VII JORNADA DE
INICIAÇÃO CIENTÍFICA
UNIJALES
Programa
e Resumos
20 e 21 DE NOVEMBRO DE 2014
Centro Universitário de Jales
...
Centro Universitário de Jales
Reitor: Dr. Silvio Luiz Lofego
Vice-reitora: Maria Christina Fuster Soler Bernardo
Diretoria...
Maria Angélica Mistilides Polízio - Representante da Coordenadoria de Curso
Luciana Aparecida Rocha - Representante da Coo...
S U M Á R I O
Apresentação............................................................ 06
Programa...........................
VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Pág. 06
Chegamos à sétima edição da Jornada de Iniciação Científica do Centro Uni-
ver...
procedimentos adequados para o aperfeiçoamento dos seus conhecimentos,
como a escolha de bons autores, a elaboração de sín...
Pág. 08
Programa
DIA 20/11
LOCAL:	 Salão de eventos da APAE Jales, Rua dos Girassóis, nº 3.327,
		 Santo Expedito.
19H		 A...
Pág. 09
Comunicações
CIÊNCIAS DA SAÚDE E DA VIDA
GRUPO 1A - ESTÉTICA
SALA 33 – TERCEIRO ANDAR (apresentações para o públic...
O EFEITO DA MASSAGEM NO ALÍVIO DA DOR EM PACIENTES COM
CÂNCER
Juliana Eduarda Prado Rodrigues
Mirela Gazzola Fernandes
Ori...
TÉCNICAS TERAPÊUTICAS MANUAIS PARA O ALÍVIO DA DOR NA
DISMENORRÉIA: revisão de literatura.
Claudia Caroline Camazano
Fabia...
ÁCIDO ASCÓRBICO: ação e combate no envelhecimento cutâneo
Ana Carolina De Oliveira Ferreira
Juliana Rocha Sacchi Correia
O...
Pág. 13
GRUPO B – ENFERMAGEM
SALA 32 – SEGUNDO ANDAR (apresentações para o público)
Docentes responsáveis: Taisa Reche Mes...
Pág. 14
A IMPORTÂNCIA DA DETECÇÃO PRECOCE DOS SINAIS E SINTO-
MAS RELACIONADOS À SEPSE: UMA REVISÃO DE LITERATURA
Anderson...
Pág. 15
GRUPO C – FISIOTERAPIA
SALA 37 – TERCEIRO ANDAR (apresentações para o público)
Docentes responsáveis: Bruno Henriq...
PROPOSTA DE TRATAMENTO FISIOTERÁPICO NAS HÉRNIAS DE
DISCO LOMBAR
Lucas Rodrigues de Oliveira Mello.
Aluno 5° Fisioterapia ...
Pág. 17
EDUCAÇÃO, HISTÓRIA E CULTURA
SALA 23 – PRIMEIRO ANDAR
Docentes responsáveis: Jémerson Quirino de Almeida, Célia Re...
Pág. 18
MOTIVAÇÃO E SUPERAÇÃO COM A FÁBULA “CORRIDA DE SAPINHOS”
Aline Pontes Fernandes
Anne Caroline Fernandes
Angela Mar...
Pág. 20
GESTÃO, FINANÇAS E TECNOLOGIAS
GRUPO A – ADMINISTRAÇÃO E SISTEMAS
SALA 28 – SEGUNDO ANDAR
Docentes responsáveis: D...
Pág. 20
LOGÍSTICA REVERSA – UM ESTUDO DOS BENEFÍCIOS GERADOS
AO SETOR DE MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS DA FRIGOESTRELA S/A.
Hudso...
Pág. 21
GRUPO B - Administração
SALA 29 – SEGUNDO ANDAR
Docentes responsáveis: Elis Andréia V. Vedroni e Luciana Aparecida...
Pág. 22
AS FRAUDES E O CONTROLE INTERNO NAS MICRO E PEQUENAS
EMPRESAS
Leonardo Cocharro Preto
leo_cocharro@hotmail.com
Bru...
Pág. 23
QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT) PESQUISA DE CAMPO NA
CONCESSIONÁRIA ROSSAFA MOTOS LTDA/JALES-SP
Rafael Cunha d...
Pág. 24
GRUPO C – CIÊNCIAS CONTÁBEIS
SALA 31 – SEGUNDO ANDAR
Docentes responsáveis: Júlio César Siqueira, Adilson Venâncio...
Pág. 25
O PAPEL DA ÉTICA NA PROFISSÃO CONTÁBIL
Jéssica Rodrigues Ferreira
Michel Bruno Alves Santos Oliveira
UNIJALES- Cen...
Pág. 26
Exposição de Painéis
Local: Salão de entrada da UNIJALES
EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS (CARTAZES) DAS ALUNAS DO 2º
SEMES...
Pág. 27
Resumos
COMUNICAÇÕES
CIÊNCIAS DA SAÚDE E DA VIDA
Grupo A – Estética
Docentes responsáveis: Adriana Cristina Louren...
Pág. 28
de uma revisão de literatura a importância da drenagem linfática manual no tratamento
de acne, através de uma técn...
Pág. 29
as características físicas apresentadas por estes pacientes. No decorrer do trabalho foram
ressaltados os sintomas...
Pág. 30
de que for usada possui também efeito antibacteriano. Objetivo: realizar uma revisão
bibliográfica a respeito do e...
Pág. 31
tem como objetivo, mostrar que o toque através de técnicas de massagem pode propor-
cionar uma melhora física e ps...
Pág. 32
ALTERAÇÕES ESTÉTICAS DA VITAMINA C NO ENVELHECIMENTO CULTÂNEO.
Débora Cristina Fidelis
Daniela Cristina Batista Lu...
Pág. 33
A IMPORTÂNCIA DO FILTRO SOLAR NAS DISCRONIAS: revisão de literatura.
Aline Da Silva Janasco
Caroline De Freitas Da...
Pág. 34
MASSAGEM TERAPÊUTICA UTILIZADA PARA TRATAMENTO DO ESTRESSE FÍ-
SICO E PSICOLÓGICO.
Gabriela Bonfim Rondini, Laisa ...
Pág. 35
HUMANIZAÇÃO NA ENFERMAGEM
Aluna: Eliane Mancuzo
Graduanda de Enfermagem
eliane.saracuza@hotmail.com
Orientadora: L...
aos tipos de métodos contraceptivos existentes, abordando a importância da escolha e
utilização adequadamente correta para...
A IMPORTÂNCIA DA DETECÇÃO PRECOCE DOS SINAIS E SINTOMAS RELACIO-
NADOS À SEPSE: UMA REVISÃO DE LITERATURA
Anderson Rodrigo...
número de instituições que inserem a auditoria no ambiente hospitalar, visando melhora
na qualidade da assistência.
AUTOME...
uso de drogas ilícitas. Jovens, em busca de diversão e aventuras acabam tendo novas
experiências e não se dão conta do ris...
existente na atenção primária em saúde (APS), nível considerado fundamental no processo
de assistência, está responsável p...
A IMPORTÂNCIA DO EXERCÍCIO MULTISSENSORIAL PARA MELHORA DO EQUI-
LÍBRIO EM IDOSOS
Geane da Silva
Thais Pereira Gonçalves
C...
no tratamento do paciente. Como conclusão foi possível constatar os benefícios do pilates
como tratamento alternativo na r...
pode observar uma incidência de 35% de inclinação de cabeça, 10% de cabeça rodada, a
assimetria de ombros e assimetria do ...
sendo Google Acadêmico e Scielo Scientific Library, Manuais Oncológicos e Guias de cuida-
dos paliativos, com objetivo de ...
em processo de decadência devido à priorização do transporte rodoviário por parte do
governo federal, que direcionou os in...
fantoches, que a partir da fábula “A lebre a tartaruga” possibilitou ao aluno momentos de
reflexão sobre a própria vivênci...
mento da identidade do educando é um exemplo, pois esta modalidade teatral possibilita
a vivência de diferentes papéis soc...
dos seus direitos e sentem-se mais livres para falar sobre o assunto, reconhecem a exis-
tência da agressão moral e discri...
quisas realizadas o presente trabalho irá propor um sistema de irrigação controlado pela
plataforma Arduino, que irá contr...
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Caderno SUAS de resumo 2014   corrigido
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Caderno SUAS de resumo 2014 corrigido

524 visualizações

Publicada em

TUDO SOBRE O SUAS

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caderno SUAS de resumo 2014 corrigido

  1. 1. VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UNIJALES Programa e Resumos 20 e 21 DE NOVEMBRO DE 2014 Centro Universitário de Jales UNIJALES
  2. 2. Centro Universitário de Jales Reitor: Dr. Silvio Luiz Lofego Vice-reitora: Maria Christina Fuster Soler Bernardo Diretoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Dr. Silvio Luiz Lofego Diretora de Graduação Rosângela Juliano Bordon Bigulin Membros do CONSU – 2014 Silvio Luiz Lofego - Reitor Maria Christina Fuster Soler Bernardo – Vice-Reitora Acadêmica Alcebíades Bernardo Neto – Vice-Reitor Administrativo Adriana Cristina Lourenção Valério – Representante dos Coordenadores Júlio César Siqueira– Representante dos Coordenadores Luciana Aparecida Rocha – Representante dos Coordenadores Alcebíades Bernardo Júnior – Representante do Corpo Docente Daisy Aparecida Romagnoli de Andrade – Representante do Corpo Docente Rosangela Juliano Bordon Bigulin – Representante da Mantenedora Carlos Roberto Valério Júnior – Representante da Mantenedora Flávia Carolina Valério – Representante do Corpo Técnico-Administrativo Alexandre Alves Rensi – Representante da Comunidade Marinalva Ribeiro Neto – Representante do Corpo Discente CÂMARA DE LEGISLAÇÃO, NORMAS E RECURSOS: Presidente: Rosangela Juliano Bordon Bigulin Conselheiros: Flávia Carolina Valério, Alcebíades Bernardo Neto, Daisy Aparecida Romagnoli de Andrade CÂMARA DE ADMINISTRAÇÃO: Presidente: Alcebíades Bernardo Neto Conselheiros: Júlio César Siqueira, Alcebiades Bernardo Júnior, Carlos Roberto Valério Júnior CÂMARA DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS: Presidente: Luciana Aparecida Rocha Conselheiros: Rosangela Juliano Bordon Bigulin, Júlio César Siqueira, Daisy Aparecida Romagnoli de Andrade Membros do CONSEPE – 2014 Silvio Luiz Lofego - Reitor Maria Christina Fuster Soler Bernardo – Vice-Reitora Acadêmica Alcebíades Bernardo Neto – Vice-Reitor Administrativo Silvio Luiz Lofego - Representante da Diretoria de Pós, Pesquisa e Extensão Rosangela Juliano Bordon Bigulin - Representante da Diretoria de Graduação
  3. 3. Maria Angélica Mistilides Polízio - Representante da Coordenadoria de Curso Luciana Aparecida Rocha - Representante da Coordenadoria de Curso Brunno Henrique Rubinho Toniolli - Representante da Coordenadoria de Curso Célia Regina da Silva Zerbato - Representante da Coordenadoria de Estágio Cyntia Gutierrez de Freitas Umiji- Representante do Corpo Docente Maria Aparecida Moreira Martins - Representante do Corpo Docente Alice Seixas Pereira - Representante da Mantenedora Fábio Luiz Batista Pasini - Representante do Corpo Discente COMISSÃO DE ENSINO E GRADUAÇÃO: Presidente: Rosangela Juliano Bordon Bigulin Conselheiros: Brunno Henrique Rubinho Toniolli, Célia Regina da Silva Zerbato, Maria Angélica Mistilides Polízio COMISSÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO: Presidente: Silvio Luiz Lofego Conselheiros: Maria Aparecida Ribeiro Martins, Luciana Aparecida Rocha , Cyntia Gutierrez de Freitas COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO E NORMAS: Presidente: Luciana Aparecida Rocha Conselheiros: Silvio Luiz Lofego, Maria Aparecida Ribeiro Martins, Cyntia Gutierrez de Freitas COMISSÃO DE RECURSOS: Presidente: Maria Angélica Mistilides Polízio Conselheiros: Rosangela Juliano Bordon Bigulin, Brunno Henrique R. Toniolli, Alice Seixas Pereira Caderno de Programa e Resumo Prof. Dr. Silvio Luiz Lofego Secretaria de Graduação / Pós-Graduação Rosinei Socorro Fonseca Biblioteca Central João Paulo Lisboa Campaneri Equipe de Apoio Técnico Danillo Rangel, Vandré Rabelo Medina, Marta Carvalho de Lima Supervisão Geral Prof. Dr. Silvio Luiz Lofego Observação: A precisão das informações contidas nos resumos enviados pelos inscritos, bem como a adequação dos textos em norma culta, é de inteira responsabilidade dos autores.
