. ,  w ,  .   * “
* _ › .  g '~ . _ e . 
 à ¡
'_ r TK¡ '1""'“”"-
na .  -
¡  I v_ _ É
7" 
, ___
r

ÓOIÇ/ ICÍBANDAS idNbEPEü...
E     
' *Ç* '

      
:  ”AR"'~À"Á:  'A É-

. ›-_ Ú ›  t: 
T fã:  E r q_

'  

. _,

.  .  'L
 ' _A E A t  1; ~ _ n
l ' C...
CENÁRIO lNDEPE¡! DEi'TE
GRAVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO

 

GRAVADORAS

3    É;  - COMUNICAÇÃO
gr-  _ EDIVULGAÇÃO
f" 1 n a rx 1 ñ. _"__'¡'. *_ SJ:  ;", _<
CL¡'. Í')¡“: |d. /l b VLxt_| -ÓL_ "ÀL. ,'AL. .Í '_. 

. .
_, =., -m -- 1' --_-. ,...
f" I n a rx I ñ. _"__'¡'. *_ SJ:  ;", _<
CL¡'. Í')¡“: |d. /l b VLxt_| -ÓL_ "ÀL. ,'AL. .Í '_. 

'“ ¡ç__j'. '.': ~'j›:  "¡^,...
r I' s.  _ I : IT ' ¡_': ÍJ _ S: : “C
x/ _h Í' Í ' . Lxi. _l q!  '1L. "__ '_
I J" (1/'¡''
~- I l-L 'LynÍw

. ¡CÍ. _-_-. __...
A utilização das plataformas digitais como sites e
redes sociais para divulgação do trabalho de
de bandas independentes e ...
OU ESTÃO~PF2OBLEMA

Quais são as estratégias de marketing usadas
pelas bandas independentes nas redes sociais
para promove...
a; 

_ . . .  ,v. 
. ,  .. I . , _, 
-' à ar.  j. 
x 53:1: ,  7.a -_.  3-. , 5M¡ _ w- . y u¡ _ '-- y ' J
-.  . - . .a .  x...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Descobrir como é feita a interligação de seus sites
e plataformas de distribuição de músicas,  obse...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Verificar a periodicidade média de Cada tipo

de conteúdo.  analisando o que é mais compartilhado
e...
E34": 

 

u  a '-, 
'tê' "É . =l¡= .a. §:; -:¡Eav:
n¡ L
Í
 o . f

 

: :Í-Ta
i › "- . 

kia. 
x . r

   
  ter? ? L (Fig

' 'I
. . -s-_J

i.
_ o __

. é
. . 5^'“t
, ifm
.  _. .
f ;  r a
y

l

  
 

. __

I Íàeyíifev 
" _If . .isa , ETÊBL = .
. 'r-
- -4.. :.'. ':¡2§7Ê_Íçç

 
  

  

. far-I, 
. ,  .. .

   
  
      

, QÂ-. É-En* .  ._= 
Ir:  23;:
.. rf IF. , à. . 114.1¡ I.  n. ›,I . 

Is

Í v . ,, 'v ,  .
W 'a f '-3-  -
. wmaíisãêgt  v ç
- *' R' .   . 
. . ___ .  .

...
ANALIsE DOCUMENTAL

 ,  . *  *LL_. ÍJÍÍ_QÍ“›'LLL I  LII;  LÍÍ'. ~LI*~. .LIÉ““7Í_ÍÍ'IÍÉC: ›
I' 'i i» JANEIRO A MAIO

 , ç I...
'-= ° °  '. °Í-°I§I~_1XI: IsEDoCUMENTAL

  FORFUN
.  __I, _. 7¡ sITE OFICIAL
" _.  '__; IREDEs sOCIAIs

.  I r _ Q
Í 7 ÃNÁLISE DOCUMENTAL

APANHADOR só
sITE OFICIAL
REDES sOCIAIs
a 123.71'.  .-

.  __ 1 5132151:¡ q¡  -'_, -; 4'¡ 

,  _ _f n' c_

.  . r _

'.   'fi  T. . " A,  .'

s ,  ~

. 

