Nasceu em Alagoas, município de Quebrangulo em 27 de Outubrode 1892. Ele viveu seus primeiros anos em diversas cidades bra...
 Romances narrados em primeira pessoa (Caetés,São Bernardo e Angústia); Romance narrado em terceira pessoa(Vidas secas);...
 Caetés(1933) São Bernardo(1934) Angústia - Premio Lima Barreto Vidas secas(1962)prêmio da Fundação William Faulkner(E...
Nasceu na Bahia, no município de Itabuna, no dia 10 deagosto de 1912. Em 1913, uma praga de varíola obriga a famíliaa deix...
 Seus livros foram traduzidos em 55 países, em 49 idiomas,existindo também exemplares em braile e em audiolivro paracegos...
organização não-governamental e sem fins lucrativos cujo objetivoé preservar, pesquisar e divulgar os acervos bibliográfic...
 Romances proletários - Capitães daAreia. Ciclo do Cacau - São Jorge dos Ilhéus. Crônicas de Costumes - Gabriela, cravo...
Nasceu na Paraíba no dia 3 de junho de 1901, no EngenhoCorredor em Pilar, PB, seus antepassados eram senhores deengenho, e...
Localizado no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, na Paraíba.Reúne mais de 5 mil volumes do acervo bibliogr...
 “Ciclo da Cana-de-Açúcar”( Menino deEngenho, Doidinho, Bangüê, O MolequeRicardo, e Usina). Romances que tem como tema a...
 Menino de engenho (1932) Doidinho (1933) Bangüê (1934) O Moleque Ricardo (1935)  Usina (1936)  Pureza (1937) Pedra...
Literatura
Literatura
Literatura
Literatura
Literatura
Literatura
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Literatura

511 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
511
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literatura

