Php

119 visualizações

Publicada em

Apostila de PHP

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
119
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Php

  1. 1. APOSTILA DE PHP
  2. 2. 2 APOSTILA DE PHP 1ª AULA Assuntos a serem abordados: Conceito de PHP Conceito de Server Side Conceitos de Client Side Conceitos Servidor Web Conceito básico de Banco de Dados Funcionamento Ferramentas Utilizadas Conceito APACHE / Vertrigo Criação de Pastas Virtuais Primeira página PHP Comando de impressão; Verificação de Aprendizagem (Ver caderno de exercícios) 01. PHP (um acrónimo recursivo para "PHP: Hypertext Preprocessor") É uma linguagem de programação de computadores interpretada, livre e muito utilizada para gerar conteúdo dinâmico na World Wide Web, como por exemplo a Wikipédia. http://pt.wikipedia.org/wiki/PHP 02. Server Side scripts São códigos de programa que são processados no servidor. Devido a este fato, não é necessário preocupar-se com a linguagem que o código foi criado: o servidor é quem se encarrega de interpretá-lo e de devolver uma resposta para o cliente. Em páginas PHP, são esses códigos os maiores responsáveis pelos resultados apresentados, Sintaxe similar a C/C++ e o Perl. 03. Client Side scripts São códigos de programa que são processados pela estação cliente. Geralmente em aplicações voltadas à Internet, o código que é executado no cliente cuida apenas de pequenas consistências de telas e validações de entrada de dados. Em se tratando de páginas web, os client-side scripts terão de ser processados por um browser. O maior problema de se utilizar este tipo de artifício em uma aplicação é a incompatibilidade de interpretação da linguagem entre os browsers. Em grande parte das situações, não é possível exigir que o usuário final disponha de determinado produto para acessar a aplicação. Portanto é importante pesar todos estes fatores ao planejar alguma aplicação com client-side scripts. A linguagem script mais indicada para se construir client-side scripts é o JavaScript, devido a sua compatibilidade com os browsers. 04. Servidor web Um servidor web é um software que responde a solicitações do protocolo http. O protocolo http é um conjunto de regras que padroniza a comunicação interativa de páginas web.
  3. 3. 3 APOSTILA DE PHP 05. Banco de Dados Um banco de dados é uma coleção de dados estruturados. Ele pode ser qualquer coisa desde uma simples lista de compras a uma galeria de imagens ou a grande quantidade de informação da sua rede coorporativa. Para adicionar, acessar, e processar dados armazenados em um banco de dados de um computador, você necessita de um sistema de gerenciamento de bancos de dados como o Servidor MySQL. Como os computadores são muito bons em lidar com grandes quantidades de dados, o gerenciamento de bancos de dados funciona como a engrenagem central na computação, seja como utilitários independentes ou como partes de outras aplicações. 06. Funcionamentos de Páginas PHP Quando é digitado ou clicado em um link para uma determinada página, há um processo até que a página chegue no computador e exibido pelo navegador (browser). Ao digitar o endereço da página no navegador o mesmo envia um pedido da página para o respectivo servidor, o servidor recebe essa solicitação e envia a página e logo em seguida os respectivos arquivos que a compõe, como figuras. Chegando os arquivos no computador do cliente o navegador os exibe. Que Browsers Suportam PHP? Se a aplicação não possuir Client-Side script, todos os browsers suportam PHP. Isto acontece pelo fato das páginas PHP serem processadas pelo servidor. O que o cliente recebe é somente códigos HTML padrão. Terei meu código fonte protegido? Sim, como o servidor retorna somente o resultado HTML, o código fonte (Lógica) fica preservado. se no browser visualizarmos o código fonte da página, veremos somente o código HTML. Onde construiremos as páginas php? Como os arquivos PHP são do tipo texto (ASC II), eles podem ser escritos em qualquer editor de texto, bloco de notas, Word pad, mas também existem programas que fornecem maior suporte para desenvolvimento. PHP é a única opção para construção de sites dinâmicos? Não! Além do PHP existem outras tecnologias que você podera utilizar para se criar sites dinâmicos, por exemplo: ASP, code fusion, CGI e outros.