  

 
  ...
ESTUDO COMPARATIVO
DE CASO

  
 

APANHADCÊICR) SITE OFICIAL

REDES SOCIAIS
PLAYER

DOWNLOAD GRATUITO
E VENDA DE CD EIsICO...
ESTUDO COMPARATIVO
DE CASO

“x ~ FACEBOOK

. --; _  DI IáIij " I:  v:  _I   f* ~_:   
<~«__. _ I I - I I .  ~ I v -.  s  v...
ESTUDO COMPARATIVO
DE CASO

APANHADOSÔÊFACEBOOK

127 MIL CURTIDAs
FOTOS + INFORMAÇÕES

VIDEOS AO VIVO
FOTO + AGENDA
EVENTO...
CAMPANHA CROWDFUNDING

 _ r  II 

Gravação do Proximo AlbUm

I*~lÁ›I: ÁIv_;4I ›-* _VIII AIu_II II-, tqgx : ›--«'I . I m

4...
INSTAGRAIVI,  TWITTER E OUTRAS REDES SOCIAIS.
CONSIDERAÇÕES FINAIS

O IvIARKETING DIGITAL FOI UTILIZADO ONDE? 
~EWvTC3uEIjtmFHHIM2ÁCI

SITES OFICIAIS/ LOJAS DIGITAIS" É...
CONSIDERAÇÕES FINAIS

O IVIARKETING DIGITAL FOI UTILIZADO ONDE? 

E13 I F-ÍÊAI ELàIA DE LIIF F IALÍEINIIZÍI IAIÍÇ. 
TURNE ...
CONSIDERAÇÕES FINAIS

COMUNICAÇÃO DE IviARKETING: 
If I E;  _I 'E T I  E.  [IA : j: Iiji»  I _J N IIIL: _A. _I1;Ç, AO

INF...
ENTREVISTA COM APANHADOR SO: 

POR QUE FIDLADICIAIVIEFITO COLETIVO
E INDEPENDENCIA? 

| ,_| I:I-I:  I-ÁÍ'I_II, .A_I_JI:  F...
. ,  w ,  .   * “
* _ › .  g '~ . _ I . 
 à ¡
'_ E ? KI '1""'“I”"-
na .  -
¡  I v_ _ É
7" 
, ___
r

COMOBANDAS INDEPENDENT...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ENGAJAMENTO UNDERGROUND: COMO BANDAS INDEPENDENTES SE APROPRIAM DO MARKETING DIGITAL PARA FIDELIZAR SEU PÚBLICO

117 visualizações

Publicada em

Esta é uma apresentação de TCC realizada para o curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal do pampa - Unipampa.

O objetivo deste trabalho é identificar de que forma bandas independentes podem, através da internet, apropriarem-se de estratégias de marketing digital para promoverem seus trabalhos, encontrar um canal de comunicação interativo e ainda engajarem seu público a participar de seus projetos. Este trabalho reflete sobre as mudanças que a cibercultura causa no mercado fonográfico através da distribuição de música digital, e sobre os conceitos de redes sociais na internet, a cultura da convergência, mercados de nicho e marketing digital. Feito isso, inicia-se a articulação destes conceitos junto ao estudo de caso de duas bandas independentes, Forfun, do Rio de Janeiro, e Apanhador Só, de Porto Alegre, com o intuito de compreender como estes se utilizam da internet e redes sociais para manter um canal de comunicação interativa com seu público. Após análise dos sites oficiais e das páginas nas redes sociais das bandas que compõem o estudo de caso, conclui-se que estes podem ser meios eficientes de comunicação com seu público e de distribuição de suas obras, desde que utilizados adequadamente princípios básicos de estratégias de marketing digital para organização de seus sites e o planejamento da comunicação nas redes sociais.

Autor: Lucas Martins Velasque
Contato: lm.velasque@gmail.com

Publicada em: Marketing
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
117
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ENGAJAMENTO UNDERGROUND: COMO BANDAS INDEPENDENTES SE APROPRIAM DO MARKETING DIGITAL PARA FIDELIZAR SEU PÚBLICO