  1. 1. Nasceu em Alagoas, município de Quebrangulo em 27 de Outubrode 1892. Ele viveu seus primeiros anos em diversas cidades brasileiras,termina o segundo grau em Maceió, passa pelo Rio de Janeiro ondetrabalha em um Jornal, volta com o pai que era Caixeiro Viajantepara o Nordeste onde casou pela primeira vez em 1915 com MariaAugusta de Barros, que morreu em 1920, deixando-o com 4 filhos. Fixa-se em Palmeira dos Índios (Alagoas), lá, chega a exercer o cargo deprefeito em 1927. Renunciou o cargo em 1930. Os relatórios daprefeitura que escreveu nesse período chamaram a atenção deAugusto Frederico Schmidt, editor carioca que o animou a publicarCaetés.Em março de 1936 é preso por atividades consideradas subversivassem, contudo, ter sido acusado formalmente; após sofrer humilhaçõese percorrer vários presídios, é libertado em janeiro de 1937. Em seguidaestabeleceu-se no Rio de Janeiro, como inspetor federal de ensino. Em1945, com a queda da ditadura de Getúlio, filia-se ao PartidoComunista Brasileiro (atual PCdoB), o qual integra até 1947, quando opartido é novamente considerado ilegal. Em 1952 viaja para os paísessocialistas do Leste Europeu acompanhado de sua segunda esposa,Heloísa Medeiros Ramos. Tempos depois, volta ao Brasil.Adoeceu gravemente em 1952. No começo de 1953 foi internado,mas acabou falecendo em 20 de março de 1953, no Rio, aos 60 anos,vítima de câncer do pulmão.
  2. 2.  Romances narrados em primeira pessoa (Caetés,São Bernardo e Angústia); Romance narrado em terceira pessoa(Vidas secas); Autobiografias(Infância e Memórias do cárcere);
  3. 3.  Caetés(1933) São Bernardo(1934) Angústia - Premio Lima Barreto Vidas secas(1962)prêmio da Fundação William Faulkner(EUA) Dois dedos Insônia A Terra dos Meninos Pelados (1939); Prêmio Literatura infanto-juvenil (Ministério da Educação) Memórias do cárcere(1953) – memórias Linhas tortas Viventes das Alagoas Cartas Brandão Entre o Mar e o Amor (1942) Histórias de Alexandre (1944) Histórias Incompletas (1946) Linhas Tortas (1962) Viventes das Alagoas (1962) Cartas, póstuma (1980) O Estribo de Prata (1984) Cartas à Heloísa (1992) Viagem (1954)
  4. 4. Nasceu na Bahia, no município de Itabuna, no dia 10 deagosto de 1912. Em 1913, uma praga de varíola obriga a famíliaa deixar a fazenda e se estabelecer em Ilhéus, onde viveu amaior parte da infância. Foi para o Rio de Janeiro, para estudarna Faculdade de Direito. Casou-se em 1933, com Matilde GarciaRosa, com quem teve uma filha, Lila. Envolveu-se com a políticaideológica, tornando-se comunista. Devido a opressão doregime getulista, viveu exilado na Argentina, Uruguai, Paris ePraga. Ao voltar, em 1944, separou-se de Matilde. Em 1945, foieleito deputado federal pelo Partido Comunista Brasileiro(PCB),como deputado, foi o autor da emenda que garantiu aliberdade religiosa, e da emenda que garantia direitos autorais.Casou-se com  Zélia Gattai, também escritora. Teve trêsfilhos: João Jorge, Paloma e Eulália. Em 1947, o PCB foi declaradoilegal e seus membros perseguidos e presos. Jorge Amado teveque se exilar com a família na França, onde ficou até 1950,quando foi expulso. Em 1949, morreu no Rio de Janeiro sua filhaLila. Foi eleito para a Academia Brasileira de Letras em 6 deabril de 1961. Viveu quase que exclusivamente dos direitosautorais dos seus livros. Era simpatizante do candomblé. Morreuem Salvador, no dia 6 de agosto de 2001, quatro dias antes decompletar 89 anos. Foi cremado conforme seu desejo, e suascinzas foram enterradas no jardim de sua residência.
  5. 5.  Seus livros foram traduzidos em 55 países, em 49 idiomas,existindo também exemplares em braile e em audiolivro paracegos. Ganhou vários prêmios ao redor do Mundo. Foi superado, em número de vendas, apenas por PauloCoelho mas, em seu estilo - o romance ficcional -, não háparalelo no Brasil. Possui inúmeras adaptações para cinema, teatro e televisão,foi tema de escolas de samba por todo o Brasil.
  6. 6. organização não-governamental e sem fins lucrativos cujo objetivoé preservar, pesquisar e divulgar os acervos bibliográficos eartísticos de Jorge Amado, além de incentivar e apoiar estudos epesquisas sobre a vida do escritor e sobre a arte e a literatura
  7. 7.  Romances proletários - Capitães daAreia. Ciclo do Cacau - São Jorge dos Ilhéus. Crônicas de Costumes - Gabriela, cravoe canela.
  8. 8. Nasceu na Paraíba no dia 3 de junho de 1901, no EngenhoCorredor em Pilar, PB, seus antepassados eram senhores deengenho, e o deixaram a riqueza do engenho de açúcarque lhe ocupou toda a infância. Seu contato com omundo rural do Nordeste lhe deu a oportunidade de relatarsuas experiências através das personagens de seus primeirosromances. Matriculou-se na Faculdade de Direito do Recifeem 1920, ampliou seus contatos com o meio literáriode Pernambuco. Em 1924, casou-se com d. Filomena (Naná)Masa Lins do Rego, transferiu-se em 1926 para a capital deAlagoas, tornou-se colaborador do Jornal de Alagoas epassou a fazer parte do grupo de Graciliano Ramos, Rachelde Queiroz, Aurélio Buarque de Holanda, Carlos Paurílio eoutros. Ali publicou o seu primeiro livro, Menino de engenho(1932). Quando partiu para o Rio de Janeiro, em 1935, voltoua escrever para jornais e foi secretário da ConfederaçãoBrasileira de Desportos. Foi eleito membro da AcademiaBrasileira de Letras em 15 de setembro de 1955. Morreu aos56 anos, em 1957 com problemas hepáticos. Encontra-sesepultado no Cemitério de São João Batista no Rio deJaneiro.
  9. 9. Localizado no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, na Paraíba.Reúne mais de 5 mil volumes do acervo bibliográfico do escritor.
  10. 10.  “Ciclo da Cana-de-Açúcar”( Menino deEngenho, Doidinho, Bangüê, O MolequeRicardo, e Usina). Romances que tem como tema a vidaRural(Pureza, Pedra Bonita, Riacho Docee Agua Mãe).
  11. 11.  Menino de engenho (1932) Doidinho (1933) Bangüê (1934) O Moleque Ricardo (1935)  Usina (1936)  Pureza (1937) Pedra bonita (1938)  Riacho doce (1939) Fogo morto (1943) Eurídice (1947)  Cangaceiros (1953)  Gordos e magros (1942) Poesia e vida (1945)  Homens, seres e coisas (1952)  A casa e o homem (1954)  Meus verdes anos (1956)  O vulcão e a fonte (1958)  Dias idos e vividos (1981) 

×