Planeamento de Sessão de Educação para a Saúde

36 visualizações

Publicada em

No âmbito académico da Licenciatura de Enfermagem, na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, foi realizado um trabalho escrito com a temática “O Papel do Enfermeiro nos Cuidados ao Recém-Nascido (saudável) nos primeiros dias de vida”.
O grupo considerou pertinente a abordagem deste tema na medida em que, cada vez mais, existem gravidezes em idades consideradas baixas, isto é, gravidezes precoces, com mães pouco experientes na tarefa de cuidar de um RN. Para além disso, por experiências pessoais vividas em contextos reais, são muitas as dúvidas que os pais, em especial no primeiro filho/a, apresentam. Assim, é importante a intervenção do enfermeiro no auxílio desses mesmos pais, desmistificando mitos, esclarecendo dúvidas e promovendo uma boa relação entre progenitores e recém-nascido.
Posto isto, foi pensada e planeada uma Sessão de Educação para a Saúde, como forma de responder às dúvidas e questões, atentando na teórica da temática e abordando a prática em questão. Esta Sessão de Educação para a Saúde seria realizada com o suporte de um documento em formato PowerPoint, bem como de materiais utilizados nas mais variadas tarefas diárias com um RN, de modo a tornar a apresentação mais dinâmica. Assim, a apresentação e o planeamento da Sessão encontram-se disponíveis para consulta.
É importante, ainda, referir que as imagens que se encontram presentes no documento em formato PowerPoint foram disponibilizadas pelo banco de imagens do Instituto Politécnico de Setúbal, denominado de Banco de Imagens ShutterStock.

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
36
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planeamento de Sessão de Educação para a Saúde