  4. 4. 4 APOSTILA DE PHP 01. Ferramentas Utilizadas Serão utilizadas principalmente as seguintes ferramentas: Dreamweaver MX, vertrigo 01. Servidor Apache O Apache (ou Servidor HTTP Apache, em inglês: Apache HTTP Server, ou simplesmente: Apache) é o mais bem sucedido servidor web livre. Foi criado em 1995 por Rob McCool, então funcionário do NCSA (National Center for Supercomputing Applications). Numa pesquisa realizada em dezembro de 2007[1], foi constatado que a utilização do Apache representa 47.20% dos servidores ativos no mundo. Em maio de 2010 [2], o Apache serviu mais de 54,68% de todos os sites e mais de 66% dos milhões de sites mais movimentados. É a principal tecnologia da Apache Software Foundation, responsável por mais de uma dezena de projetos envolvendo tecnologias de transmissão via web, processamento de dados e execução de aplicativos distribuídos. O servidor é compatível com o protocolo HTTP versão 1.1[3]. Suas funcionalidades são mantidas através de uma estrutura de módulos, permitindo inclusive que o usuário escreva seus próprios módulos — utilizando a API do software. É disponibilizado em versões para os sistemas Windows, Novell Netware, OS/2 e diversos outros do padrão POSIX (Unix, Linux, FreeBSD, etc). http://pt.wikipedia.org/wiki/Apache_HTTP_Server 02 .VertrigoServ É uma suíte de software como o WAMP inclui um servidor Apache , banco de dados MySQL , um intérprete de PHP e ferramentas de administração do phpMyAdmin , SQLite , Zend Optimizer e SQLiteManager. http://fr.wikipedia.org/wiki/VertrigoServ Ligar o servidor Iniciar / todos os programas / vertrigoServ (Colocar Foto) Criação de Pastas Virtuais 1.Criando diretorios virtuais Diretorios virtuais são subsites web dentro do site padrão, que na prática funcionam como diretórios na URL (endereço web). Se existe uma pasta virtual de nome lojavirtual, a URL no computador será: http://localhost/lojavirtual.
  5. 5. 5 APOSTILA DE PHP Para criar uma pasta virtual siga os seguintes passos: 1º Passo: Criar uma pasta virtual – curso_php Acessar no navegador http://localhost/curso_php Primeira página PHP Colocar no bloco de nota e salvar com o nome 1ex.php <?php echo ("Olá mundo!") ?> Delimitador iniciando o código PHP <?php Comando de impressão echo ou print Delimitador finalizando o código PHP ?> Os comentários de mais de uma linha no PHP são obtidos através de /* e */. Os comentários de apenas uma linha são obtidos através de //. <?php //Programa para mostra mensagem na página PHP. echo ("Olá mundo!") ?>
  6. 6. 6 APOSTILA DE PHP <?php /* Programa para mostra mensagem na página PHP. */ echo ("Olá mundo!") ?> 2° Aula Assuntos a serem abordados: Página PHP com HTML Variáveis Operadores Verificação de Aprendizagem (Ver caderno de exercícios) <html> <head><title>2 página PHP</title></head> <body> <?php echo("Nome: João<br>"); echo("Idade: 23"); ?> </body> </html> - Variáveis Uma variável é um nome conveniente que se refere a uma localização de memória do computador, onde você pode armazenar informações de um programa sendo possível alterar seu valor durante o processamento Exemplo: <html> <head><title>3 página PHP</title></head> <body> <?php $nome="João"; $idade=23; echo("Nome:$nome<br>"); echo("Idade:$idade"); ?> </body> </html>