  1. 1. . , w , . * “ * _ › . g '~ . _ e . à ¡ '_ r TK¡ '1""'“”"- na . - ¡ I v_ _ É 7" , ___ r ÓOIÇ/ ICÍBANDAS idNbEPEübÉNfES sé : APROPRIAM DO MARKETING DIGITAL PARA FIDELIZAR SEU PUBLICO
  2. 2. E ' *Ç* ' : ”AR"'~À"Á: 'A É- . ›-_ Ú › t: T fã: E r q_ ' . _, . . 'L ' _A E A t 1; ~ _ n l ' C : má. . v A! f, z» -v
  3. 3. CENÁRIO lNDEPE¡! DEi'TE GRAVAÇÃO DISTRIBUIÇÃO GRAVADORAS 3 É; - COMUNICAÇÃO gr- _ EDIVULGAÇÃO
  4. 4. f" 1 n a rx 1 ñ. _"__'¡'. *_ SJ: ;", _< CL¡'. Í')¡“: |d. /l b VLxt_| -ÓL_ "ÀL. ,'AL. .Í '_. . . _, =., -m -- 1' --_-. ,- , -.(› _/ _ / ›'-'1'A Â. ) ; - -. -_ v¡ ¡ f. i AT _ S. D¡ A,
  5. 5. f" I n a rx I ñ. _"__'¡'. *_ SJ: ;", _< CL¡'. Í')¡“: |d. /l b VLxt_| -ÓL_ "ÀL. ,'AL. .Í '_. '“ ¡ç__j'. '.': ~'j›: "¡^, j_I C ¡_/ .'~J n ILI. ..)~. a.u. _'Í'. /' GRAVADORAS . . _, =., -I- -- I' --_-. ,- , -.(› _/ -'1u J. T¡ u
  6. 6. r I' s. _ I : IT ' ¡_': ÍJ _ S: : “C x/ _h Í' Í ' . Lxi. _l q! '1L. "__ '_ I J" (1/'¡'' ~- I l-L 'LynÍw . ¡CÍ. _-_-. __IÍ›¡ . .x/ NC p/ Íx? . ¡xI. ..)~. a . ._~: "“ . i COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇAO ~ rx _ x r¡ rx . O "x - , '- A _ I_ I. . C» I~¡^' _ ›__ › m -; ) l . r . l J u . 1 '
  7. 7. A utilização das plataformas digitais como sites e redes sociais para divulgação do trabalho de de bandas independentes e para a comunicação e interação com seu público.
  8. 8. OU ESTÃO~PF2OBLEMA Quais são as estratégias de marketing usadas pelas bandas independentes nas redes sociais para promover seu trabalho e a interação com seu público?
  9. 9. a; _ . . . ,v. . , .. I . , _, -' à ar. j. x 53:1: , 7.a -_. 3-. , 5M¡ _ w- . y u¡ _ '-- y ' J -. . - . .a . x . . 11g. : agtgvñ. ..mt-_z. -.atbtqsea. s.ãa. r'i'*. ' '
  10. 10. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Descobrir como é feita a interligação de seus sites e plataformas de distribuição de músicas, observando como se dá essa interação de diferentes mídias em suas publicações nas redes sociais. Verificar quais os tipos especificos de conteúdos produzidos e compartilhados nas suas redes sociais.
  11. 11. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Verificar a periodicidade média de Cada tipo de conteúdo. analisando o que é mais compartilhado em suas redes socIaIs Analisar quais as estratégias utilizadas para promover eventos que necessitam do apoio do público, por exemplo. os financiamentos coletivos.
  12. 12. E34": u a '-, 'tê' "É . =l¡= .a. §:; -:¡Eav:
  13. 13. n¡ L Í o . f : :Í-Ta i › "- . kia. x . r ter? ? L (Fig ' 'I . . -s-_J i.
  14. 14. _ o __ . é . . 5^'“t , ifm . _. . f ; r a y l . __ I Íàeyíifev " _If . .isa , ETÊBL = .
  15. 15. . 'r- - -4.. :.'. ':¡2§7Ê_Íçç . far-I, . , .. . , QÂ-. É-En* . ._= Ir: 23;:
  16. 16. .. rf IF. , à. . 114.1¡ I. n. ›,I . Is Í v . ,, 'v , . W 'a f '-3- - . wmaíisãêgt v ç - *' R' . . . . ___ . . / ITI I . .irc / . (nr.