  1. 1. Sessão de Educação para a Saúde Introdução No âmbito da Unidade Curricular de Andragogia, inserida no 1° semestre do 3° ano do 15° Curso de Licenciatura em Enfermagem da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, foi-nos sugerida a adaptação de um trabalho realizado nas UCs de Enfermagem (V, VI ou VII), sob orientação tutorial da docente responsável pela UC, Professora Patrícia Argüello. O principal objetivo deste trabalho é pensar e planificar uma ação de intervenção na área de promoção em Saúde, adaptando um dos trabalhos realizados no âmbito das Unidades Curriculares de Enfermagens referentes ao ano letivo decorrente. Assim, o grupo escolheu a temática “O Papel do Enfermeiro nos Cuidados ao Recém- Nascido (saudável) nos primeiros dias de vida”, utilizando como base o trabalho realizado no âmbito da Unidade Curricular de Enfermagem VII – Criança e Adolescente. Assim, foi pensada e planeada uma Sessão de Educação para a Saúde, da qual será apresentado o seu planeamento e documento suporte à mesma (em formato PowerPoint). Enquadram ento teórico – conceptual do trabalho O grupo considerou pertinente a abordagem deste tema na medida em que, cada vez mais, existemgravidezes emidades consideradas baixas, isto é, gravidezes precoces, com mães pouco experientes na tarefa de cuidar de um RN. Para alémdisso, por experiências pessoais vividas em contextos reais, são muitas as dúvidas que os pais, em especial no primeiro filho/a, apresentam. Assim, é importante a intervenção do enfermeiro no auxílio desses mesmos pais, desmistificando mitos, esclarecendo dúvidas e promovendo uma boa relação entre progenitores e recém-nascido. Posto isto, foi pensada e planeada uma Sessão de Educação para a Saúde, como forma de responder às dúvidas e questões, atentando na teórica da temática e abordando a prática em questão. Esta Sessão de Educação para a Saúde seria realizada com o suporte de um
  2. 2. documento em formato PowerPoint, bem como de materiais utilizados nas mais variadas tarefas diárias com um RN, de modo a tornar a apresentação mais dinâmica. Assim, a apresentação e o planeamento da Sessão encontram-se disponíveis para consulta. População envolvida na ação A população alvo para esta Sessão de Educação para a Saúde seriamos pais estreantes, porém, consideramos importante deixá-la aberta a todos os pais interessados. Objetivos da Sessão Os objetivos definidos para a Sessão de Educação para a Saúde são:  Identificar o papel do Enfermeiro no ensino aos cuidados ao recém-nascido;  Apresentar os cuidados necessários a ter com o bebé, direcionando-os aos pais e como estes devem proceder nos primeiros dias de vida do seu recém-nascido: o A Comunicação – apresentando estratégias de comunicação entre os pais e o recém-nascido, reforçando a sua importância. o A Alimentação – apresentando as diferentes opções disponíveis na atualidade, apresentando fatores determinantes para a escolha da mesma. o Os Cuidados de Higiene – esquematizando a melhor técnica para a realização do banho, através da prática, com auxílio dos recursos materiais disponíveis. o Os Cuidados ao Coto Umbilical – esclarecendo a informação disponível sobre a temática. o A Eliminação – identificando os diferentes tipos de fezes do bebé, de modo a esclarecer quaisquer dúvidas dos pais. o A Regulação da Temperatura – apresentando diferentes técnicas para a regulação da temperatura. Tempo (duração O tempo previsto para esta Sessão de Educação para a Saúde seriam 40 minutos.
  3. 3. prevista da atividade) Recursos Materiais Os recursos materiais necessários à Sessão de Educação para a Saúde seriam o projetor de imagem, uma banheira de recém-nascido, um manequim/modelo de recém-nascido, roupas e diversos materiais de cuidados ao recém-nascido (materiais para higiene, biberões, um pano comprido). Recursos Humanos Os recursos humanos necessários à Sessão de Educação para a Saúde seriam os membros do grupo de trabalho, ou seja, os discentes Laura Rodrigues, Jéssica Pereira, Joana Pires e Maria Taquelim. Conclusão Gostaríamos de concluir esteplaneamento daSessãode Educação para a Saúde afirmando que contribuiu bastante para a nossaaprendizagem enquanto estudantes de Enfermagem e futuros Enfermeiros, na medida em que nos permite ter um "olhar" diferente perante esta temática e perante a sua importância aquando o nascimento de um bebé. Para além disso, permite-nos também adquirir competências, relativas à promoção de Saúde, educação para a Saúde, planeamento e aplicação de uma intervenção na comunidade que, futuramente, nos acolherá nos seus serviços. Assim, esperamos contribuir com o nosso conhecimento, promovendo o conhecimento de outros, educando-os e tornando-os capaz de realizar as mais diversas tarefas ao recém- nascido. Bibliografia  Bibliográficas: Bowden, V.R., Greenberg, C.S. (2003). Procedimentos de Enfermagem Pediátrica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Hockenberry, M.J. & Wilson, D. (2014). WONG – Enfermagem da Criança e do Adolescente. 9ª Edição. Volume I: Capítulos 1 a 25. Loures: Lusociência. Hockenberry, M.J., Wilson, D., Winkelstein, M.L. (2014). WONG – Fundamentos de enfermagem pediátrica. 7ª Edição. Rio de Janeiro: Elsevier.
  4. 4. Ricci, S.S. (2008). Enfermagem Materno-Neonatal e Saúde da Mulher. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Lissauer, T. & Clayden, G. (2007). Manual Ilustrado de Pediatria. Brasil: Rio de Janeiro. Tavares, J., Pereira, A. S., Gomes, A. A., Monteiro, S. & Gomes, A. (2007). Manual de Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem. Porto: Porto Editora.  Eletrónicas: Beck, D., Ganges, F., Goldman, S., Long, P. (2004). Cuidados ao Recém-Nascido – Manual de Consulta. Save the Children: Save Newborn Lives. Washington, DC: KINETIK. Disponível em: http://www.healthynewbornnetwork.org/hnncontent/uploa ds/Cuidados-ao-Recem-Nascido-Manual-de-Consulta.pdf Centro Hospitalar de São João. (2013). Cuidados ao Recém- nascido. Disponível em: http://portal- chsj.minsaude.pt/uploads/writer_file/document/192/Cuidad os_ao_RN.pdf Cruz, D.C.S., Sumam, N.S., Spíndola, T. (2007). Os cuidados imediatos prestados ao recém-nascido e a promoção do vínculo mãe-bebê. RevistadaEscolade Enfermagem da US, 41 (4), 690-697. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v41n4/20.pdf Direção-Geral da Saúde. (2016). Plano Nacional de Vacinação 2016. Disponível em: http://www.dgs.pt/ficheiros-de-upload- 3/pnv-esquema-recomendado-pdf.aspx Kosminsky, F.S. & Kimura, A.F. (2004). Cólica em Recém-nascido e Lactente: Revisão da literatura. Revista Gaúcha Enfermagem, 25 (2), 147-156. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/arti cle/viewFile/4501/2438
  5. 5. Ramos, A. L.; Gato, A. P.; Vaz, F.; Gronita, J.; Martins, L.; Oliveira, M.; Leal, P. & Teixeira, V. (2016). Guia da Unidade Curricular de Enfermagem VII - Criança e Adolescente. Roque, S. & Costa, M. (2014). Preparação dos Pais para o cuidar do recém-nascido após a alta: avaliação dos registos de enfermagem. Disponível em: http://www.ipv.pt/millenium/Millenium47/5.pdf Santos, S.V., Costa, R. (2015). Prevenção de Lesões de Pele em Recém-nascidos: o Conhecimento da Equipe de Enfermagem, 24 (3), 731-739. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v24n3/pt_0104-0707-tce-24- 03-00731.pdf Silva, A.K. (2012). Refluxo Gastroesofágico em Bebês: uma Proposta de Intervenção na Estratégia Saúde da Família. Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/3 741.pdf

×