Egoismo

573 visualizações

Publicada em

palestra espirita sobre o egoismo

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
573
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Egoismo

  1. 1. REFLETINDO A ALMA
  2. 2. • L.E. QUESTÃO 913 – Dentre os vícios, qual se pode considerar radical?
  3. 3. • Vício(do latim "vitium", que significa "falha" ou "defeito“, ou imperfeição grave de uma pessoa ou coisa, disposição natural para combater o mal ou praticar ações contra a moral. (Houaiss)
  4. 4. Resposta L.E. questão 913 • “Temo-lo dito muitas vezes: o egoísmo. • Daí deriva todo mal. Estudai todos os vícios e vereis que no fundo de todos há egoísmo. Por mais que lhes deis combate, não chegareis a extirpá-los, enquanto não atacardes o mal pela raiz, enquanto não lhe houverdes destruído a causa. Tendam, pois, todos os esforços para esse efeito, porquanto aí é que está a verdadeira chaga da sociedade. Quem quiser, desde esta vida, ir aproximando- se da perfeição moral, deve expurgar o seu coração de todo sentimento de egoísmo, visto ser o egoísmo incompatível com a justiça, o amor e a caridade. Ele neutraliza todas as outras qualidades.”
  5. 5. Egoísmo, eis a nascente de todos os males!
  6. 6. EGO ISMOEGOISMO
  7. 7. EGO • ID – Seria os impulsos, motivações, desejos mais primitivos, instintos (sexual) • EGO - EU - Núcleo personalidade humana. • SUPER EGO – Ideiais moralmente aceitos.
  8. 8. • O Ser real é constituído de corpo, mente e espírito. Dessa forma, uma abordagem psicológica para ser verdadeiramente eficaz deve ter uma visão holística do ser, tratando de seu corpo (físico e periespirítico), de sua mente (consciente, inconsciente e subconsciente) e de seu espírito imortal que traz consigo uma bagagem de experiências anteriores à presente existência e está caminhando para a perfeição Divina.” Joanna de Ângelis
  9. 9. ISMO • Formação de nome ação = ciclismo • Formação substantivo abstratos = Espiritismo • Intoxicação – ADOECIMENTO, estragar, deformar, perverter.
  10. 10. EGO ISMO EGO ESTÁ DOENTE
  11. 11. CULPA É o EGO que se condena
  12. 12. • Na culpa, dividimo-nos em duas pessoas: Uma real, má, errada, ruim, e uma ideal, boa, certa e que tortura a outra. Dentro de nós processa-se um julgamento em que o Eu ideal, imaginário, é o juiz e o Eu real, concreto, humano, é o réu. O Eu ideal sempre faz exigências impossíveis e perfeccionistas
  13. 13. •Não perturbadora •Análise do erro Culpa Lúcida •Remorso •Toc – Pânico – Autismo - Esquizofrenia Culpa Tormentosa • Ao invés do pecado, remorso se tranforma: • Responsabilidade – Arrependimento – RENOVAÇÃO ATITUDES Culpa Terapêutica
  14. 14. CIUME Desejo de posse do EGO
  15. 15. O SER CONSCIENTE DIVALDO PEREIRA FRANCO DITADO PELO ESPÍRITO JOANNA DE ÂNGELIS • Atormentado pelo ego dominador, o paciente, quando não consegue asfixiar aquele a quem estima ou ama, dominando-lhe a conduta e o pensamento, foge para o ciúme, em cujo campo se abriga a fim de entregar-se aos sofrimentos masoquistas que lhe ocultam a imaturidade, a preguiça mental e o desejo de impor-se à vitima da sua psicopatologia. • No aturdimento do ciúme, o ego vê o que lhe agrada e se envolve apenas com aquilo em que acredita, ficando surdo à razão, à verdade.
  16. 16. INVEJA O EGO que não aceita o triunfo alheio.
  17. 17. RAIVA EGO ferido
  18. 18. • A raiva vem por se ter um ego frágil. Acabamos interpretando as coisas que acontecem como um ataque pessoal ao invés de considerá-las como uma casualidade, preguiça, incompetência ou falta de consideração de outrem. Internamente, dizemos para nós mesmos: “Como isto pode estar acontecendo comigo? Sou muito importante para que algo assim me aconteça!”
  19. 19. MEDO EGO que se esconde
  20. 20. Joanna de Ângelis/Divaldo Pereira Franco • Não sofras, por antecipação, nem permitas que o fantasma do medo te perturbe o discernimento ante os cometimentos uteis, ou te assuste, gerando perturbação e receio injustificado. • Quando tememos algo, deixamo-nos dominar por forças desconhecidas da personalidade, que instalam lamentáveis processos de distonia nervosa, avançando para o desarranjo mental.
  21. 21. TRISTEZA o EGO não aceita as experiências da vida.
  22. 22. COMPLEXOS – TRAUMAS – CHOQUE EMOCIONAL - Necessidade de reparação, reeducação. Depressão – maturidade psicológica induz o humano aos enfrentamentos sucessivos do seu processo de individualização.
  23. 23. RESSENTIMENTO EGO que não consegue admitir o ocorrido.
  24. 24. RESSENTIR = SENTIR NOVAMENTE perdão Transcender a mágoa Não é esquecer
  25. 25. INDIFERENÇA EGO que não quer ver
  26. 26. Aquele que se ignora caminha inseguro e enfermo emocional... Joanna de Ângelis
  27. 27. 917. Qual o meio de destruir-se o egoísmo? • “De todas as imperfeições humanas, o egoísmo é a mais difícil de desenraizar-se porque deriva da influência da matéria, influência de que o homem, ainda muito próximo de sua origem, não pôde libertar-se e para cujo entretenimento tudo concorre: suas leis, sua organização social, sua educação. O egoísmo se enfraquecerá à proporção que a vida moral for predominante sobre a vida material e, sobretudo, com a compreensão, que o Espiritismo vos faculta, do vosso estado futuro, real e não desfigurado por ficções alegóricas.
  28. 28. Livros da Série Psicológica de Joanna de Angelis • 01 - Jesus e Atualidade • 02 - O Homem Integral • 03 - Plenitude • 04 - Momentos de Saúde • 05 - O Ser Consciente • 06 - Autodescobrimento • 07 - Desperte e Seja Feliz • 08 - Vida: Desafios e Soluções • 09 - Amor, Imbatível Amor • 10 - O Despertar do Espírito • 11 - Jesus e o Evangelho à Luz da Psicologia Profunda • 12 - Triunfo Pessoal • 13 - Conflitos Existenciais • 14 - Encontro com a Paz e a Saúde • 15 - Em Busca da Verdade • 16 - Vitória sobre a Depressão • 17 - Psicologia da Gratidão
  29. 29. Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses. Rubem Alves

×