Pagar o bem com o mau

2.190 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.190
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
677
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pagar o bem com o mau

  1. 1. AMAI OS VOSSOS INIMIGOS Pagar o mau com o bem Capítulo XII
  2. 2. Tendes ouvido o que foi dito: Amarás ao teu próximo eaborrecerás ao teu inimigo. Mas eu vos digo: Amai os vossosinimigos, fazei bem ao que vos odeia, e orai pelos que vosperseguem e caluniam, para serdes filhos de vosso Pai, que estános céus, o qual faz nascer o seu o seu sol sobre bons e maus, evir chuva sobre justos e injustos. Porque, se não amardes senãoaos que vos amam, que recompensa haveis de ter? Não fazem ospublicanos também assim? E se saudardes somente aos vossosirmãos, que fazeis nisso de especial? Não fazem também assimos gentios? – Eu vos digo que, se a vossa justiça não for maior emais perfeita que a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reinodos Céus. (Mateus, V: 20, 43-47).
  3. 3. Se o amor aopróximo é oprincípio dacaridade, amaraos inimigos é asua aplicaçãosublime, porqueessa virtudeconstitui uma dasmaiores vitóriasconquistadassobre o egoísmo eo orgulho.
  4. 4. A vingança nos torna iguais aoinimigo; o perdão faz-nossuperiores a ele.
  5. 5. Devemos perdoar sem segundaintenção e incondicionalmente,pelo mal que nos fizeram. E nãoopor nenhum obstáculo à
  6. 6. Desejando-lhe o bem em vezdo mal. E alegrar-nos emlugar de aborrecer-nos com obem que os atinge. Éestender-lhes a mãoprestativa em caso denecessidade. É abster-nos, por atos e palavras, detudo o que possa prejudicá-los.
  7. 7. Deve também agradecer a mão quelhe oferece a ocasião de mostrar asua paciência e a sua resignação
  8. 8. O amorincondicional éaquele que doa omelhor de si,mesmo que estejarecebendo o piorde alguém, porqueele não dependede ser querido,nem de ser aceitoe não esmorece sefor ignorado.
  9. 9. O Monge e o EscorpiãoMonge e discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por umaponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correupela margem do rio, meteu-se na água e tomou o bichinho na mão.Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e, devido à dor, o homemdeixou-o cair novamente no rio.Foi então a margem tomou um ramo de árvore, adiantou-se outra vez acorrer pela margem, entrou no rio, colheu o escorpião e o salvou. Voltou omonge e juntou-se aos discípulos na estrada. Eles haviam assistido à cenae o receberam perplexos e penalizados.- Mestre, deve estar doendo muito! Porque foi salvar esse bicho ruim evenenoso? Que se afogasse! Seria um a menos! Veja como ele respondeuà sua ajuda! Picou a mão que o salvara! Não merecia sua compaixão!O monge ouviu tranqüilamente os comentários e respondeu:- Ele agiu conforme sua natureza, e eu de acordo com a minha.
  10. 10. E Jesus não vos ensinou apedir a Deus que vos perdoeas ofensas como houverdesvós mesmos perdoados?L.E- Questão 764
  11. 11. Convido vocês a fazerem um Jogo de Faz de Conta:- Vivenciem um dia inteiro fazendo de conta que sabem amarincondicionalmente.- Sejam pacientes e tolerantes.- Relevem as pequenas mágoas, os pequenos ressentimentos.- Olhem nos olhos do outro.- Exercitem a solidariedade, a compaixão, o companheirismo.- Evitem a autocrítica negativa e a crítica ao outro.- Priorizem atividades que visem ajudar o próximo.- Se permitam ter tempo para si mesmo e para o outro.- Façam de conta que estão perdoando a si mesmo, a tudo e a todos.- Façam de conta que vocês se amam e se respeitam e que tambémamam e respeitam o outro.- Imaginem que amam a humanidade além dos interesses do ego.- Sorriam, sejam gentis e atenciosos.- Expressem através da palavra e dos gestos calma, alegria, esperança ecarinho.

×