Revisanglo 7 E 8a

1.143 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.143
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisanglo 7 E 8a

  1. 1. PROFESSORA LUCILEIDA MARA DE CASTRO<br />
  2. 2. IDADE MODERNA II<br />AULAS 07 e 08<br />
  3. 3. BAIXA IDADE MÉDIA<br />Formação das monarquias<br />nacionais<br />Dinamização comercial <br />e urbana<br />
  4. 4. +<br /><ul><li> Crescente fortalecimento do Rei
  5. 5. Apoio às atividades mercantis</li></ul>ESTADOS ABSOLUTOS / CAPITALISMO <br />COMERCIAL /MERCANTILISMO<br />
  6. 6. ABSOLUTISMO MONÁRQUICO<br />Ação em benefício do <br />fortalecimento do Estado<br />Base de apoio – nobreza<br />Quanto mais centralizado o Estado, maior<br />o distanciamento em relação à burguesia.<br />
  7. 7. Teóricos do absolutismo<br /> NICOLAU MAQUIAVEL <br />(O Príncipe) – Os fins justificam os meios<br />
  8. 8. THOMAS HOBBES<br />(Leviatã) – O homem é o lobo do homem<br />
  9. 9. JACQUES BOSSUET<br />(Política Retirada da Sagrada Escritura) <br /><ul><li>A sabedoria do rei vem de Deus.
  10. 10. O direito divino legitima o rei.</li></li></ul><li>ABSOLUTISMO FRANCÊS<br /><ul><li> Início – </li></ul>França vence a<br />Guerra dos Trinta Anos (1618-1648)<br /><ul><li> Apogeu – Luis XIV = Deus Sol</li></ul> “O Estado sou eu”<br />
  11. 11. MERCANTILISMO<br />Estado controla a economia.<br />CARACTERÍSTICAS<br /><ul><li>Balança comercial favorável
  12. 12. Protecionismo
  13. 13. Metalismo
  14. 14. Colonialismo
  15. 15. Industrialismo</li></li></ul><li>DEUS<br />Legitima<br />PROTEÇÃO<br />ECONÔMICA<br />PRIVILÉGIOS<br />REI<br />controla<br />ARISTOCRACIA<br />BURGUESIA<br />
  16. 16. COLONIALISMO<br />OS PRINCIPAIS POVOS <br />PRÉ-COLOMBIANOS:<br /><ul><li>INCAS – subjugada pelos espanhóis
  17. 17. MAIAS – já havia se desorganizado </li></ul>no séc. XV<br /><ul><li>ASTECAS – subjugada pelos espanhóis</li></li></ul><li>
  18. 18. ILUMINISMO<br />- Séculos XVII e XVIII<br /><ul><li> Séc XVIII = século das luzes
  19. 19. Movimento intelectual apoiado </li></ul> pela burguesia<br />
  20. 20. Antecedentes<br />- Origem remota: Renascimento/Galileu<br />GALILEU GALILEI<br />Nascido em Pisa em fevereiro <br />de 1564, <br />foi responsável<br />pela criação de inventos e <br />aperfeiçoamento de teorias <br />que caracterizaram as novas <br />descobertas do Renascimento.<br />Séc. XVI<br />
  21. 21. Século XVII: novos avanços científicos:<br />RACIONALISMO<br />Descartes<br />Discurso<br />Sobre o<br />Método<br />
  22. 22. Newton:a natureza pode ser explicada <br /> cientificamente<br />
  23. 23. Newton:<br />consolidação<br />do racionalismo<br />Fenômenosfísicos<br />
  24. 24. Aplica o<br />racionalismo à<br />política e à<br />análise social<br />os homens têm<br />direitos naturais<br />vida / liberdade / <br /> propriedade<br />John Locke<br />
  25. 25. Acelera-se uma revolução <br />intelectual<br />apoiada pela burguesia<br />
  26. 26. Montesquieu – 1689-1755<br />Principal obra:<br />Espírito das Leis<br />- Continuou os estudos <br /> de Locke<br /><ul><li> Condena os governos</li></ul> despóticos<br /><ul><li> Propõe a divisão do</li></ul> poder em Executivo,<br /> Legislativo e Judiciário<br />
  27. 27. Condena o Antigo Regime!<br />Absolutismo <br />monárquico<br />+<br />Sociedade <br />estamental<br />
  28. 28. A burguesia sustentava <br />o luxo dos privilegiados<br />
  29. 29. Como, por exemplo, o Palácio de Versalhes<br />
  30. 30. Escreveu Cartas Inglesas<br /><ul><li>Além de criticar o</li></ul>absolutismo, criticava<br />duramente a igreja e<br />seus privilégios<br />Voltaire<br />
  31. 31. Autor de Contrato Social<br />Radical, criticou inclusive<br />A burguesia. <br />Condenava a propriedade<br />e a desigualdade<br />Rousseau<br />
  32. 32. Novos ventos econômicos<br />Abaixo os <br />resquícios<br />de feudalismo<br />
  33. 33. ... e a interferência <br />do estado<br />na economia!<br />
  34. 34. Abaixo a<br />servidão!<br />
  35. 35. Surge a FISIOCRACIA<br />“ Deixai fazer, deixai passar,<br />que o mundo vai por si<br />mesmo.”<br />QUESNAY<br />
  36. 36. LIBERALISMO ECONÔMICO<br />Adam Smith<br />A Riqueza das<br />Nações<br />Não-intervenção do <br />Estado na economia<br />Fonte da riqueza =<br />trabalho<br />
  37. 37. ENCICLOPÉDIA<br />O resumo do pensamento<br />iluminista foi publicado na<br />Enciclopédia. Organizada<br />por Diderot e D’Alembert.<br />Diderot<br />
  38. 38. D’Alembert<br />
  39. 39. Sempre com o apoio da burguesia...<br />
  40. 40. Despotismo esclarecido: <br />Alguns monarcas ou ministros de reis<br />cercaram-se do pensamento iluminista<br />para permanecerem no poder<br />Marquês de Pombal:<br />Ministro português<br />+<br />José II – Austria<br />Catarina II – Rússia<br />Frederico II-Prússia<br />Carlos III - Espanha<br />
  41. 41. INDEPENDÊNCIA DOS EUA<br />
  42. 42. INDEPENDÊNCIA DOS EUA<br />Inicialmente = treze colônias inglesas<br />Norte = povoamento<br />Sul = Exploração<br />Mudança na política fiscal inglesa <br />após a Guerra dos Sete Anos<br />
  43. 43. 1764 = Sugar Act (Lei do Açúcar)<br />
  44. 44. OUTRAS LEIS = do selo, do chá<br />A população colonial reage<br />
  45. 45.
  46. 46. Carga de Chá ao Mar: Boston Tea Party<br />
  47. 47. INGLATERRA CONTRA-ATACA<br />Leis intoleráveis<br /><ul><li>Indenização
  48. 48. Fechamento do Porto
  49. 49. Ocupação Militar</li></li></ul><li>Colonos reagem<br />Primeiro Congresso da Filadélfia<br />(1774)<br />PELO FIM DAS LEIS <br />INTOLERÁVEIS<br />
  50. 50. 1775: Segundo Congresso da Filadélfia<br />DECIDE PELA SEPARAÇÃO!<br />
  51. 51. Thomas Jefferson<br />1776:<br /> Declaração de<br />Independência<br />Inspiração<br />Iluminista<br />(Idéias de<br />John Locke)<br />
  52. 52. Primeiro Presidente dos EUA<br />George Washington<br />

×