplicações de baixa e alta pressão. • Minimizam o Erro Total Provável e consequentemente a variabilidade do processo. • Ideais para aplicações de vazão. • Por sua resposta linear, permite alta rangeabilidade com exatidão. Exemplo de construção de um sensor capacitivo.
  10. 10. Piezoeléctrico: O material piezoeléctrico é um cristal que produz uma tensão diferencial proporcional a pressão a ele aplicada em suas faces: quartzo, sal de Rochelle, titânio de bário, turmalina etc. Este material acumula cargas elétricas em certas áreas de sua estrutura cristalina, quando sofrem uma deformação física, por ação de uma pressão. A piezo- eletricidade foi descoberta por Pierre e Jacques Curie em 1880. Tem a desvantagem de requerer um circuito de alta impedância e um amplificador de alto ganho, sendo susceptível a ruídos. Além disso, devido à natureza dinâmica, não permite a medição de pressão em estado sólido. Porém, tem a vantagem de rápida resposta. A relação entre a carga elétrica e a pressão aplicada ao cristal é praticamente linear:             q = Sq x Ap              p - pressão aplicada, A - área do eletrodo, Sq - sensibilidade,             q - carga elétrica, C - capacidade do cristal, Vo - tensão de saída
  11. 11. Sensor Piezoeléctrico. Sensor Piezoeléctrico
  12. 12. Piezo-resistivo ou Strain Gage A piezo-resistividade refere-se à mudança da resistência elétrica com a deformação/contração como resultado da pressão aplicada. Na sua grande maioria são formados por elementos cristalinos (strain gage) interligados em ponte (wheatstone) com outros resistores que provém o ajuste de zero, sensibilidade e compensação de temperatura. O material de construção varia de fabricante para fabricante e hoje em dia é comum sensores de estado sólido. Desvantagens: faixa limitante de temperatura de operação, aplicável em ranges baixos de pressão por gerarem um sinal muito baixo de excitação, muito instável.
  13. 13. Várias técnicas baseadas na fabricação de sensores de silício piezo-resistivo (silicon substrate) estão emergindo, mas são susceptíveis a degradação de seus sinais em função da temperatura e exigem circuitos complicados para a compensação, minimização do erro e sensibilidade do zero.Totalmente inviáveis em aplicações sujeitas a temperatura altas por longo períodos, uma vez que a difusão degrada os substratos em altas temperaturas. Sensor Piezo-Resisitivo.
  14. 14. Ressonantes Possuem em geral o princípio da tecnologia que é conhecida como “vibrating wire”. Uma mola de fio magnético é anexada ao diafragma que ao ser submetido a um campo magnético e ser percorrido por uma corrente elétrica entra em oscilação. A frequência de oscilação é proporcional ao quadrado da tensão (expansão/compressão) do fio. No sensor Silício Ressonante, não se usa fio e sim o silício para ressonar com diferentes frequências que são funções da expansão/compressão(é uma função do tipo 1/f2). O sensor é formado por uma cápsula de silício colocada em um diafragma que vibra ao se aplicar um diferencial de pressão, e a frequência de vibração depende da pressão aplicada. Alguns sensores ressonantes exigem técnicas de compensação em temperatura via hardware/software complicadas, aumentando o número de componentes, o que em alguns equipamentos exigem mais placas eletrônicas.
  15. 15. Tubo de Bourdon Consiste geralmente de um tubo com seção oval, disposto na forma de arco de circunferência tendo uma extremidade fechada, estando a outra aberta à pressão a ser medida. Com a pressão agindo em seu interior, o tubo tende a tomar uma seção circular resultando um movimento em sua extremidade fechada. Esse movimento através da engrenagem é transmitido a um ponteiro que vai indicar uma medida de pressão. Quanto à forma, o tubo de bourdon pode se apresentar nas seguintes formas: tipo C,espiral e helicoidal. TIPO “C”
  16. 16. Membrana ou Diafragma É constituído por um disco de material elástico (metálico ou não), fixo pela borda. Uma haste fixa ao centro do disco está ligada a um mecanismo de indicação. Quando uma pressão é aplicada, a membrana se desloca e esse deslocamento é proporcional à pressão aplicada. Os diafragmas são populares entre os elementos primários e flexíveis de pressão, porque requerem menos espaço e porque o movimento (ou força) que produzem, é suficiente para operar transdutores electrónicos
  17. 17. Fole Fole é um dispositivo que possui rugas no círculo exterior que, ao se aplicar pressões no sentido do eixo, se expande ou se contrai. As desvantagens do fole são sua dependência das variações da temperatura ambiente e sua fragilidade em ambientes pesados de trabalho. Como a cápsula de diafragma, o fole pode ser usado para medir pressões absolutas e relativas e em sistemas de balanço de movimentos ou de forças eixo. Como a resistência à pressão é limitada, é usada para baixa pressão.