  7. 7. 7 APOSTILA DE PHP 03. Operadores O PHP possui vários operadores de programação que ajudam a manipular as variáveis em suas páginas. - Operadores Aritméticos Os operadores aritméticos nos permitem fazer uma série de cálculos matemáticos. Geralmente, possuem a seguinte sintaxe: Resultado = valor1 operador valor2 Onde Resultado é a variável que receberá o valor do cálculo, valor1 e valor2 são expressões numéricas e o operador representa a operação matemática a ser realizada. A tabela a seguir lista todos os operadores reconhecidos pelo PHP: Operador Símbolo Descrição Adição + Efetua a soma entre os valores. Subtração - Efetua a subtração entre dois números ou atribui um valor negativo a número. Multiplicação * Efetua a multiplicação entre os valores. Divisão / Efetua a divisão entre dois números. Exponenciação ^ Efetua a operação de potenciação. Módulo % Mostra o resto da divisão Acrescenta ++ Acrescenta 1 a uma variável Subtrai -- Subtrai 1 de uma variável - Adição O operador de adição (+) é utilizado para efetuar somas entre valores numéricos. Vamos considerar uma situação onde a adição entre dois números é pedida. Siga o exemplo: <?php $valor1 = 1 $valor2 = 3 Resultado = $valor1 + $valor2 ‘Retorna o resultado igual a 4 ?>
  8. 8. 8 APOSTILA DE PHP - Subtração O operador de subtração (-) é utilizado para efetuar a diferença entre valores numéricos ou para converter um valor numérico positivo em um valor numérico negativo. - Multiplicação O operador de multiplicação (*) é utilizado para retornar o resultado da multiplicação entre valores numéricos. - Divisão O operador de divisão (/) é utilizado para dividir uma expressão numérica em outra expressão numérica. - Divisão Inteira O operador da divisão inteira () é similar ao da divisão. - Exponenciação O operador de exponenciação (^) é utilizado para "elevar" um número a outro. Operadores de Comparação Os operadores de Comparação analisam o relacionamento entre expressões. Lembre-se que uma expressão pode ser uma combinação de palavras-chaves, operadores, variáveis ou constantes que formam uma string, número ou objeto. A tabela abaixo nos mostra os Operadores de comparação utilizados no VBScript: Operador Símbolo Igualdade == Desigualdade != Maior que > Menor que < Maior que ou Igual a >= Menor que ou Igual a <= Operadores de Comparação dá a você a habilidade para determinar a relação entre expressões. Tradicionalmente, os desenvolvedores esperam que as comparações sejam avaliadas como True (verdadeiro) ou False (falso). Porém, é importante considerar uma terceira possibilidade: NULL. Se a expressão na comparação for NULL, a comparação retornará NULL. È importante manter isto em mente, quando desenvolvemos aplicações lógicas. Os desenvolvedores devem desenvolver uma aplicação que possa responder as três possibilidades de comparação: true, false, NULL.
  9. 9. 9 APOSTILA DE PHP - Operadores Lógicos Os operadores lógicos ajudam a expandir as funcionalidades dos operadores de comparação. O operador lógico foca o método booleano para determinar se um processo retorna True ou False. Os operadores lógicos mais utilizados estão listados na tabela abaixo: Operador Símbolo Conjunção and, && ( e ) Negação Not,! ( não ) Desconjunção or, II ( ou ) - Operador and, && (e) É utilizado para avaliar um conjunto de expressões como se fosse apenas uma comparação. O operador AND apenas retornará True, se e somente se todas as comparações forem verdadeiras.Ou seja com o operador AND as dua condições tem que ser verdadeiras para que a resposta da função seja verdadeira. A tabela abaixo nos lista o comportamento do operador AND: Expressão1 Expressão2 Resultado Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro Falso Falso Verdadeiro Nulo Nulo Falso Verdadeiro Falso Falso Falso Falso Falso Nulo Falso Nulo Verdadeiro Nulo Nulo Falso Falso Nulo Nulo Nulo - Operador not, ! (não) Este operador é utilizado para realizar negação lógica em uma expressão, ou seja, para negar ou inverter um resultado. Ou seja, inverte os valores o que e verdadeiro eletorna falso e virse e versa. - Operador or, || ( ou ) Avalia se alguma expressão de uma série de expressões é verdadeira. A tabela abaixo descreve o comportamento do operador OR: Expressão1 Expressão2 Resultados Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro Verdadeiro False Verdadeiro Verdadeiro Nulo Verdadeiro False True Verdadeiro False Verdadeiro False False Nulo Nulo Nulo Verdadeiro Verdadeiro Nulo False Nulo Nulo Nulo Nulo