  4. 4. S U M Á R I O Apresentação............................................................ 06 Programa................................................................. 08 Comunicações e Exposições: Local e horário............... 09 Exposição de Painéis....... 18 Resumos................................................................... 20
  5. 5. VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Pág. 06 Chegamos à sétima edição da Jornada de Iniciação Científica do Centro Uni- versitário de Jales. Um evento que foi idealizado para abrir caminhos àqueles acadêmicos que não nasceram para se acomodar com o trivial. Cabe reafirmar que estamos trabalhando na perspectiva de que pesquisa e aprendizado não se dissociam. Já se foi o tempo em que o conhecimento se espalhava entre os discentes por meio de um transmissor chamado professor. Hoje, o professor é aquele que orienta e faz a mediação entre a pesquisa e o aprendizado, é quem auxilia na aplicação de métodos que levarão a desco- bertas. Por essa razão, um evento como a VII Jornada de Iniciação Científica, nada mais é do que a culminância de uma etapa, e, ao mesmo tempo, pre- tende ser a abertura para outras. Assim sendo, vinculado ao Programa de Iniciação Cientifica (PIC) da Uni- jales, esse evento tem hoje a missão de apresentar o despertar da produção acadêmica, comunicar trabalhos e revelar esforços para produção científica. Seja por meio dos trabalhos de conclusão de curso (TCC), grupos de estudos, programas de estágios ou propriamente do Programa de Iniciação Científica; todos os trabalhos demandam um percurso que visa cruzar o caminho da ex- celência, da autonomia e do desenvolvimento social. Trilhamos na Unijales o ensino/pesquisa como parte de um mesmo processo. De um processo que se tornou imperativo no século XXI, tendo em vista que nenhum conhecimento está acima de novos questionamentos e releituras. Diante da angústia do efêmero, temos a consciência de que a pesquisa é nossa companheira inseparável, pois irá nos proteger da voracidade contem- porânea e nos fortalecer contra as incertezas do novo. Desse modo, tornar-se pesquisador é condição necessária para consolidar e alavancar a carreira profissional, embora não se pretenda a pesquisa en- quanto profissão, ou seja, mesmo que você não deseje entrar para algum núcleo de pesquisa especializada. Neste sentido, estamos aqui aplicando duas categorias de pesquisador: a do autodidata e a do cientista de carreira. O cientista, obviamente, vai desenvolver técnica cada vez mais apurada, ao logo de sua carreira, e aperfeiçoará seus métodos de investigação. No entanto, o autodidata (aqueles que vai estudar por conta própria) também deverá adotar Apresentação Unijales, 2014
  6. 6. procedimentos adequados para o aperfeiçoamento dos seus conhecimentos, como a escolha de bons autores, a elaboração de sínteses, apreensão de conceitos, e a formulação de teses fundamentadas nas leituras, debates ou por outros meios de fomento do pensamento reflexivo. Seja qual for o seu caso, a VII Jornada de Iniciação Científica da Unijales é para você, universitário e futuro profissional. Seja bem-vindo! Prof. Dr. Silvio Luiz Lofego Reitor VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Pág. 07Unijales, 2014
  7. 7. Pág. 08 Programa DIA 20/11 LOCAL: Salão de eventos da APAE Jales, Rua dos Girassóis, nº 3.327, Santo Expedito. 19H ABERTURA 19h30 CONFERÊNCIA A importância da Iniciação Científica para a capacitação e inserção dos formandos no mercado de trabalho – Profa. Dra. Joseli Piranha (UNESP/Rio Preto) DIA 21/11 LOCAL Unidade Central da Unijales – Avenida Francisco Jalles, 1851. 19h às 22h Comunicação de trabalhos de TCC e Iniciação Científica (seções por área de pesquisa) VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  8. 8. Pág. 09 Comunicações CIÊNCIAS DA SAÚDE E DA VIDA GRUPO 1A - ESTÉTICA SALA 33 – TERCEIRO ANDAR (apresentações para o público) Docentes responsáveis: Adriana Cristina Lourenção Valério, Suelen Alves Kawano Romelas, Cyntia Gutierres B. de Freitas Umiji e Willian Henrique Garcia ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE ESTÉTICA EM QUEIMADOS: uma pesquisa bibliográfica acerca dos recursos estéticos Helena Gouveia Casagrande, Silvana Oliveira de Souza Orientadora Cyntia Gutierrez de Freitas Umiji Centro Universitário de Jales- Jales sil_estetica@yahoo.com.br DRENAGEM LINFÁTICA EM PELE COM ACNE Jussara Patrícia Canossa Márcia Helena Nogueira Nayara Dantas Silva Orientador (a): Adriana Cristina Lourenção Valério Centro Universitário De Jales – UNIJALES PREVENÇÃO E CONTROLE DO LINFEDEMA EM MULHERES MASTEC- TOMIZADAS: a drenagem linfática manual como forma de trata- mento. Ana Paula Barbosa Silval Giane Carla Ferreira Renata Dias Botelho Senna Orientador: Ms. Brunno Henrique Rubinho Toniolli Centro Universitário De Jales – UNIJALES gianecarlaferreira@hotmail.com lyne_molina@hotmail.com VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  9. 9. O EFEITO DA MASSAGEM NO ALÍVIO DA DOR EM PACIENTES COM CÂNCER Juliana Eduarda Prado Rodrigues Mirela Gazzola Fernandes Orientador (a): Cyntia Gutierrez Freitas Umiji Centro Universitário De Jales – UNIJALES cyntia.gfu@gmail.com A IMPORTÂNCIA DA APLICABILIDADE DO ELETROLIFTING COMO FORMA DE TRATAMENTO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO. Elisama Fernandes da Silva Mayara de Souza Rodrigues Rose Sandra Ozório Costa Orientador: Ms. Brunno Henrique Rubinho Toniolli Centro Universitário de Jales – UNIJALES brunnorubinho@bol.com.br USO DA MICROCORRENTE NO PROCESSO DA REPARAÇÃO TECIDU- AL: Revisão de Literatura. Gilmara Flávia Eduardo Virginia de Sousa Pereira Orientador (a): Cyntia Gutierrez Freitas Umiji Centro Universitário De Jales - UNIJALES mara_26_sp@hotmail.com PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS NO TRATAMENTO DE RUGAS FACIAIS Franciele Mariano de Jesus Joelma Silva Pereira Orientador (a): Ms. Roselene Cristina Tribioli Watanabe Centro Universitário De Jales – UNIJALES rctwatanabe@hotmail.com BENEFÍCIOS DA TERAPIA DO TOQUE EM IDOSOS ATRAVÉS DE DIFERENTES TÉCNICAS DE MASSAGENS: Revisão de literatura. Bruna Lopes Antônio Elisania Alves Rodrigues Kelen Elisa Soler Burilli Orientador (a): Cyntia Gutierrez Freitas Umiji Centro Universitário De Jales - UNIJALES kelensoler@hotmail.com Pág. 10VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  10. 10. TÉCNICAS TERAPÊUTICAS MANUAIS PARA O ALÍVIO DA DOR NA DISMENORRÉIA: revisão de literatura. Claudia Caroline Camazano Fabiana Jardin Barbosa Laís Cândido Martins Orientador (a): Ms. Adriana Cristina Lourenção Valério Centro Universitário De Jales – UNIJALES claudiaccamazano@hotmail.com APLICAÇÃO DA MICROGALVANOPUNTURA EM ESTRIAS ALBAS Allana Christina Costa Lima Poliana Miranda Rodrigues Silva Taila Conceição dos Santos Correa Nardez Centro Universitário De Jales – UNIJALES poliana_rodriguesms@hotmail.com ALTERAÇÕES ESTÉTICAS DA VITAMINA C NO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO. Débora Cristina Fidelis Daniela Cristina Batista Luiz Orientador: Professor Eduardo Yasunaga Centro Universitário de Jales – UNIJALES eduyasunaga@yahoo.com.br CRITÉRIOS PARA O USO ADEQUADO DO ÁCIDO KÓJICO NO TRATAMENTO DO MELASMA. Jéssica Fernanda Cabreira Leilane Andressa Alexandre Zilio Thais Pivotto da Guia Orientador: Eduardo Yukio Yasunaga Centro Universitário de Jales – UNIJALES jessikakiara@hotmail.com A IMPORTÂNCIA DO FILTRO SOLAR NAS DISCRONIAS: revisão de literatura. Aline Da Silva Janasco Caroline De Freitas Da Rocha Luany Meneguini Da Silva Orientador (a): Ms. Adriana Cristina Lourenção Valério Centro Universitário De Jales – UNIJALES drilourencao@gmail.com Pág. 11VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  11. 11. ÁCIDO ASCÓRBICO: ação e combate no envelhecimento cutâneo Ana Carolina De Oliveira Ferreira Juliana Rocha Sacchi Correia Orientador: Wederson Henrique Do Livramento Silva Centro Universitário De Jales – UNIJALES wederson_wh@hotmail.com MASSAGEM TERAPÊUTICA UTILIZADA PARA TRATAMENTO DO ES- TRESSE FÍSICO E PSICOLÓGICO. Gabriela Bonfim Rondini, Laisa Daiane Penha, Mariana Masano Orientador: Ms. Brunno Henrique Rubinho Toniolli Centro Universitário De Jales - UNIJALES gabi_b.r@hotmail.com USO DA MICROCORRENTE NO PROCESSO DA REPARAÇÃO TECIDU- AL: Revisão de Literatura. Pág. 12VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  12. 12. Pág. 13 GRUPO B – ENFERMAGEM SALA 32 – SEGUNDO ANDAR (apresentações para o público) Docentes responsáveis: Taisa Reche Mesquita, Ana Lúcia Bello Rugai, Lidia- ne C. H. C. Saraiva e Telma Cristina Berceline AUDITORIA NA QUALIDADE DO SERVIÇO DE SAÚDE: UMA REVISÃO DE LITERATURA Luana Gonçalves Andrade graduanda de enfermagem Luana.g.andrade@hotmail.com; Mayara da Silva Souza graduanda de enfermagem Mayara_enfermeira@hotmail.com; Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br HUMANIZAÇÃO NA ENFERMAGEM Aluna: Eliane Mancuzo Graduanda de Enfermagem eliane.saracuza@hotmail.com Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE UNIVERSITÁRIOS DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UNIJALES SOBRE OS MÉTODOS CONTRACEP- TIVOS. Daniela Murcia Reis graduanda de enfermagem email: daniela_murcia@hotmail.com; Taisa Oliveira Favaro email: taisa15favaro@hotmail.com; Orientadora: Gisele Lauer Murta Gobi email: gilauermurta@hotmail.com QUALIDADE DE VIDA DE INDIVÍDUOS COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 ACOMPANHADOS POR UMA EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA DO MUNICÍPIO DE JALES/SP. Angélica Patrícia Guimarães graduanda de enfermagem e-mail: angelicapatricia_fia@hotmail.com; Natália Magalhães Miotto e-mail: natalia_fofilix@hotmail.com; Orientadora: Priscila Cristina Zignani Pimentel e-mail: priscila_zignani@hotmail.com VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  13. 13. Pág. 14 A IMPORTÂNCIA DA DETECÇÃO PRECOCE DOS SINAIS E SINTO- MAS RELACIONADOS À SEPSE: UMA REVISÃO DE LITERATURA Anderson Rodrigo Faile Pedro Henrique Pinheiro de Azevedo Centro Universitário de Jales - UNIJALES rodrigo_faile@msn.com pedroh.azevedo.enf@gmail.com A AUDITORIA E SEUS BENEFÍCIOS VOLTADOS PARA ASSISTÊNCIA EM ENFERMAGEM NO SETOR HOSPITALAR Ana Flávia Moreira Dos Reis fla_lindinha27@hotmail.com Beatriz Garcia Pirola. beatrizpirola@hotmail.com Orientadora: Lidiane Carla Herrera Da Costa Saraiva. lidianeherrera@zipmail.com.br lyne_molina@hotmail.com AUTOMEDICAÇÃO E A MÍDIA Aline Maely Couto Santos graduanda de enfermagem alinemaelycoutosantos@gmail.com; Maiane Joyce de Freitas graduanda de enfermagem Mayane_joyce@hotmail.com; Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br LEVANTAMENTO DE APREENSÕES DE DROGAS ILÍCITAS, REGIS- TRADAS ATRAVÉS DE BOLETIM DE OCORRÊNCIA POLICIAL, NO MUNICÍPIO DE ITURAMA E POSSÍVEIS INTERVENÇÕES DE EN- FERMAGEM Aline Maely Couto Santos graduanda de enfermagem alinemaelycoutosantos@gmail.com; Maiane Joyce de Freitas graduanda de enfermagem Mayane_joyce@hotmail.com; Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  14. 14. Pág. 15 GRUPO C – FISIOTERAPIA SALA 37 – TERCEIRO ANDAR (apresentações para o público) Docentes responsáveis: Bruno Henrique Rubinho Toniolli ,Hamilton Nahes, Júlio Cesar Furlanetto, Ronaldo Beltran de Souza e Roselene Cristina Tribioli Watanabe. SATISFAÇÃO DOS PACIENTES ATENDIDOS NO SETOR DA FISIOTERAPIA DA CLÍNICA ESCOLA-UNIJALES AMANDA MILENA ANDREOLO DOS REIS JAQUELINE ALVES NACANISHI Instituição: FISIOTERAPIA- UNIJALES amandamillena_band@hotmail.com A UTILIZAÇÃO DA CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA COMO FORMA DE PREVENÇÃO EM SAÚDE Elizangela Cristina Maia lizinhamaia8@hotmail.com 5º Fisioterapia Unijales ANÁLISE COMPARATIVA DA MOBILIDADE FUNCIONAL E EQUILÍ- BRIO ENTRE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS E NÃO INSTITUCIO- NALIZADOS Fernanda Silva Sabadini Géssica Alves de Almeida Centro Universitário de Jales – UNIJALES Curso: Fisioterapia fernanda.sabadini@hotmail.com geh_30@hotmail.com A IMPORTÂNCIA DO EXERCÍCIO MULTISSENSORIAL PARA MELHO- RA DO EQUILÍBRIO EM IDOSOS Geane da Silva Thais Pereira Gonçalves Centro Universitário de Jales – UNIJALES Email: thais_pegon@hotmail.com geanesilva1984@hotmail.com O MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA HERNIA DISCAL Guilherme Oliveira Marcolino UNIJALES guilherme_oliveira88@hotmail.com VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  15. 15. PROPOSTA DE TRATAMENTO FISIOTERÁPICO NAS HÉRNIAS DE DISCO LOMBAR Lucas Rodrigues de Oliveira Mello. Aluno 5° Fisioterapia Unijales lucasrom1@hotmail.com ESTUDO DA INCIDÊNCIA DE DESVIOS POSTURAIS EM ESCOLARES DO ENSINO PÚBLICO FUNDAMENTAL DA CIDADE DE SÃO FRAN- CISCO-SP Marcos Vinicyus da Silva Ruiz m.vinicyus01@hotmail.com CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JALES – UNIJALES A INFLUÊNCIA DA VISÃO COMO FATOR DESENCADEANTE DE QUE- DAS EM IDOSOS Patrícia Crepaldi Franco Centro Universitário de Jales (UNIJALES) patycrepaldifranco@hotmail.com CUIDADO PALIATIVO EM PACIENTE ONCOLOGICO EM FASE TERMI- NAL: O PAPEL DA FISIOTERAPIA NA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR. Raquel Ribeiro da Silva raribeirosilva@hotmail.com 5º Fisioterapia UNIJALES EXERCÍCIO FÍSICO NO IDOSO HIPERTENSO Thayane Roberta Laurentino Santos Eliane Santana de Oliveira CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JALES thayane-ppg@hotmail.com elianepopulina@hotmail.com Pág. 16VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  16. 