Aula de revisão biologia

3.831 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.831
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
184
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de revisão biologia

  1. 1. COMPARTIMENTOS CELULARES Prof. Maurício Campos 29/10/2011 MÓDULO Membranas
  2. 2. <ul><li>A Membrana Plasmática é uma bicamada fluida de fosfolipídios contendo proteínas que atravessam ou não sua estrutura. </li></ul>Membrana Citoplasm á tica ou Plasm á tica ou Plasmalema
  3. 3. Modelo do Mosaico Fluido
  4. 4. Envoltórios Celulares Membrana Membrana plasmática- encontrada em todas as células. A membrana celular é semelhante em todos os organismo . Parede Celular- encontrada nas bactérias e cianobactérias, nas células de alguns protistas, nos fungos em os vegetais. Ausente nas células animais .
  5. 5. Célula animal Membrana celular A fluidez da bicamada lipídica permite a movimentação das moléculas de lipídios e proteínas .
  6. 6. Permeabilidade Celular <ul><li>Tipos de membrana : </li></ul><ul><li>Impermeáveis </li></ul><ul><li>Permeáveis </li></ul><ul><li>Semipermeáveis </li></ul><ul><li>Seletivamente permeáveis </li></ul><ul><ul><li>Tamanho </li></ul></ul><ul><ul><li>Carga elétrica </li></ul></ul><ul><ul><li>Polaridade </li></ul></ul>
  7. 7. Permeabilidade Celular
  8. 8. Processo Passivo > Difusão > Simples
  9. 9. Processo Passivo > Difusão > Simples
  10. 10. Trocas entre C é lula e Meio Externo Processos Passivos Processos Ativos Difusão Simples Facilitada Osmose Bombas Vacúolos Transporte em Massa Endocitose Exocitose Transportes Diminutos Fagocitose Pinocitose Clasmocitose <ul><li>Sem gasto de ATP. </li></ul><ul><li>Moléculas seguem o gradiente de concentração. </li></ul><ul><li>Com gasto de ATP. </li></ul><ul><li>Moléculas contra o gradiente de concentração. </li></ul><ul><li>Necessitam da participação de proteínas. </li></ul>
  11. 11. TRANSPORTE PASSIVO <ul><li>O Transporte passivo ocorre a favor de um gradiente de concentração, sem gasto de energia para a célula. Temos três tipos de transporte passivo: DIFUSÃO SIMPLES, DIFUSÃO FACILITADA E OSMOSE. </li></ul>
  12. 12. TRANSPORTE PASSIVO
  13. 13. DIFUSÃO SIMPLES <ul><li>Ocorre do local de maior concentração para o de menor concentração, a favor de um gradiente de concentração. </li></ul><ul><li>Ex: difusão do oxigênio do sangue para os tecidos. </li></ul>
  14. 14. DIFUSÃO FACILITADA <ul><li>Permite o transporte de moléculas maiores como aminoácidos, monossacarídios, etc, que não conseguindo atravessar a bicamada lipídica, requerem que proteínas transportadoras facilitem sua passagem. </li></ul>
  15. 15. OSMOSE <ul><li>Transporte de solvente do local de menor concentração em soluto para o local de maior concentração em soluto. </li></ul>
  16. 20. Osmosis and Animal Cells
  17. 21. Osmosis and Plant Cells
  18. 22. Isotonic solution Hypotonic solution Hypertonic solution H 2 O H 2 O (1) Normal (2) Lysed H 2 O H 2 O H 2 O H 2 O Animal cell Plant cell (4) Flaccid (5) Turgid (6) Shriveled (plasmolyzed) (3) Shriveled Plasma membrane H 2 O H 2 O
  19. 23. Controle da osmolaridade celular Los metabolitos celulares generan un aumento de la presión osmótica intracelular. H2O se desplazaría al interior celular provocando la rotura de la célula Células animales y bacterias bombean iones (Na*) al exterior Las plantas soportan la presión osmótica mediante una pared rígida Muchos protozoos expulsan agua mediante vacuolas contráctiles especiales
  20. 24. TRANSPORTE ATIVO <ul><li>O Transporte Ativo depende de uma relação altamente especifica entre proteínas da membrana e o material a ser transportado, pois este transporte ocorre contra um gradiente de concentração, ou seja, do local de menor concentração para o local de maior concentração, utilizando uma proteína carreadora e gasto de energia. </li></ul>
  21. 27. ENDOCITOSE OU TRANSPORTE EM BLOCO
  22. 28. FAGOCITOSE <ul><li>É o processo pelo qual a célula engloba partículas sólidas, pela emissão de pseudópodos. Temos como exemplo a alimentação das amebas e a atuação dos macrófagos que fagocitam os antígenos. Após a fagocitose ocorre a formação de uma bolsa denominada de fagossomo. </li></ul>
  23. 29. PINOCITOSE <ul><li>Processo pelo qual a célula engloba gotículas de líquido por invaginações de membrana. Após a pinocitose ocorre a formação de uma bolsa denominada de pinossomo. </li></ul>
  24. 30. EXOCITOSE <ul><li>É o mecanismo pelo qual as macromoléculas contidas em vesículas citoplasmáticas são transportadas desde o interior celular até a membrana plasmática, para serem vertidas ao meio extracelular . Isto requer que a membrana da vesícula e a membrana plasmática se fundem para que possa ser vertido o conteúdo da vesícula ao meio. </li></ul>
  25. 31. Exocytosis of proteins endoplasmic reticulum Golgi body vesicle membrane fuses with plasma membrane
  26. 32. ESPECIALIZAÇÕES DE MEMBRANA
  27. 33. MICROVILOSIDADES <ul><li>Expansões semelhantes a dedos de luvas, que aumentam a superfície de absorção. Existem na mucosa intestinal e nos túbulos renais. </li></ul>
  28. 34. INTERDIGITAÇÕES <ul><li>Conjunto de saliências e reentrâncias nas membranas de células vizinhas, que se encaixam aumentando a superfície e facilitando as trocas entre elas. São observadas nas células dos tubos renais. </li></ul>
  29. 35. DESMOSSOMOS <ul><li>São placas arredondadas formadas pelas membranas de células vizinhas. O espaço entre as membranas é ocupado por um material mais eletrodenso que o glicocálix. Na superfície interna, inserem-se filamentos que mergulham no interior da célula. É o local de “ancoragem” dos componentes do citoesqueleto e de forte adesão entre células vizinhas . </li></ul>
  30. 36. COMPLEXO JUNCIONAL <ul><li>Presente em células epiteliais, próximo à extremidade celular livre. É constituído por uma zona de oclusão, que veda o trânsito de substâncias entre as células, uma zona de adesão, semelhante aos desmossomos , mas colocadas como um cinto ao redor das células, e por vários desmossomos. É uma estrutura de vedação e adesão. </li></ul>
  31. 37. Até a próxima... Professor Maurício Campos 29/10/2011 Muito obrigado!!!

×