  10. 10. 10 APOSTILA DE PHP - Operadores de Concatenação Existem dois operadores no VBScript utilizados para “somar” (concatenar) strings. Veja a tabela abaixo: Operador Símbolo Descrição Concatenação de String . Usado para concatenar Strings (somar duas cadeias de caracteres). Ex: echo("Nome:João"."<br>"); - Ordem de Avaliação das Expressões A avaliação das expressões é baseada nas categorias dos operadores. Operadores aritméticos são os primeiros a serem processados, seguidos pelos operadores de comparação e por fim, pelos operadores lógicos. 3ª AULA Assuntos a serem abordados: Estruturas de Decisão; Verificação de Aprendizagem; 01. Estruturas de Decisão if (se) Utilizadas para tomar decisões em sua aplicação. Estruturas como esta são utilizadas para determinar o fluxo da sua aplicação, com elas você pode definir qual página deve ser aberta, determinar o texto a ser escrito para o cliente, estados dos objetos na tela: selecionados, preenchidos, etc. O primeiro comando que veremos será o if. Este comando é utilizado para testar uma condição como verdadeira ou falsa. E dependendo dos resultados, determinado bloco de instruções será executado. Sintaxe: if condição { Bloco de Instrução (que pode ser apenas uma ou várias); }else{ Bloco de Instrução; } Onde condição é a expressão a ser testada. Se for verdadeira, o bloco de instrução que estiver definido depois do { será executado. O Else representa o “se não”, ou seja, se a condição não for satisfeita (não for verdadeira), o bloco de instruções definido depois do Else será executado. } termina o bloco IF. Observe que a condição deve ser uma expressão que pode ser avaliada como true/false (verdadeiro/falso). Por exemplo:
  11. 11. 11 APOSTILA DE PHP <?php $x = 5; if ($x > 10) { echo("O valor da variável é maior que 10."); }else{ echo("O valor da variável é menor que 10."); } ?> Até este ponto, vimos como testar apenas uma condição. Porém, podemos utilizar o comando IF quando existem várias condições a ser testadas. Veja a sintaxe: If condição { Bloco de Instrução (que pode ser apenas uma ou várias); }else if condição { Bloco de Instrução; }else{ Bloco de Instrução; } Se você observar, a estrutura é basicamente a mesma utilizada para um if simples. A diferença está no else if. Quando você utiliza este tipo de sintaxe é preciso especificar uma outra condição a ser testada. Por exemplo: <?php $cor = "branco"; if ($cor == "vermelho") { echo("A variável contém o valor 'vermelho'."); }else if ($cor == "azul"){ echo("A variável contém o valor 'azul'."); }else if ($cor == "amarelo"){ echo("A variável contém o valor 'amarelo'."); }else{ echo("O valor da variável não foi identificado."); } ?> switch / case – forma de testar uma dentre várias possibilidades. A declaração default executa caso nenhuma das opções for verdadeira. A declaração break faz com que o restante do código não seja executado caso o teste seja verdadeiro. Sintaxe: switch nome da variável { case valor1: Bloco de instruções; break; case valor2: Bloco de instruções;
  12. 12. 12 APOSTILA DE PHP break; default: Bloco de instruções; } Exemplo: <?php $d = 5; switch ($d){ case 5: echo("Finalmente Sexta"); break; case 6: echo("Super Sábado"); break; case 0: echo("Domingo Sonolento"); break; default: echo("Estou esperando pelo fim da semana"); } ?> 4ª AULA Assuntos a serem abordados: 1. Estrutura de repetição 2. Verificação de aprendizagem 01. Estrutura de Repetição é um processo cíclico, ou seja, repete um determinado conjunto de instruções até que uma condição seja satisfeita. No PHP existem 3 tipos de estrutura de repetição.