16. Pág. 17 EDUCAÇÃO, HISTÓRIA E CULTURA SALA 23 – PRIMEIRO ANDAR Docentes responsáveis: Jémerson Quirino de Almeida, Célia Regina da Silva Zerbato, José Renato Sessino Toledo Barbosa e Madalena Guisso Doho O FIM DA LINHA: A CHEGADA DA FERROVIA À JALES Widson Tainan Martins Graduando em História Programa de Iniciação Científica da UNIJALES Orientador: Prof. Dr. Silvio Luiz Lofego A FÁBULA DE CHAPEUZINHO VERMELHO EM FANTOCHE Jhenifer Felix Polveiro Fabrício Pereira da Silva Nathany Montovani de Andrade Jhainara Aparecida da Silva Francieli Renata Maraia Suelen Marcolino da Costa Janaina dos Santos Souza Graduandos do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail:Jheni_felix@hotmail.com ÉTICA E IDENTIDADE COM A FÁBULA “A LEBRE E A TARTARUGA” Dienifer de Araújo Silvestre Flávia Cristina Belarmino Geisiane Viana Carvalho Juliana Francisco Oliveira Silva Larisse Raiane da Silva Nathália Norimbeni Ferreira Patrícia Teixeira Mastelari Graduandas do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail: dienifer_araujo@hotmail.com VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  17. 17. Pág. 18 MOTIVAÇÃO E SUPERAÇÃO COM A FÁBULA “CORRIDA DE SAPINHOS” Aline Pontes Fernandes Anne Caroline Fernandes Angela Maria Silva Rodrigues Denise Camila dos Santos Francieli Daiane Nogueira Jonatas Rodrigues de Mattos Luana Detofoli Mileni Sumaio da Silva Graduandos do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail: alinepontes95@gmail.com AS RELAÇÕES SOCIAIS EM UM CONTEXTO DE EDUCAÇÃO INFANTO- JUVENIL Edicléia Antunes da Silva Jaqueline Fernanda Izidoro Gleiziane Ribeiro de Santana de Oliveira Sara Maria Danithele Milan dos Santos Daiane Gabrieli Nogueira Graduandas do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail: ediantunes444@hotmail.com O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA DEFICIENTES AUDITIVOS NO EN- SINO FUNDAMENTAL Heloísa Agassi Pessopane Oliveira: 3° ano do curso de Pedagogia / UNIJALES E-mail: heloisaagassi@hotmail.com Profª orientadora: Ms Madalena Guisso Doho A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E OS SEUS DIREITOS Alunos do 3° ano do curso de Pedagogia / UNIJALES E-mail: maguisso@ superig.com.br Profª orientadora: Madalena Guisso Doho – Docente da UNIJALES VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  18. 18. Pág. 20 GESTÃO, FINANÇAS E TECNOLOGIAS GRUPO A – ADMINISTRAÇÃO E SISTEMAS SALA 28 – SEGUNDO ANDAR Docentes responsáveis: Dejanira Facioni, Alexsandra Alves Jardim, José Paulo Codinhoto. Auxiliares: Cristina Lopes Martins e José Lafayette de Oliveira Gonçalves. CONTROLE DE UMA HIDROPONIA UTILIZANDO ARDUINO Autores: Guilherme dos Santos Castanheira guilhermeguilherme@hotmail.com Renato Pereira renato-jales@hotmail.com Orientador: José Paulo Codinhoto Sistemas de Informação/Centro Universitário de Jales SISTEMA DE CONTROLE DE IRRIGAÇÃO BASEADA EM PLATAFORMA MICROCONTROLADORA COM ARDUINO Denis Ruiz Rodrigues Jonathas Ferreira de Almeida PROCESSO DE REUSO DA ÁGUA: ESTUDO DE CASO NA INDÚSTRIA EM JALES – SP Ananda Regina Oliveira Cleide Souza Silva Dayane Regina David Zuim dayanezuim@gmail.com Orientador: Dejanira Facioni Administração/Centro Universitário de Jales EMPREENDEDORISMO RURAL: ESTUDO DE CASO NA VITIVINICUL- TURA EM JALES-SP Everton Junior Victoreli Lisboa evertonvictoreli@live.com Keller Rafaela Kanuto Castro keller_rafaela@hotmail.com Thiago Okada Mazetti thiagomazetti@gmail.com Orientador: Dejanira Facioni Administração/Centro Universitário de Jales VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  19. 19. Pág. 20 LOGÍSTICA REVERSA – UM ESTUDO DOS BENEFÍCIOS GERADOS AO SETOR DE MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS DA FRIGOESTRELA S/A. Hudson Ricardo Américo hudson_hra@hotmail.com Hugo Rodrigo Américo hgamerico@hotmail.com Laysa Luisa Grigolete laysa_luisa@hotmail.com Orientador: Alexsandra Jardim Alves Administração/Centro Universitário de Jales O USO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL NOS CURSOS DE GRADUA- ÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DOS ALUNOS JÁ FORMADOS. Altieres Molina Secafim altieres@implalife.com.br Dreison Nihi dreison.nihi@hotmail.com Eduardo V. P. de Oliveira edu_pondian@hotmail.com Orientador: Marcio Hirose Fidechina Administração/Centro Universitário de Jales MARKETING SENSORIAL: UMA IMPORTANTE FERRAMENTA DENTRO DAS EMPRESAS Weslei dos Reis Constantino wesleireis@hotmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales ESTUDO DE VIABILIDADE DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CA- DASTRO E CRÉDITO PARA CLIENTES DE UM SUPERMERCADO NA CIDADE DE SANTA RITA D’OESTE Rogério de Jesus Oliveira rogerio.jesus10@hotmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO Katia Francelina da Silva poko_kaso@hotmail.com Natalia Cristine Fernandes da Silva natalia_cristine93@hotmail.com Orientador: Alexsandra Jardim Alves Administração/Centro Universitário de Jales VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  20. 20. Pág. 21 GRUPO B - Administração SALA 29 – SEGUNDO ANDAR Docentes responsáveis: Elis Andréia V. Vedroni e Luciana Aparecida Rocha. Auxiliares: João Júlio Iglésias e Vagner Cesar Julião. RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS: Estudo de caso no ramo varejista de supermercados na cidade de Santa Albertina/SP Acadêmico: Marcelo Fernando da S. Gilona de Araújo marcelo_araujo974@hotmail.com Orientador: Elis Andreia V. Vedroni Administração/Centro Universitário de Jales INFLUENCIA QUE OS FILHOS EXERCEM SOBRE OS GENITORES NO ATO DA COMPA Edmar Rodrigues Bizzi edmarbizzi@hotmail.com Micheli Bianca Olhier Quintana biancaquintana2@hotmail.com Priscila Ferreira Fontana Silva priscilagatinha.10@hotmail.com Stela Rosa Rodrigues Silva pastorastelarosa@hotmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO SERVIDOR PÚBLICO MU- NICIPAL Adriana Viana Albertti adriana-alberti16@hotmail.com Douglas Amorim Castilho douglas.amorim04@hotmail.com Simone Goes dos Santos Jacomassi simony_jales@hotmail.com Viviane Carolina Navarro viviane-navarro@live.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  21. 21. Pág. 22 AS FRAUDES E O CONTROLE INTERNO NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Leonardo Cocharro Preto leo_cocharro@hotmail.com Bruna Jardim Ferreira maroca_doces@hotmail.com Paula Batista Fazolli paulafazolli@gmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales O IMPACTO DOS ESTILOS DE LIDERANÇAS NAS ORGANIZAÇÕES: Uma Revisão de Literatura Orlando Lozapio Junior orlando_lozapio@hotmail.com Rodolfo Avner Justi Ferreira rodolfo.aviner@hotmail.com Thiago Campanha Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO – GVT Natalia Regina Vazon natty_vazon@hotmail.com Vanessa Vieira Trevisol vanessa_vieira_25@hotmail.com Viviane Cristina Vitale Tomaz viviane_vitale@msn.com Orientador: Elis Andreia V. Vedroni Administração/Centro Universitário de Jales MARKETING DE RELACIONAMENTO COMO ESTRATÉGIA DE FIDELI- ZAÇÃO DE CLIENTES‫‏‬ Eliane Nascimento da Silva Monica Oscar de Souza monicaoscar1@hotmail.com Orientador: Elis Andreia V. Vedroni Administração/Centro Universitário de Jales VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  22. 22. Pág. 23 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT) PESQUISA DE CAMPO NA CONCESSIONÁRIA ROSSAFA MOTOS LTDA/JALES-SP Rafael Cunha de Oliveira rafaeloliveiraxp@hotmail.com Wagner Mendes dos Santos mendes-ws@hotmail.com Orientador: Elis Andreia V. Vedroni Administração/Centro Universitário de Jales A INFLUÊNCIA DAS PROPAGAQNDAS NA REDE SOCIAL FACEBOOK NO PROCESSO DE DECISÃO DE COMPRA DO CONSUMIDOR UNI- VERSITÁRIO Priscila Aparecida Marcelino Caires priscila_caires_100@hotmail.com Willians de Oliveira Vasconcelos williansoliveiravas@hotmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA: UM ESTUDO DA REMUNERAÇÃO NO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO MUNICÍPIO DE JALES/SP Fernando Henrique Alves de Souza fernandoh4949@hotmail.com Renan Rodrigo Borges Rigamonte rigamonte_renan@hotmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales A IMPORTÂNCIA DO JOVEM EMPREENDEDOR NO MERCADO DE VA- REJO NA CIDADE DE JALES Alexandro Melo de Souza sandro_mello_souza@hotmail.com Ricardo Bonfim Pimenta ricardo_zerohora@hotmail.com Orientador: Profª Luciana Ap. Rocha Administração/Centro Universitário de Jales VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  23. 23. Pág. 24 GRUPO C – CIÊNCIAS CONTÁBEIS SALA 31 – SEGUNDO ANDAR Docentes responsáveis: Júlio César Siqueira, Adilson Venâncio Arange, Everton Junior dos Santos e Vagner César Julião CONTROLADORIA-FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO CONTROLLER NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÕES NAS EMPRESAS. Aniele Daiane Pavão da Silva/Unijales anieleponzan@hotmail.com Fernanda Prandini de Souza/ Unijales nanda_prandini@hotmail.com OBRIGATORIEDADE DO SPED FISCAL ICMS/IPI NO RAMO DE COMERCIO Daiane de Cassia Montes daianedecassiamontes@gmail.com Tiago Alves Melo Matos tiagoalves.melomatos@gmail.com AUDITORIA INTERNA DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES Diego Dias Faia Maikow Jhordan Faria Teixeira Max Aparecido Pereira Silva Unijales – SP diego_faria12@hotmail.com O CONTROLE INTERNO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Fabiano Moisés de Nazareth/Unijales babyjazzbass@hotmail.com João Paulo de Abreu Monteiro/Unijales monteiro_bvb5510@hotmail.com LEGISLAÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL: ESPECIFICI- DADES E BENEFÍCIOS AO EMPRESÁRIO. Aluno: Isabella da Silva Arrais bellinha_arrais@hotmail.com Aluno: Vinicius Campanholo Pavim pavim_sfs@hotmail.com VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  24. 24. Pág. 25 O PAPEL DA ÉTICA NA PROFISSÃO CONTÁBIL Jéssica Rodrigues Ferreira Michel Bruno Alves Santos Oliveira UNIJALES- Centro Universitário de Jales - SP rodriguesjssica446@gmail.com PRINCIPAIS ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DO BALANÇO PATRI- MONIAL INTRODUZIDA PELAS LEIS 11.638/07 E 11.941/09. Renata Fabiane de Souza Leite biane_93@hotmail.com Jéssica Bruna Buso jessica._.bruna@hotmail.com AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES NA CONTABILIDADE PÚBLICA A PARTIR DA LEI 11.638/2007. Rodrigo Tomim Alves / Unijales rodrigotomim@hotmail.com Vinício Cortes / Unijales vini_uol@hotmail.com DIFERENÇAS TRIBUTÁRIAS ENTRE AS EMPRESAS COMERCIAIS E PRESTADORAS DE SERVIÇOS OPTANTES PELO LUCRO PRESUMIDO Tatiane Falco Oliveira - UNIJALES tatiane.jales@hotmail.com Vanessa Vieira Andreazzi - UNIJALES vanessa_andreazzi@live.com VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  25. 25. Pág. 26 Exposição de Painéis Local: Salão de entrada da UNIJALES EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS (CARTAZES) DAS ALUNAS DO 2º SEMESTRE DE ESTÉTICA – DISCIPLINA DE IMAGEM PESSOAL E ESTILO. Docente responsável: Wederson Henrique do Livramento Silva Pro- fessores auxiliares: Eduardo Yuikiu Yasunaga, Dejanira Facioni e Ana Cláudia Azadinho Campos VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  26. 26. Pág. 27 Resumos COMUNICAÇÕES CIÊNCIAS DA SAÚDE E DA VIDA Grupo A – Estética Docentes responsáveis: Adriana Cristina Lourenção Valério, Suelen Alves Kawano, ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE ESTÉTICA EM QUEIMADOS: uma pesquisa bibliográfica acerca dos recursos estéticos Helena Gouveia Casagrande, Silvana Oliveira de Souza Orientadora Cyntia Gutierrez de Freitas Umiji Centro Universitário de Jales- Jales e-mail: sil_estetica@yahoo.com.br A queimadura é conceituada um trauma de origem térmica capaz de causar lesões diversas nos tecidos orgânicos. Essas lesões seguem desde hiperemia, alterações celulares e imu- nológicas e envolvimento das vias respiratórias, podendo evoluir até o óbito. As queima- duras são classificadas em primeiro, segundo e terceiro grau, sendo a última a mais grave e de difícil tratamento. A atuação do esteticista em pacientes queimados se integra junto à equipe multidisciplinar com a utilização de técnicas manuais e aparelhos. O artigo tem por objetivo: buscar literaturas a respeito de técnicas e recursos estéticos utilizados pelo esteticista no processo de recuperação do paciente queimado. Ressaltar a importância da inserção do profissional de estética na equipe multidisciplinar no tratamento de indivíduos com queimaduras. Metodologia: este trabalho foi elaborado a partir de uma revisão de literatura, através do uso de livros do acervo bibliográfico da UNIJALES e base de dados do Scielo, Lilas e Google acadêmico. Conclui-se que a atuação do profissional esteticista seja necessário para a reabilitação do paciente queimado, através de técnicas manuais e motoras, que ajudam a promover o aumento da elasticidade da pele lesionada, formação de colágeno e a diminuição das cicatrizes hipertróficas e queloides além da sensação de bem estar oferecido ao paciente. DRENAGEM LINFÁTICA EM PELE COM ACNE Jussara Patrícia Canossa Márcia Helena Nogueira Nayara Dantas Silva Orientador (a): Adriana Cristina Lourenção Valério Centro Universitário De Jales – UNIJALES A acne é uma doença do folículo polissebáceo dividida em quatro graus, I, II, III e IV e é através desses graus que se identifica sua gravidade. Os fatores que causam a acne é a hiperprodução sebácea, hiperqueratinização folicular, colonização bacteriana e in- flamação. Surge na puberdade e estima-se que atinge de 80 a 90% dos adolescentes, podendo levar a diminuição da autoestima, distúrbios na imagem corporal, dificuldades de relacionamento social e profissional e depressão. Este trabalho busca demonstrar através VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  27. 