Ciranda do ABC Phylis Reily

1.316 visualizações

Publicada em

O autor procurou fazer um livro, pintando papéis de várias cores e texturas e recortando as formas para fazer a colagem. Queria que o próprio alfabeto inspirasse experiências gostosas e surpreendentes.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.316
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ciranda do ABC Phylis Reily

  1. 1. ,V - 5. , x , - 5 * à. ” ' [J, ,z x _ - 1' , - f x I" N . . , . ' *É c¡ '. ~~- f ; f f' _n _. -_ - ' _ , . * s . ,, x. » 'AmíWí-*í 711v¡
  2. 2. MIGAS Alice. Anabela e Andréa São amigas de Anacleto. Seus nomes todos começam Com o "A" do alfabeto. Primeiro vem Alice. Ela chama atenção Com ar de assanhada E saia de algodão. Depois vem Anabela De blusa amarela. Acena a todo mundo Andando na passarela. Andréa é um amor. É aluna aplicada. Sabe bem o "a-b-c" Porém é muito acanhada. Alice. Anabela e Andréa Ao serem apresentadas Cumprimentam todo mundo Com abraços apertados.
  3. 3. RINQUEDOS Bete e Bruno são bons amigos. - Vamos brincar de bola - diz Bruno. - Disso não! Quero brincar de boneca - fala Bete. › Iek! Que tal brincar de barco? propõe Bruno. r Ou de bambolê sugere Bete. - Vamos andar de bicicleta - diz Bruno. A Bárbaro! E assim os dois pedalaram ao bosque. LÁ
  4. 4. v s u correram atrás das borboletas. Escutaram o canto do bem-te-vi. Fizeram uma barraca das ! olhas da bananeira. Balançaram num galho do buriti. *sx De repente ouviram um barulho. Um berro! X( - É bruxa! v É bicho-papão! ~ Vamos depressa para casa! Bé-é-é! Bé-é-él Veja só! É o bode de seu Barnabé. ,. __ »s (. , K x
  5. 5. _AÊ . t, *cu- ' . O que começa com "C3 É só contar: Casa, castelo. coroa, colar. É o conjunto de partes para o corpo formar. Começa da cabeça. Vai até o calcanhar. Quanta coisa começa com "C" de carinho! Crianca. contente. conversa. cantinho. Corn "C" de comida. Eu cato a colher. 4.. ._ 't . .. _i Cozinha a canjica, v¡ Depois vou comer. _ ' '
  6. 6. Criaturas com "C". eu vou lhe falar. Cabrito, cavalo, coelho. camelo. Coruja. cutia, cão de caçar. Na caixa coloco caderno, cordão, Canetas e conchas da minha coleção. É só entrar nessa competição. Se passar de cem. você é campeão.
  7. 7. Alex: Dico: Alex: Dico: Alex: Dico: fa. . 1% ETETIVE A próxima letra é. .. A. B. C. .. Ué, esta' faltando. .. Sou o detetive Dico. Vou descobrir a letra para você. É tão dificil assim? Ainda estou em dúvida. Preciso de uma dica. Sera' que está detrás da porta? Puxa! Veja só! Dragão! Dinossauro! Dromedário! Feche a portal Você está me distraindo.
  8. 8. Alex: Acho que está dentro da caixa. OBA! Uma nota de DEZ! Dico: Desculpe-me, amigo. Deixe-me decifrar. v ; Alex: Está bem. Vou descansar ' l s» com os dez. - : '_ _L . . . l 'H í. _ A' ' , = . “ o é. 'a' -rf-(Íê . »__ '_" ' ' (l/ (Zi/ K¡ . li j 21. 1,' c AN* t y* Dico: Veja só. Um DISCO! de disco! Descobri! A próxima letra é "D"! Alex: Nota DEZ!
  9. 9. !O 0 Elefante e a ema se encontraram um dia. Você é muito esquisita « diz o elefante à ema. e Tem um pescoço muito esticado. - E você? ~ disse a ema ao elefante. e Seu nariz é muito espichado. ~ Para falar a verdade - diz o elefante -. você é muito engraçada de perna fina. Com seu corpo grande, não combina. Disse a ema: - Sem exagero, Um elefante não é elegante. ~ Não fale assim, não! - Emilia exclama. - Quem acha defeito no seu irmão É insensível, sem educação.