  13. 13. 13 APOSTILA DE PHP while – estrutura de looping que não necessita de um número determinado de iterações. Ele é executado enquanto uma condição for verdadeira. <?php $i = 1; while ($i < 10000){ echo($i); $i *= 2; echo(" vezes 2 é igual a $i <br>"); } ?> do-while– outra forma de looping que executa um bloco de código, testa uma condição e repete novamente o bloco de código (ou não). <?php $i = 1; do{ echo ("Linha $i <br>"); $i++; } while ($i < 10) ?> for – estrutura de looping que executa um bloco de código quantas vezes for indicado em uma variável. Deve-se definir a variável que será testada no looping, uma condição de teste e o incremento (ou decremento) da variável de controle. <?php for ($i = 1; $i < 10; $i++){ echo("Linha $i <br>"); } ?>
  14. 14. 14 APOSTILA DE PHP 5ª AULA Assuntos a serem abordados: Função 01. Função Uma função é um bloco de código reutilizável que é executado devido a um evento ou pela chamada de outra função. Deve-se usar a declaração function para criar uma função. Os parâmetros usados pela função são declarados entre parênteses. Os comandos a serem executados pela função devem estar entre chaves. A declaração return retorna um valor quando a função é chamada. Esta declaração não é necessária se a função não retorna nenhum valor. Para se chamar uma função, deve-se escrever seu nome e indicar os parâmetros entre parênteses. Ex1: <?php function escreveTexto(){ echo("Já sei criar funções!"); } escreveTexto(); ?> Ex2: <?php function soma($valor1, $valor2){ $resultado = $valor1 + $valor2; return ($resultado); } $x = soma(7, 8); echo($x); ?> 6ª AULA Assuntos a serem abordados: Verificação de aprendizagem (Ver caderno de exercícios) Formulários POST Os valores enviados através de um formulário podem ser recuperados pela variável predefinida $_POST. Através dela é possível obter os dados que foram enviados através do método POST do
  15. 15. 15 APOSTILA DE PHP HTML, bastando indicar o nome do campo do formulário. No comando action do formulário, deve- se indicar a página PHP que irá receber os valores. O mesmo documento pode conter o código e o formulário. form_post.php <html> <head> <title>Página PHP</title> </head> <body> <?php if (isset($_POST["pnome"]) && isset($_POST["snome"])){ $pnome = $_POST["pnome"]; $snome = $_POST["snome"]; echo "Olá $pnome $snome.<p>"; }else{ echo "Digite o seu nome.<p>"; } ?> <form method="post" action="form_post.php"> Primeiro Nome: <input type="text" name="pnome"> <br> Sobrenome: <input type="text" name="snome"> <br><br> <input type="submit" value="Enviar"> </form> </body> </html> GET Se for usado o método GET, os dados podem ser visualizados na URL do browser. Para recuperar estes dados, deve-se usar a variável pré-definida $_GET. Executar os códigos e analisar o comportamento do browser. <html> <head> <title>Página PHP</title> </head> <body> <?php if (isset($_GET["pnome"]) && isset($_GET["snome"])){ $pnome = $_GET["pnome"]; $snome = $_GET["snome"]; echo "Olá $pnome $snome.<p>"; }else{ echo "Digite o seu nome.<p>";
  16. 16. 16 APOSTILA DE PHP } ?> <form method="get" action=""> Primeiro Nome: <input type="text" name="pnome"> <br> Sobrenome: <input type="text" name="snome"> <br><br> <input type="submit" value="Enviar"> </form> </body> </html> 7ª AULA Assuntos a serem abordados: Exercicio da Aula 6 Verificação de aprendizagem (Ver caderno de exercícios) 8ª AULA Assuntos a serem abordados: Enviando arquivos O PHP permite que sejam enviados arquivos para o servidor(Foto, documentos e outros). Todas as informações sobre o arquivo enviado ficam armazenadas na variável $_FILES. O comando que trata o envio do arquivo é move_uploaded_file. No exemplo a seguir, o usuário envia um arquivo de no máximo 30 Kb. Código com upload de arquivo e armazenamento na pasta C:temp uploads.php <html> <head> <title>Página PHP</title> </head> <body> <?php if (isset($_FILES['arquivo']['name'])){ $uploaddir = 'c:temp'; $arquivo = $uploaddir. $_FILES['arquivo']['name']; if (move_uploaded_file($_FILES['arquivo']['tmp_name'], $arquivo)) { print "O arquivo foi gravado com sucesso.";
  17. 17. 17 APOSTILA DE PHP }else{ print "Erro. O arquivo não foi enviado."; } } ?> <form enctype="multipart/form-data" action="uploads.php" method="POST"> <input type="hidden" name="MAX_FILE_SIZE" value="30000"> Enviar este arquivo: <input name="arquivo" type="file"> <input type="submit" value="Envia Arquivo"> </form> </body> </html> 9ª AULA Assuntos a serem abordados: • Banco de Dados Conceitos Vantagens Estrutura Criando banco de Dados 4 Exercícios complementares; 01. Banco de Dados O que é Banco de Dados? É uma coleção de dados estruturados. Ele pode ser qualquer coisa desde uma simples lista de compras a uma galeria de fotos. Para adicionar, acessar, e processar dados armazenados em um banco de dados de um computador você necessita de um sistema de gerenciamento de banco de dados como o Mysql. O que é Gerenciador de Banco de Dados? S.G.D.B. (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) - É o software responsável pelo gerenciamento (armazenamento e recuperação) dos dados no Banco de Dados, neste curso o nosso S.G.B.D será o PhpmyAdmin.