27. Pág. 28 de uma revisão de literatura a importância da drenagem linfática manual no tratamento de acne, através de uma técnica de massagem feita com pressões suaves e ritmo lento, favorecendo a troca de oxigênio e nutrientes, ativando a circulação sanguínea e linfática, eliminando toxinas, controlando a produção de sebo e proliferação de bactérias. A meto- dologia utilizada foi descritiva e explicativa feita através de levantamentos bibliográficos. Foi concluído que a drenagem linfática é muito importante no tratamento da acne ativando a circulação sanguínea e linfática, melhorando a nutrição celular, oxigenação do tecido, elimina toxinas, controla produção de sebo e propagação de bactérias. PREVENÇÃO E CONTROLE DO LINFEDEMA EM MULHERES MASTECTOMIZADAS: a drenagem linfática manual como forma de tratamento. Ana Paula Barbosa Silval Giane Carla Ferreira Renata Dias Botelho Senna Orientador: Ms. Brunno Henrique Rubinho Toniolli Centro Universitário De Jales – UNIJALES gianecarlaferreira@hotmail.com Este estudo teve por objetivo ressaltar a eficácia na atuação da drenagem linfática ma- nual em mulheres mastectomizadas, atuando como papel fundamental para o controle e prevenção do linfedema. Sendo o câncer de mama uma patologia muito temida pelas mulheres, pois é o segundo tipo de câncer que mais atinge as mulheres no mundo, tendo formas de tratamento a radioterapia e quimioterapia ou um dos processos mais extremos a mastectomia que é uma cirurgia utilizada para a retirada parcial ou total da mama, pre- venindo sua disseminação, afetando o sistema fisiológico além de psicológico. Observa-se que durante o tratamento o corpo passa por diversas complicações causadas pela retirada dos gânglios linfáticos, dentre elas o linfedema, definido como acúmulo de liquido inters- ticial altamente proteico, culminando no edema do braço afetado. A pesquisa consiste em uma revisão de literatura, realizada através de pesquisas no google acadêmico, Scientific Eletronic Libray Online (scielo) que buscou enfatizar os benefícios da drenagem linfática manual na diminuição do edema do braço, reintegração na sociedade, auto estima, rea- bilitação do membro afetado, contribuindo com suas tarefas diárias, as proporcionando melhor qualidade de vida. Sugere-se que sejam elaborados outros estudos com um nú- mero de população significativa para finalidade de obter resultados mais precisos sobre a técnica da drenagem linfática. O EFEITO DA MASSAGEM NO ALÍVIO DA DOR EM PACIENTES COM CÂNCER Juliana Eduarda Prado Rodrigues Mirela Gazzola Fernandes Orientador (a): Cyntia Gutierrez Freitas Umiji Centro Universitário De Jales – UNIJALES cyntia.gfu@gmail.com Este trabalho de conclusão de curso foi realizado por meio de pesquisa bibliográfica, carac- terizando aspectos qualitativos, sendo assim, o tema apresentou o principal objetivo de- monstrar o efeito da massagem no alívio da dor em pacientes com câncer, além de levantar VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  28. 28. Pág. 29 as características físicas apresentadas por estes pacientes. No decorrer do trabalho foram ressaltados os sintomas desta patologia com ênfase na sensação de dor e a partir disto, teve-se a finalidade de descrever o uso de técnicas de massagens e seus benefícios para redução da dor oncológica. Além disso, o objetivo foi atingido devido ao fato de oferecer informações aos profissionais da saúde sobre a necessidade de utilizar estratégias que visem a melhora da qualidade de vida nos pacientes com câncer, inclusive a atuação dos profissionais da estética nesta área de oncologia. A IMPORTÂNCIA DA APLICABILIDADE DO ELETROLIFTING COMO FORMA DE TRATAMENTO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO. Elisama Fernandes da Silva Mayara de Souza Rodrigues Rose Sandra Ozório Costa Orientador: Ms. Brunno Henrique Rubinho Toniolli Centro Universitário de Jales – UNIJALES brunnorubinho@bol.com.br No decorrer da vida a pele passa por várias mutações que se inicia no nascimento em todo seu trajeto, períodos de desenvolvimento, mudanças hormonais, todas as fases até o processo de envelhecimento. Envelhecer é inevitável, mas os cuidados para retardá-lo estão no estilo de vida de cada um, é um conjunto de atividades como fumar, beber, ali- mentar inadequadamente, o sedentarismo, o excesso de exposição solar, que deixam na pele marcas dos primeiros sinais de envelhecimento. O objetivo deste estudo é verificar a utilidade e eficácia da aplicação da técnica de eletrolifting como forma de tratamento do envelhecimento cutâneo através de uma revisão de literatura. O eletrolifting é uma técnica também chamada de galvanopuntura que estimula a produção de fibras elásticas de colá- geno e elastina, causando uma lesão tecidual associado aos efeitos galvânicos, produzindo um efeito inflamatório responsável pelo reparo das rugas e linhas de expressão. A técnica de eletrolifting apresenta de forma geral resultados satisfatórios. USO DA MICROCORRENTE NO PROCESSO DA REPARAÇÃO TECIDUAL: Revisão de Literatura. Gilmara Flávia Eduardo Virginia de Sousa Pereira Orientador (a): Cyntia Gutierrez Freitas Umiji Centro Universitário De Jales - UNIJALES mara_26_sp@hotmail.com A pele é conhecidamente o maior órgão do corpo humano e é responsável por diversas funções, para que isso aconteça e necessário que esteja integra. Quando ocorre uma lesão o organismo humano imediatamente promove uma resposta através do processo inflama- tório. O objetivo final da reparação tecidual e que a pele tenha características semelhantes a da pele original. A microcorrente é considerada uma corrente endógena por ser de baixa intensidade na faixa dos microampère muito parecida com a fisiológica. A microcorrente promove o aumento na produção de ATP, pois quando ocorre à lesão a célula fica pobre em ATP que é responsável por fornecer energia melhorando o transporte da membrana e aminoácidos, além do efeito de regeneração a microcorrente dependendo da polarida- VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  29. 29. Pág. 30 de que for usada possui também efeito antibacteriano. Objetivo: realizar uma revisão bibliográfica a respeito do efeito da microcorrente no processo de reparação tecidual. Metodologia: este trabalho foi elaborado a partir de uma revisão de literatura, através do uso de livros e base de dados do Scielo e Google acadêmico. Conclusão: constatou-se que a microcorrente por todos os efeitos benéficos que produz ajudam no processo de cica- trização celular podendo ser mais explorado na estética em pós-operatórios, tratamentos de acne e após procedimentos como peeling. PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS NO TRATAMENTO DE RUGAS FACIAIS Franciele Mariano de Jesus Joelma Silva Pereira Orientador (a): Ms. Roselene Cristina Tribioli Watanabe Centro Universitário De Jales – UNIJALES rctwatanabe@hotmail.com O envelhecimento é um processo de dimensão orgânica e funcional, não decorrente de doença e que acontece inevitavelmente com o passar do tempo. Trazendo consigo mo- dificações faciais aparentes como as rugas, que surge pela face como consequência do envelhecimento cutâneo, e originam-se devido à diminuição das funções do tecido con- juntivo por promover uma deformidade nas camadas de gordura e degeneração das fibras elásticas da pele. Para se obter um resultado desejável no tratamentos das rugas faciais alguns procedimentos estéticos podem ser utilizados como a acupuntura, eletroacupun- tura, microdermoabrasão, eletrolifting, laserterapia, microcorrente e a moxaterapia. O intuito deste trabalho foi demonstrar através de um levantamento bibliográfico os efeitos destes procedimentos estéticos no tratamento das rugas faciais. Para atingir os objetivos propostos realizou-se uma pesquisa na base de dados eletrônicos: SCIELO,Google Aca- dêmico; Portal de Pesquisa da BVS e em sites confiáveis da internet, buscando os efeitos destes procedimentos no tratamento de rugas. Observou-se que estes procedimentos são métodos seguros e eficazes no tratamento das rugas faciais, pois promovem melhora da aparência da pele e retarda o envelhecimento. BENEFÍCIOS DA TERAPIA DO TOQUE EM IDOSOS ATRAVÉS DE DIFERENTES TÉCNICAS DE MASSAGENS: Revisão de literatura. Bruna Lopes Antônio Elisania Alves Rodrigues Kelen Elisa Soler Burilli Orientador (a): Cyntia Gutierrez Freitas Umiji Centro Universitário De Jales - UNIJALES kelensoler@hotmail.com Ao descrever sobre a velhice é preciso olhar a complexidade desse campo e suas múltiplas determinações nas relações com a sociedade, com as perdas biológicas e de funcionalida- de. A busca por uma qualidade de vida melhor tem despertado novas alternativas, sendo assim a massagem e o toque podem trazer benefícios a vida do idoso proporcionando estímulos que ajudam a ver a vida com mais expectativas. Portando, o presente estudo VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  30. 30. Pág. 31 tem como objetivo, mostrar que o toque através de técnicas de massagem pode propor- cionar uma melhora física e psicológica em idosos. Este trabalho foi realizado a partir de uma revisão de literatura utilizando-se de livros do acervo bibliográfico da UNIJALES e base de dados do Scielo, Lilacs e Google acadêmico. Concluímos que o toque transmitido através de técnicas de massagem pode transmitir ao idosos sentimentos de apoio, carinho, proteção e promover um estado de bem estar. Constatou-se também que a massagem proporciona para o idoso relaxamento, alívio de dores e restaura movimentos perdidos em decorrência do enrijecimento das articulações, podendo a mesma ser benéfica para os idosos nesta fase da vida. TÉCNICAS TERAPÊUTICAS MANUAIS PARA O ALÍVIO DA DOR NA DISMENOR- RÉIA: revisão de literatura. Claudia Caroline Camazano Fabiana Jardin Barbosa Laís Cândido Martins Orientador (a): Ms. Adriana Cristina Lourenção Valério Centro Universitário De Jales – UNIJALES claudiaccamazano@hotmail.com A dismenorreia é um dos problemas que mais afetam as mulheres e se caracteriza por dor, sob forma de cólica geralmente de baixo ventre, que é irradiada para coxas e região sacro lombar, ocorrendo geralmente durante a menstruação ou horas antes. Para alívio das dores da dismenorreia existem técnicas como massagens terapêuticas, de tecido con- juntivo, fricção, shiatsu e tratamento miofascial que por sua vez promovem relaxamento muscular, alívio de espasmos, e com isso alivio da dor. O objetivo do presente trabalho é relatar através de uma revisão de literatura técnicas terapêuticas manuais para alivio da dismenorreia. Apresenta característica descritiva nos bancos de dados do Lilacs, Pubmed, Scielo, e em referências bibliográficas. Concluiu-se o quanto ainda são escassos os estudos que falam sobre as técnicas terapêuticas manuais para alívio da dor na dismenorreia, e que as utilizadas obtiveram resultados satisfatórios, além de apresentarem baixo custo, fácil acesso, e melhorar a qualidade de vida. APLICAÇÃO DA MICROGALVANOPUNTURA EM ESTRIAS ALBAS Allana Christina Costa Lima Poliana Miranda Rodrigues Silva Taila Conceição dos Santos Correa Nardez Centro Universitário De Jales – UNIJALES poliana¬_rodriguesms@hotmail.com A estria é caracterizada por uma atrofia tegumentar adquirida e pode ser considerada um distúrbio estético. Ela é caracterizada por haver o rompimento das fibras elásticas de colágeno, decorrente do famoso efeito sanfona (engorda e emagrece). O objetivo do presente estudo foi verificar os benefícios em que a microgalvanopuntura pode causar sobre as estrias como forma de tratamento. Após a aplicação da microgalvanopuntura em estrias albas observa-se uma melhora significativa na aparência das estrias podendo diminuir a espessura, largura e até mesmo na coloração de que dependendo pode ficar mais próxima do tom da pele normal. Amicrogalvanopuntura é um excelente tratamento, com resultados eficazes, sendo muito procurado apesar de ser doloroso. VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  31. 