  10. 10. !#41 V . r . ¡ l Íx' . o _. r x_ . . . 'i F' . 4"_ ' _. " li' , à *TJ É* " e) I. _x f' I 4 . 'I c' Há festa na fazenda Você não pode faltar. Venha com a familia, Vamos todos festejar. Frango com farofa, Será bem saboroso. Também tem fruto fresco Que é muito gostoso. 0 cardápio é variado Porém há um senão. Nem tudo é aceito Vou dizer-lhe a razão. Tem que começar com F Como farofa e feijão. No cardápio não existe Espinafre nem almelrão. Que penal Mesmo assim. eu vou! I|
  11. 11. 11 4. ? ça , h IU K_ . _. l¡ ' l Um dia. o Gato escutou a voz do seu mestre: - Vou me livrar deste pobre gato. Não serve mais', nem caca rato. - Miauuu! - gritou o gato. Mesmo que gatos náo gostem de mudar de casa. ele saiu correndo pela estrada. No caminho, o gato encontrou um galo: Cocoricó! ~ Por que tanta gritaria? Ja' passou a madrugada disse o gato. 0 pior de tudo aconteceu disse o galo. - É meu ultimo dia para cacarejar. Uma sopa de galinha. eu vou virar. r Vamos juntos procurar a nossa sorte ~- convidou o gato. Logo encontraram um ganso. Ooooonc! Oooooncl ~ ele grasnou. e Que gritaria e' essa? esbravejou o gato. Minha vida é um azar disse o ganso. - Não sirvo de guarda para o patrão; meu grasnido virou uma rouquidão! 7,, i '
  12. 12. - Venha conosco. procurar a sorte - convidou o gato. Passaram pelo jardim zoológico e escutaram o choro do gorila. ~ Gorila chorando! Onde já se viu! - exclamou o gato. Sou o maior dos macacos. agora sou nada. Das minhas micagens ninguém dá risada. r Venha conosco, procurar a sorte - convidou o gato. Então o gato, o galo. o ganso e o gorila Pensaram juntos em algo engenhoso. Assim, fundaram a casa do idoso. I 4 * 'h 'f t “ e Ç É¡ ' É_ . “ A > à 'Y ' . I _g _ . j › _. , . ' , _ . _ç _ é» __ _, ,_. , 7 z' Í x
  13. 13. Hipopótamo, hospital, Helicóptero, horizontal. . . . . Pra que a letra H Que não se pronuncia? Quem comeu esta letra Com que a palavra se inicia? Eu quero come-la, mas só se for HAMBÚRGUER! _ . k'ã. t¡hlsr. ¡¡¡, ; ! ›u. ..~t<. --
  14. 14. Eu tenho uma . duto. Posso amorim Uma coisa mama. Não vai ter jul. Não é irmos-noi. Leva só um matam. A minha vom¡ Pode ser nocturno. Não sei o que é Essa tal ineo-th. Também não Importa. É da raça-tu. . nr-í i5
  15. 15. .. n Seguindo as coisas que começam com a letra J . Pegue o caminho do começo ao fim. E você chegara' a um lindo jardim. . _ . i_' », - y-«Mu no eme-caem vVC-ILIIH na ! Min . i u¡ m
  16. 16. A , . i~'4“. ' ÂÍÍCC 'n' - ' ; 'q M. _ Vamos fazer um karaokê? Olha esta canção: "Eu ando um Km (quilômetro). eu ando um km. Eu paro um pouquinho, descanso um pouquinho, Eu ando dois km. Eu ando dois km, eu ando dois km. Eu paro um pouquinho, descanso um pouquinho. Eu ando três km. Eu ando quatro km. Eu ando cinco km. .. seis. .. sete. .. oito. .. nove. .. dez. .." Fffffiiiiiiiiuuuuu. .. Não dá mais. Vou de kart. 17
  17. 17. il o. -. y_ Não vá se perder neste labirinto. Entre logo na seta que indica “partida”. . . . . Siga os desenhos que começam com L . E tera' o sucesso de uma boa "saida". t. .. mu, ... w wrap-i. . u: »naum n¡ mtu t na¡ 1a.
  18. 18. ELODIA Pelos Mares e matos. É dificil atravessar. Montanhas e muros, Poucos podem escalar. Monstros e máscaras Tentam nos assustar. Mas música e melodia Vão a todos encantar. 19
  19. 19. 20 Adivinhe o que começa com a letra “Nnl A coisa mais bonita? A natureza. A pessoa mais querida? A namorada. O dia mais feliz? Natal. A coisa mais escura? A noite. ill": | if¡ A palavra mais feia? Nojento. .dg _j 0 que faz maior barulho? Nove nenês chorando. O que tem dentro desta caixa? Não sei.
  20. 20. LÊ-OLÊ-OLÁ Olê-olê-ola'. .. Oi! Os olhos servem para observar. 0 órgão do olfato é o nariz. Cadê a boca para falar? Olê-olêolá. .. Oi! Os oculos se prendem nas orelhas.
