Trabalho tecmec 97 2003

219 visualizações

Publicada em

TecMec

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho tecmec 97 2003

  1. 1. 1. Histórico DIN:  Fundada em 1917, está vinculada a um instituto alemão sem fins lucrativos de padronização de produtos que fomentam garantia de qualidade, segurança, proteção ambiental e comunicação melhorada entre a indústria, tecnologia, ciência, o governo e o público.  É o organismo de normalização reconhecido nacional que representa os interesses alemães em organismos europeus e internacionais de normalização.
  2. 2.  A normalização sistemática e científica nasceu no final do século XIX, com a Revolução Industrial e com o evento da Primeira Guerra Mundial, dada à necessidade de fornecer aos exércitos armas de reparo.  Os engenheiros alemães Naubaus e Hellmich, estabeleceram a 1º organização dedicada à padronização: NANDI (Comitê de Normalização da Indústria Alemã); e em 1975 rebatizado como DIN (- Instituto Alemão de Normalização).
  3. 3. 2. Principais objetivos e Atribuições do DIN:  Promover a livre circulação de mercadorias através do envolvimento ativo no processo de normalização internacional e europeia;  Otimizar continuamente sua infraestrutura de estado da arte eletrônica para desenvolvimento de padrões, a fim de tornar o trabalho mais fácil padrões para os seus peritos;  Evitar a duplicação de trabalho.
  4. 4. 3. Regras de Classificação: 3.1. Segundo seu Conteúdo: • Regras Fundamentais: Relativas a formatos, tipos de linhas, letras, exibições; • Fundamentais normas técnicas: referem às características dos elementos mecânicos como , fios, solda;
  5. 5.  Materiais padrões: Refere-se à qualidade dos materiais, especificando designação, propriedades, composição e teste. Ex: Materiais metálicos como aço e bronze; lubrificantes, combustíveis, etc.  Regras e Dimensões peças mecanismos: Especificando formas, dimensões e tolerâncias. Para este tipo pertencem as regras da construção naval, máquinas-ferramentas, tubos, etc.
  6. 6. 3.2. De acordo com seu Âmbito: • Abrangência Internacional: inclui as normas emitidas pela ISO, IEC e ITU-União Internacional de Telecomunicações; • Abrangência Regional: área continental; • Abrangência Nacional: de acordo com as recomendações das normas internacionais e regionais; • Abrangência Empresarial: Implementadas a rotina empresarial, podendo fornecer novos padrões para complementar as normas nacionais.
  7. 7. 4. Classificação dos Tipos de Desenho Técnico: • Objetivo do desenho; • Método de preparação do desenho; • Conteúdo; • Destino. 4.1. Classificação dos Desenhos segundo sua Finalidade: • Esboço: Representação a Mão Livre; • Desenho: Representação em escala com todos os dados necessários para definir o Objeto; • Plano: Representação de objetos em relação a sua posição.
  8. 8. Fig .1. Exemplo de Esboço.
  9. 9. Fig.2. Exemplo de Desenho.
  10. 10. Fig.3. Exemplo de Plano.
  11. 11. • Desenho ou fabricação de workshop; 4.4 Classificação dos Desenhos por finalidade:
  12. 12. • Desenho Usinagem:

×