Flambagem de colunas, placas e cascas

866 visualizações

Publicada em

flambagem

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Flambagem de colunas, placas e cascas

  1. 1. 1 SELEÇÃO DE MATERIAISSELEÇÃO DE MATERIAIS Todas os seminários montados estão com base nos capítulos do livro de Michel Ashby. Portanto todas as aplicações são fundamentadas em obter um material de excelente propriedades para uma determinada aplicação. Sendo assim todas as apresentações deve apresentar as equações passo a passo e acompanhada de explicações escritas, para facilitar a sua apresentação, e a metodologia de avaliação, a qual irá precisar de fatos concreto para mencionar as notas. Todos irão fazer parte da avaliação, portando, a não participação da apresentação de qualquer outro grupo levará a obter uma nota em sua apresentação com valor menos dois (2). Grato eu estou feliz por vocês terem chegado próximo ao final dessa caminhadas Abraços Prof. Vitor OBSERVAÇÕESOBSERVAÇÕES
  2. 2. FLAMBAGEM DE COLUNAS. 2 Seleção de Materiais
  3. 3. Video de Flambagem 3
  4. 4. FLAMBAGEM • É um fenômeno que ocorre em peças de área de secção transversal pequena em relação ao seu comprimento, quando submetidas a um esforço de compressão axial. 4
  5. 5. Elementos estruturais submetidos a esforços normais. • a) Resistência da estrutura: σx =N≤ σadm. A • b)Controle de deformação:∆L =N.L≤ ∆Ladm⋅ E.A 5
  6. 6. CARGA CRÍTICA (Fcrit) • É a carga axial máxima que uma coluna pode suportar antes de ocorrer a flambagem. Qualquer carga adicional provocará flambagem na coluna. 6
  7. 7. 7 • De acordo com o apoio ou o modo de aplicação da força, a barra se deforma formando uma onda. O fator n caracteriza essa resposta e é correspondente à quantidade de meio comprimento de onda formado pelo modo de aplicação.
  8. 8. 8 • A adição do momento fletor, M, reduz a carga de flambagem. • Um valor negativo de Fcrit significa que é necessária uma força de tração para evitar flambagem.
  9. 9. 9 • Uma fundação elástica é a que exerce uma pressão lateral restauradora, P, proporcional à deflexão: K é a rigidez da fundação por unidade Y é a deflexão lateral local • Seu efeito é aumentar Fcrit
  10. 10. Fórmula de Euler 10 Le= comprimento efetivo de flambagem I= momento de inercia E= modulo de elasticidade Young
  11. 11. 11
  12. 12. 12

×