  18. 18. 18 APOSTILA DE PHP O que é o MySQL? Um gerenciador de banco de dados poderoso, estável, extremamente eficiente, com milhares de instalações no mundo inteiro. Conceitos: 1. Dado - É o valor do campo quando é armazenado no Banco de Dados. Ex. O valor do campo "nome do cliente" para quem está fazendo a entrada de dados. 2. Conteúdo do campo - É o valor do campo armazenado no Banco de Dados. Ex. O valor do campo "nome do cliente" sem estar, momentaneamente, sendo utilizado. 3. Informação - É o valor que este campo representa para as atividades da empresa. Ex. Resposta a uma consulta. Qual os nomes dos clientes localizados em Manaus? Estrutura de um Banco de Dados: Banco Tabela1 Tabela2 Campo1 Campo2 Registros Banco é onde será armazenado todas as informações. Tabelas É uma coleção de informações sobre um determinado tópico, tal como uma lista de correspondência ou de produto. Podemos ter mais uma tabela no BD. A tabela é formada por campos. Campos Identifica a informação que será guardada na tabela. Registros É uma coleção de informações pertinentes a tabela. Chaves? O que são? Pra que servem? São criadas para que possamos ter informações únicas dentro da tabela , identificando cada registro. Exemplo: Campo: código ou id. Chave Primária - é um campo que será único na tabela. Chave Estrangeira – é um campo que será uma chave primária de outra tabela, com a finalidade de relacionamento entre as mesmas. Exemplo de um banco de Dados (tabela, campos, dados)
  19. 19. 19 APOSTILA DE PHP Criando banco de Dados phpMyAdmin phpMyAdmin é uma aplicação de fácil utilização que serve para controlar seu banco de dados MySql. Você pode utilizá-lo para criar, copiar, deletar, renomear e alterar tabelas, fazer a manutenção de tabelas, deletar, editar e adicionar campos, exportar ou importar um banco de dados, e muito mais. Opção localhost page Clicar no link PhpMyAdmin
  20. 20. 20 APOSTILA DE PHP Nome do Usuário: root Senha: vertrigo Digite o nome do seu BD e clique em CRIA – ( fpfescola )
  21. 21. 21 APOSTILA DE PHP Criar nova tabela no Banco de Dados fpfescola Nome: alunos Número de arquivo: 4
  22. 22. 22 APOSTILA DE PHP Definir os campos: Cod nome telefone nota
  23. 23. 23 APOSTILA DE PHP Opção para adicionar novo campo Altere para depois de nota Preencha os campos
  24. 24. 24 APOSTILA DE PHP Inserir um regitros
  25. 25. 25 APOSTILA DE PHP Insira 5 registros
  26. 26. 26 APOSTILA DE PHP 10º Aula Assuntos a serem abordados: • Comandos SQL • Select • Insert into • Update • Delete • Verificação da Aprendizagem (Ver caderno de exercícios) 01. Comando SQL A linguagem SQL é a linguagem usada para manipulação de banco de dados relacionais. Neste Banco de Dados, os dados estão organizados em formas de tabelas onde as colunas desta tabela representam os campos e cada linha um registro. EX: Campo 1 Campo 2 Campo 3 Registro 1 Valor do campo1 Valor do campo 2 Valor do campo 3 Registro 2 Valor do campo 1 Valor do campo 2 Valor do campo 3 Para que você crie aplicações com acesso a banco de dados é necessário que você saiba os comandos básicos de SQL, são eles: select, insert into, update e delete. 1- Comando select (Selecione) O comando select é utilizado para fazer uma pesquisa. Sintaxe: select lista de campos from nome da tabela Ex: Selecionando nome e email que estão na tabela usuários select nome, email from usuarios Usando na nossa tabela: Ir para a Guia Query 1)Selecione o campo nome da tabela funcionários select nome from funcionário (F9) 2)Selecione os campos cd, nome, salário_liquido da tabela funcionários select cd,nome,salario_liquido from funcionários (F9) 3)Selecione todos os campos da tabela funcionários select * from funcionários (F9) Obs: No where você poderá utilizar os seguintes operadores: = igual, < menor que, > maior que, <= menor ou igual, >= maior ou igual, <> diferente, like, esta contido, not negação. 2- Comando insert into (Inserir)