31. Pág. 32 ALTERAÇÕES ESTÉTICAS DA VITAMINA C NO ENVELHECIMENTO CULTÂNEO. Débora Cristina Fidelis Daniela Cristina Batista Luiz Orientador: Professor Eduardo Yasunaga Centro Universitário de Jales – UNIJALES eduyasunaga@yahoo.com.br Sobe o ponto de vista da estética o uso da vitamina C ou ácido ascórbico e de suas derivações apresentam diversas finalidades de tratamentos, entre eles o de combater o envelhecimento cutâneo. A pele é uma barreira de proteção contra o meio externo e exerce diversas funções ficológicas importantes. O processo de envelhecimento ocorre devido aos processos denominados de envelhecimento intrínseco e outro chamado en- velhecimento extrínseco. A pesquisa foi realizada baseada no estudo bibliográfico, des- critiva e exploratória no tratamento do envelhecimento cutâneo. Serviram como base de dados livros, artigos e protocolos de tratamento. O excesso de radicais livres é um fator negativo ao envelhecimento, eles são produzidos continuamente no nosso organismo e neutralizados pelos antioxidantes. Dentro de uma formulação o ácido ascórbico pode se apresentar propriedade antioxidante, despigmentante, estimular síntese de colágeno e assim retardar o envelhecimento cutâneo. O ácido ascórbico é muito utilizado nos pro- dutos cosmético antienvelhecimento e em protocolos de tratamento estéticos, porém as informações sobre suas propriedades não são totalmente difundidas, este ainda neces- sita um aprofundamento do estudo para melhor aproveitamento das suas funções nos produtos cosméticos dentro da área estética. O trabalho teve como objetivo verificar as características da vitamina C e possibilidades de sua utilização nas alterações decorrentes do envelhecimento cutâneo. CRITÉRIOS PARA O USO ADEQUADO DO ÁCIDO KÓJICO NO TRATAMENTO DO MELASMA. Jéssica Fernanda Cabreira Leilane Andressa Alexandre Zilio Thais Pivotto da Guia Orientador: Eduardo Yukio Yasunaga Centro Universitário de Jales – UNIJALES jessikakiara@hotmail.com Essa pesquisa objetivou apontar as vantagens da utilização de ácidos no tratamento de melasmas, especificamente o ácido kójico, mostrando os cuidados que devem ser toma- dos durante e após o tratamento. Levando em consideração que os melasmas podem ser causados por exposição solar, a utilização de fotoprotetores se torna indispensável para prevenção dessa patologia, assim como sua utilização durante e após o tratamento. Mas os melasmas não surgem apenas por exposição solar, estes podem ser causados por al- terações hormonais, por fatores genéticos, entre outros. A utilização do ácido kójico tem suas vantagens perante outros ácidos, ele não causa irritação na maioria dos casos, nem fotossensibilização, e pode ser utilizado durante o dia, o seu efeito varia de acordo com a pele de cada pessoa, porem na maioria dos casos seu efeito pode ser visto já em média de duas a quatro semanas do início do tratamento, levando em consideração o uso continuo, e a utilização correta desse ácido. VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  32. 32. Pág. 33 A IMPORTÂNCIA DO FILTRO SOLAR NAS DISCRONIAS: revisão de literatura. Aline Da Silva Janasco Caroline De Freitas Da Rocha Luany Meneguini Da Silva Orientador (a): Ms. Adriana Cristina Lourenção Valério Centro Universitário De Jales – UNIJALES drilourencao@gmail.com Discromia é um termo genérico que engloba toda e qualquer alteração da cor da pele, representadas por hipocromias ou hipercromias. Estas manchas surgem na pele por di- versos fatores sendo a exposição excessiva ao sol a principal causa, podendo futuramente acarretar uma neoplasia de pele. O uso correto de protetores solares pode prevenir o aparecimentos das discromias que por sua vez previne o câncer de pele. Foi utilizado o método descritivo transversal, pesquisa em livros e artigos científicos para o desenvolvi- mento deste artigo. Pode-se concluir que o filtro solar ajuda bloquear as radiações solares, prevenindo manchas discrômicas que os raios ultravioletas ocasionam na pele, sendo que para cada tipo de pele existem fatores diferentes; sempre fazer a reaplicação a cada duas horas e, é importante saber que o uso do filtro solar começa na infância, pois os danos ficam acumulados na pele, trazendo complicações na fase adulta, como o câncer de pele. O uso de acessórios como chapéus, guarda sol, protetores solares ajudam na prevenção das discromias. ÁCIDO ASCÓRBICO: ação e combate no envelhecimento cutâneo Ana Carolina De Oliveira Ferreira Juliana Rocha Sacchi Correia Orientador: Wederson Henrique Do Livramento Silva Centro Universitário De Jales – UNIJALES wederson_wh@hotmail.com A pele atua como protetora do organismo, além de suas funções fisiológicas é responsável pela sensibilidade, termoregulação, secreção e absorção de fluídos. Durante o processo de envelhecimento a pele fica mais fina, pálida, seca, ocorrem alterações na pigmentação, diminui o colágeno e fibroblastos e a estrutura é afetada. Com isso suas funções, prin- cipalmente a de barreira protetora do meio externo perdem a qualidade. A formação de radicais livres, também chamados de oxidantes é considerada uma das principais causas do envelhecimento cutâneo. As fontes de radicais livres podem ser endógenas, associadas a reações metabólicas e exógenas associadas à raios ultravioletas, fatores externos como: poluição, cigarro, medicamentos antitumorais e estilos de vida não saudáveis. Pensando nisso, nos últimos anos várias pesquisas e experimentos demonstraram a vitamina C como um potente antioxidante. Durante o estresse oxidativo o ácido ascórbico é esgotado pri- meiro pela célula, reagindo fortemente contra diversos radicais livres. E sua aplicação em produtos cosméticos possibilita níveis que não seriam possíveis alcançar com a ingestão de frutas ou suplemento oral. VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  33. 33. Pág. 34 MASSAGEM TERAPÊUTICA UTILIZADA PARA TRATAMENTO DO ESTRESSE FÍ- SICO E PSICOLÓGICO. Gabriela Bonfim Rondini, Laisa Daiane Penha, Mariana Masano Orientador: Ms. Brunno Henrique Rubinho Toniolli Centro Universitário De Jales - UNIJALES gabi_b.r@hotmail.com No decorrer da vida o ser humano passa por várias situações comuns e incomuns, durante a infância até sua fase adulta que pode acarretar o estresse físico e psicológico. O estresse é uma junção de sinais e sintomas de um nível alto de desgaste causado pelo cotidiano, que pode causar ansiedade, insônia, má circulação, enxaqueca, depressão e também dores musculares. O objetivo do presente estudo é verificar a importância da massagem terapêutica como forma de tratamento no quadro do estresse físico e também psicológico. A massagem terapêutica manual é um meio que vem sendo bastante utilizada para o alivio de dores causadas pelo estresse, melhorando a circulação sanguínea, e a função mecâni- ca, neural, fisiológica, e a percepção da consciência corporal, trabalhando nas terminações nervosas, diminuindo os traumas diários. Dessa forma, a massoterapia pode auxiliar na diminuição do estresse, através da fricção dos tecidos musculares enrijecidos trazendo a sensação de alívio da dor, melhorando a percepção corporal. GRUPO B – ENFERMAGEM SALA 32 – TERCEIRO ANDAR (apresentações para o público) AUDITORIA NA QUALIDADE DO SERVIÇO DE SAÚDE: UMA REVISÃO DE LITE- RATURA Luana Gonçalves Andrade graduanda de enfermagem Luana.g.andrade@hotmail.com; Mayara da Silva Souza graduanda de enfermagem Mayara_enfermeira@hotmail.com; Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br Este estudo consiste em uma revisão bibliográfica sobre a auditoria na qualidade do servi- ço de saúde, enfatizando a importância sobre a conciliação da auditoria com a qualidade da assistência prestada. Através de estudos em artigos acadêmicos, livros, e revistas eletrônicas obtivemos a conclusão de que a auditoria vem se desenvolvendo cada vez mais, e a prática da enfermagem vem ganhando um grande espaço sobre ela, pois os en- fermeiros auditores são os que mais possuem conhecimento sobre os gastos de matérias utilizados na assistência, enfatiza-se também a importância das anotações dos registros de enfermagem e de qualquer tipo de procedimento que envolva custos para instituição, pois os registros dos mesmos se ocorrer de forma errônea, ou ainda se passar sem o registro de forma correta, podem gerar danos financeiros para o hospital. A auditoria trabalha em cima da diminuição dos gastos com a melhoria da qualidade da assistência prestada. VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  34. 34. Pág. 35 HUMANIZAÇÃO NA ENFERMAGEM Aluna: Eliane Mancuzo Graduanda de Enfermagem eliane.saracuza@hotmail.com Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br O processo de humanização da Saúde tem suas origens nos movimentos de reformas sanitárias, nas Conferências de Saúde e nos grupos militantes voltados às ações em prol do desenvolvimento de uma consciência cidadã e cujas atuações se tornaram, a partir da década de 1980, gradativamente influentes, estruturadas e articuladas. Na realidade, a reordenação do conceito de saúde, pedra de toque do movimento de reforma sanitária, incorpora, entre seus determinantes, as condições de vida e desloca no sentido da comu- nidade a assistência médico-hospitalar como diretriz da atenção à saúde. O objetivo do trabalho foi buscar conhecimento na literatura publicada sobre as experiências de avalia- ção com classificação de risco em serviços de urgência e emergência do Brasil. Os dados utilizados para a realização deste estudo foram captados em sites de busca como Scielo, Bireme, Lilacs, por meio de descritores dirigidos à urgência e emergência, com buscas sistematizadas. Identificamos os artigos e usamos como critério de exclusão aqueles que não tinham relação como tema estudado AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE UNIVERSITÁRIOS DO CURSO DE ENFER- MAGEM DA UNIJALES SOBRE OS MÉTODOS CONTRACEPTIVOS. Daniela Murcia Reis graduanda de enfermagem email: daniela_murcia@hotmail.com; Taisa Oliveira Favaro email: taisa15favaro@hotmail.com; Orientadora: Gisele Lauer Murta Gobi email: gilauermurta@hotmail.com O planejamento familiar visa melhorar a qualidade e perspectiva de vida, pois a família é a base de tudo, é constituída em um instrumento que permite que todas as mulheres e homens assumisse um controle das funções reprodutivas de seu corpo, não afetando sua sexualidade, tendo orientações quanto seus interesses, necessidades e projetos de vida. Apesar dos métodos contraceptivos serem bastante divulgado, existe grande parte da população que precisa de informação mais detalhada sobre o mesmo, pois é um tema muito importante e que ainda gera muito preconceito entre algumas famílias por falta de conhecimento sobre o assunto, e através disso muitas das vezes acaba ocorrendo a esco- lha e utilização incorreta dos métodos principalmente por jovens, adolescentes e alguns indivíduos que inicia suas atividades sexuais de forma precoce. Uma das responsabilidades do casal que se encontra nas atividades sexuais é a escolha dos métodos contraceptivos e que quase sempre é deixado de lado tanto pelo homem quanto pela mulher na hora da relação. Esse estudo teve por objetivo avaliar os conhecimentos dos universitários quanto VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  35. 35. aos tipos de métodos contraceptivos existentes, abordando a importância da escolha e utilização adequadamente correta para que ocorra a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejadas. Conclui – se que os universitários tem conheci- mento sobre quase todos os métodos contraceptivos existentes e que os mais conhecidos e utilizados são os preservativos masculino e feminino, anticoncepcional oral e pílula anticoncepcional de emergência. Mas mesmo com conhecimento sobre os métodos e sua prevenção quanto às doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejável são poucos os universitários que utilizam os métodos durante as relações sexuais. QUALIDADE DE VIDA DE INDIVÍDUOS COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 ACOMPANHADOS POR UMA EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA DO MUNICÍPIO DE JALES/SP. Angélica Patrícia Guimarães graduanda de enfermagem e-mail: angelicapatricia_fia@hotmail.com; Natália Magalhães Miotto e-mail: natalia_fofilix@hotmail.com; Orientadora: Priscila Cristina Zignani Pimentel e-mail: priscila_zignani@hotmail.com O Diabetes Mellitus tipo 2 (DM 2) é uma doença crônica e para obtenção de um controle satisfatório torna-se essencial a adoção de hábitos saudáveis de vida, além do seguimento de uma terapêutica medicamentosa, possibilitando assim a minimização das complica- ções crônicas e um melhor conviver com a doença. Assim, torna-se de grande relevância a avaliação da qualidade de vida, uma vez que esta pode mostrar-se comprometida nas pessoas com DM 2. O estudo tem por objetivo avaliar a qualidade de vida da população portadora de Diabetes Mellitus tipo 2 acompanhados pela Estratégia de Saúde da Família. Consiste em uma pesquisa descritiva com análise quantitativa dos dados, realizada na cidade de Jales-SP, sendo a amostra composta por 30 diabéticos. A coleta de dados ocor- reu nos meses de agosto e setembro de 2013, através da aplicação de dois formulários: um contendo as características clínicas e sociodemográficas, e outro específico para a avaliação da qualidade de vida (WHOQOL-BREF). Os resultados revelaram que 70% eram do sexo feminino, a idade variou entre 60 e 83 anos, 83% tinham ensino fundamental incompleto, 77% eram aposentados e 60% dos entrevistados eram casados. Quanto ao tempo de diagnóstico, prevaleceram na amostra 50% dos pacientes entre 11 e 20 anos de identificação da doença, 73% relataram a adoção de hábitos alimentares adequados e apenas 10% praticavam atividade física. Com a aplicação do instrumento WHOQOL-BREF percebemos que o impacto negativo na qualidade de vida dos portadores da doença, ocor- re basicamente devido ao comprometimento da mesma, gerando déficits na auto-estima, imagem corporal, sensação de desconforto, aumentado assim a necessidade do uso de medicamentos e acompanhamento pelos profissionais, de forma que afeta a qualidade do sono e diminui a capacidade para o trabalho, condições estas presentes nos idosos diabéticos deste estudo. Por tudo isso, é reafirmada a importância da avaliação da qua- lidade de vida das pessoas com doenças crônicas em especial o DM 2, fornecendo assim subsídios necessários à formulação de estratégias junto a esta população, que venham a propiciar melhorias na promoção do cuidado e consequentemente na qualidade de vida dos indivíduos. Pág. 36VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  36. 