  18. 18. VÁLVULA DE DESLOCAMENTO ROTATIVO Define-se por válvula de deslocamento rotativo, a válvula na qual a peça móvel vedante descreve um movimento de rotação, acionada por um eixo girante. Dentre as válvulas de deslocamento rotativo temos: o Borboleta; o Esfera; o Obturador Excêntrico; o Segmento de esfera.
  19. 19. BORBOLETA A válvula borboleta é uma válvula que pode ser usada para isolar ou regular  a vazão de um fluido. O mecanismo de fechamento tem a forma de um volante, mas  pode ser realizado por mecanismos hidráulicos ou pneumáticos.
  20. 20. ESFERA A válvula esfera (Inglês: ball valve) é um dispositivo mecânico utilizado para controlar  o fluxo de fluido em tubulações. A esfera dentro do equipamento tem um orifício no meio que, quando alinhado com  as extremidades da válvula, permite a passagem de fluxo.
  21. 21. SEGMENTO ESFERICO Obturador é constituído por uma superfície esférica com um movimento de rotação excêntrico e que está ligado ao eixo de rotação por um ou dois braços flexíveis. O eixo de rotação sai do corpo e é atuado por uma haste ligada a um servomotor. O binário é a redução do movimento excêntrico do rosto do obturador esférico.
  22. 22. Componentes de válvulas de deslocamento rotativo: Esfera Side Entry – Série SE-F Fonte: Apresentação: Válvula de Controle - Rotativa, HITER – Borboleta Excêntrica – Série 87 Fonte: Apresentação: Válvula de Controle - Rotativa, HITER
  23. 23. Válvula Guilhotina Características da Válvula Guilhotina NGW A NGW é uma válvula do tipo guilhotina, sem flanges (WAFER) com dimensão face a face obedecendo à norma MSS-SP-81. Toda vedação é feita por meio de carretéis bipartidos construídos em elastômeros, inseridos no corpo da válvula. A operação realiza-se através do deslizamento da guilhotina em aço inoxidável entre os carretéis, bloqueando a passagem do fluido.
  24. 24. Princípio de Funcionamento O sistema de bloqueio e vedação é feita através de uma faca passante que se movimenta em sentido axial (linear) entre dois carretéis de borracha fazendo com que a válvula esteja sempre vedada tanto em posição aberta, como em posição fechada. A vantagem da faca passante em relação à não passante é que ela expele todos os resíduos ou sólidos em suspensão que poderão eventualmente parar entre os carretéis durante o processo de bombeamento do fluido.
  25. 25. Válvulas Bipartido: As válvulas bipartidas da Valmicro Série 820 foram desenvolvidas com o objetivo de serem aplicadas às mais variadas exigências operacionais e de confiabilidade. Para tanto, possuem características construtivas únicas que, somadas ao uso de diversos materiais, as tornam muito mais versáteis. Essa versatilidade permite sua aplicabilidade a diversos líquidos, gases e vapores, em ampla faixa de temperaturas e pressões.
  26. 26. Conclusão Esse trabalho possibilitou-se conhecer os principais tipos de sensores elétricos e entender o seu funcionamento sendo estes como: Sensor Capacitivo, Sensor Piezelétrico, Sensor Strain Gauge, Sensor por pulso Ressonante, etc. Relacionaram-se possíveis aplicações desses sensores de acordo com suas especificações e cuidados como: Número de acionamentos (comutações), Sensibilidade, Tipo de fixação e um dos itens mais considerados na indústria mundial o custo. Os sensores elétricos têm hoje um amplo campo de aplicações e mercado, com inúmeros modelos e dimensões, com alta tecnologia se desenvolvendo cada vez mais. Por esses motivos são os mais usados na indústria, sendo ela no ramo da saúde, processos, fundição, metalurgia, automobilística, entre os mais diversos ramos de atividade, podendo ser aplicados nos mais diversos ambientes.

×