  27. 27. 27 APOSTILA DE PHP É o comando que insere dados na tabela. Sintaxe: insert into nome da tabela (campos) values (valores) Ex: Inserir na tabela funcionário no campo (cargo) o valor (Instrutor) Insert into funcionario (cargo) values (“Instrutor”) Usando na nossa tabela: Vá para a Guia Query 1)Insira no campo (nome) o valor (“Rodolfo”) insert into funcionario (nome) values (“Rodolfo”) (F9) 2)Insira no campo (cd, nome, salario liquido) os respectivos valores (110, “Carla”, 500) insert into funcionario (cd, nome, salario_liquido) values (110, “Carla”, 500) (F9) 3-Comando update (Atualizar) O comando update é o comando responsável por fazer atualização nas tabelas. OBS: Quando você utilizar o comando insert into você criará um novo registro. Quando você utiliza o comando Update você só fará modificações dentro de um registro. Sintaxe: update nome da tabela set campo=”novo valor” where condição Ex: Atualizar na tabela funcionario o salario liquido de 955 pelo valor 1200 update funcionarios set salario_liquido=1200 where salario_liquido=955 Usando na nossa tabela: Vá para a Guia Query 1)Atualizar a tabela funcionarios onde você substituirá o campo nome=”Carla” pelo nome=”Ana” update funcionarios set nome="Ana" where nome="Carla" (F9) 2)Atualizar a tabela funcionarios onde você substituirá o campo cd=15 pelo cd=20 update funcionarios set cd=20 where cd=15 (F9) 3 - Comando delete Serve para excluir um registro do Banco de Dados Sintaxe: Delete from nome da tabela where condição Ex: Deletar na tabela funcionario onde o campo nome=”Ana” Delete from funcionarios where nome=”Ana”
  28. 28. 28 APOSTILA DE PHP Usando na nossa tabela: Vá para a Guia Query 1)Deletar na tabela funcionarios todos os campos que tenham cargo=”Instrutor” Delete from funcionarios where cargo=”Instrutor” 2)Deletar na tabela funcionarios todos os campos que tenham o nome que comecem com a letra A delete from funcionarios where nome like “A%” 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª AULA Assuntos a serem abordados: Projeto 01 Escola 01. Projeto Escola Neste momento vamos montar um projeto chamado de Escola. O objetivo é guardar suas informações como nome, telefone e duas notas escolares. Utilizaremos o banco de dados criado na aula 9. Arquitetura do banco de dados
  29. 29. 29 APOSTILA DE PHP 1º Exemplo cadastro.php
  30. 30. 30 APOSTILA DE PHP Inserir.php 2º Exemplo mostrar.php
  31. 31. 31 APOSTILA DE PHP 3º Exemplo pesquisar.php
  32. 32. 32 APOSTILA DE PHP 4º Exemplo deletar.php
  33. 33. 33 APOSTILA DE PHP 5º Exemplo alterar_form_cod.php
  34. 34. 34 APOSTILA DE PHP alterar_form.php
  35. 35. 35 APOSTILA DE PHP alterar.php
  36. 36. 36 APOSTILA DE PHP 6º Exemplo Final mostrar.php
  37. 37. 37 APOSTILA DE PHP inserir.php pesquisar_form.php
  38. 38. 38 APOSTILA DE PHP Deletar.php alterar_form.php (não tem alteração)
  39. 39. 39 APOSTILA DE PHP alterar.php

×