  17. 17. ANALIsE DOCUMENTAL , . * *LL_. ÍJÍÍ_QÍ“›'LLL I LII; LÍÍ'. ~LI*~. .LIÉ““7Í_ÍÍ'IÍÉC: › I' 'i i» JANEIRO A MAIO , ç IíIíÍgiIííí' E , I ITI” I ITI : JI 'ÍÃI' IÍ' 'EIÍÍÍÍII
  18. 18. '-= ° ° '. °Í-°I§I~_1XI: IsEDoCUMENTAL FORFUN . __I, _. 7¡ sITE OFICIAL " _. '__; IREDEs sOCIAIs . I r _ Q
  19. 19. Í 7 ÃNÁLISE DOCUMENTAL APANHADOR só sITE OFICIAL REDES sOCIAIs
  20. 20. a 123.71'. .- . __ 1 5132151:¡ q¡ -'_, -; 4'¡ , _ _f n' c_ . . r _ '. 'fi T. . " A, .' s , ~ . 7:; v « ” -fâ-, dtãíiiê a Wir; . A ~
  21. 21. ESTUDO COMPARATIVO DE CASO APANHADCÊICR) SITE OFICIAL REDES SOCIAIS PLAYER DOWNLOAD GRATUITO E VENDA DE CD EIsICO BANNER - CAMPANHA VIDEO - CAMPANHA LOJA AGENDA
  22. 22. ESTUDO COMPARATIVO DE CASO “x ~ FACEBOOK . --; _ DI IáIij " I: v: _I f* ~_: <~«__. _ I I - I I . ~ I v -. s v , L ' " 1 BASTIDORES EVIAGENS A "'. I' r "' T* v” 'T". _n_ _v_-. _| I“ : ç: : V; j _f_ «rI L Inn. : I +LIT~IKIDE LOJA DIGITAL _o NOC , _ E_ . _ 'I I_. ._I II L_ I ETAMBÊAI DE CArwIARINs E BASTIDOREÍ: + LINK DE LOJA DIGITAL I AI
  23. 23. ESTUDO COMPARATIVO DE CASO APANHADOSÔÊFACEBOOK 127 MIL CURTIDAs FOTOS + INFORMAÇÕES VIDEOS AO VIVO FOTO + AGENDA EVENTOS FOTO HORAS ANTES DO SHOW CAM PAN HA CROWDFUNDING ARTIGOS EM JORNAIS
  24. 24. CAMPANHA CROWDFUNDING _ r II Gravação do Proximo AlbUm I*~lÁ›I: ÁIv_;4I ›-* _VIII AIu_II II-, tqgx : ›--«'I . I m 4,, I é ICÊNTTIRALIZARACÓMIUNTCÀÇÃÔ 21 › Í . ; t › I ESCOLHIDAS PELOS FÃS ORGANIZADO PELOS FÃS »A-I I 11|. ,›-I 'If_“_7 ESCOLHIDAS PELOsIFÃs I* - 77 TRI L 715 APoIADoREs - › DE 53 MIL
  25. 25. INSTAGRAIVI, TWITTER E OUTRAS REDES SOCIAIS.
  26. 26. CONSIDERAÇÕES FINAIS O IvIARKETING DIGITAL FOI UTILIZADO ONDE? ~EWvTC3uEIjtmFHHIM2ÁCI SITES OFICIAIS/ LOJAS DIGITAIS" É -I - GRATTSCU NÃO ÍIIÍÍLÍI<TÍÍÍ: IIíQ; _A"ÇTI RED SOCIAIS
  27. 27. CONSIDERAÇÕES FINAIS O IVIARKETING DIGITAL FOI UTILIZADO ONDE? E13 I F-ÍÊAI ELàIA DE LIIF F IALÍEINIIZÍI IAIÍÇ. TURNE “SALA DE ESTAR" E E 'ÉEITEI. A.TE'LÍÍ: ÍIA DE E PxJIÇÍJ/ ÍNII, IAI*~~~I E TIÍI TURNE “SALA DE ESTARV o PÚBUCO DECIDIU TUDO
  28. 28. CONSIDERAÇÕES FINAIS COMUNICAÇÃO DE IviARKETING: If I E; _I 'E T I E. [IA : j: Iiji» I _J N IIIL: _A. _I1;Ç, AO INFORMAR OS FÃS SOBRE SHOWS, LANÇAMENTOS, ETC. E I Cx; :I E 1:: : O IX* IJL. ÍÇ. ,.AI; ,AIILÍÇSLI FACEBOOK/ TWITTER/ INSTAGRAM, ETC. E : DATAS DE SHOWS/ LINK DE CROWDFUNDING
  29. 29. ENTREVISTA COM APANHADOR SO: POR QUE FIDLADICIAIVIEFITO COLETIVO E INDEPENDENCIA? | ,_| I:I-I: I-ÁÍ'I_II, .A_I_JI: Fa' Ii: : | IIIÂÍÍVTA. w I LÍÍIEIÇZ'I7:: ~-I. ÍÍÇ; ›E'? _~› A ESCOLHA ESTÁ NA MÃO DO PÚBLICO
  30. 30. . , w , . * “ * _ › . g '~ . _ I . à ¡ '_ E ? KI '1""'“I”"- na . - ¡ I v_ _ É 7" , ___ r COMOBANDAS INDEPENDENTES SE APROPRIAM DO MARKETING DIGITAL PARA FIDELIZAR SEU PUBLICO

×