  21. 21. 11 l RATA 5% Pedro Pirata ao porto chegou E coisas que começam com P procurou. 0 seu paraiso começa com "P": Pipoca. paçoca, pastel, picolé. Pegou a prancha de Paulo na praia; Também os patins da Patricia de saia. Descendo a rua virou provedor Do pão do padeiro, do pincel do pintor. Andando na praça, não teve nem dó. Pegou do prefeito o seu paletó. «tem
  22. 22. Até que o povo em voz alta gritou: - Devolva as coisas! Mas não adiantou. Então para o povo o pirata alertou: - Faltam as palavras mágicas! É preciso falar. Só assim devolvo tudo ao devido lugar. 0 povo da vila começou a gritar. E muitas palavras com "P" foi soltar: - Paralelepipedo! - Primogenitura! P - Pimentão! OR FAVOR - Parabólica! Ninguém acertou. De mal a pior. Até que um menino gritou: - POR FAVOR! “Por favor", disse Pedro. - Alguem acertou. Agora a minha alegria aqui se acabou! Pedro Pirata no seu barco partiu. E um grande alivio o povo sentiu! Ao pedir uma coisa. sempre se lembrar Das palavras mágicas e logo falar: POR FAVOR!
  23. 23. QUATRO W 9 *í* Quatro patas ou quatro pés Têm os bichos quadrúpedes. Quatro dedos, só um polegar Tem minha mão para cumprimentar. Um grupo de quatro forma quarteto. Que anima a plateia num lindo coreto.
  24. 24. f, . u; , ñ~ . +94» 0 Rato roeu a roupa do rei e a rainha ficou com raiva. "Nova roupa para o rei! " A noticia se espalhou. Chegou um alfaiate E ao rei se apresentou. Eu faço uma roupa -- Disse o homem safado. Fica invisivel para quem Seja ruim no reinado. - Que bom! Vou saber Em quem posso confiar. Faça logo essa roupa Assim vou expenmentar. Pegou a tesoura, O esperto bandido. Costurou uma roupa De fingido tecido. vestiu-se. o rei Se olhou no espelho Mas da roupa. viu nada. Só nudez de um velho. 25
  25. 25. - Não vejo nada! isso é embaraçoso! Mas o rei deu umas voltas E sorriu orgulhoso. - Magnífico! Elegante! Meu povo vou testar. Foi logo para a rua Nova roupa desfilar. - Que é isso? Que vergonha! O povo pensou. Mas revelar sua ruindade, Não! Ninguém reclamou. Foi assim que um menino Deu muita risada. - O rei está nu! Não estou vendo nada! O povo também riu, E até a própria alteza. Foram todos sem roupa Refrescar-se na represa.
  26. 26. x 5;, J, I : z . 2': Adivinhe o que tenho dentro desta sacola? «Sn Começa com a letra . Sapo. .. Errou. Sapato. .. Boa tentativa. Salada. .. Salada nào é. Sanduiche. .. Está com fome? Sininho. .. De novo, não acertou. Sorvete. .. Que SABOR? Com "S", não sei. .. Sereja! Cereja começa com "C". Ah! É! Que pena! Mas agora o sorvete virou SUCO! ! w 27
  27. 27. i v; _ i ; v . . - . . ¡ y k P e u A _[2 , A e! f› _ 4 ' 7. Q i a . :r i f* ' à . . i i , l . k c f . ni_ _x . _. . J 'É xx *s _ s ' ~ . Ji “a Tupi, o indiozinho, fez a sua toca com muito cuidado. Um dia, chegando da floresta, ele ficou muito assustado. Uma voz lá de dentro da sua casa falou: -- Sou bicho terrivel, da sua toca gostei. Já pode ir embora, sua casa tomei. Tupi ficou triste. Sentou-se em frente da porta e chorou. Logo passou uma tartaruga. - Por que está chorando? e Um bicho terrivel entrou na minha toca e não quer sair. Se fosse você. eu carregaria a casa nas costas e ela falou. - Mas eu não sou tartaruga - respondeu Tupi. Depois passou um tatu. v- Por que você está chorando? perguntou a Tupi. Um bicho terrivel entrou na minha toca e não quer sair. e Deixe comigo. Eu tiro o bicho de dentro da sua casa. E o tatu começou a cavar a terra em volta da toca. 1a
  28. 28. - Pare! Não faça isso! Você vai estragar meu jardim! e disse Tupi. Depois passou um touro. - Por que está chorando? « perguntou a Tupi. - Um bicho terrível entrou na minha toca e não quer sair. v Deixe comigo. Eu tiro o bicho de dentro da sua casa. E o touro começou a dar uma forte chifrada na porta. - Pare! Não faça isso! Você vai derrubar a minha porta. Depois passou um tamanduá. e Tupi. por que você está chorando? - perguntou. - Um bicho terrível entrou na minha toca e não quer sair. - Deixe comigo. Eu tiro o bicho de dentro da sua casa. E com suas garras pontudas o tamanduá começou a arranhar as paredes da toca de Tupi. - Pare! Não faça isso! Você vai derrubar a minha casa. Acontece que o tucano estava ali o tempo todo. observando. - Eu posso tirar esse bicho terrivel da sua casa. E chegando perto da porta abriu o grande bico e gritou: -› Saia desta casa, outra chance não darei. Ou debaixo desta porta. veneno jogarei. r Não faça isso! Era só brincadeira 7- a voz de dentro falou. E por debaixo da porta saiu assustada Uma taturana muito espichada. 29
  29. 29. O urso, o unicórnio e o urubu __ , , São três bichos que começam com a letra U . O urso tem unhas para agarrar. Não chegue perto. Ele pode te pegar. O unicórnio e' bicho da imaginação. Cavalo de um chifre só, não assusta, não. O urubu é ave feia de pescoço pelado. Mas tem seu valor. É lixeiro danado.