36. A IMPORTÂNCIA DA DETECÇÃO PRECOCE DOS SINAIS E SINTOMAS RELACIO- NADOS À SEPSE: UMA REVISÃO DE LITERATURA Anderson Rodrigo Faile Pedro Henrique Pinheiro de Azevedo Centro Universitário de Jales - UNIJALES rodrigo_faile@msn.com pedroh.azevedo.enf@gmail.com A sepse representa a principal causa de morte, com maior incidência em UTI’s, em todo o mundo. Muitos estudos têm demonstrado um aumento na incidência ao longo do tempo com apenas leve redução na mortalidade. O objetivo deste estudo é descrever a importân- cia do reconhecimento precoce dos sinais e sintomas da sepse relacionada à diminuição do índice de morbimortalidade causada pela doença. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de caráter exploratório descritivo através da revisão da literatura. A aquisição do material deu-se através de uma classificação minuciosa de materiais disponíveis em bases de dados como Scielo e BDENF (Base de Dados da Enfermagem). Como critério de inclusão utilizou- se todos os artigos relacionados à pesquisa, publicados no período de 2009 a 2014, em língua portuguesa, que pudessem ser obtidos na integra e proveniente de revistas cienti- fica de enfermagem ou livros seguros com conteúdo relacionado ao tema. Constatou-se, com os resultados desta pesquisa, que uma melhor compreensão e atualização acerca da fisiopatologia e dos sinais e sintomas precoces, poderá ajudar efetivamente a minimizar os índices de morbimortalidade, hospitalizações e custos desnecessários associados com a sepse não tratada. Ainda enfatiza-se que os artigos encontrados sobre o tema são pre- cários, visto que, a sepse é um dos maiores problema à nível hospitalar o que pondera-se a elaboração de novos estudos para o aprofundamento do tema. A AUDITORIA E SEUS BENEFÍCIOS VOLTADOS PARA ASSISTÊNCIA EM ENFER- MAGEM NO SETOR HOSPITALAR Ana Flávia Moreira Dos Reis fla_lindinha27@hotmail.com Beatriz Garcia Pirola. beatrizpirola@hotmail.com Orientadora: Lidiane Carla Herrera Da Costa Saraiva. lidianeherrera@zipmail.com.br O presente trabalho de pesquisa tem como objetivo expor a importância da auditoria em enfermagem no âmbito hospitalar, focando na qualidade da assistência prestada ao cliente, sendo que é bom ressaltar que uma assistência de qualidade gera menor custo para a instituição, pois realizado com qualidade e eficácia o cliente tem uma permanência menor na instituição e isso gera resolutividade no atendimento médico e aos demais tipos de atendimento prestado diariamente no ambiente hospitalar. A auditoria em enfermagem tem como função identificar erros e irregularidades da parte dos profissionais de saúde, tal atividade é realizada através de analises nos prontuários dos clientes que se encontram instalados no hospital. Ainda através de analises dos prontuários o enfermeiro auditor também analisa custos e gastos dos materiais utilizados na assistência prestada a cada cliente, essa atividade é de grande importância para a área administrativa da instituição. Após revisão literária foi constatado que a auditoria em enfermagem ainda é novidade pra muitas instituições, e também foi observado que a cada ano que passa vem crescendo o Pág. 37VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  37. 37. número de instituições que inserem a auditoria no ambiente hospitalar, visando melhora na qualidade da assistência. AUTOMEDICAÇÃO E A MÍDIA Aline Maely Couto Santos graduanda de enfermagem alinemaelycoutosantos@gmail.com; Maiane Joyce de Freitas graduanda de enfermagem Mayane_joyce@hotmail.com; Orientadora: Lidiane Carla Herrera da Costa Saraiva lidianeherrera@zipmail.com.br A automedicação é um fenômeno prejudicial à saúde individual e coletiva, pois nenhum medicamento é inócuo ao organismo. O presente trabalho teve como objetivo principal identificar as causas que levam à automedicação, pelos usuários da ESF “Shiguero Kitaya- ma” no bairro Cohab Roque Viola em Jales-SP. A pesquisa contou com dados da Organi- zação Mundial de Saúde, pesquisa bibliográfica, pesquisa a internet, além de aplicação de questionário elaborado e aplicado pelas autoras da pesquisa a 30 usuários da ESF. Os pacientes tinham idade entre 15 a 65 anos. Foram abordados os seguintes aspectos: a frequência de uso dos medicamentos, tipos de medicamentos ingeridos, habito de au- tomedicação, problemas com o uso de medicamentos, quais as indicações mais comuns para o uso dos medicamentos. Verificou-se que 73% dos entrevistados eram mulheres, 56% estavam com idade entre 20 e 30 anos, 46% tem ensino fundamental incompleto, 50% dos entrevistados se medicam mensalmente, 37% por causa de dor de cabeça e 22% por febre, consequentemente os medicamentos mais utilizados são 63% analgési- cos e antipiréticos e 37% os anti-inflamatórios, nas quais foram recomendados por 31% um farmacêutico, 28% após terem visto a propaganda do medicamento, 22% repetir a prescrição anterior do medicamento. Ou seja a mídia é promotora da automedicação mas neste estudo não se constitui principal. LEVANTAMENTO DE APREENSÕES DE DROGAS ILÍCITAS, REGISTRADAS ATRA- VÉS DE BOLETIM DE OCORRÊNCIA POLICIAL, NO MUNICÍPIO DE ITURAMA E POSSÍVEIS INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM Aldireni de Nazaré Ferreira graduanda de enfermagem carolaldirenienfermagem@hotmail.com; Sandro Pereira Junior graduando de enfermagem sandroenf@hotmail.com Orientadora: Gisele Lauer Murta Gobi gilauermurta@hotmail.com Este trabalho tem como objetivo analisar dados levantados sobre apreensão de drogas ilícitas e registradas através de Boletim de Ocorrência no Município de Iturama, bem como as possíveis intervenções da área de enfermagem. O Brasil e o mundo andam vivendo momentos onde as drogas invadem não somente morros ou favelas, mas os ambientes de escolas e a vida de adolescentes e de todos envolvidos dentro do processo educativo, como famílias, gestores e professores. Com a facilidade e legalidade de drogas lícitas serem consumidas dentro da sociedade como o cigarro e o álcool, facilitam o acesso ao Pág. 38VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  38. 38. uso de drogas ilícitas. Jovens, em busca de diversão e aventuras acabam tendo novas experiências e não se dão conta do risco que estão correndo. É comum encontrar crianças e adolescentes fumando, bebendo, usando inalantes e crack por todos os lados em festas, shows, semáforos, ou até mesmo em portas de escolas, não havendo discriminação de idade ou classe social. Quase todos os jovens estão inseridos neste contexto de risco. GRUPO C – FISIOTERAPIA SALA 37 – TERCEIRO ANDAR (apresentações para o público) SATISFAÇÃO DOS PACIENTES ATENDIDOS NO SETOR DA FISIOTERAPIA DA CLÍNICA ESCOLA-UNIJALES AMANDA MILENA ANDREOLO DOS REIS JAQUELINE ALVES NACANISHI Instituição: FISIOTERAPIA- UNIJALES amandamillena_band@hotmail.com A avaliação de satisfação ela avalia dimensões e subjetividade prestada pelo serviço que está sendo avaliado. O estudo teve por objetivo traçar o perfil sócio demográfico e o nível de satisfação do usuário do setor de fisioterapia da clínica escola Ivone Soler do Centro Universitário de Jales- UNIJALES. Participaram da pesquisa 14 pacientes, todos em trata- mento na clínica escola de fisioterapia do Centro Universitário de Jales- UNIJALES por pelo menos 3 sessões. A coleta de dado foi feita através de um questionário contendo questões sócio demográfico e questão de satisfação do usuário. Em relação ao perfil sociodemográ- fico Foram entrevistados 14 pacientes dos quais 9 do sexo masculino e 5 sexo feminino. Com os níveis de escolaridade 6 pacientes relatam ter o 1º grau incompleto, 2 pacientes tem 1º grau completo, 2 deles tem 2º grau completo , 2 tem o nível superior e 2 são analfabetos, e quanto a renda familiar de 1-3 salários mínimos 11 pacientes e com 4-6 salários mínimos 3 dos entrevistados. , com a satisfação geral com a fisioterapia todos os pacientes indicaram resultados positivos, e responderam que voltaria a clínica 57,1% com certeza e indicaria o serviço para terceiros 64,2 %.Através dos resultados obtidos conclui-se que os pacientes estão satisfeitos de forma geral com o atendimento prestado pelo setor de fisioterapia do UNIJALES. A UTILIZAÇÃO DA CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA COMO FORMA DE PREVENÇÃO EM SAÚDE Elizangela Cristina Maia lizinhamaia8@hotmail.com 5º Fisioterapia Unijales O envelhecimento da população vem sendo um fator de destaque para o mundo inteiro. Entretanto, com o aumento do número de idosos, o aumento de agravos também tem sido observado, motivo de preocupação para os governantes e para a sociedade em geral. Diante disso, os profissionais de saúde propõem um acompanhamento aos idosos considerados em processo de fragilização ou já fragilizados, onde a equipe multidisciplinar Pág. 39VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  39. 39. existente na atenção primária em saúde (APS), nível considerado fundamental no processo de assistência, está responsável pela promoção e prevenção de doenças. A caderneta de saúde do idoso, criada pelo ministério da saúde no ano de 2007, é um instrumento eficaz utilizado na APS, pois auxilia e coloca a disposição mecanismos necessários para monitorar, identificar as fragilidades e propor ações em prevenção e tratamento para a intervenção em todos os possíveis transtornos ocasionados pelo processo de envelhecimento. A ca- derneta de saúde do idoso dispõe de vários campos importantes para o monitoramento da situação de saúde do idoso, incluindo questões que poderão ser partilhadas entre a equipe multidisciplinar e a família. Através desse monitoramento, colocando em prática todos os campos que nela estão expostos e utilizando-a corretamente, pode-se monitorar prevenir e intervir quando necessário em alguma situação que expõe o idoso a algum risco. Os profissionais em saúde dispõem de competência para operacionalizar e dar amplitude no atendimento ao idoso, esse trabalho implica em identificar situações precoces usando medidas preventivas e dando suporte na prática de trabalho em equipe. Dessa forma, entende-se que a caderneta de saúde da pessoa idosa é uma estratégia importante para se alcançar o envelhecimento ativo e, portanto deve ser utilizada. ANÁLISE COMPARATIVA DA MOBILIDADE FUNCIONAL E EQUILÍBRIO ENTRE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS E NÃO INSTITUCIONALIZADOS Fernanda Silva Sabadini Géssica Alves de Almeida Centro Universitário de Jales – UNIJALES Curso: Fisioterapia fernanda.sabadini@hotmail.com geh_30@hotmail.com O envelhecimento é caracterizado por um conjunto de alterações morfológicas, químicas, físicas e psicológicas intimamente relacionadas, levando á modificações funcionais em todo o organismo. A institucionalização de idosos é um dos fatores que potencializam essas alterações provenientes do envelhecimento, levando a deterioração dos sistemas relacionados ao equilíbrio predispondo esses idosos a quedas e suas consequências. Esta pesquisa tem como objetivo avaliar e comparar a mobilidade funcional e o equilíbrio entre idosos institucionalizados e não institucionalizados por meio de testes clínicos. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, e desenho transversal, controlado. Foram recrutados 20 idosos, 10 idosos moradores do município de Jales/SP que vivem na comunidade, 10 idosos institucionalizados, moradores do município de Santa Albertina. A mobilidade funcional foi avaliada por meio do teste Timed Up and Go (TUG), e o equi- líbrio pela aplicação da escala de Berg e teste de apoio unipodal nas condições de olhos abertos (AU-OA) e olhos fechados (AU-OF). Através da análise dos resultados observou-se diferenças estatisticamente significativas entre os testes de Berg, TUG, AU-OA e AU-OF, quando comparados os grupos. Os idosos institucionalizados apresentaram um déficit na mobilidade funcional e equilíbrio estático quando comparados aos idosos da comunidade, o que pode sugerir que a institucionalização tem um papel importante e deletério sobre os idosos nesse sentido. Pág. 40VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  40. 