Exercdiabe

700 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
700
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercdiabe

  1. 1. O Diabetes e a <br />Atividade Física<br />
  2. 2. O diabetes melito é caracterizado por uma disfunção do pâncreas, com isso o nível de glicose no sangue aumenta consideravelmente.<br /> A atividade física para diabéticos ajuda a fazer com que a célula utilize a glicose que está no sangue mesmo na ausência da insulina.<br />
  3. 3. Quais atividades podem ser praticadas por pessoas diabéticas?<br /> Qualquer atividade física ajuda no tratamento do diabetes, por que durante o exercício a glicose entra nas células sem a necessidade de insulina e por tanto a glicemia abaixa. Os exercícios habituais diminuem a resistência á insulina nas células. A atividade física também aumenta a circulação sangüínea, que beneficia os diabéticos, principalmente aqueles com problemas circulatórios.<br />
  4. 4. A musculação<br /> Segundo Santarém(2000 b) a musculação atua no aspecto terapêutico da diabetes, pois a medida em que provoca um aumento da massa muscular, gera também um aumento na quantidade de tecido captador de glicose, que mesmo em repouso, auxilia no controle da glicemia.<br /> A musculação realizada com cargas leves, em um total de treinamento que fique entre 20 e 60min. De duração por sessão. É a mais recomendada para a melhoria da qualidade de vida dos diabéticos.<br />
  5. 5. BENEFÍCIOS DA ATIVIDADE FÍSICA A CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO<br /><ul><li>AUMENTA O CONSUMO DA GLICOSE
  6. 6. DMINUI A CONCENTRAÇÃO BASAL DE INSULINA
  7. 7. AUMENTA A RESPOSTA DOS TECIDOS A INSULINA
  8. 8. MELHORA OS NÍVEIS DA HEMOGLOBINA GLICOLISADA
  9. 9. MELHORA O PERFIL LIPÍDICO:
  10. 10. DIMINUI OS TRIGLICERÍDEOS
  11. 11. AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE HDL-CLESTEROL
  12. 12. DIMINUI LEVEMENTE A CONCENTRAÇÃO DE LDL-COLESTEROL</li></li></ul><li><ul><li>CONTRUBUI A DIMINUIR A PRESSÃO ARTERIAL
  13. 13. AUMENTA O GASTO ENERGÉTICO
  14. 14. FAVORECE A REDUÇÃO DO PESO CORPORAL
  15. 15. DIMINUI A MASSA TOTAL DE GORDURA
  16. 16. PRESERVA E AUMENTA A MASSA MUSCULAR
  17. 17. MELHORA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA CARDIOVASCULAR
  18. 18. AUMENTA A FORÇA E ELASTICIDADE MUSCULAR
  19. 19. PROMOVE UMA SENSAÇÃO DE BEM-ESTAR E MELHORA A QUALIDADE DE VIDA.</li></li></ul><li> OUTRAS SUGESTÕES DE EXERCÍCIOS<br /><ul><li> A NATAÇÃO
  20. 20. A CAMINHADA
  21. 21. A BICICLETA (ERGOMÉTRICA OU NÃO)</li></ul>De preferência diários e constantes. Nunca esquecer de antes de praticar qualquer exercício físico, antes deve-se passar pela orientação de um médico.<br />
  22. 22. O exercício aumenta a velocidade que a glicose deixa o sangue.<br />Dessa maneira o exercício tem sido visto como uma parte útil do <br />Tratamento para manter o controle da glicemia no diabético.<br />Esse efeito benéfico do exercício depende do fato de o diabético estar<br />Ou não “controlado” antes do inicio da atividade física,controle<br /> significa que a glicemia encontra-se perto do normal.<br />A falta de insulina causa cetose, uma acidose metabólica resultante do <br />Acumulo de muitos corpos cetônicos(ácidos graxos de cadeia curta)<br />O diabético tipo l que se encontra controlado apresenta uma diminuição<br />Da glicemia rumo aos valores normais durante o exercício por outro<br />Lado os diabéticos tipo l que não injetam insulina suficiente apresentam<br />Aumento da glicemia.<br />
  23. 23. Porque há essa diferença?<br />Porque o diabético controlado possuía insulina suficiente, de modo que a glicose pôde ser captada pelos músculos durante o exercício e neutralizar o aumento normal da liberação da glicose hepática decorrente da ação das catecolaminas e do glucagon, em contraste o diabético com insulina inadequada tem somente um pequeno aumento na utilização da glicose pelos músculos, mas apresenta o aumento normal da liberação da glicose hepática.<br />Isso com certeza provoca a elevação da glicemia,resultando numa hiperglicemia.<br />Se um diabético insulino-dependente começar o exercício com excesso de insulina a velocidade com que a glicose plasmática será utilizada pelos músculos irá acelerar enquanto a liberação de glicose pelo fígado serão diminuída.<br />

×