  30. 30. ocÊ VIU Você Viu? O velho vender a verdura? A vassoura varrer a varanda? Vovó visitar a vizinha? 0 vestido vermelho da Vanda? Você ouviu? O vento bater na veneziana? O vaqueiro tocar violão? Valéria recitar o versinho? 0 vapor sair do vulcão? J' , ei J|
  31. 31. ILLIAM wii-ir** "V-Têca '$515 g w su. t N¡ Na lingua portuguesa o é raramente encontrado. Porém. no estrangeiro, nome com "W" é muito usado. William, Wesley e Wilson moram lá em Washington. Vão a pe para o trabalho dizendo: "We walk to work". 12
  32. 32. O Xadrez e' passatempo No tabuleiro é jogado. Tambem e o lindo pano Do qua! o sofa e' forrado. O xilofone de madeira E instrumento musical. Com chocalho xique-xique Toca o ritmo tropical. 3]
  33. 33. 14 ES "Y" é letra grega. Não existia em português. No estrangeiro é encontrada, Especialmente em inglês. Em inglês, o "sim" é "yes". Que é oposto de "no". "não". "Yes" é palavra positiva Que começa esta canção: "YES, nos temos banana. Banana pra dar e vender. Banana, menina, tem vitamina. Banana engorda e faz crescer".
  34. 34. r¡ Esta é a letra Z Agora vou lhe explicar. É a letra do "zoológico" Se alguem lhe perguntar. A menina da escola Sera logo aprovada Se conseguir responder Como "zebra" e' soletrada. Essa letra sempre perto Muito pode lhe ajudar. Veja quanta coisa boa Ela serve para indicar. Zigue-zague, zás-trás. .. Quantos sons com "Z" se faz! "Zurro" do burro. "Zunzum" da zoeira. Com ziper. Zico. zebu, zero, Acabou a brincadeira. Já estou ficando ZONZA! 35
  35. 35. ~. ._: _- , c ' A a ll B_ Eis algumas ideias e atividades criativas relacionadas a cada letra: CM' . .n-iê" li-'lfLmk Wufrmn' "voam De' o* cr. a! :a 1-' - u» mil** um a i“t'Jil: r' . .i 'l-. ce mir '. -v: -.-- 'r-. "'C': ' m: “na r . mms m» pc&': .x| _*l. 'i.1(u : x-. ju- ul 'VÕQAA-INQJ" QMNK( "a ! com *um cn-rzlwpzanu m LRLVV zcmiçu' tem eu¡ eva vas : :na . na leis-iaebrru Cm. êClnm G . Ovni. 39G? 'rs'ri: l c Cena: !the . ' $81.00?! DJ. .Wbcrzu. °"r09l: Á_CueA" a_ 'Irqñu sem» . ora : wi-wait ¡^'. :n l. " m: C4. *T-: rnamuaczmrliwi ; ti-nnw-aií' um w. - u' : num v. . . cm. u. - 'a' um m ü i-r, ..¡. -a 3.» w : rum Éh (rm »cris F21' ~, rño : o r. - t. (F a na. nrr. r. tri-cuz» w ACI* . loacnznrgx-Jco: Bcxllrr-: arxmabzc Can¡ : u . l Cn Lciaw- r-. .UsLMLn cnrqamz : inves . na : meu 'v4- ; am-¡oçnuhizuurnn 'est-Az' rznuau : e 'cmrs : u: . c- nr». :n rr" . u vnwq. . vmtrrtn' . .-. Capao»- : r-m' Otra a : .43- : riin: “ Gir. . -l¡F|1l! I1'| l'i_“ . .agr 5,3.; e si; r, mp. m; .ui r, 47m 0'! ! ai» x *we nham_ de um: : u: A : iva lave : a wi 'em' ! ic : ah-u : WII hair e kw": a: : me 36 Ama¡ i; a. . 4.21M _ j _g . V CJ Chu nm : me r . r a . .n-i ›~, -= u : aew . cr-u ímmnzcc "uma 'd " ' 'JFHJIJPZ Pin , n -lçuru : max : na: !ou um ; I i-r; um. .w --nuvr anca yum. iu 41q* . mn pe: : e Kra" fue fa! ! 