40. A IMPORTÂNCIA DO EXERCÍCIO MULTISSENSORIAL PARA MELHORA DO EQUI- LÍBRIO EM IDOSOS Geane da Silva Thais Pereira Gonçalves Centro Universitário de Jales – UNIJALES Email: thais_pegon@hotmail.com geanesilva1984@hotmail.com O envelhecimento é considerado um período de perdas funcionais caracterizado por um processo dinâmico e progressivo, havendo maior contribuição para o declínio das funções do organismo, influenciando na diminuição e alteração do equilíbrio e controle postural. O objetivo deste estudo foi verificar a importância do exercício multissensorial na melhora do equilíbrio em idosos, sendo usada uma revisão de literatura para atingir tal objetivo. O processo do envelhecimento diminui as informações dos sistemas sensoriais (visual, vestibular e proprioceptivo), sistema osteomuscular, cardiorrespiratório e nervoso, que não sendo bem codificado ao sistema nervoso central (SNC), acontece o desequilíbrio e a instabilidade corporal, impedindo que o idoso realize suas tarefas com eficiência, predispõe ao aumento da dependência, pode ocasionar quedas e mortalidade em idosos. A prática regular de exercícios funciona como prevenção, tratamento e recuperação de várias pa- tologias, reduz processo degenerativo, mantém a contratilidade das fibras musculares, apresenta melhora nas funções perceptivas. O exercício multissensorial se destaca na me- lhora da instabilidade postural por trabalhar e estimular os sistemas sensoriais que facilita nas respostas motoras. O treinamento com exercício multissensorial mostra eficiência na independência funcional, na coordenação, diminuição na oscilação corporal e no equilíbrio, contribuindo para menor incidência de quedas em idosos. O MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA HERNIA DISCAL Guilherme Oliveira Marcolino UNIJALES guilherme_oliveira88@hotmail.com Este trabalho tem por objetivo mostrar um tratamento alternativo para a hérnia de disco lombar através do pilates. A hérnia discal é uma das principais causas socioeconômicas negativas, por alta prevalência nos países industrializados causando afastamento do tra- balho por causa de muita dor nas regiões acometidas, sendo mais frequentes nas regiões lombar e cervical. Essa patologia é ocasionada por um vazamento de um material gela- tinoso que forma os discos invertebrados. Os discos juntos com as vértebras constituem a coluna vertebral. Esse material sai dos discos e ocupa espaços nas estruturas vizinhas (nervos), gerando compressão e falta de movimento nas articulações da coluna verte- bral. Quando as articulações vertebrais perdem os movimentos, elas deixam de receber alimentos (suplemento sanguíneo) e, assim inicia um processo de degeneração causando muita dor. O método pilates, criado por Joseph Pilates é uma boa opção de tratamento, pois permite que os movimentos sejam restabelecidos nas articulações da coluna. Esse método utiliza-se de alguns princípios necessários para a estabilização da coluna como: alongamento axial, alinhamento, organização da cintura escapular respiração, controle de centro e movimentos articulados. Através de uma revisão bibliográfica permitiu definir a patologia (hérnia de disco lombar), conhecer o método pilates e sua empregabilidade Pág. 41VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  41. 41. no tratamento do paciente. Como conclusão foi possível constatar os benefícios do pilates como tratamento alternativo na reabilitação dos movimentos da pessoa que sofre de hérnia de disco lombar. PROPOSTA DE TRATAMENTO FIFIOTERÁPICO NAS HÉRNIAS DE DISCO LOM- BAR Lucas Rodrigues de Oliveira Mello. Aluno 5° Fisioterapia Unijales lucasrom1@hotmail.com A presente pesquisa tem por objetivo central desse estudo, elaborar uma proposta de tratamento fisioterápico por meio do planejamento baseado nas características da doença, levando em consideração definição, etiologia, tipo de herniação, achados clinico radiológi- co, assim como o conhecimento anatomo cinesiologico, eletrotermofototerapeutico e cine- sioterápico. A hérnia de disco é uma patologia que aborda comumente a coluna lombar, por ser uma região de grande mobilidade, suportando forças de pressão e cisalhamento, tornando o núcleo pulposo vulnerável a luxação. Para tanto, alguns tratamentos abordados nesse estudo visam à recuperação da função vertebral em sua mobilidade, equilíbrio das forças influentes no segmento e muscular, O diagnóstico incide em exame clínico finalizado por exame de imagem para melhor acerto do grau submergido. É importante avaliar a his- tória natural da hérnia para definir o tratamento apropriado, sendo o método conservador a primeira alternativa antes de se refletir em terapêutica cirúrgica. A hérnia de disco é uma condição frequente dentro da fisioterapia, contudo os procedimentos sugeridos devem estar adequados às condições particulares de cada indivíduo para que os efeitos estejam de acordo com as perspectivas tanto do terapeuta quanto do paciente. O presente estudo verificou-se por meio de uma revisão bibliográfica, em livros e artigos científicos. Pode-se concluir que diferentes métodos podem ser aplicados, obtendo melhora expressiva em todas as técnicas atingidas, entretanto, o grande problema é constatar como a patologia se comporta com o passar do tempo, visto que se sugere uma proposta de tratamento fisioterapêutico nas hérnias de disco lombar. ESTUDO DA INCIDÊNCIA DE DESVIOS POSTURAIS EM ESCOLARES DO ENSINO PÚBLICO FUNDAMENTAL DA CIDADE DE SÃO FRANCISCO-SP Marcos Vinicyus da Silva Ruiz m.vinicyus01@hotmail.com CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JALES – UNIJALES Posturas inadequadas adotadas no âmbito escolar tornam-se permanentes durante a vida adulta. Pensando nisso, esta pesquisa tem por objetivo estudar a incidência de possíveis desvios posturais em escolares, da cidade de São Francisco - SP. Avaliaram-se 40 esco- lares de 11 a 14 anos, voluntários, regularmente matriculados da 5ª a 8ª série do ensino público fundamental do período matutino da escola EE. Oscar Antônio da Costa. O método utilizado para o levantamento de dados foi à avaliação postural individual no simetrógrafo, observando o escolar em três planos; anterior, posterior e lateral direita, sendo que para o presente estudo só foram levadas em consideração as alterações relacionadas à coluna vertebral, os dados existentes na ficha de avaliação postural, foram separados e represen- tados em gráficos utilizando o programa Microsolft Office Excell 2007. Por meio do estudo Pág. 42VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  42. 42. pode observar uma incidência de 35% de inclinação de cabeça, 10% de cabeça rodada, a assimetria de ombros e assimetria do ângulo inferior das escapulas foram ambas 62,5%, tronco rodado apresentou 7,5%, 60% apresentaram assimetria no triangulo de Tales e indícios de escoliose, 42,5% apresentaram assimetria de EIAS e EIPS, 65% protusão de cabeça, nenhum resultado foi encontrado para retificação da cabeça, 27,5% ombros protusos, 7,5% ombros retraídos, 15% hipercifose torácica, 12,5% tórax plano, 27,5% hiperlordose lombar e Antero versão pélvica e 10% lombar plana e retroversão pélvica. Com este estudo, fica evidente a alta incidência de problemas posturais nas crianças em idade escolar, o que ressalta a importância de mais estudos e intervenções neste aspecto. A INFLUÊNCIA DA VISÃO COMO FATOR DESENCADEANTE DE QUEDAS EM IDOSOS Patrícia Crepaldi Franco Centro Universitário de Jales (UNIJALES) patycrepaldifranco@hotmail.com O sistema visual é um dos primeiros sistemas a sofrer com o processo do envelhecimento, e diante das várias mudanças que ocorrem durante esse processo uma das situações mais frequentes é a queda. As quedas tem etiologia multifatorial e tem consequências graves como fraturas, medo de cair, restrição das atividades, declínio na saúde e taxa de mortalidade aumentada. O objetivo deste estudo foi fazer uma revisão da literatura sobre a influência da visão como fator desencadeante de quedas em idosos. Foram realizadas buscas utilizando bases de dados virtuais como Scielo, Google Acadêmico, livros e revistas contidos no Centro Universitário de Jales (UNIJALES). A literatura aponta que o sistema visual está totalmente ligado ao controle postural e ao equilíbrio, sendo que idosos tendem a confiar mais quando utilizam a visão para realizar suas atividades cotidianas, portanto idosos que tenham déficit visual tem maiores chances de cair. É de extrema importância que se fique atento a esse sistema, pois idosos com déficit visual estão mais propensos a desencadear as quedas. CUIDADO PALIATIVO EM PACIENTE ONCOLOGICO EM FASE TERMINAL: O PA- PEL DA FISIOTERAPIA NA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR. Raquel Ribeiro da Silva raribeirosilva@hotmail.com 5º Fisioterapia UNIJALES Os cuidados paliativos são cuidados oferecidos em paciente sem possibilidades curativas, com objetivo de dar melhor qualidade de vida ao paciente, oferecer um cuidado mais humanizado, manter a dignidade e autonomia do paciente, também busca dar orientação da patologia e como lidar com as fases que surgiram no decorrer da doença. Os cuidados paliativos trabalhar em conjunto com uma equipe multidisciplinar capacitada para oferecer um tratamento completo, sem esquecer que cada paciente tem a sua limitação. O fisio- terapeuta dentro da equipe multidisciplinar na área de cuidados paliativos é considerado um profissional essencial, ele atua na diminuição dos sintomas que surgiram no decorrer da doença e melhora a capacidade funcional do paciente. Assim com o grande número de pacientes diagnosticado com câncer, é indispensável ter um cuidado mais humanizado, sendo que a metade dos pacientes diagnosticado com câncer descobrem numa fase já avançada, o que diminui a chance de cura. Este estudo trata-se de uma revisão bibliográ- fica, realizada através da seleção de artigos científicos encontrados nas bases de dados Pág. 43VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  43. 43. sendo Google Acadêmico e Scielo Scientific Library, Manuais Oncológicos e Guias de cuida- dos paliativos, com objetivo de definir a função do fisioterapeuta nos cuidados paliativos e demonstrar a importância dos cuidados paliativos em paciente oncológico na fase terminal. Conclui-se que a fisioterapia possui um grande número de métodos de intervenções usa- dos para o tratamento do paciente oncológico, para que isso aconteça é necessário que o fisioterapeuta esteja apto aos aspectos exigido no tratamento de paciente oncológico na fase terminal. Como manter a autoestima do paciente, preservar a dignidade, manter uma boa comunicação, ouvir as queixas e cultivar adequadamente a independência funcional. As principais intervenções fisioterapêuticas analisadas para paciente sem possibilidade curativa são métodos analgésicos, atuação nas complicações osteomiorticulares, recursos para melhora da fadiga, técnicas pulmonar e intervenções nos sintomas psicofísico como depressão e estresse. EXERCÍCIO FÍSICO NO IDOSO HIPERTENSO Thayane Roberta Laurentino Santos Eliane Santana de Oliveira CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JALES thayane-ppg@hotmail.com elianepopulina@hotmail.com Atualmente o aumento do número de idosos e a alta prevalência de hipertensão arterial tem sido alvo de muitas discussões. Sabe-se que a hipertensão arterial é um fator que geram diversas alterações no organismo de pessoas idosas, desencadeando doenças crônicas, atingindo principalmente o sistema cardiovascular, levando a altos índices de morbimortalidade. O exercício físico é uma forma de tratamento não medicamentoso mais indicado para indivíduos hipertenso, podendo reduzir riscos de patologia causada pela HA e prevenir futuras lesões em órgãos alvos. Diante disso o principal objetivo abordado neste trabalho foi difundir informações, a partir de uma revisão de literatura sobre conceito da hipertensão arterial e os benefícios da prática de exercícios físicos para idosos. Conclui-se que o exercício físico é de fundamental importância, visto que pode reduzir esses efeitos causados pela hipertensão arterial e assim prevenir futuras lesões em órgãos alvos além de promover uma melhora na qualidade de vida do idoso assim como melhora do condi- cionamento físico. EDUCAÇÃO, HISTÓRIA E CULTURA SALA 23 – PRIMEIRO ANDAR Docentes responsáveis: Jémerson Quirino de Almeida, Célia Regina da Silva Zerbato, José Renato Sessino Toledo Barbosa e Madalena Guisso Doho O FIM DA LINHA: A CHEGADA DA FERROVIA À JALES Widson Tainan Martins Graduando em História Programa de Iniciação Científica da UNIJALES Orientador: Prof. Dr. Silvio Luiz Lofego O transporte ferroviário simbolizou durante toda primeira metade do século XX a alavanca para o “progresso”. Porém, logo após sua chegada à cidade de Jales, em 1951, este entrou Pág. 44VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  44. 