'in MW¡ mma. . o . as BMÀWAM! !na Ma¡ l¡ z. ,me n. .. ; v» _a_ . 'H --unr ; ANR-m TK u¡ um; 'hn vim: ;am L3- a ; um . i . me : me lala' , w j_ : m: ir' mx: .um , m- tu : um n r: ;sun ^ r. : a. :van: w - ! fazem V7.: t. c nua: .w. iuvínrfrtr a* . n. .-. :mm UJWUELVJZLI p- "um ¡surra-nua! ozm 'uma - m. ; . .uu, - , air ncmim o 'cc- . r lÍÍk'Z r ; uu k ; Jur pu' . l nuns-run: ;alfa : i . u u. : eva-x. 4-4 y m; ure- q' ! e seus r r. v' n¡ ao gx-mm : n axe-wa: : u . .uaxaj se 1-. p» 'ai riu 'r 1:' rcpmt we' 'nTnTn 3:90: a ; ru- u p». a pavão¡ um m¡ 'amv um T n; rn: :r m 32-» um. :umsvr›ru'a" XfDJT-B aum m. ; m": m . ..rd-io SJCE uwmcw mm O ; a i-ov : s: -n '1 n . :.: ›: u' apvcu-urxusy ; voor um; ,« . x30 D0' F-i' 5m; ,iamwnw n . v, w m »xu- r-_v«' no e _-: ~ u. .r a: um . rap-a ; Lummmr . ur (WGMH :11D" . in/ VIP 0.a pg: :m w lcd Illlíe um. . . Iírl . .ãâfDlNhrrt u. tsfr. : , . KD)"°' r-mn “l V. . . a -. -un r um ¡| ;u . Mn-w mama. : . lqu J cuamcaama s ge, ¡w-. ijr , as : Mrs o : ta: sw'-
  36. 36. - mas): 3m -"- »sm me mae cem-r. mu. : aç- 1.a Apr: : E.4n. ¡': |r*r. ..a1 r; CnuurVu-nh ma. u. zwmzçp. Agua --. (rn- m¡ uq. ) m -NU a; »um «w . - w r' v3' c~' c-vr. cy¡- Ee¡ a maca( &uma; prs; u' . - gr'. m¡ «ranma 313m4' unem-n x . Mun. .mm u. um: : -u u-rw m. qu" ' Uru: s ua 'JCP r4"'. ›*.1"(': a» «90145 j, 'Ma', :a u: : m. r_ ›v~1ç<'rz mu u . u : :t-se ›-~ , udki Lvvvnuawn: 17 . UFU mar-una. _m 1a'- 'u-Lru": -. . -wm a. Em. w rc o r. : a Fnupcrnrvna v_ Par: : . P ? Murça I; mw . ui ap* -w , m o; *AHABENb , u n- wsàza Duty! r. : km¡ dr : :na JJm-nuuukz"" " mu* J *ua u ; e , uh u rürnv. r MM¡ w¡ ; A ? wenn , v um: u Tu: : Vh-(ê ¡ ' *v ; C u r-m * 'wr- u. -: : rs , un _w- x : m: ~ ; enu-x' Lmmg; C m* A rwmr. : xt: : u n-. n m. ; mar 'a an. aw-. r. Cam. _ra-nz n: .rvt v: ,. .mLrxtm 'àã"':131>. .an¡ _m 1 a 1,_ (vu 'a' u c v' a »bm-u m , m »mL m» u. : c. 'm . um- | .›". ~'. |Lg*¡. .nn-nr ITVIÍIJHI amv' m m- . rat -x . ~ um. . : :m mr. Mmha «unem mu. Que ku eu: ru m. Vaxev? Caminhando : um amvçm. mm (Lavagem pano m - *Onvvzx Cr: : r p. ", |"I: v!'r. c. : m 'a' »rm ; Jz-, e Luana: : : nuawjj vrr, ¡Era-Lr-; v- AEwOUA : na 1:; Cu* ar. , CLVOO ! um à Lvra 'A' w : :omni E-z-vw-: rwnw mv -ecbsme Lumi: : 25H44! às. : -Impcvugy z : m: ~o r' nuuJÇIãJE-, zzn D MAR ESTAVA $19.00 SÍPÍIIO (SV/ NAO M! ! taWzumiv-'J « zvnwo_ a ou . v ny: : ; u w; a 52'. ; 4.; n A wo? ASYAW- SARANA. SARANAASYAVAA u: : Ma¡ a Wayne: : , e »znxuz . u : um É I . i (F . um uma ; um UU“RCJ" : cm u : m -› Nu-¡FJ "a-u »Au bau¡ «mz-a 'rn-n' 'au "v4 1-. Eur-r: 4-¡ : pnvr n : rrr n; n --. rg, M m. : . ' PGMIPPF. : rn-r: . uma'- a: .~y. _n› ¡PÚWT "v1 m1¡ L' 5'¡ ' VU¡ "WHY. 1'¡- '"J>: I . an m; .u. m u. - '-'v “m-: s : Lv . u- 31-1' u 1¡ v» y . mçuao Ez- n" 'game' «mp4 FLJ'L, M'ÍV' 'n-csarm' . ut uam . r 4.x. _nuuerunnç: xan'n'nfntr-› : rm- Mm m' _a . _a o: um' : nar Nr mmm r: "n'- : :um . m. 'v7 _c_ p. . "IHU-am, . Cm m »mam Lomani' u; .. cs : an: e mu: :mu: cn 'r '-13 Hvu. run LLçe-ux a: : mz¡ Dvcqaru num: m- 'mz "n pm: - amar a nv a. : m maçlv: u s. ; : m: um mem: wa : :rc a JA n . .- m' ar um yznf a: ;manta r. nunmmormu n* 9.00:, su: " Cum mvvãêñmn" . ans 7;: - . a . _e-, ;,«. ,,, ,-, ~,_-. ., «me m, u›<'*1'f)' c= '(~'~'. :. . Itdiuu E u_'.1Vn'ihr 'xmw r» , +2 451BlC1›. ^'tJ3cp(üfP rfm . úâwv 02W. mm ZECUIÍV se vxáluiusk-Jr- w a¡ um; u: 3.a” . rucm-dcüamu' P-, çw . .-4 U”. - v: : ; un tw- g *dr e : :www . m . mr br amu Pzç: a n-. x rgm u: . : Vu ? n.- u_ warm 3e'r«. ,_. :1:c: ax mu' 901m sr* : manu: v: LÀÚM *uu w mpeg n: :an nas cn 'r : c ! mtv n. :- xzm: :: .- rrm x 3,¡ «Livn- avur 'rs : uma q; m : mms 'u 99425 15 *fan-nn 2,: › o ; va-u 7 - ' : m a um! w c m; .ra rena' : as vvyesse: se *mas e; na. seu n4- a. mv. : ! na J'J'Lnh . r ug; Je e a u ¡a-vhaã : uu ¡ sea' r. ; mp4' "gLTg axu: a'*"wa: vn'›: n n runas. :nm Unmun: m. : *eu u. . u n . vw qmzm. u Rumba d¡ a vmmo mm. o m_ um: _um_ . ~ . u . .. ¡gnt! n n . W 1. ou. : 37
  37. 37. ü a. : xuzv : :ra 3,: n a em. : . an: xrm" Ma: : tm* Uau ' as' uauueu W f^. -r1--vrçrr'v. uc ma: : z ¡uuwtas um_ a. , *Uau : os &Aãwurd -v- ¡ : a . va : m: w; m tmururu* M: : s-voosa” c" 'LulM uma: : s" . n em ü vxu «xrr . m E em rm : u brr-Inm u : wra- u. um' z m: w. - ; ya-mc , m . yr own-ru ; uma mxmgua; A; .um " í nun-rm: :: z-vam a a; mu¡ um. : ; . as xuxa; a . .arca-nn z c: : u' a a 3- 'u' Pct ela-Wu : um Jr. .mn cv r m, .mau ucnunur o : cm a 'cz I 4 1a. :: N: para o a< w 'x 34": W: mas a: 'm e. : u . :na , c raw -4 sem s: -nu-nvaa '. JJ pmnmuxw-tv-uum; a¡ E- 2 -rv "uv. ups -nwx Fvgrumxpa a -› ¡Lgwaü "ur ur, «amy/ Last ' n: spa a : uma Excrnr u: x' uí-'xwín' bw ! Mau -w v. Uv- mma o. - : 52'11"11'. r- . mrca 4 nv. :num 507.031 . uxlmmmc En com irh: '.: rn'r, :' Sema. ,rr ; mas un: : pode . mv . - ; num u rear-M* a* amu' n "as 'ante puaemn- . - 'emav IzIL-: Wê-*câl 'Mmi-Saízaáxenn'rrvnfWüs - 3'- v su* um v» eu La' _ lc": O 'rc . . 'v -5-'J'“; H1IZ"- umw cr. :n : um tsñíça ou): u : em: m' 'N97 aew c» su J. u ' www P» : *Na a . i bra-mm : e n* mwrn? Doncmcn »JLasmeNus. Sccnwnzo- a : voc: nao tem p: : E) m' mzev uuÉC nun pruufnlr vw e uu*- u do me Iuim sat-v' .1 54:: : P-n-n: 2:2 m u 'vo ¡rzuzn . vnzac as , rr-a eme-wc. ; ou a-. za ana a c. " 43.4:- 11: Son. . ¡amar-np- r um me Cu¡ - : › n" Lhe-vs v; ;xr di". N) 'UL mu: : an Tuca " . kgs , "e 2". ; ^«. - 4 nc name¡ an vw: *deem-e Jr um 'Zí- : 1 u. CVSEWU TH ! HTS : KNXv-Çú m. " ; já «tc 0.20: *o mm : rxcua ta! (re n V. :no 3" 5 DNIT¡ w YB(J'. "~ pane-v me! n›. .