44. em processo de decadência devido à priorização do transporte rodoviário por parte do governo federal, que direcionou os investimentos econômicos para a indústria automo- bilística. Considerando tais premissas, pretende-se realizar uma análise histórica sobre a chegada da ferrovia no noroeste paulista, mais especificamente na cidade de Jales. Dessa perspectiva, pretende-se elucidar questões que ainda carecem de estudos mais aprofunda- dos na historiografia de tal municipalidade. Quais implicações foram provocadas em Jales com a implantação da ferrovia? Quais as expectativas dos munícipes em relação à chegada do transporte ferroviário? Como estas expectativas foram se moldando na medida em que a ferrovia entrou num processo de decadência? Para tal estudo, busco nas fontes escritas e orais trazer a luz das discussões respostas para tais indagações. A FÁBULA DE CHAPEUZINHO VERMELHO EM FANTOCHE Jhenifer Felix Polveiro Fabrício Pereira da Silva Nathany Montovani de Andrade Jhainara Aparecida da Silva Francieli Renata Maraia Suelen Marcolino da Costa Janaina dos Santos Souza Graduandos do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail:Jheni_felix@hotmail.com Este projeto objetivou desenvolver a fábula “Chapeuzinho Vermelho” por meio da lingua- gem teatral, na modalidade fantoche, numa turma de maternal II da EMEI Prof. Aparecido Tadeu Rodrigues Estanislau, situada em Jales. As atividades teatrais, na educação infantil, permitem o desenvolvimento da linguagem, ações e expressões corporais, personalidade, autonomia e integração de grupos. Ainda, o teatro na escola pode contribuir para que a criança possa atuar efetivamente no mundo opinando, criticando e sugerindo por meio do “faz de conta” ou simulação da realidade. Portanto, ações pedagógicas pautadas na linguagem teatral fazem-se necessárias, pois através desta arte é possível observar uma maior integração entre as crianças, além de aperfeiçoar as aptidões como oratória, ex- pressão corporal, autoestima e criatividade. ÉTICA E IDENTIDADE COM A FÁBULA “A LEBRE E A TARTARUGA” Dienifer de Araújo Silvestre Flávia Cristina Belarmino Geisiane Viana Carvalho Juliana Francisco Oliveira Silva Larisse Raiane da Silva Nathália Norimbeni Ferreira Patrícia Teixeira Mastelari Graduandas do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail: dienifer_araujo@hotmail.com Este projeto de aprendizagem intitulado “Ética e identidade com a fábula A lebre e a tarta- ruga” foi aplicado na escola municipal Maria Olympia Braga Sobrinho, situada em Jales. O desenvolvimento das ações pedagógicas pautou-se na linguagem teatral, expressada em Pág. 45VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  45. 45. fantoches, que a partir da fábula “A lebre a tartaruga” possibilitou ao aluno momentos de reflexão sobre a própria vivência. Essa fábula permitiu explorar os conceitos de paciência, persistência, cautela e respeito às diferenças, assim como o desenvolvimento da imagina- ção, concentração, comunicação, cognição, interação e autonomia. Desse modo, o uso da fábula constituiu recurso didático para a formação de valores nas crianças, possibilitando situações de construção e reconstrução de conhecimentos, formação de atitudes e valo- res, através do processo ensino-aprendizagem de uma maneira significativa e prazerosa. MOTIVAÇÃO E SUPERAÇÃO COM A FÁBULA “CORRIDA DE SAPINHOS” Aline Pontes Fernandes Anne Caroline Fernandes Angela Maria Silva Rodrigues Denise Camila dos Santos Francieli Daiane Nogueira Jonatas Rodrigues de Mattos Luana Detofoli Mileni Sumaio da Silva Graduandos do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail: alinepontes95@gmail.com Este projeto de prática de ensino teve a finalidade de desenvolver a fábula “A corrida de Sapinhos”, por meio da linguagem teatral, na modalidade fantoche, numa turma de crianças de quatro a seis anos de idade da escola dominical da igreja Assembleia de Deus, situada em Jales. Em todas as etapas da nossa vida é importante acreditar em si mesmo, agregando conselhos que contribuam para prosseguirmos, ao mesmo tempo excluindo os danosos ou limitantes. Esse ensinamento, presente nesta fábula, que foi desenvolvido didaticamente com as crianças propiciou momentos de reflexão sobre situações do coti- diano, sob a lição “não dê ouvidos as verbalizações negativas ou pessimistas porque elas tiram os nossos sonhos e desejos mais preciosos. Lembre-se do poder das palavras, pois tudo o que ouvimos e lemos afetam nossas ações”. AS RELAÇÕES SOCIAIS EM UM CONTEXTO DE EDUCAÇÃO INFANTO-JUVENIL Edicléia Antunes da Silva Jaqueline Fernanda Izidoro Gleiziane Ribeiro de Santana de Oliveira Sara Maria Danithele Milan dos Santos Daiane Gabrieli Nogueira Graduandas do 1º ano do curso de Pedagogia Tutora: MS. Célia Regina da Silva Zerbato UNIJALES - Centro Universitário de Jales E-mail: ediantunes444@hotmail.com Este trabalho de prática de ensino pautou-se na pedagogia de projetos, com pressupostos que favorece a interatividade, a autonomia e a aprendizagem contextualizada. Procurou-se desenvolver ações pedagógicas por meio do teatro de fantoches com crianças de quatro a seis anos da Primeira Igreja do Evangelho Quadrangular de Jales. Em sala de aula, o teatro de fantoche pode contribuir para a formação integral do ser humano. O desenvolvi- Pág. 46VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  46. 46. mento da identidade do educando é um exemplo, pois esta modalidade teatral possibilita a vivência de diferentes papéis sociais, por meio das personagens, experimentando di- versas sensações e emoções, além de expressar seus conflitos, bem como contar com a cooperação e solidariedade de seus colegas. Ainda, esta ferramenta pedagógica permitiu o manuseio de materiais baratos e de sucatas, desenvolvendo na criança a motricidade e o senso da sustentabilidade. O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA DEFICIENTES AUDITIVOS NO ENSINO FUN- DAMENTAL Heloísa Agassi Pessopane Oliveira: 3° ano do curso de Pedagogia do Centro Universitário de Jales – UNIJALES heloisaagassi@hotmail.com Profª orientadora: Ms Madalena Guisso Doho A inclusão de alunos com deficiências na rede regular de ensino é algo ainda muito discu- tido e, ainda, gera muitas dúvidas. O processo de ensino-aprendizagem de matemática, na maioria das vezes, é visto como algo difícil e seu conteúdo incompreensível. Ciente das dificuldades que os deficientes auditivos possuem, este trabalho pretende buscar a melhor forma de ensinar matemática para esses alunos e os materiais didáticos mais adequados para serem utilizados nesse ensino. A adaptação dos alunos surdos, em sala de aula, fica prejudicada por dificuldades óbvias de comunicação, o que os leva a buscar o isolamento. Trabalhar com alunos detentores de problemas auditivos requer alguns cuidados e um dos pontos principais consiste em o professor (e demais profissionais que atuam junto ao aluno surdo na escola regular) aceitar integralmente esse aluno e levar em conta alguns procedimentos os quais são elencados no trabalho. Por outro lado, o professor, consciente de que não consegue alcançar os resultados almejados junto a seus alunos, e, tendo di- ficuldades de, por si só, repensar satisfatoriamente seu fazer pedagógico, procura novos elementos que, acredita, possam melhorar a sua prática e possibilitar maior compreensão dos conteúdos de matemática, por parte desses alunos. Ainda assim, observou-se nes- ta pesquisa que os deficientes auditivos possuem maior facilidade em compreender os conteúdos matemáticos do que os conteúdos das demais disciplinas da grade curricular. A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E OS SEUS DIREITOS Alunos do 3° ano do curso de Pedagogia / UNIJALES E-mail: maguisso@ superig.com.br Profª orientadora: Madalena Guisso Doho – Docente da UNIJALES A violência contra as mulheres assume muitas formas: física, sexual, psicológica e eco- nômica. Atualmente calcula-se que, em todo o mundo, uma em cada cinco mulheres se tornará uma vítima de estupro ou tentativa deste no decorrer de sua vida. Porém, a forma mais comum de violência sofrida pelas mulheres em todo o mundo é a violência física, praticada por um parceiro íntimo, em que as mulheres são surradas, forçadas a manter relações sexuais ou abusadas de outro modo. Diversas pesquisas mundiais apontam que, de todas as mulheres vítimas de homicídio, metade é morta pelo marido ou parceiro, atu- al ou anterior. Mesmo na contemporaneidade, com o perfil da mulher independente e o progresso da inserção no mercado de trabalho, ela continua sofrendo violência (em 2010, a central de atendimento à mulher – ligue 180 – do Governo Federal, registrou aproxi- madamente 700 mil casos). Foi realizada uma pesquisa de campo na região de Jales-SP, cujos dados nos levam a perceber que as mulheres dessa região estão mais conscientes Pág. 47VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  47. 47. dos seus direitos e sentem-se mais livres para falar sobre o assunto, reconhecem a exis- tência da agressão moral e discriminação além das citadas acima. Comparando com dados coletados em 2010, percebe-se um avanço significativo em que a grande maioria da população feminina declara já conhecer a Lei Maria da Penha e, também, realiza com mais frequência os exames preventivos. Acredita-se no papel da Educação nesse processo de transformação para alcançar a equidade de gênero. GESTÃO, FINANÇAS E TECNOLOGIAS GRUPO A – Administração e Sistemas SALA 28 – SEGUNDO ANDAR Docentes responsáveis: Dejanira Facioni e Alexsandra Alves Jardim. Auxiliares: Cristi- na Lopes Martins e José Lafayette de Oliveira Gonçalves. CONTROLE DE UMA HIDROPONIA UTILIZANDO ARDUINO Guilherme dos Santos Castanheira guilhermeguilherme@hotmail.com Renato Pereira renato-jales@hotmail.com Orientador: José Paulo Codinhoto Sistemas de Informação/Centro Universitário de Jales O projeto consiste em desenvolver uma plataforma de automação utilizando a técnica de Hidroponia juntamente com o micro controlador arduino, afim de proporcionar ao produtor, mais segurança e maior controle no sistema de moto bomba das estufas, a mesma ficará responsável por fazer o acionamento do conjunto motor bomba e o controle do bombea- mento da solução nutritiva(água), por intermédio de um sensor de água de efeito hall, no qual ficará responsável por calcular a vazão da água pelo encanamento, o arduino ficará responsável por tratar os dados do sensor e calcular a vazão do mesmo, e caso venha a acusar algum problema, por segurança desligará todo sistema moto bomba, evitando assim algum tipo de danos que possa vir acontecer, e uma sirene será acionada avisando ao produtor que algo está errada, sirene essa que somente será desligada pelo próprio produtor com um comando. Se ao acionamento do conjunto motor bomba tudo estiver como programado, o sensor acusou vazão e o sistema continuará seu funcionamento normalmente. SISTEMA DE CONTROLE DE IRRIGAÇÃO BASEADA EM PLATAFORMA MICRO- CONTROLADORA COM ARDUINO Denis Ruiz Rodrigues Jonathas Ferreira de Almeida A irrigação é um método que foi desenvolvido na agricultura para suprir as necessidades exigidas de água pelas plantas. Por esta ser uma região ser muito quente e com poucos níveis de chuvas o emprego de sistemas de irrigação é comum. Através de estudos e pes- Pág. 48VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014
  48. 48. quisas realizadas o presente trabalho irá propor um sistema de irrigação controlado pela plataforma Arduino, que irá controlar todo o mecanismo de irrigação ligando e desligando esse mecanismo automaticamente quando a umidade do solo estiver no nível desejado. Com esse sistema controlador de irrigação o produtor não irá se preocupar em monitorar a irrigação, pois haverá um mecanismo que medirá a umidade do solo e por meio destes dados o sistema de controle de irrigação irá desligar automaticamente a vazão de água da irrigação. PROCESSO DE REUSO DA ÁGUA: ESTUDO DE CASO NA INDÚSTRIA EM JALES – SP Ananda Regina Oliveira Cleide Souza Silva Dayane Regina David Zuim dayanezuim@gmail.com Orientador: Dejanira Facioni Administração/Centro Universitário de Jales O reuso da água ganha espaço nas indústrias devido à grande concorrência no mercado e a crescente preocupação da sociedade com o meio ambiente. A presente pesquisa é um estudo de caso sobre o reuso da água na empresa Venturini & Cia Ltda., localizada em Jales-SP. Objetivou-se demonstrar uma forma prática de conservação do meio ambiente através da reutilização da água na produção industrial. O método qualitativo norteia este trabalho. As entrevistas com perguntas semiestruturadas foram realizadas com dois ge- rentes no período de junho a julho de 2012. Pode-se verificar as vantagens da empresa em implantar o projeto de reuso da água - processo de floculação como a redução de custos, responsabilidade socioambiental, atendimento à legislação e a boa imagem da empresa no mercado. EMPREENDEDORISMO RURAL: ESTUDO DE CASO NA VITIVINICULTURA EM JALES-SP Everton Junior Victoreli Lisboa evertonvictoreli@live.com Keller Rafaela Kanuto Castro keller_rafaela@hotmail.com Thiago Okada Mazetti thiagomazetti@gmail.com Orientador: Dejanira Facioni Administração/Centro Universitário de Jales Esta pesquisa se apresenta como estudo de caso sobre empreendedorismo rural em uma propriedade rural localizada em Jales - SP, identificando suas ações empreendedoras no sentido de criar oportunidades de diversificação de produtos, sendo a produção de uvas e o processamento de vinhos e sucos. Este trabalho tem cunho qualitativo e fenomenológico, pois realizou-se entrevista com questões semiestruturadas com um produtor em agosto de 2014. A empresa rural estudada tem investido tanto na qualidade de suas uvas quanto de vinhos e suco, pois o empreendedor participa de feiras, simpósios e outros eventos relacionados ao setor. Foi possível verificar que a produção artesanal de suco e vinhos Pág. 49VII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAUnijales, 2014

×