- m x- 35 amu¡ uma-rn mm: su¡ _cw wcu- . Lie-numa": - m. . - IE f03*' “t7 fl "V547 me , nBdBnLYJ w user-neta -m-: r ; as : ara : :emu um: m: : Lnuun'u' a. , m4:: F N. ; m. , 434-4” um. ; Ma Eva mana 'Ingmm : ru-w: c . IMVW › u'. :: um u rz. : as' a 'qnt 5 E* mw-, gàs : tmn 9-- m. .r. :Lx: rgna: a »m- : us e um "«'.1V'! h.'u"7 n 'nu-tum : mam : urna: , _ , FK; .|'IE ; x Dawn* m; .m, y- m urrmrm : Mm: a m- ; mu n : um _Tnn-çgy. g›agm_, ,mnuxewn cura» Ixnvuliç mana Soh-gh: 617 Inmvmln u. puma na mm. w_ Jn" . u cn : :uma nav-arvnzz». te~ f w v. . wm mu: : m» › . ~ n» ¡yum! an¡ w-u . m. n n( mp¡ »um . . lrrgn »eu m: c. «u um. uuznrnt¡ , c ua um tanta vma¡ c. : a “. 5.a'. vma na 11.5' . . ea v . urnv-'nxctl (arm › pazm : W : :nos ea mu; -v-_furií uma¡ a › pqznmczaaxxssvun-a çutvixm - v. num -nzmurccns o; ;uma w'lz›. ',n1;í~r*›= à -ma : v: , _ a, m . o: : exe-zm» e um? ? ç-: w : m: new n_- n . . a 7 s . ° sua; :Fem uma ; ma 5.11401' _-
  38. 38. uma¡ , - ü , u-"u, a c mu; 'ughrrgYffY a* vu : www . Q-'dlv' m 'ü u. ..cv, rn1¡' rvj e: .uu. ;n -ga -. : u w_ LO' . ›. um' n¡ 1: C9D' q; b: . . v cy D911 wir-r . x v a ; une 3a V 'a : z- 3: c. ._»›1m, -:_= to nn “n11 pa: n-u 'r x4¡ . uam M». x; _, - , w ur. u. .. cr s w; mr; - L "s-u- L , un-nu va: ~'- , .~ r rw; ;Mean V' : WN: AHÉ , ur u z rru' - : m: 'JP' ¡vgwg _ , ~ , J c rm ' ¡ um» . nu ma: - Dc : m : r '(3a ; u Chakra# Dn Ram : um S' V. : m. : ! r EU n. ..1.r~'wJ, ›'u'_»'›-: ›:": u".1'n1=r'. «›". ¡EA- L' S e 4 »ms : Ir- S msn-mv : rc-Lv ~ "an u» v v; ._. «›. .: -. .su. › ' . un . rm . 4 - - ~ : :recuar-o: . :4 A amu-a uma) ra, acer-un' , m . sIlxfLH-Vs. : : m ; v ' m: rrçow-r 33-1143¡ e . . e-: u-u ma. . n--a V: . , ums- mm _ . " . .u c: : n' Vw : u: : curar w - . m . q. › m. : . -. w_- . -4 tam_ n¡ vma¡ - ~. qua; c. ; um . 4. n mu» 'n12 n~ »m &'72; 4 . x - s Ia snwc: a. : ; nm-m - um a w n: ..- : zw-nc »nur-ta , lc m: Dom-Is as Lwvuzlgrv¡ a; 'w 'a v n Lin-uva. m-n, a, m um: : ; < cüxszu; rw' . H1 1'¡ 'NNW-MH- moa-n a : ter sé' nwnnrD-«De-_z i' 'z I! 'l"a w 4 a; 'wa Gu- _qa ~ z ; mm win* s- - , -4412 . .nr : n : .«. au“k. -cs'_. , ? Vw l-'ivz _n21 . l . num. .w- 31jo3w'r'q'v)" m. . mm: Ewwvb -_ -nahu- : buJI-m: r'« w* --, nuv-a-eesozrt-cun . nm *' A : :A q: 'nu aerwwusumxunnrv: u. .. : :uma 7 ma» ÊIn-"OOE 'P170 ¡V! Lt'. 'VE/ Hnh¡ 51-11.' SC LVIcT TÊM) r . - ›: « b 1* (u e : HL-ln r Com poumnhn (mw ev' . c ug um. A_ *J e. ; L. . M a. m», ¡vwamx magna mw; .u 'd? f'«l*“'›"" m; 'qu "CnñWu-'v mn"r. < we bon _ "cw . m. L. _wv ; _ nur-vu- avtw: 4m í : pc vr-"W 11:' 1 . x um r'. ur my. ; W. _vggm ¡ 'v mm_ rugas 1- iayn: em; 'Musa : › 'a . -rvr v» baum. mu: :mu: :_›. x.. ~ w. : J . . ¡ rqure mm. . , bw _Vçnym . . J ¡ge- . - n. ._. ›n . .m- w, our: *qu* _w p. , . um mp4,), aq». u u. '.›1':1 w «a» . - . ..zur n' zum# m «cr , . usjr m n54. m: 'w 1- um pa' n-n-c m «- m usam-r. ; R. . a _› na . a ¡nnaru
  39. 39. 712w c m; ;amu m* : qeu c. : ›: u x Wxurrma' . v : emular/ nueva: mauro ' 'um . upar. . naum a: Dízenvjpçn' m. . v. pa; ; am-rm nar: ras *a aura-a n; :: e › rh : e um: uma: CIP-ma w amy: pr: um, r »um um ¡n-v: m' n31' Emo. wneoéüemnsñvoxramrwauavxgrqv¡ . mm r* . S<r: e1e'~. rrh, 'no WÀXvç 'a' «an an: 1¡ an: n» v, 2.1 mr. - : cr' - a wars »vw Mu; mma : - a›. ›,. J: n1.›I: J&LlYHtr-, SZ"L mms . nc. - 5 O 1:11:44" c: uye: our-oe wa . n. f: ne 'mum ãnmrce-. u : ame . spam: se . .s trama znzrnzm : v: _ -v-rerzum: van- Ey. : u . na a-vc 'u' . Wçu C: - xwe s. : Ar» uma cava m' pnlacfñkÇ-IM : u »ccqw- de n: ma. Van run: mrr; Uru: : 'n - ' Ccvu-, e : m ' co¡ : raw ma: : em ww mudam H--a u. . "na : cv *ranma w um : nu açna : :u-rm c O! .<. .<. 'J (E775 : Vi ' 'I' 'J HOW: ¡n74! : ' , .. wa nn me' . m cam-c par¡ çtsanzru' c( a. a-an. : Humano; 7 wa ! guns mw num. lava seus . w : mu: mr swuvvk Cce c-, oe-grrm c: : : v: Qwvunu u . u &CÉICEKVLIKJñILLAJM cr. «human Açme" t; negxu¡ a : :em : u- 54.914 ; um ; m. : : na naus : Lu rlm . .crua : cn: r , .›. cnmmzmmmtrm : :sunztnxru 4,¡ gdvçvv' m5 pesam l); ,m¡ m: rn wggmn m. meu. .uu 92.4 g. : v cue eu? 'azu- a *os »vam mamy. zu : cl-o n a um; 1: Ma) neles : -: 9.a : vnzaam : :um m nm; (prum: 1 cu'cu| .r2n--" F33. . zu cv 75:52.* w- m. , m: AL ; um . xxx-nua : gt ' ›- u. : u. : uv- ux ! ramos n' (-xn'(; r, : W a : ara reta' c< vwmsm o cent» ara z : s: 'nvvatwovVs-Pla¡ "e a-'Vwn-m -, , nã: m: “ru vma g-: :Lacz-'utmnc uma , a nalüu 1› 'fem' lne u: u : acham CL ri . a5~ w E- dr. - U7!! !Marra a» v¡ cum . : : aevgra: ru os: xr. : : :uma u a r ; ara o. «aneurisma-aa norma-rc e II u: mw 1.224 prguwn 1.a n' *av se' va-. .zr : max - 'm' 0.¡ nc Penne-oe . : :sua n: : . won um rm¡ m- um Im : n: a; meu › cunpdgíu : zw . nm uma 35:17'¡ mu: .ml uma» on* pevçwu: 40 n car an" [La-n a _o-. vlz , n 5.1:» u -gsçnr-a r: yum: : pmqwa: Ox-m an: 'Ate' . n 'au n--Jr um na 30434.2' . z um* : :nr 'ra lwn m 1010'. uçaro'. cu rn- _pr : uma: o. E : rm-u: :: é-¡qJ-_y os. ; : Nr u a' ara-nr cw : traçam : rm . T : nas uu 'Àc ELLCM : uma 21'14"
  40. 40. “With IlIlY 9km w: (|13| Uvmbt. Inn "nn ml Ivllll ! hub mu» quumh wc¡ n sem» a¡ -yvu nun-ax- nav- m nun x (v ¡nn PWK(CV| IMI. um¡ n-mnwluh ! Impqvü-fíyq n mao. .a. kum um! y . .m m. n21 amu. m. «amami-tb à 'dh-A um mlnnvvmln run-n PW I IPVHIIO" N) rmvn rw »ta-Juntar L num» um m¡ . nm. (Ir-u 'menu-vn n¡ eu . nun d Inmmn »uma hm- . nun-m- mui, Junta-m n n! !! $111- ¡. Il. manage 7 Í»| |*| ¡|| || HPÍRrs : nifóaa v--un-v--w

×